Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > E416

Conceção e Gestão de Projetos

Código: E416     Sigla: CGP

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Pedagogia Social

Ocorrência: 2021/2022 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: https://sigarra.up.pt/fpceup/pt/ucurr_geral.ficha_uc_view?pv_ocorrencia_id=406219
Unidade Responsável: Ciências da Educação
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Ciências da Educação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LCED 57 Plano Oficial 2 - 6 57 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria Amélia Pina Tomás Veiga Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 2 6,00
Maria Amélia Pina Tomás Veiga 6,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

A unidade curricular centra-se na conceção e gestão de projetos enquanto dispositivos de mudança social. Assumindo que os projetos possuem uma dimensão política derivada das mudanças sociais que pretendem promover, são também contextos de produção de sentido para os atores envolvidos (aos diferentes níveis de atuação). A UC desenvolve estas questões, identificando o âmbito das políticas sociais e educativas em que os projetos se inscrevem, o papel que desempenham na mudança social visada e as diversas abordagens, procedimentos e atores envolvidos. A UC visa que os estudantes construam conhecimento sobre o desenvolvimento dos projetos como meios de implementação de políticas sociais e educativas, assim como promover competências de natureza prática no âmbito da gestão de projetos. Estas competências envolvem dimensões relacionais, de comunicação e de desenvolvimento pessoal e social e, nesses termos, criam as condições para a promoção de capacidade para configurar e propor alternativas na área da conceção e gestão de projetos.

Resultados de aprendizagem e competências

Resultados de aprendizagem


  • Posicionamento crítico em relação aos projetos como dispositivos de mudança social.

  • Identificação crítica dos objetivos dos projetos em educação e formação.

  • Conhecimento das instituições e programas de financiamento de projetos sociais e educativos.

  • Identificação crítica dos fundamentos teóricos e metodológicos da conceção e desenvolvimento dos projetos.

  • Identificação do contexto e das questões que conduzem à conceção de um projeto.

  • Conhecimento e aplicação de instrumentos de diagnóstico e de desenho de projetos.

  • Conhecimento e desenvolvimento das tarefas e métodos necessários à consecução de um projeto.

  • Identificação crítica das dinâmicas e dos efeitos da gestão dos projetos.

  • Identificação crítica dos diferentes papéis dos atores envolvidos na gestão e desenvolvimento dos projetos. 

  • Identificação dos instrumentos e procedimentos relevantes para a gestão e desenvolvimento dos projetos.

  • Conhecimento e mobilização de processos e instrumentos de monitorização e de avaliação dos projetos.

  • Produção de uma reflexão crítica sobre o desenvolvimento e os efeitos de um projeto.


Competências


  • Ser capaz de identificar e confrontar a complexidade inerente aos objetivos/fins dos projetos em educação e formação.

  • Ser capaz de recolher, selecionar, analisar informação que permita a conceção de projetos em educação/formação.

  • Ser capaz de diagnosticar e de intervir na resolução de problemas na área de educação/formação.

  • Ser capaz de comunicar informação, ideias e problemas na área de educação/formação.

  • Estar disponível para aprender de forma contínua e aplicar os conhecimentos adquiridos.


 

Modo de trabalho

À distância

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

n.a.

Programa

I Conceção de projetos: o projeto como instrumento de mudança social

  1. Projetos em educação e o seu desenvolvimento
  2. Os projetos, as políticas sociais e educativas e a mudança social.
  3. As instituições e o financiamento dos projetos

II O desenho de projetos

  1. Fundamentos teóricos e metodológicos da conceção e desenvolvimento dos projetos.
  2. Do diagnóstico ao desenho da ação
  3. O contexto da investigação/intervenção
  4. Identificação do objeto da investigação/intervenção
  5. Identificação das linhas orientadoras do projeto e seu desenvolvimento temporal
  6. Identificação das ações a desenvolver

III Gestão de projetos: monitorização e avaliação

  1. Papel dos atores envolvidos e a gestão das ações desenvolvidas
  2. A gestão de projetos: contextos institucionais, recursos e ações
  3. Monitorização e avaliação: efeitos de mudança social e educativa.

Bibliografia Obrigatória

Barbier, J. M. ; Elaboração de projectos de acção e planificação, Porto, 1993
Boutinet, J. P. ; Antropologia do Projecto, Instituto Piaget, 1996
Cicmil, S., Lindgren, M. and Packendorff, J.; The project (management) discourse and its consequences: on vulnerability and unsustainability in project- based work , New Technology, Work and Employment 31:1., 2016
Mendonça, M.; Ensinar e aprender por projectos, Edições Asa, 2002
Stoer, S. R. e Magalhães, A. M.; A Diferença somos nós – a gestão da mudança social e as políticas educativas e sociais., Afrontamento, 2005

Observações Bibliográficas

n.a.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem


  • Exposição

  • Leitura e análise de textos

  • Debate em grande grupo

  • Trabalho de grupo

  • Apresentação de trabalhos de grupo pelos estudantes

  • Elaboração em grupo de um Relatório

  • Orientação tutorial

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 20,00
Trabalho escrito 40,00
Trabalho prático ou de projeto 40,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 48,00
Frequência das aulas 50,00
Trabalho de campo 31,00
Trabalho escrito 33,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

O/a estudante obtém a frequência da unidade curricular se, tendo estado regularmente inscrito/a, não exceder o número limite de faltas correspondente a 25 % das aulas previstas.

Fórmula de cálculo da classificação final

A classificação da unidade curricular é expressa numa escala inteira de 0 a 20. Terá em consideração o envolvimento dos estudantes nas tarefas distribuídas nas sessões. A classificação deste envolvimento será calculada a partir de uma ponderação máxima de 20% numa escala inteira de 0 a 20. O Relatório avaliado a partir das características especificadas, terá uma ponderação de 40% numa escala inteira de 0 a 20. O trabalho individual de resposta a questões colocadas pela docente terá uma ponderação de 40% numa escala inteira de 0 a 20. A classificação final da unidade curricular resultará da média simples das três componentes. 

Provas e trabalhos especiais

n.a.

Trabalho de estágio/projeto

n.a.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Os/as estudantes que por lei/regulamento estão dispensados/as da presença nas aulas poderão realizar a disciplina através do de um trabalho individual de resposta a 4 questões colocadas pela docente, sendo, no entanto, adicionalmente, obrigados/as à apresentação de um relatório sobre um dos temas do programa a combinar com o docente, assim como a data da respectiva entrega.

Melhoria de classificação

Os/as estudantes que pretendam melhorar a classificação final e aqueles que não obtiveram aproveitamento poderão fazê-lo através da realização de um trabalho individual de resposta a 4 questões colocadas pela docente sobre os conteúdos programáticos da disciplina na época de recurso estipulada no calendário escolar.

Observações

n.a.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-09-24 às 23:22:21 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais