Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Os estudantes adultos no ensino superior: o caso dos "maiores de 23" no acesso à universidade em Portugal

Os estudantes adultos no ensino superior: o caso dos "maiores de 23" no acesso à universidade em Portugal

Título
Os estudantes adultos no ensino superior: o caso dos "maiores de 23" no acesso à universidade em Portugal
Tipo
Tese
Ano
2018-12-07
Autores
Elane Cristina Tonin
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Classificação Científica
FOS: Ciências sociais > Ciências da educação
Outras Informações
Resumo (PT): Nas últimas décadas, observa-se, em escala mundial, transformações na educação superior, retratadas pela transição histórica dos sistemas de ensino superior. Tais transições ocorrem de maneira desigual entre os países: de “sistema de elite” para o “sistema de massa” e deste para o “sistema de acesso universal” (Trow, 1973, 2005). Associadas a essas desiguais alterações no campo da educação superior, a implementação do Processo de Bolonha fez emergir a discussão necessária da dimensão social no ensino superior (Ayalon & Shavit, 2004), constituída em certa medida pela equidade no acesso dos estudantes “não tradicionais”. Nesse sentido, o trabalho centra-se no acesso dos adultos ao ensino superior em Portugal, a partir do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março, que reorganiza as provas do concurso especial de acesso (antigo exame ad hoc), passando a ser designado de concurso dos “maiores de 23 anos”. Este estudo de caso, realizado no âmbito de uma universidade de prestígio em Portugal, é composto de dois estudos: um estudo quantitativo com dois momentos de observação (transversal e longitudinal) e um estudo qualitativo organizado em três fases (análise de documentos, observação direta e entrevistas). Tem como objetivos centrais: i) compreender quem são os estudantes adultos “maiores de 23” e levantar suas experiências de participação e acesso, expectativas acadêmicas e percepções dos níveis de envolvimento acadêmico e empoderamento psicológico e ii) entender os diferentes enfoques e percepções acerca dos estudantes “maiores de 23” e do concurso de acesso. A análise dos resultados permitiu concluir que os estudantes “maiores de 23” no âmbito da Universidade do estudo poderiam ser compreendidos, simultaneamente, como estudantes “não tradicionais” e “tradicionais”, por apresentarem diferentes características, percursos e histórias de vida, evidenciando que categorizá-los por um único atributo é, de certo modo, reduzir as possibilidades diferenciadas de refletir sobre quem de fato “são”. Demonstram ter experiências de participação mais continuadas em grupos de voluntariado e de caridade. Nas experiências de acesso, concordam destacadamente que, sem o concurso dos “maiores de 23”, não teriam chances de acesso à universidade. Suas expectativas acadêmicas estão centradas na qualidade da formação e o seu envolvimento acadêmico é sobretudo cognitivo e individual. Estes estudantes relatam desafios e superações no acesso à universidade pela via do concurso para “maiores de 23”, sendo identificados, pelos diretores e professores das faculdades, enquanto estudantes “motivados”, “trabalhadores” e “adultos”. Conclui-se ainda da necessidade de redimensionar as concepções sobre os estudantes “maiores de 23”, a fim de reconhecer as suas particularidades e integração no contexto da Universidade.
Idioma: Português
Nº de páginas: 313
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-09-25 às 20:10:19 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais