Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > (Re)pensar a profissão do pessoal não docente em jardins de infância e nas escolas do 1º CEB: uma análise no âmbito de um projeto de promoção do sucesso escolar no concelho de Espinho

(Re)pensar a profissão do pessoal não docente em jardins de infância e nas escolas do 1º CEB: uma análise no âmbito de um projeto de promoção do sucesso escolar no concelho de Espinho

Título
(Re)pensar a profissão do pessoal não docente em jardins de infância e nas escolas do 1º CEB: uma análise no âmbito de um projeto de promoção do sucesso escolar no concelho de Espinho
Tipo
Tese
Ano
2017-12-20
Autores
Catarina Batista de Sousa
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Classificação Científica
FOS: Ciências sociais > Ciências da educação
Outras Informações
Resumo (PT): O presente relatório de estágio enquadra-se na via profissionalizante do Mestrado em Ciências da Educação e foi redigido no seguimento da realização de um estágio curricular no projeto Promover o Sucesso, resultante de uma parceria entre a Câmara Municipal de Espinho e a Associação de Desenvolvimento do Concelho de Espinho. Este projeto abrangeu todos os jardins-de-infância e escolas de 1º CEB públicos do concelho de Espinho. O sucesso escolar é uma problemática que se encontra debaixo da ótica dos investigadores em Ciências da Educação e outras áreas, na medida em que fenómenos como o baixo aproveitamento, o absentismo e o abandono escolar persistem na realidade portuguesa e internacional, apesar da incessante procura de respostas para os mesmos. O que dificulta a intervenção sobre estes fenómenos é o facto de serem influenciados por um conjunto vasto de fatores internos e externos às crianças e jovens, tais como fatores psicológicos, motivacionais, sociais, familiares, culturais, etc.. No contexto escolar identifiquei um grupo de profissionais que, apesar de apagado dos estudos relativos ao sucesso escolar, pode constituir-se como um elemento essencial para intervir sobre a génese do insucesso escolar, ou seja, sobre os fatores acima referenciados. Esse grupo de profissionais é o pessoal não docente. O que venho sugerir com este relatório de estágio é que se prepare e forme o pessoal não docente para a intervenção direta com os alunos, o desenvolvimento de um espírito de iniciativa e de equipa, a articulação com o corpo docente e contextos familiares dos/as alunos/as e, por fim, a participação no processo de organização escolar. Esta proposta tem também como intuito a valorização do papel e funções destes/as profissionais.
Idioma: Português
Nº de páginas: 209
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-12-05 às 02:59:42 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais