Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Docentes e Estudantes da 1ª Faculdade de Letras da Universidade do Porto: Francisco Forte de Faria Torrinha

Memória U.Porto

Docentes e Estudantes da Primeira Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Francisco Forte de Faria Torrinha


Inexistência de fotografia de Francisco Forte de Faria Torrinha

1879-1955
Professor, Filólogo e Escritor



Nasceu a 1 de Maio de 1879, em Joane, concelho de Vila Nova de Famalicão. Depois de concluídos os estudos liceais em Braga, matriculou-se na Faculdade de Teologia da Universidade de Coimbra, habilitando-se como bacharel em Teologia. Tendo escolhido como carreira profissional a docência no magistério liceal, foi colocado no Liceu de Évora entre 1903 e 1913, onde lecionou as disciplinas do 1.º Grupo (Português e Latim). Durante a sua estadia, foi, ainda, nomeado Conservador da Biblioteca Pública de Évora, tomando posse a 16 de Setembro de 1907.

Em 1913 foi transferido, a seu pedido, para o Liceu Rodrigues de Freitas na cidade do Porto, onde exerceu o professorado até ao limite de idade, com reconhecido mérito público. Em finais de 1922 teve necessidade de interromper a carreira docente liceal para ingressar como Professor Contratado do 1.º Grupo (Filologia Clássica) na 1.ª Faculdade de Letras do Porto, onde regeu as cadeiras de Língua e Literatura Grega, Língua e Literatura Latina e Gramática Comparada do Grego e do Latim. Passados os dois anos de vigência do contrato, foi nomeado pelo Governo como Professor Ordinário do mesmo Grupo (e, mais tarde, professor catedrático, ao abrigo da promulgação do Estatuto da Instrução Universitária, de 1926). O Conselho Escolar da Faculdade conferiu-lhe o grau de Doutor em Letras – Filologia Clássica, no dia 19 de Abril de 1926.

Perante o encerramento da Faculdade de Letras do Porto pelo Decreto n.º 15 365, de 12 de Abril de 1928, Francisco Torrinha regressou ao Liceu Rodrigues de Freitas ainda no final do ano. Mais tarde, foi contratado como regente na Escola Industrial Faria Guimarães, chegando a ser seu diretor. Foi, também, convidado para Professor Catedrático de Filologia Clássica na Faculdade de Letras de Coimbra. Não tendo podido aceitar o convite por motivos de saúde, permaneceu no Liceu Rodrigues de Freitas até à sua aposentação, em 1949. Faleceu na cidade do Porto, a 16 de Outubro de 1955.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2008)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-21 Página gerada em: 2018-12-13 às 04:42:02