Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Mercado media em Portugal no período Marcelista

Mercado media em Portugal no período Marcelista

Título
Mercado media em Portugal no período Marcelista
Tipo
Tese
Ano
2011
Autores
Suzana Cavaco
(Autor)
FEP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Ver página ORCID
Classificação Científica
FOS: Humanidades > História e arqueologia
CORDIS: Humanidades > História
Outras Informações
Resumo (PT): O conhecimento actual do período marcelista ainda está longe de estar completo. Este estudo procura descortinar as relações complexas (cumplicidades, conflitos, interdependências, contradições) que se estabeleceram entre, por um lado, o Governo e os actores media (isto é redactores, chefes de redacção, directores, administradores e proprietários) e, por outro lado, entre o Governo e os grupos económicos, no período marcelista. Este estudo procura também descortinar as manobras de bastidores que conduziram à aquisição de vários jornais diários nos últimos anos do Estado Novo, tirando partido da recolha de informação de diversas fontes, em especial da correspondência privada e pública disponível e de testemunhos actuais de alguns dos protagonistas. Observa a situação económica das empresas media e procura perceber os benefícios que advinham de possuir um órgão de comunicação social num regime autoritário. Este estudo dá especial importância às condições exógenas/externas do mercado, tais como regulação, procura e tecnologia. Debruça-se sobre as condições de produção, prestando atenção, por exemplo, à acção da Censura/Exame Prévio e à retribuição do trabalho jornalístico. Observa o desempenho da assessoria de comunicação de Marcello Caetano e seu Governo, na preparação das eleições legislativas de 1969. Discute questões de deontologia quer em jornalismo quer em assessoria de comunicação. Este estudo contribui para um aprofundamento no conhecimento do negócio dos media no contexto de um regime autoritário. Palavras-chave: marcelismo, Estado Novo, Jornalismo, Assessoria da Comunicação, mercados media.
Abstract (EN): The current knowledge of the marcelist period is far from complete. This study aims to characterize the complex relationships (e.g., connivances, conflicts, interdependences, contradictions) that were established between the government and the media players (i.e., journalists, editors, directors, administrators, and owners) and between the government and the economic groups during this period. The study also tries to unveil the behind the scenes manoeuvres that led to the acquisition of several daily newspapers in the last few years of Estado Novo, by collecting information from different sources, namely: available private and public correspondence, and current live reports from some of the players. The economic situation of the media companies is examined and the potential benefits of owning a media outlet in the context of an authoritarian regime are explored. A special emphasis is given to the exogenous/external market conditions, such as regulation, demand, and technology. The media production conditions (e.g., censorship/”exame prévio” and retribution of the journalistic work) are examined. Marcello Caetano’s public relations work in the preparation of 1969 parliament elections is analyzed. Deontology issues related to journalism and public relations during the studied time period are discussed. This study contributes to better comprehend the complexity of the media business in the context of an authoritarian regime. Keywords: marcelism, Estado Novo, journalism, public relations, media market.
Idioma: Português
Tipo (Avaliação Docente): Científica
Notas: tese de doutoramento em História, orientada pelo Professor Jorge Fernandes Alves e co-orientada pelo Professor Marcelo Rebelo de Sousa, defendida na Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Nº de páginas: 563
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-02-22 às 01:51:09 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais