Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > 38º Congresso do Movimento da Escola Moderna

Notícias

38º Congresso do Movimento da Escola Moderna

21 a 23 de julho 2016

cartaz
O Movimento da Escola Moderna (MEM) vai realizar o seu Congresso anual na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, entre 21 a 23 de julho.

A sessão de abertura tem lugar às 10h00 do dia 21, seguida da conferência “Os 50 anos do MEM e o futuro da educação escolar” proferida por Sérgio Niza.

No dia 22 de julho a sessão plenária em painel “A produção de obras: atividade cultural guiada por projetos” tem intervenções de Alexandra Cruz, Helena Silva, Marina Cunha e comentários de Assunção Folque.

No dia 23 de julho o painel tem como tema “O estudo crítico das práticas a partir da nossa escrita”, com intervenções de Ana Abrantes, Luís Mestre e comentários de Ivone Niza.

Este evento conta com a participação de algumas centenas de professores de todos os níveis de ensino – da Educação Pré-Escolar ao Ensino Superior – para apresentação de relatos de práticas profissionais e reflexão, ao longo de três dias, sobre os grandes temas do ensino e da formação. Nele são apresentadas e discutidas cerca de 80 comunicações/relatos de práticas.<

O Congresso inclui uma exposição de trabalhos de alunos dos vários graus de ensino, resultado do trabalho curricular desenvolvido.

É o grande momento de mostra e de avaliação do trabalho realizado, ao longo do ano letivo nas escolas, na formação de professores e na investigação.

Programa

Aceder ao programa aqui.

Sobre o Movimento da Escola Moderna (MEM)

O Movimento da Escola Moderna (MEM) é uma Associação Pedagógica de Professores e de outros Profissionais da Educação. Criado nos anos 60, foi formalizado juridicamente em 1976.
Os professores do MEM, atualmente oriundos de todos os graus de ensino, põem em prática, desde há quatro décadas, metodologias diferenciadas de trabalho pedagógico. Partilham com os seus alunos a gestão dos tempos, dos recursos e dos conteúdos escolares, para assim promoverem o envolvimento e a corresponsabilização desses alunos na sua própria aprendizagem, como prática de formação para a cidadania democrática e participada.
 
O Movimento da Escola Moderna tem como principal finalidade a formação permanente dos seus associados, em sistema de autoformação cooperada, bem como a animação pedagógica e a formação destinada a muitos outros professores e escolas. Paralelamente, pela interação entre professores de todos os graus de ensino com outros profissionais da educação e em parceria com Associações Pedagógicas e Instituições Universitárias, vem desenvolvendo propostas de educação escolar e de formação democrática, integradas nas práticas profissionais dos seus associados, que são difundidas na Revista Escola Moderna, desde 1974, e em múltiplas atividades públicas.
 
Constituído por aproximadamente dois mil profissionais, o Movimento da Escola Moderna encontra-se espalhado por quase todo o país e organiza-se em 14 Núcleos Regionais. Através destes Núcleos desenvolve um Plano de autoformação cooperada bem como de formação contínua e acreditada de professores promovida pelo seu Centro de Formação.
 
O Movimento da Escola Moderna colabora com departamentos responsáveis pelo setor da Educação de diversas Câmaras Municipais e com Instituições de Investigação e de Ensino Superior, por via de protocolos de cooperação formalizados com essas entidades.
Através dos seus associados o MEM tem desempenhado missões relevantes no âmbito do Sistema Educativo, especialmente em comissões de conceção curricular e de formação de docentes e na produção de materiais de apoio a alunos e à formação de professores, a convite do Ministério da Educação.
 
O MEM foi pioneiro na construção de respostas inclusivas nas escolas, fomentando a heterogeneidade das turmas como um valor educativo acrescentado, procurando que todos trabalhem em cooperação, para combater a discriminação e promover o êxito da aprendizagem-ensino dos alunos e dos professores.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-04-19 às 20:17:07 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais