Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Docentes e Estudantes da 1ª Faculdade de Letras da Universidade do Porto: Luiz Alfredo Pires Cardim

Memória U.Porto

Docentes e Estudantes da Primeira Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Luiz Alfredo Pires Cardim


Fotografia de Luiz Alfredo Pires Cardim

1879-1958
Professor, Escritor e Tradutor



Nasceu a 9 de Julho de 1879, em Cascais e recebeu a sua formação inicial na Escola Politécnica de Lisboa. Dedicou-se ao magistério liceal das línguas inglesa e alemã, tendo integrado o corpo docente do Liceu Nacional de Bocage, em Setúbal, entre 1904 e 1910. Durante o ano letivo de 1907-1908 suspendeu a carreira docente para realizar uma missão de estudo como bolseiro do Estado, atribuída por João Franco aos mais distintos professores liceais. Frequentou, então, cursos universitários de Psicologia, Fonética e Literatura Inglesa em Londres, tendo sido aluno dos professores Adams, Daniel Jones, Israel Gollancs e W. H. Hudson. Mais tarde, deslocou-se à Alemanha onde se especializou em Fonética Experimental e Metodologia, sob orientação dos professores Panconzelli-Calzia, Viëtor e Max Walter. Sistematizou esta experiência no relatório de estágio e em diversas conferências que proferiu, nunca tendo deixado de procurar por em prática os conhecimentos apreendidos.

Com a instauração da República em Portugal, Luiz Cardim foi colocado no Liceu de Sá da Bandeira, em Santarém, aí permanecendo durante os três anos seguintes. Data deste período a publicação da gramática intitulada "Iniciação ao Estudo do Inglez". Posteriormente, foi transferido para o Liceu de Gil Vicente, em Lisboa, do qual foi reitor e onde conviveu com Leonardo Coimbra. O reconhecimento público da sua idoneidade científica valeu-lhe, então, a nomeação para diversas comissões de reforma do ensino secundário e o convite para a realização de cursos breves, conferências e traduções.

Fotografia de Luiz Alfredo Pires CardimEm 1919, por convite de Leonardo Coimbra, Ministro da Instrução Pública, assumiu funções como professor contratado do 3.º Grupo (Filologia Germânica) na recém-criada Faculdade de Letras do Porto, funções que acumulou com a docência no Liceu Central Feminino de Sampaio Bruno (actual Liceu Carolina Michaëlis), também no Porto, até 1926. Na Universidade do Porto foram-lhe atribuídas as regências das cadeiras de Língua e Literatura Inglesa, Língua e Literatura Alemã e de Gramática comparada das Línguas Germânicas, bem como dos Cursos Práticos de Inglês e de Alemão. Em 1921, o Governo nomeou-o professor ordinário, posição profissional convertida na de professor catedrático pela Reforma de 1926.

Por decisão do Conselho Escolar da Faculdade de Letras da Universidade do Porto foi-lhe atribuído o grau de Doutor em Letras – Filologia Germânica, a 19 de Abril de 1926 e nomeado seu segundo Bibliotecário, cargo que exerceu entre 23 de Outubro de 1929 a 2 de Abril de 1930. Eleito diretor da Faculdade – 3.º e último diretor – após o anúncio da extinção desta instituição, exerceu esse cargo entre 18 de Março de 1930 e 31 de Julho de 1931.

Após 1928, Luiz Cardim manteve o exercício do magistério liceal em simultâneo com o cargo de secretário da Liga Portuguesa de Profilaxia Social. Em 1932 pediu a aposentação, mas este pedido foi-lhe recusado. Não tendo voltado a leccionar após este facto, manteve-se no exercício de funções na carreira administrativa e prosseguiu a produção cultural e científica iniciada duas décadas antes.

Faleceu na cidade do Porto, a 6 de Agosto de 1958.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2008)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-20 Página gerada em: 2017-11-23 às 23:53:11