Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Notícias > FADEUP | Professor Auxiliar | Área Disciplinar Ciências do Desporto_Sociologia e Antropologia do Desporto (CT Tempo Indeterminado)

Noticias

FADEUP | Professor Auxiliar | Área Disciplinar Ciências do Desporto_Sociologia e Antropologia do Desporto (CT Tempo Indeterminado)

Candidaturas até 30 de maio

Doutor António Manuel Leal Ferreira Mendonça da Fonseca, Professor Catedrático e Diretor Interino da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, torna público que se encontra aberto pelo prazo de 30 dias úteis a contar do dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Jornal de Notícias e nas páginas da Internet da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e da Universidade do Porto, um procedimento de seleção para o recrutamento de um Professor Auxiliar, em regime de contrato individual de trabalho por tempo indeterminado, para a área disciplinar de Ciências do Desporto da Faculdade de Desporto desta Universidade.

As disposições legais aplicáveis são as seguintes:

Regulamento de celebração de contratos de trabalho de pessoal docente ao abrigo do Código do Trabalho (Despacho nº. 1567/2013, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 18, de 25 de janeiro).

1. Admissão ao processo de recrutamento

Serão admitidos os candidatos titulares do grau de Doutor.

Caso o doutoramento tenha sido conferido por instituição de ensino superior estrangeira, o mesmo tem de obedecer ao disposto no Decreto-Lei n.º 341/2007, publicado no Diário da República, 1ª série, nº 197, de 12 de outubro, devendo quaisquer formalidades estabelecidas estar cumpridas até à data do termo do prazo para a candidatura.

Esta formalidade tem de estar cumprida até à data do termo do prazo para a candidatura.

2. Processo de seleção

A seriação dos candidatos realizar-se-á através de avaliação curricular, tendo em conta o perfil das funções de professor auxiliar e as potencialidades manifestadas para o exercício dessas funções, nomeadamente a atividade científica e pedagógica desenvolvida na área disciplinar de Ciências do Desporto, em particular no domínio da Sociologia do Desporto e Antropologia do Desporto.


3. Critérios de Seleção
3.1. Considera-se aprovado em mérito absoluto o candidato que possua cumulativamente:

a) Grau de Doutor em Ciências do Desporto ou em área adequada à Sociologia ou Antropologia do Desporto;

b) Pelo menos 3 publicações como primeiro autor na área disciplinar do concurso, livros ou capítulos de livro - excluem-se edições do autor ou atas de congressos - ou artigos em revistas indexadas em bases de dados internacionais e com avaliação pelos pares;

c) Comprovação do domínio das línguas portuguesa e inglesa.

A aprovação exigirá uma maioria absoluta dos membros do júri votantes, em votação nominal justificada, onde não são admitidas abstenções.

3.2. Critérios de seleção e seriação e respetiva ponderação:

Uma vez identificados, em definitivo, os candidatos aprovados em mérito absoluto, passa-se à sua ordenação com base nos critérios de seriação, respetiva ponderação e sistema de valoração final, segundo os seguintes fatores:

3.2.1. Mérito científico (70%) — diz respeito à atividade científica, que se quer avaliada pelos pares e internacionalizada, realizada exclusivamente nos últimos 5 anos, em particular nas áreas da Sociologia e Antropologia do Desporto.

a) Conceção e dinamização da atividade científica (20%) — avalia-se a qualidade do trabalho de investigação, nomeadamente: a coordenação e/ou participação em equipas científicas e projetos competitivos; a orientação de teses de doutoramento na área disciplinar em concurso; a participação em júris de provas académicas na área disciplinar em concurso; e a participação na edição, avaliação e revisão de publicações científicas referenciadas em bases de dados internacionais.

b) Produção científica (80%) — avalia-se a qualidade da publicação na área disciplinar em concurso de artigos em revistas, livros, capítulos de livros, atas de congressos, que resultam de um processo de avaliação pelos pares e são referenciados em bases de dados internacionais.

3.2.2. Mérito pedagógico (25%) — incide sobre a qualidade da atividade pedagógica realizada exclusivamente nos últimos 8 anos, em particular nas áreas de Sociologia e Antropologia do Desporto.
a) Docência e participação em projetos pedagógicos (80%) — avalia-se: a docência e a regência de unidades curriculares; a orientação de dissertações de mestrado na área disciplinar em concurso; o envolvimento em projetos de inovação pedagógica; a publicação de artigos e de materiais pedagógico-didáticos na área disciplinar em concurso.
b) Participação na criação e reorganização curricular (15%) — avalia-se a criação de novas unidades curriculares e de cursos, e a reestruturação de planos de estudos.

c) Participação em órgãos de gestão de cursos, designadamente em cursos de Ensino da Educação Física (5%).
3.2.3. Transferência de conhecimento (5%) - Incide sobre a experiência profissional nas áreas de Sociologia e Antropologia focando o desporto e de Ciências do Desporto na ótica da Sociologia e da Antropologia em atividades de extensão.
a) Experiência profissional (70%) - Como professor no âmbito da Sociologia e Antropologia, focando o desporto, e de Ciências do Desporto na ótica da Sociologia e da Antropologia.
b) Projetos de intervenção na comunidade (30%) — avalia-se a qualidade e o impacto de trabalhos de extensão universitária, em particular: participação em iniciativas e projetos de divulgação científica e de valorização económica e social do conhecimento; participação em ações de formação, como formadores; participação em equipas de acompanhamento e de avaliação de projetos de intervenção no desporto e na comunidade; colaboração com a comunicação social.

4. Funções a desempenhar

O conjunto das funções a desempenhar encontra-se descrito no Anexo I do Regulamento de Celebração de Contratos de Trabalho de Pessoal Docente da Universidade do Porto ao abrigo do Código do Trabalho (Despacho nº. 1567/2013, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 18, de 25 de janeiro) onde se incluem os requisitos gerais a preencher pelos candidatos:
"Ao professor auxiliar compete lecionar aulas práticas e teórico-práticas e a prestação de serviço em trabalhos de laboratório ou de campo, em unidades curriculares dos vários ciclos de estudo e de programas ou cursos não conferentes de grau, bem como a regência de unidades curriculares desses ciclos de estudo e programas ou cursos. Compete também orientar e realizar trabalhos de investigação, segundo as linhas gerais previamente estabelecidas ao nível da unidade organizativa em que se integra. Compete ainda realizar tarefas de extensão universitária, de divulgação científica e de valorização económica e social do conhecimento, bem como participar na gestão universitária e realizar outras tarefas distribuídas pelos órgãos de gestão competentes e que se incluam no âmbito da atividade de docente universitário. Ao professor auxiliar pode ser distribuído serviço docente idêntico ao dos professores associados, caso conte cinco anos de efetivo serviço como docente ou investigador universitário."

5. Candidaturas

5.1. O requerimento de candidatura, em suporte papel, deverá ser obrigatoriamente acompanhado da seguinte documentação em suporte digital e em duplicado (2CDs ou 2DVDs):

a) Curriculum Vitae contendo todas as informações pertinentes para a avaliação da candidatura tendo em consideração os critérios de seleção constantes do ponto 3 do presente aviso.

b) Trabalhos mencionados no currículo apresentado, podendo os candidatos destacar até dez dos que considerem mais representativos da atividade por si desenvolvida.

5.2. Documentos comprovativos do preenchimento das condições fixadas no n.º 1 deste edital, designadamente a certidão de doutoramento, exceto para os casos correspondentes à obtenção do grau de doutor na Universidade do Porto.

5.3. As instruções, a título exemplificativo, para a apresentação da informação, em suporte digital encontram-se disponíveis na área de Concursos de Pessoal do SIGARRA U.PORTO, no endereço https://sigarra.up.pt/up/pt/conteudos_geral.ver?pct_pag_id=1004282, onde poderá ser encontrado igualmente o modelo de requerimento a apresentar (Docentes ‐ Regime Privado).

5.4. As candidaturas deverão ser entregues presencialmente na sala 114 do Edifício Histórico da Reitoria da Universidade do Porto, sito à Praça Gomes Teixeira, 4099-002 Porto, ou remetidas por correio para o mesmo endereço e dirigidas à Unidade de Planeamento, Contratação e Desenvolvimento de Recursos Humanos dos Serviços Partilhados da Universidade do Porto, até ao 30.º dia útil posterior ao da publicação do presente aviso no Jornal de Notícias e nos sítios da internet da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e da Universidade do Porto.

6. A não apresentação dos documentos ou publicações exigidas nos termos deste aviso, ou a sua apresentação fora do prazo estipulado para o efeito, ou a não adequação do perfil dos candidatos à área de recrutamento em apreço, determinam a sua exclusão.

7. O professor auxiliar será contratado por tempo indeterminado com um período experimental de cinco anos.

8. A comissão de seleção é constituída pelos seguintes elementos:

Presidente: Professor Doutor António Manuel Leal Ferreira Mendonça da Fonseca, Professor Catedrático da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Vogais

Professor Doutor José Jacinto Vasconcelos Raposo, Professor Catedrático da Escola de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Professor Doutor Paulo Coelho Araújo, Professor Associado com Agregação da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra;

Professor Doutor António José Serôdio, Professor Associado do Departamento Ciências do Desporto, Exercício e Saúde da Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro

Professor Doutor Manuel António Fernandes da Graça, Professor Associado com Agregação da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

9. Em cumprimento da alínea h) do artigo 9.º da Constituição, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove ativamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação.

 

Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, 13 de abril de 2018


O Diretor da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto


Professor Doutor António Manuel Leal Ferreira Mendonça da Fonseca

 

 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Serviços Partilhados da Universidade do Porto I Termos e Condições I Acessibilidade I Índice A-Z I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-05-26 às 18:30:26 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais