Saltar para:
Logótipo SIGARRA U.Porto
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Você está em: U. Porto > Memória U.Porto > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: Júlio de Brito

Memória U.Porto

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Júlio de Brito

Fotografia de Júlio de Brito Júlio de Brito
1896-1965
Arquiteto, engenheiro e professor



Fotografia de Júlio de BritoJúlio José de Brito nasceu em Paris, a 30 de Março de 1896. Era filho de José de Brito, pintor, e da francesa Isabelle Ruffier Poupelloz de Brito (1874-1954).

Após a conclusão do Curso Geral dos Liceus ingressou, em 1910, no Curso de Arquitetura da Escola de Belas Artes do Porto, frequentando em simultâneo o Curso Complementar dos Liceus e o Curso de Engenharia, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, concluiu em 1924 com a classificação final de catorze valores.

Em 1926 obteve o diploma de arquiteto.

Ainda nos seus tempos de estudante começou a lecionar, em 1922, como Professor do 9.º Grupo do Liceu Rodrigues de Freitas, transitando em 1926 para a Escola de Belas Artes do Porto, como Professor Interino. Nesta instituição, ascendeu, em 1928, ao lugar de Professor Efetivo, onde se manteve até à reforma, em 1964. Nas Belas Artes dedicou-se, sobretudo, ao ensino de Cálculo, de Resistência de Materiais, de Estruturas e de Topografia.

Fotografia do Teatro Rivoli - PortoA par da carreira no ensino, trabalhou, também, como engenheiro e arquitecto, tendo sido autor de uma extensa obra, na qual se distinguem os projetos do Teatro Rivoli (1929-1932) e do Cinema Coliseu (1972-1973), no Porto, este último em co-autoria com Cassiano Branco e Mário de Abreu, e da Casa Domingos Fernandes (1927), na Praça Mouzinho de Albuquerque, 151, também no Porto, em colaboração com Manuel Mendes. Esta "Casa" foi uma das primeiras construções da cidade influenciada pela Exposição Internacional de Artes Decorativas de Paris, de 1925.

Confeitaria Ateneia - PortoAlém destas obras, Júlio de Brito projetou, no Porto, os Edifícios da Companhia de Seguros Garantia (Gaveto das Ruas Sá da Bandeira e Fernandes Tomás, Rua Saraiva de Carvalho, Gaveto da Rua Ramalho Ortigão e Avenida dos Aliados); o Edifício da Companhia de Fiação e Tecidos de Fafe, no Gaveto da Avenida dos Aliados e da Rua Rodrigues Sampaio; a Confeitaria Ateneia, na Praça da Liberdade; a Livraria Figueirinhas, no Gaveto da Rua de Ceuta e da Rua José Falcão; o Edifício da CIFA, na Rua de Ceuta; o Edifício de Gaveto das Ruas Duque de Loulé e Alexandre Herculano; um Edifício na Praça Pedro Nunes; o Edifício do Preventório da A.T.N.P., na Rua S. Roque da Lameira. Foi, ainda, co-autor do projeto das antigas instalações da Faculdade de Engenharia na Rua dos Bragas; Fábrica das Sedas Aviz (já desaparecida) e projetou o Edifício e o Café Aviz, na Rua de Aviz, bem como a Junta de Freguesia de Cedofeita, em 1934. Junta de Freguesia de Cedofeita - Porto

Fora da cidade do Porto projetou, entre outras obras, o Sanatório Montalto, em Gondomar, o Hotel Garantia e o Mercado de Famalicão, o Teatro Jordão, em Guimarães, o Cine Teatro S. Pedro, em Espinho, o Edifício "A Nacional", em Braga, o Liceu de Vila Real, os edifícios dos conventos das Carmelitas em Marco de Canaveses e no Monte de Estoril, o Convento das Freiras de Singeverga, em Santo Tirso, e a Agência do Banco Pinto de Magalhães, na Rua do Ouro, em Lisboa.

Júlio de Brito foi, também, membro de instituições cívicas e culturais.

Morreu no Porto, a 26 de Março de 1965.
(Universidade Digital / Gestão de Informação, 2009)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2016-06-22 Página gerada em: 2019-05-25 às 10:40:24