Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Satisfação com a vida, perdoabilidade e autoestima nas pessoas idosas

Satisfação com a vida, perdoabilidade e autoestima nas pessoas idosas

Título
Satisfação com a vida, perdoabilidade e autoestima nas pessoas idosas
Tipo
Tese
Ano
2019-11-11
Autores
Loa Nadny Alves
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Classificação Científica
FOS: Ciências sociais > Psicologia
Outras Informações
Resumo (PT): A presente pesquisa pretendeu investigar as correlações que existem entre as dimensões satisfação com a vida, perdoabilidade e autoestima na terceira idade. É importante observar que nesse trabalho que a satisfação com a vida foi avaliada em duas escalas, onde uma delas mede a satisfação global e a outra a satisfação em 5 domínios que se referem a satisfação com a vida amorosa, vida laboral, vida social, vida familiar e com a vida em lazer. Os dados utilizados nesse estudo são baseados em uma amostra por conveniência de 60 pessoas, todas de nacionalidade portuguesa e residentes no país especificamente nos distritos de Braga, Porto e Aveiro, com idades que variaram entre os 61 e os 92 anos. Analisando os resultados observamos que a correlação das variáveis satisfação com a vida amorosa, satisfação com a vida laboral, e a Satisfação global com a autoestima não foi estatisticamente significativa. No entanto as correlações entre a autoestima com satisfação com a vida social, a satisfação com a vida familiar e a satisfação com a vida durante o lazer mostraram significância estatística. No que diz respeito as dimensões do perdão, verificamos que apenas o perdão circunstancial se relacionou no sentido esperado, isto é, positivamente com a autoestima enquanto o perdão incondicional se correlacionou negativamente. Em relação aos resultados obtidos entre as dimensões do perdão e as dimensões da satisfação com a vida a subdimensão relacionada ao perdão incondicional não se correlacionou com nenhuma da subdimensões da satisfação com a vida. Porém mostrou uma correlação positiva com a satisfação global com a vida. O perdão associado ao ressentimento não obteve significância estatística na relação com a vida laboral, vida social, vida lazer, nem com a dimensão da satisfação global. Enquanto a vida amorosa e a vida familiar correlacionaram-se de forma negativa com o perdão ressentimento, no que diz respeito ao perdão circunstancial, verificamos correlações não significativas com a vida amorosa e com vida em lazer, e correlações positivas estatisticamente significativas com a vida laboral, a vida social, a vida familiar e com a satisfação global com vida.
Idioma: Português
Nº de páginas: 43
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-10-26 às 14:03:29 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais