Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > P410

Modelos Comportamentalistas e Cognitivistas

Código: P410     Sigla: MCC

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Psicologia

Ocorrência: 2014/2015 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Psicologia
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Psicologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIPSI 141 Plano Oficial 2 - 6 54 162

Docência - Horas

Teórica: 2,00
Prática e Laboratorial: 1,50
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,00
Pedro Jorge da Silva Coelho Nobre 0,50
Nuno Miguel Soares Gaspar 1,50
Prática e Laboratorial Totais 5 7,50
Pedro Jorge da Silva Coelho Nobre 3,00
Nuno Miguel Soares Gaspar 4,50

Língua de trabalho

Português

Objetivos

No final desta unidade curricular o estudante deve:

 

1 - Conhecer a pluralidade de discursos e de propostas de técnicas de intervenção psicológica no âmbito das perspectivas comportamentalistas e cognitivistas.

 

2 - Saber analisar criticamente as diferentes conceptualizações de: (a) funcionamento e desenvolvimento psicológicos; (b) teoria da disfuncionalidade e (c) estratégias de mudança psicológica no âmbito do behaviorismo e cognitivismo clássico;

 

3 - Ter adquirido conceitos referentes aos procedimentos de intervenção psicológica nos modelos teóricos considerados;

 

4 - Ser capaz de reflectir sobre os diferentes modelos de intervenção apresentados, tendo em consideração o seu racional e as técnicas que dele derivam.

Resultados de aprendizagem e competências

A exposição de matérias com recurso a imagens, exemplos e demonstrações permite a aquisição de conhecimentos relativos aos modelos teóricos de intervenção comportamentais e cognitivos.

 

Os exercícios de role play permitem demonstrar conceitos e técnicas abordadas nas aulas teóricas facilitando a aquisição de conhecimentos relativos a procedimentos de mudança do comportamento humano. A leitura de textos clássicos e a elaboração de resumos e discussão de textos na aula permitem o contacto com o modo de expressão original dos autores mais importantes neste domínio. A visualização e discussão de vídeos constitui uma alternativa à exposição teórica, permitindo aos estudantes visualizarem a aplicação de técnicas de avaliação e intervenção comportamentais e cognitivas.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Breve revisão do paradigma do condicionamento clássico (Pavlov):

Revisão de conceitos básicos do condicionamento clássico: Processos de aquisição, extinção e recuperação espontânea de respostas; generalização do estímulo; discriminação; neurose experimental; condicionamento de ordem superior; factores que influenciam a resposta condicionada; tipos de condicionamento.

 

2. Introdução ao Behaviorismo (Comportamentalismo):

O pensamento de Jennings, Pillsbury e J. B. Watson. Crítica ao método introspectivo, defesa do abandono de conceitos mentalistas e crença na capacidade de controlo e modificação do comportamento. O condicionamento de reacções emocionais em humanos: O estudo de Watson & Reyna (1920), o caso do pequeno Albert, o início da terapia comportamental por Mary Cover Jones (1924) e o caso do pequeno Peter.

 

3. Técnicas comportamentais associadas ao condicionamento clássico:

O treino de relaxamento.  Teorias de relaxamento. Resultados de estudos empíricos. A dessensibilização sistemática. Experiências de Wolpe. Teoria da dessensibilização sistemática. Explicações do funcionamento da dessensibilização sistemática. Prática da dessensibilização sistemática (Treino de relaxamento, construção de hierarquias e processo da dessensibilização sistemática). Aplicações e resultados.

A exposição graduada, a implosão e a imersão (prevenção de resposta)

 

4. O paradigma do condicionamento operante:

Os estudos de Thorndike e Skinner. Revisão dos conceitos básicos do condicionamento operante (lei do efeito, lei do exercício, reforço, punição, extinção operante, controlo do estímulo). Implicações terapêuticas.

Avaliação e conceptualização comportamental. Técnicas para a diminuição da frequência, duração, intensidade de comportamentos. Técnicas para o aumento da frequência, duração, intensidade de comportamentos.

 

5. Aprendizagem social: Introdução e conceitos fundamentais.

Estudo empírico de Albert Bandura de modelagem social. Estudo empírico de modelagem cognitiva. Processos cognitivos: Atenção, retenção, (re)produção e motivação. Pressupostos: Empíricos, teóricos e do funcionamento humano. Determinismo recíproco. Auto-eficácia – abordagem social cognitiva e seus pressupostos. Aprendizagem Social. Estratégias de Intervenção.

Autocontrolo: Pressupostos, conceitos e condições. Fases comuns aos modelos de Autocontrolo (Thoresen & Mahoney), de autoadministração (Kanfer) e de Autorregulação (Bandura). Implicações terapêuticas.

 

6. A Terapia Racional-Emotiva (RET – Rational-Emotive Therapy):

Concepção de pessoa, de perturbação psicológica e saúde na RET. Distorções cognitivas.

Emoções negativas apropriadas e emoções racionais. Aquisição e perpetuação das perturbações psicológicas. O paradigma A-B-C-D-E. Técnicas cognitivas, emotivas e comportamentais. Avaliação da RET.

 

7. A Terapia Cognitiva (TC) de Aaron T. Beck:

Introdução histórica. Princípios da terapia cognitiva. Características gerais da terapia cognitiva. Mecanismos de tratamento da TC. Esquemas e erros cognitivos. Características da interacção terapêutica. Métodos comportamentais e métodos cognitivos na TC. Questionamento de pensamentos automáticos. A técnica da seta descendente. Erros cognitivos. Identificação de esquemas. Decurso do tratamento da depressão através da terapia cognitiva. Conceptualização cognitiva. O modelo cognitivo (resumo). Crenças centrais e crenças intermédias. Obtenção e modificação de pensamentos automáticos. Avaliação da terapia cognitiva desenvolvida por Beck e colaboradores.

Bibliografia Obrigatória

Masters John C. 070; Behavior therapy. ISBN: 0-15-505376-0
Dobson Keith S. 340; Handbook of cognitive-behavioural therapies. ISBN: 0-09-173195-X
Bandura Albert 340; Self-efficacy in changing societies. ISBN: 0-521-58696-8
Gonçalves Óscar F.; Terapias cognitivas. ISBN: 972-36-0285-7
Joyce-Moniz Luís; A^modificação do comportamento. ISBN: 972-24-1164-0
Gonçalves Oscar Filipe; Terapia comportamental

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

As horas de contacto com os estudantes serão ocupadas em aulas teóricas e aulas práticas.

As aulas teóricas implicam a exposição de matérias com recurso a imagens, exemplos e demonstrações.

As aulas práticas implicam: a) exercícios de role play para demonstrar conceitos e técnicas abordadas nas aulas teóricas; b) elaboração de resumos e discussão de textos na aula; c) visualização e discussão de vídeos.

 

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 70,00
Trabalho de campo 30,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 30,00
Frequência das aulas 46,00
Trabalho de campo 15,00
Total: 91,00

Obtenção de frequência

Obrigatoriedade de frequências das aulas práticas.

Fórmula de cálculo da classificação final

1) a. Avaliação contínua através da realização de dois testes de avaliação. A classificação final nesta modalidade de avaliação corresponde à média aritmética da classificação obtida em ambos os testes. ou b. Realização de exame final. Qualquer uma das modalidades com ponderação de 70%.

2) Trabalho prático com ponderação de 30%.

 

Melhoria de classificação

A melhoria da classificação final é possível mediante a realização de exame final. No caso da modalidade de avaliação contínua (testes de avaliação), a melhoria da classificação só poderá ser realizada através de exame em época de recurso.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-10-19 às 23:02:09 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais