Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > E608

SIMF: Unidade de Contacto com o exterior

Código: E608     Sigla: SIMF3

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Pedagogia Social

Ocorrência: 2021/2022 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Ciências da Educação
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Ciências da Educação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LCED 2 Plano Oficial 3 - 9 85 243

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Sofia Castanheira Pais Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,00
Orientação Tutorial: 1,00
Trabalho de Campo: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 4 4,00
Sofia Castanheira Pais 1,10
Orientação Tutorial Totais 4 4,00
Ana Cristina de Castro Torres 0,10
Carla Patrícia Teixeira da Silva Figueiredo 0,10
Eunice Margarida B. Macedo Alves 0,10
Maria Manuela Martinho Ferreira 0,10
Isabel Maria Alves e Menezes Figueiredo 0,10
Sofia Castanheira Pais 1,10
Preciosa Teixeira Fernandes 0,10
António Manuel Magalhães Evangelista de Sousa 0,10
Elisabete Maria Soares Ferreira 0,10
Rui Eduardo Trindade Fernandes 0,10
Maria Amélia da Costa Lopes 0,10
Maria Teresa Guimarães de Medina 0,10
Tiago Guedes Barbosa do Nascimento Neves 0,10
Ariana Maria de Almeida Matos Cosme 0,10
Maria de Fátima Carneiro Ribeiro Pereira 0,10
José Pedro de Melo Rosa Amorim 0,10
Carla Sofia Marques da Silva 0,10
Maria Alexandra de Sá Dias da Costa 0,10
Henrique Malheiro Vaz 0,10
Maria Amélia Pina Tomás Veiga 0,10
João Carlos Pereira Caramelo 0,10
Maria José de Sousa Magalhães 0,10
Trabalho de Campo Totais 4 8,00
Maria de Fátima Carneiro Ribeiro Pereira 0,25
Maria Amélia da Costa Lopes 0,25
Maria Alexandra de Sá Dias da Costa 0,25
Ana Cristina de Castro Torres 0,25
António Manuel Magalhães Evangelista de Sousa 0,25
Ariana Maria de Almeida Matos Cosme 0,25
Carla Patrícia Teixeira da Silva Figueiredo 0,25
Elisabete Maria Soares Ferreira 0,25
Eunice Margarida B. Macedo Alves 0,25
Henrique Malheiro Vaz 0,25
João Carlos Pereira Caramelo 0,25
José Pedro de Melo Rosa Amorim 0,25
Maria Manuela Martinho Ferreira 0,25
Maria Amélia Pina Tomás Veiga 0,25
Maria José de Sousa Magalhães 0,25
Preciosa Teixeira Fernandes 0,25
Rui Eduardo Trindade Fernandes 0,25
Carla Sofia Marques da Silva 0,25
Maria Teresa Guimarães de Medina 0,25
Tiago Guedes Barbosa do Nascimento Neves 0,25
Sofia Castanheira Pais 0,25
Isabel Maria Alves e Menezes Figueiredo 0,25

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

- Mobilizar articuladamente conhecimentos adquiridos ao longo do 1º ciclo em Ciências da Educação;
- Contactar continuadamente com instituições de diferentes áreas de profissionalização nos campos da educação (formal, não formal e informal), relativas a públicos diversos (crianças, jovens, adultos e séniores);
- Observar e problematizar contextos, projectos, programas e práticas de educação formal, não formal e informal;
- Integrar equipas e colaborar com profissionais em processos de intervenção sócio-educativa;
- Antecipar estratégias e espaços de intervenção educativa de acordo com instrumentos e metodologias adequados.

Resultados de aprendizagem e competências

 

a) mobilização de recursos pessoais e relacionais para uma integração bem sucedida (cumprindo as regras e orientações da instituição, com respeito pela equipa de profissionais, do/a supervisor/a local e da população alvo);

b) produção de uma observação informada numa perspetiva educacional;

c) mobilização de competências de ação com motivação a partir da colaboração pedida pela instituição, seja nas ações em curso, seja por solicitação de ações inovadoras;

d) reflexão sobre as implicações éticas e sociais da ação;

e) produção de uma escrita reflexiva na produção das notas de terreno;

f) produção de um relatório final sobre a instituição e as ações realizadas com reflexão teórica, metodológica e ética da prática e dos conhecimentos obtidos e sobre os contributos das Ciências da Educação para o contexto;

g) apresentação oral dos resultados obtidos.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não aplicável

Programa

 

Os conteúdos programáticos são contextuais às áreas e às diversas instituições onde decorre o contacto. Estas instituições são protocoladas para a colaboração e a presença dos/as estudantes. O contacto é localmente supervisionado por um/a profissional com funções educativas e orientada na faculdade por um/a docente orientador/a, que reúne regularmente com os/as estudantes, para assegurar a ligação à observação, às exigências práticas e à reflexão conceptual, metodológica e ética. Compete, igualmente, ao/à orientador/a garantir a mediação entre a faculdade e as instituições, para ajustar a integração do trabalho a desenvolver e para colher uma avaliação qualitativa.

Bibliografia Obrigatória

Capul Maurice; Da educação à intervenção social. ISBN: 972-0-34852-6
Stoer Stephen; Os^lugares da exclusão social. ISBN: 85-249-1061-5
Banks Sarah 570; Ética prática para as profissões do trabalho social. ISBN: 978-972-0-34858-6
Burgess Robert G.; A^pesquisa de terreno. ISBN: 972-8027-43-5
Silva Pedro; Etnografia e educação. ISBN: 972-8562-08-X

Observações Bibliográficas

A bibliografia é variável em função das áreas e dos contextos institucionais, mas algumas referências bibliográficas de base são consideradas, dados os objetivos gerais e específicos da unidade de contacto:

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Trabalho de terreno
Orientação tutorial

Palavras Chave

Ciências Sociais > Ciências da educação > Educação > Pedagogia social

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 20,00
Trabalho de campo 30,00
Trabalho escrito 50,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 158,00
Total: 158,00

Obtenção de frequência

O regime de avaliação adoptado pressupõe obrigatoriamente o cumprimento da assiduidade, sem prejuízo do disposto no ponto 4 do artigo 9º do regulamento de avaliação. Sendo necessário, a definição das modalidades próprias de concretização do trabalho de terreno  para o caso dos TE, será imperativamente objeto de contratualização na sessão de apresentação do Seminário.

Fórmula de cálculo da classificação final

Elementos da avaliação distribuída:
1.Relatório crítico individual do trabalho realizado ao longo do semestre. Este relatório integra a observação realizada e os contributos das tutorias;
2.Elementos individuais requeridos e produzidos para as sessões de tutoria;
3.Apresentação pública em seminário colectivo do percurso de observação e reflexão, a realizar no final do semestre.

Cada um destes elementos da avaliação distribuída será classificado numa escala de zero a vinte valores, com uma ponderação relativa de 50% para o Relatório final, 30% para os elementos requeridos e produzidos para as sessões de tutoria e 20% para a apresentação pública. Em caso de insucesso no relatório final, o mesmo pode ser objeto de reformulação e de posterior entrega na época de recurso. A existencia comprovada de plágio ou outro tipo de fraude académica detectada no relatório final, tem como consequência a anulação do mesmo, acionando-se, ainda, os procedimentos previstos no artigo 14º do Regulamento de Avaliação.

Provas e trabalhos especiais

Não se aplica.

Trabalho de estágio/projeto

Não se aplica.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Sendo necessário, a definição das modalidades de concretização do trabalho de campo, para o caso dos TE, será imperativamente objeto de contratualização na sessão de apresentação do Seminário.

Melhoria de classificação

A melhoria da classificação final terá lugar segundo os termos previstos no Regulamento de Avaliação e realizar-se-á através da reformulação do relatório na sua versão final. A realização das componentes de avaliação: elementos individuais produzidos em situação de tutoria e a participação no Seminário coletivo, embora sejam obrigatórias, não são repetíveis e, portanto, não são objeto de melhoria.

Observações

As condições excecionais, decorrentes do cenário de pandemia de 2020, poderão motivar a necessidade de ajustamento dos modos de trabalho e da proposta de avaliação desta UC. 

 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-09-22 às 15:48:09 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais