Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > A (des)assistência sexual em Portugal

A (des)assistência sexual em Portugal

Título
A (des)assistência sexual em Portugal
Tipo
Tese
Ano
2017-11-15
Autores
Ana Catarina da Rocha Pinho
(Autor)
FPCEUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Ver página ORCID
Tese
Classificação Científica
FOS: Ciências sociais > Psicologia
Outras Informações
Resumo (PT): Assistentes sexuais são pessoas com formação para prestar serviços sexuais a clientes com diversidade funcional. O desconhecimento de profissionais especializados/as no atendimento de pessoas portadoras de deficiências, bem como a escassez de literatura científica em Portugal relativamente à procura de sexo comercial por este grupo, incitou a presente investigação. De forma a perceber se a formação é uma medida útil a considerar para a melhoria das condições de vida dos/as envolvidos/as, com recurso a entrevistas abertas, explorou-se as experiências com diversidade de trabalhadores/as do sexo. As treze entrevistas recolhidas foram analisadas através do método de análise temática, resultando em quatro temas (profissionais do sexo, clientes, procura do trabalho sexual e atendimento). As principais conclusões evidenciam o recurso ao sexo comercial por pessoas com diversidade funcional que procuram neste serviço a satisfação, tanto da esfera sexual, como da emocional. Certas especificidades, como o corpo não normativo, a necessidade de mais tempo ou a procura de práticas que privilegiam o toque e a comunicação, tendem a ser vivenciadas com sentimentos de constrangimento por parte dos/as profissionais. Esta pode ser a razão pela qual, por vezes, se verifica um aumento nos preços cobrados a este grupo de clientes. Com base nas suas experiências e observação dos obstáculos, que pessoas com diversidade funcional enfrentam para aceder ao trabalho sexual, foram apontadas medidas para melhorar a conjuntura atual, das quais se destaca a necessidade de formação para atender este grupo de clientes, bem como a legalização do trabalho sexual.
Idioma: Português
Nº de páginas: 64
Documentos
Não foi encontrado nenhum documento associado à publicação com acesso permitido.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Reitoria da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-04-10 às 21:17:33 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais