Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > Cursos/CE > LCED > Informação para Candidatos
Mapa das Instalações

Cursos

Licenciatura em Ciências da Educação

Dados Gerais

Código Oficial: 9026
Sigla: LCED

Diplomas

  • Licenciatura em Ciências da Educação (180 Créditos ECTS)

Concursos Locais

Prazos de Candidaturas e Vagas

Edição Concursos por Regime Regime Vagas Prazos
Mudança Par Instituição/Curso - restantes anos curriculares Mudança Par Instituição/Curso - restantes anos curriculares 12 2021-07-19 a 2021-07-30

Unidades Curriculares

Introdução às Ciências da Educação

E100 - ECTS

  

  1. Refletir, de forma interdisciplinar, sobre os fundamentos e os objetivos do ato de educar;
  2. Caraterizar e distinguir a Educação Formal, Não-Formal e Informal;
  3. Relacionar os vínculos epistemológicos entre a afirmação da Ciência Moderna e a emergência das Ciências da Educação;
  4. Refletir sobre o impacto dos discursos educativos de 3ª geração na configuração do campo das Ciências da Educação.

Introdução às Ciências Sociais

E101 - ECTS

Esta unidade curricular constitui-se como um momento de iniciação ao conhecimento nas Ciências Sociais, esboçando, ao mesmo tempo, linhas de complementaridade com as disciplinas deste primeiro semestre e de continuidade com as demais do plano de estudos subsequente.

Deste modo, definem-se os seguintes objectivos para a UC:

a) comunicar perspetivas teoricas e conceitos essenciais ao entendimento do ser humano como um ser biosociocultural e como produto e produtor de sociedade, realçando a centralidade dos processos de socialização;

b) comunicar perspetivas teóricas e conceitos essenciais ao entendimento da ciência como uma forma particular de conhecimento e como prática científica

c) chamar à atenção para os procedimentos específicos de carácter epistemológico, teórico, metodológico e ético na produção de conhecimento nas Ciências Sociais e nas Ciências da Educação

d) situar sociohistoricamente a construção das Ciências Naturais e a emergência e afirmação das Ciências Sociais, e alguns dos debates mais persistentes  

e) contribuir para a construção de uma mentalidade que percepcione os fenómenos educativos como fenómenos sociais e como expressões particulares de processos sociais mais gerais, usando a História, Antropologia e Sociologia

f) mobilizar temáticas emergentes da realidade social para reflectir acerca da especificidade da realidade humana enquanto realidade social, ensaiando a ruptura epistemológica com explicações de tipo naturalista, individualista e etnocentrista

g) estimular o desenvolvimento da imaginação e da consciência sociológica

h) adoptar metodologias de trabalho com responsabilidade, autonomia, cooperação;

i) iniciar o contacto com procedimentos académicos formais 

Laboratório Multimédia e Educação

E108 - ECTS

1. Explorar as possibilidades do multimédia na educação.
2.Conhecer os modelos educativos específicos da área multimédia e explorar outros modelos educativos no que trazem para a utilização do multimédia na educação.
3. Compreender os usos de recursos multimédia em educação e ser capaz de planear a sua utilização.
4. Desenvolver competências de utilização de software relevante.
5. Promover a utilização de recursos digitais na educação.
6. Criar de forma colaborativa recursos multimédia para serem utilizados em contextos educativos.

Psicologia do Desenvolvimento

E106 - ECTS
  1. Dispor de conhecimentos básicos acerca da organização dos sistemas de regulação que influenciam os processos do desenvolvimento psicológico e determinam a emergência das diferenças interpessoais nas trajetórias de vida dos indivíduos.
  2. Compreender os padrões de mudança do funcionamento psicológico ao longo das várias fases do desenvolvimento com ênfase particular nos domínios cognitivo, social e emocional.
  3. Identificar comportamentos e habilidades que assinalam os grandes marcos do desenvolvimento humano ao longo de todo o ciclo vital.
  4. Desenvolver competências para aplicar o conhecimento sobre os processos desenvolvimentais na análise do funcionamento humano nos contextos reais de atividade e participação.
  5. Adquirir competências de procura, seleção e organização da informação que permita aprofundar, de forma autodirigida ou autónoma, conteúdos específicos de conhecimento relacionados com o desenvolvimento psicológico humano.

SIMF: Contextos de Trabalho em Educação e Mediação

E107 - ECTS Com esta uc procura-se dar a conhecer campos e experiências profissionais dos graduados em Ciências da Educação segundo as diferentes áreas de pré-especialização profissional previstas no programa. Pretende-se, por este intermédio, efetuar uma primeira abordagem ao campo de trabalho, suscetível de clarificar para os estudantes aquilo que são contextos e situações de trabalho no âmbito das Ciências da Educação.

Comunicação e Relação Humana

E204 - ECTS

A unidade curricular focaliza a Comunicação Interpessoal, referindo-se a pessoas envolvidas em processos de comunicação, iniciando, mantendo e terminando relações. O seu desenvolvimento é informado pela Psicologia, pela Psicologia Social, pela Psicossociologia e pela Sociologia do actor. Visa-se promover a compreensão do papel da comunicação interpessoal na acção social e na investigação e desenvolver capacidades de análise de situações de comunicação interpessoal; visa-se, ainda, o desenvolvimento de competências de comunicação relevantes na mediação e a promoção do desenvolvimento pessoal e social.

 

Expressões e Dinâmica de Grupos

E207 - ECTS

O programa assegura a compreensão do papel e importância das Expressões, Educação pela Arte, Aspetos Relacionais e DG, em processos Educacionais e numa Cidadania participada.

Apresenta condições pedagógicas para o perfil de competências em torno do desenvolvimento pessoal e social dos estudantes, futuros promotores de maturação e mudança.

Os conteúdos são veículos que visam alcançar os obj através de vivências, da reflexão e do debate.

Os estudantes são continuamente expostos à experiência de integrarem um Grupo em Desenvolvimento (turma/pequeno grupo/díade/grupo singular), associando noções práticas e teóricas, promovendo o desenvolvimento de competências e obj da UC e da LCE:

a)     capacidades de leitura de distintas realidades, aplicação de conhecimentos adquiridos, intervenção adequada

b)     saber recolher, analisar e interpretar informação pertinente tendo em conta aspetos sociais, científicos e éticos relevantes

competências de aprendizagem, comunicação e animação face a diversos públicos

História da Educação Contemporânea

E200 - ECTS

-Tomar contacto com a metodologia da investigação histórica -Compreender a História da Educação, como domínio científico integrante das Ciências da Educação.
-Analisar, numa perspectiva sócio-cultural, a passagem da educação do espaço doméstico para o público, os interesses que se moveram a favor e contra a escola pública.
-Conhecer agentes e formas de circulação e de apropriação de discursos pedagógicos.
-Problematizar, a partir da cultura material escolar, o modo como se concretizou no  contexto português a escolarização e as propostas pedagógicas a ela associada .
-Compreender a educação como parte da herança cultural.

 

Oficina de Escrita

E208 - ECTS

A UC de Oficina de Escrita, procurando dar resposta a diferentes objectivos de formação dos/estudantes, representa uma unidade privilegiada para o contacto e o trabalho autónomo dos/as estudantes em torno de preocupações de natureza narrativa e argumentativa das práticas de escrita. À luz deste princípio, a presente UC procura constituir-se num espaço alargado de formação, cujas dinâmicas favoreçam a emergência de uma «relação com a escrita» subjectivamente situada, mas construída à luz das suas potencialidades de aprendizagem para o campo da produção textual de tipo argumentativo e crítico. Após um primeiro bloco de aulas que tem em vista reflectir na complexidade da produção textual, dar-se-á atenção, posteriormente, à diversidade de géneros discursivos observada nas práticas de escrita, bem como à produção textual orientada para um exercício académico, cujo ensaio tem por objectivo desenvolver o conjunto de capacidades argumentativas, críticas e científicas implicadas na escrita de contexto académico.
Objectivos:
- Reflectir sobre a diversidade de operações que se implicam nos processos de escrita;
- Realizar e partilhar diferentes actividades de escrita, atendendo à sua importância sob o ponto de vista pessoal, crítico e académico;
- Investir em modos pessoais de escrita, com especial tónica nas suas dimensões narrativas, autobiográficas, argumentativas e críticas;
- Escrever textos através do recurso a exercícios individuais e de grupo;
- Contactar com as especificidades/tipologias de textos académicos e suas ordens produtivas.

Psicologia da Educação

E206 - ECTS
  1. Ler e analisar textos de referência, no domínio da Psicologia da Educação, relacionados com as temáticas do programa da unidade curricular;

  2. Refletir, individualmente e em grupo, sobre textos, narrativas e casos relacionados com o domínio da relação entre educação e aprendizagem;

  3. Animar e participar em fóruns, presenciais e virtuais, que permitam promover momentos de partilha e de reflexão sobre questões entendidas como pertinentes no domínio da relação entre educação e aprendizagem;

  4. Refletir, individualmente e em grupo, sobre narrativas e casos relacionados com a problemática da relação pedagógica;

  5. Animar e participar em fóruns, presenciais e virtuais, que permitam promover momentos de partilha e de reflexão sobre questões entendidas como pertinentes no domínio da relação pedagógica;

  6. Produzir trabalhos escritos, individualmente e em grupo, que tanto constituam a memória dos processos de aprendizagem, como o repositório dos projetos de reflexão dos estudantes.

Mediação Social e Trabalho Educativo

E310 - ECTS A unidade curricular visa proporcionar a aquisição de conhecimentos, o desenvolvimento de competências e a análise e reflexão sobre contextos profissionais e situações no domínio da mediação socieducativa e da formação, contribuindo para a configuração do perfil do Licenciado em Ciências da Educação. Privilegia-se uma abordagem multireferencial da mediação, a partir de contributos concetuais, sobretudo da sociologia e da psicossociologia, estabelecendo-se interfaces com as problemáticas da cognição, da comunicação e da relação humana e das políticas organizacionais e educativas.

Metodologias de Investigação: Laboratório de Metodologias Qualitativas

E309 - ECTS

 

Esta unidade curricular pretende dotar os/as estudantes de conhecimentos que lhes permitam investigar os fenómenos sociais e educativos, construindo coerências e pertinências epistemológicas, teóricas, metodológicas e analíticas no processo de investigação. Pretende-se debater a natureza do conhecimento científico e da verdade na sua articulação com o processo de investigação científica.  Entende-se que este é um espaço onde podem refletir sobre os processos de produção de conhecimento científico e da investigação enquanto prática social.

 

Para tal, esta unidade curricular constitui-se como um espaço que articula a discussão de propostas paradigmáticas (e políticas) de produção de conhecimento científico, e o exercício de aplicação de conhecimentos teórico metodológicos. Pretende-se que, a partir das experiências e situações vividas pelos/as estudantes em contexto de investigação, se discutam os dilemas éticos e técnicos que surgem da pesquisa sobre realidades socioeducativas contemporâneas.



 
 

Psicossociologia da Formação de Adultos

E302 - ECTS

Assumindo a formação de adultos como um campo importante de intervenção e investigação no domínio das CE e de trabalho dos licenciados em CE, a UC Psicossociologia da Formação de Adultos propõe-se:
- promover o conhecimento e reflexão sobre os contributos teóricos e práticos da psicossociologia no campo da educação e formação de adultos;
- problematizar, construir e desenvolver grelhas de leitura críticas e abrangentes em educação e formação de adultos,  discutindo a sua relação com diferentes contextos sócio-políticos e institucionais;
- equacionar a conceção, implementação e desenvolvimento de projetos de formação, o exercício profissional em educação e formação de adultos, os contextos de formação e os adultos em formação.

 






 

Sociologia da Educação

E307 - ECTS

O programa centra a sua atenção na problematização da relação entre juventude, igualdade de oportunidades/igualdade de condições e cidadania, à luz de várias contribuições teóricas, como os processos de reprodução social e cultural, de produção cultural, das teorias de género, diversidade e relações étnicas, de exclusão social e escolar. Pretende-se compreender as diversas maneiras como as instituições educativas formais e não-formais contribuem para construir identidades particulares e legitimar formas dominantes de conhecimento. Igualmente se focará a forma como agentes educativos manipulam, negoceiam ou resistem a essas mesmas identidades, pondo em questão as formas dominantes do saber. Uma reflexão sobre formas alargadas de cidadania procura ser um eixo estruturante do programa.
O processo de construção de uma pequena narrativa biográfica, em permanente diálogo com as discussões teóricas e concetuais, constitui a oportunidade de articulação crítica e sustentada com conceitos, obras, filme e autores/as trabalhados e discutidos nas aulas. Deste modo, obras de referência da realidade social e educativa, que possam constituir um campo para o exercício do olhar e de modos de trabalho de pesquisa sociológica são mobilizadas.


Objectivos de aprendizagem
- identificar problemáticas sócio-educativas, sobretudo relativas a igualdade de Oportunidades, juventude e cidadanias, para a produção de políticas e práticas de inclusão;
- identificar perspectivas sociológicas de educação relevantes a partir de contribuição de autores/as seminais nesta área;
- analisar situações e acções educativas formais (e não formais), mobilizando capacidades de leitura das realidades sociais e educativas na sua complexidade.
- elaborar uma pequena narrativa biográfica (método biográfico) procurando dar corpo a problemáticas trabalhadas na UC
- construir uma postura interpretativa da produção narrativa sobre a realidade social e educativa e processos de mudança social

Teoria e Desenvolvimento do Currículo

E308 - ECTS

 

A UC, “Teoria e Desenvolvimento do Currículo”, estrutura-se em torno de duas dimensões: uma, que se prende com a aquisição de um conhecimento nesta área do saber; outra, que diz respeito aos processos de formação e ao desenvolvimento de competências de análise e de intervenção crítica. Neste sentido, os objetivos da UC são:

Adquirir conceitos, teorias e paradigmas que integram a área da educação e do currículo;

- Construir um pensamento crítico, e teoricamente fundamentado, sobre o currículo no Sistema Educativo Português

- Problematizar o papel do mediador socioeducativo em contextos de educação formal e não formal

-Produzir análises sustentadas sobre a organização do sistema Educativo Português

-Analisar temas/textos e organizar a sua apresentação à turma

- Dinamizar debates temáticos com a turma

 

 

Avaliação em Educação e Formação

E414 - ECTS
  • Compreender conceitos fundamentais da avaliação
  • Problematizar a avaliação nas suas múltiplas funções e finalidades
  • Conhecer modalidades e perspetivas de avaliação
  • Analisar a pertinência de modelos distintos de avaliação face ao objeto que se avalia
  • Discutir implicações e consequências da mobilização de processos de avaliação de natureza diversa.
  • Adquirir competências de avaliação

Conceção e Gestão de Projetos

E416 - ECTS A unidade curricular centra-se na conceção e gestão de projetos enquanto dispositivos de mudança social. Assumindo que os projetos possuem uma dimensão política derivada das mudanças sociais que pretendem promover, são também contextos de produção de sentido para os atores envolvidos (aos diferentes níveis de atuação). A UC desenvolve estas questões, identificando o âmbito das políticas sociais e educativas em que os projetos se inscrevem, o papel que desempenham na mudança social visada e as diversas abordagens, procedimentos e atores envolvidos. A UC visa que os estudantes construam conhecimento sobre o desenvolvimento dos projetos como meios de implementação de políticas sociais e educativas, assim como promover competências de natureza prática no âmbito da gestão de projetos. Estas competências envolvem dimensões relacionais, de comunicação e de desenvolvimento pessoal e social e, nesses termos, criam as condições para a promoção de capacidade para configurar e propor alternativas na área da conceção e gestão de projetos.

Metodologias de Investigação: Laboratório de Metodologias Quantitativas

E415 - ECTS

Oficina de Mediação de Conflitos

E417 - ECTS

Objectivos: esta UC visa proporcionar às/aos estudantes uma compreensão alargada do conflito e da sua gestão, com uma ênfase nos processos de mediação. Pretende igualmente identificar e discutir potencialidades e limitações da mediação enquanto mecanismo de gestão da mudança e da conflitualidade sociais, em particular naquilo que se refere aos contextos formativos. Para além da área específica da gestão de conflitos, são mobilizados saberes da filosofia, psicologia, sociologia e história.
Esta unidade curricular, como se depreende da sua designação, comporta uma dimensão bastante prática, orientada para o treino de competências de negociação e mediação (sendo que se entende a mediação como uma negociação assistida/apoiada por um terceiro independente, ie, o mediador). Os seus conteúdos programáticos procuram dar conta desta dimensão. Assim, as primeiras aulas (onde se explanam os 3 primeiros pontos do programa), lidam com questões histórico-filosóficas e problemas conceptuais relacionados com as transformações nas definições de conflito e justiça. De seguida, progressivamente, os conteúdos programáticos vão assumindo um carácter mais operacional. São estes conteúdos programáticos que ocupam a maioria das aulas previstas (cerca de 75% delas), o que procura ser coerente com os objectivos, muito operacionais, que estão definidos para esta unidade curricular.

Organizações e Administração Educacional

E401 - ECTS

Nesta UC espera-se que o estudante seja capaz de demonstrar capacidades de:

Domínio do conhecimento sobre Organizações e Administração Educacional;

Mediar processos de intervenção social e educativa nas organizações construindo as sinergias necessárias ao seu desenvolvimento e impacto;

Acompanhar e executar tarefas de formação tendo em conta a mudança organizacional no impacto da formação;
Acompanhar e executar tarefas de investigação tendo em conta o contexto organizacional promovendo a mudança e a mediação social e educativa;
Analisar fenómenos e ideologias organizacionais e administrativas da Educação em Portugal (em contextos não escolares e escolares);

Identificar e aplicar diferentes modelos e imagens organizacionais na análise e compreensão das organizações educativas;

 Problematizar a Gestão Democrática das Organizações e especificamente da Escola;

Analisar criticamente Processos Democráticos, a Autonomia, as Lideranças e a tomada de decisão dos jovens em contextos organizacionais.

Análise de Políticas Sociais e Educativas

E500 - ECTS

A Unidade Curricular de Análise de Políticas Sociais e Educativas visa proporcionar uma abordagem destas políticas centrada, sobretudo, na sua análise e na sua desconstrução, de modo a permitir a compreensão do “ciclo político”, desde o nível da elaboração ao da implementação. Estes níveis políticos (a ideologia, a agenda, o processo de decisão, a elaboração e a implementação) são, ao mesmo tempo, referências para o desenvolvimento do programa da unidade curricular e seu objeto.

Objectivos:

- Apresentar e discutir as perspetivas teóricas principais sobre a elaboração e implementação das políticas sociais e educativas;
- identificar metodologias, e respetivas características, utilizadas para o estudo das políticas sociais e educativas;
- identificar e iniciar o desenvolvimento de uma abordagem sociológica das políticas sociais e educativas.
- Concetualizar as políticas educativas e sociais enquanto projectos de mudança social e gestão dessa mesma mudança;
- introduzir e reforçar procedimentos de análise sociológica de políticas educativas e sociais que permitam uma reflexão crítica sobre as conceções e a gestão da mudança social que lhes estão subjacentes.

Educação, Género e Justiça Social

E529 - ECTS

No âmbito desta unidade curricular (UC) semestral optativa, pretende-se promover e/ou reforçar as competências teóricas e metodológicas dos/as estudantes no que respeita à integração da perspetiva de género na investigação e intervenção educativas. Os objetivos estabelecidos são os seguintes:

- contextualizar de forma teórico-prática alguns tópicos sobre Género, compreendendo as suas intersecções com outras categorias sociais de pertença e permitir a tomada de consciência de estereótipos sexistas nas diferentes esferas da socialização, bem como de situações de discriminação;

- discutir o papel das Teorias de Género, Feministas e dos Estudos sobre as Mulheres no questionamento do paradigma científico da modernidade;

- analisar as principais orientações nacionais e internacionais e as políticas públicas em Igualdade de Género (IG);

- conceber e discutir estratégias e intervenções educativas promotoras da IG;

- problematizar as possibilidades de concretização da justiça social em educação.

Intervenção Comunitária e Desenvolvimento Local

E503 - ECTS
Apresentação e objetivos da UC
A uc tem como principal finalidade constituir-se num espaço de exploração da intervenção comunitária e do desenvolvimento local enquanto dinâmicas de carácter educativo e problemáticas teóricas complexificadoras do pensamento sobre os processos educativos e sobre as modalidades praxeológicas de inscrição da intervenção socioeducativa na realidade social.

Considerando os objectivos de adquirir conhecimentos sobre opções teóricas e metodológicas envolvidas nos processos de intervenção comunitária, de modo a compreender as implicações sócio-educativas da intervenção comunitária para o desenvolvimento local, e de poder vir a utilizá-los para fundamentar projetos de intervenção educativa numa lógica de animação comunitária, a metodologia de ensino nesta uc privilegia: i) a reflexão sobre as opções teóricas e metodológicas da intervenção comunitária e do desenvolvimento local e seus diversos sentidos educativos de modo a realçar a natureza complexa do seu objecto, designadamente a partir da apresentação e análise, individualmente e em grupo, de projectos de intervenção comunitária e/ou de desenvolvimento local e ii) a problematização dos modos de acção profissional dos licenciados em Ciências da Educação neste domínio, particularmente a partir da exposição e discussão dos processos implicados nas diferentes etapas da concepção, implementação e avaliação de processos de intervenção comunitária, por referência às funções, papéis e saberes que os especialistas em educação e formação aí podem desempenhar.

Deste modo, a UC remete para o confronto entre diversas fontes e processos de legitimação da intervenção comunitária, formas de acção social e projectos societários/comunitários que configuram sentidos de desenvolvimento social e têm em si inscritas distintas concepções de trabalho educativo, pretendendo afirmar-se como um contributo no plano curricular da LCE para a discussão das tensões entre educação conservadora e educação crítica e transformadora.

No seu contributo para o perfil de competências dos especialistas em educação e formação, e em coerência com a natureza praxeológica entre conhecimento e acção no campo da intervenção comunitária, a UC coloca a tónica no desenvolvimento de disposições que, em situações de intervenção sempre singulares, permitam aos licenciados accionar procedimentos de definição/diagnóstico de problemas, a partir de processos fundamentados de recolha e análise de informação, promover processos de comunicação sensíveis   às subjectividades e culturas presentes em diferentes contextos de intervenção e no interior de possíveis equipas multidisciplinares de trabalho e construir dispositivos de intervenção comunitária e para o desenvolvimento local que relevem de uma aplicação negociada contextualmente dos saberes técnico-científicos adquiridos.

O caráter dinâmico dos processos de  intervenção comunitária e a sua natureza praxeológica supõem igualmente que as disposições a promover no âmbito da UC se constituam em disposições formativas, ou seja, que permitam, em futuros contextos de intervenção profissional, fazer emergir dinâmicas de auto e co-formação a partir da reflexão sobre a experiência e/ou da aquisição e apropriação de novos saberes teórico-metodológicos.


Mentoria Interpares no Ensino Superior

E528 - ECTS

Reconhecendo a importância crescente que Programas de Mentoria Interpares têm vindo a assumir nos processos de integração e vivência no Ensino Superior, em Portugal e no contexto internacional, são objetivos desta UC:
- Promover o conhecimento e a reflexão sobre a relevância de processos democráticos, dignos e solidários de integração e vivência no ensino superior;
- Potenciar o conhecimento e a análise crítica de diferentes experiências e práticas de mentoria interpares no Ensino Superior;
- Contribuir para uma intervenção mais sustentada e refletida nos programas de mentoria em que os estudantes participam e para a promoção e consolidação de lógicas e dinâmicas de comunicação e de relação interpares horizontais e solidárias;
- Reforçar os processos de formação inerentes à participação em Programas de Mentoria Interpares e potenciar as aprendizagens e o desenvolvimento de competências transversais dos estudantes;
- Estimular a participação na conceção e implementação de programas de mentoria, assentes em lógicas democráticas e inclusivas, em diferentes contextos de inserção social e profissional.

SIMF: Iniciação às áreas de profissionalização em Educação/Formação

E512 - ECTS

OBJETIVOS

Accionar quadros de leitura das Ciências da Educação, nas áreas de exercício profissional (Educação/Formação de Adultos e Desenvolvimento Local; Educação, Cidadanias e Proteção Social; Escola e Gestão Educacional; Educação e Contextos de Cultura e Lazer) e relativos a públicos diversos

Saber contactar contextos e instituições de natureza formal, não formal e informal, recolhendo, selecionando, analisando e interpretando informação de natureza vária

Produzir uma reflexão estruturada relativa a: contextos, projectos e programas no âmbito da educação escolar e ao longo da vida, formação de profissionais do desenvolvimento humano, do desenvolvimento pessoal e social, animação e da intervenção comunitária e do desenvolvimento local, cultura, herança cultural, ambiente e lazer

Produzir e comunicar informação argumentada que considere os aspectos científicos, éticos e sociais relevantes para o campo educativo,  sob a forma oral e escrita, através de comunicações e da elaboração de relatórios

Sociologia da Família e da Educação Familiar

E511 - ECTS

A família enquanto instituição educativa constitui o objecto central desta unidade curricular. Tomando como enquadramento disciplinar a sociologia da família, constituem dimensões estruturantes das temáticas e dos conteúdos programáticos a abordagem das transformações da família numa perspectiva sociológica e sócio histórica; as  estruturas e as dinâmicas das relações familiares nas sociedades contemporâneas; a emergência e centralidade da criança e da escola na vida familiar e na educação familiar; a familia e a parentalidade como domínio de investigação e como domínio de intervenção social no âmbito da protecção à infancia e juventude.

Esta unidade curricular tem como finalidades da formação proporcionar aos estudante contributos intelectuais capazes de contribuir para: i) o conhecimento da família numa perspectiva sociológica, nomeadamente os que concernem  à transformação da morfologia familiar na contemporaneidade (constituição, dimensão e estrutura das famílias); ii) o conhecimento da família enquanto instancia educativa nomeadamente no que se refere á relação com a escola; iii) a educação familiar  como objecto de investigação e como objecto de intervenção.

Diversidade na Educação: Migração e Multiculturalismo

E523 - ECTS

O programa está centrado na problematização do conceito de multiculturalismo na sua relação com as questões de diversidade e migração tanto em contexto educativo como noutros contextos. Várias contribuições teóricas serão mobilizadas, particularmente as teorias da migração, da cultura e as diferentes correntes teóricas relativas ao multiculturalismo. O conceito de diversidade será trabalhado a vários níveis, com especial enfoque nas questões de diversidade étnica e cultural. Pretende-se compreender as questões da diversidade no quadro das Ciências da Educação e os desafios que a educação de grupos diversificados coloca às instituições de ensino. O objectivo principal da unidade curricular reside na compreensão da problemática da migração e do seu lugar na sociedade, com o intuito de desenvolver competências de análise e promoção da interculturalidade. Uma reflexão consistente sobre a forma em que a diversidade pode constituir um elemento enriquecedor e imprescindível para um processo educativo bem-sucedido procura ser um eixo estruturante do programa. Neste sentido, conceitos como cidadania global, cosmopolitismo, educação para a interculturalidade serão discutidos não só a nível teórico mas também através de exemplos práticos.

Objectivos de aprendizagem

  • identificar problemáticas sócio-educativas, sobretudo relativas à diversidade étnica e cultural, à migração e às políticas e práticas de inclusão.
  • identificar perspectivas teóricas relevantes para as ciências da educação a partir da contribuição de autores/as centrais nesta área;
  • refletir acerca de diferentes formas de diversidade, incentivando e fortalecendo as capacidades de leitura e de análise crítica.

Introdução à Ética e Deontologia em Educação

E615 - ECTS
  1. Identificar, reconhecer e refletir criticamente sobre a dimensões ética em educação, quer no âmbito profissional quer no âmbito científico;
  2. Desenvolver o domínio de conceitos constitutivos da problemática em estudo;
  3. Compreender a ética e  a deontologia enquanto dimensões reguladoras das práticas profissionais.
  4. Compreender e apreciar criticamente documentos orientadores da investigação em educação, como seja a Carta Ética da SPCE
  5. Desenvolver capacidades de análise de situações educativas numa perspectiva ética.

Investigação-Ação em Educação

E603 - ECTS

Objectivos (expressos em learning outcomes ? aprendizagem):

Parece, então, desejável que, ao longo deste curso, os alunos sejam capazes de:
-Tomar consciência do carácter convencional e de juízo de valor envolvidos na demarcação da ciência de outros géneros de conhecimento;
-Compreender a natureza socialmente construída dos sujeitos;
-Analisar os espaços possíveis e os limites de intervenção em problemas educativos/sociais;
-Analisar filosofias que informam diferentes tipos de investigação
-Compreender que a investigação-acção, mais do que uma metodologia , é uma alternativa epistemológica;
-Tomar consciência epistemológica da importância das questões da comunicação e da linguagem na emergência de um espaço dialógico transformativo e inovante em Investigação-Acção;
-Implicar diferentes actores sociais num mesmo esforço de pesquisa e de solução de problemas, numa dinâmica de auto-formação cooperada.
-Compreender a formação como um ponto crítico de um projecto inovador;
- Promover a consciencialização sobre o sentido da mudança, tendo como horizonte a emancipação humana

Competências:

-Identificar recursos que os alunos podem oferecer
-Analisar criticamente paradigmas orientadores da investigação
-Compreender os contextos e teorias em que se desenvolve a investigação-acção
-Desenvolver competências que favoreçam a horizontalização da comunicação em investigação-acção, no quadro de uma hermenêutica diatópica
- Analisar experiências de investigação-acção; conceber projectos de investigação-acção
- Analisar possibilidades da ocorrência de mudança e de inovação em educação
- Identificar diferentes tipos de inovação
- Analisar o conflito entre funções de reprodução e mudança que se confrontam na formação, no âmbito de diferentes Modos de Trabalho Pedagógico
-Analisar possíveis relações entre mudanças sociais e educativas

Justiça Social e Políticas de Avaliação de Escolas

E614 - ECTS • Construir um pensamento crítico, e teoricamente fundamentado, sobre a justiça social e as políticas de avaliação de escolas;

• Promover a compreensão da relação entre os diversos conceitos trabalhados na UC;

• Analisar criticamente o modelo de avaliação de escolas em Portugal tendo como referente o ideal da justiça social;

• Analisar situações educacionais à luz dos referenciais teóricos abordados.

SIMF: Unidade de Contacto com o exterior

E608 - ECTS

- Mobilizar articuladamente conhecimentos adquiridos ao longo do 1º ciclo em Ciências da Educação;
- Contactar continuadamente com instituições de diferentes áreas de profissionalização nos campos da educação (formal, não formal e informal), relativas a públicos diversos (crianças, jovens, adultos e séniores);
- Observar e problematizar contextos, projectos, programas e práticas de educação formal, não formal e informal;
- Integrar equipas e colaborar com profissionais em processos de intervenção sócio-educativa;
- Antecipar estratégias e espaços de intervenção educativa de acordo com instrumentos e metodologias adequados.

Socio antropologia do Desenvolvimento e da Cultura

E606 - ECTS

A Socio antropologia do Desenvolvimento e Cultura é uma unidade curricular semestral, de tipo teórico-prático, com 6 ECTS, a desenvolver no sexto semestre do 1º ciclo em Ciências da Educação.

Esta unidade curricular, situada na área científica das ciências sociais, aborda teorias antropológicas e sociológicas do desenvolvimento e da cultura, sendo o seu objectivo mais geral mobilizar, aprofundar e articular conhecimentos desenvolvidos sobretudo nas unidades curriculares da área das ciências sociais e humanas.

A unidade curricular pretende contribuir para a compreensão dos impactos da globalização sobre os actuais contextos sociais, sobretudo na sociedade portuguesa, sobretudo no que se refere à educação.

A unidade curricular aborda os três conceitos centrais de tradição, modernidade e pós-modernidade através de teorias e trabalhos empíricos realizados nos domínios, sobretudo, da Sociologia e da Antropologia da Educação. Desenvolve-se um enquadramento de reflexão sobre os efeitos do fenómeno da globalização, ao nível das políticas sociais e educativas, com ênfase nos seus contributos sobre as práticas profissionais em educação nesses âmbitos.

Objetivos:

  • Contribuir para a concetualização reflexiva das práticas sociais, nomeadamente no campo da educação, como processos de gestão de mudança social.
  • Problematizar o conceito de ‘desenvolvimento’
  • Contextualizar o tratamento das problemáticas da gestão da mudança social no âmbito dos processos de globalização, designdamente na sociedade portuguesa.
  • Identificar os impactos da globalização ao nível das sociabilidades existentes e das emergentes.
  • Contribuir para a reflexividade profissional e política daqueles que desenham projetos para os ‘outros’ (definidos a partir da etnia, da classe, género, estilo de vida, etc.).
  • Identificar as ‘diferenças’ individuais e grupais como sujeitos da sua própria ação social e individual.

Trabalho, Economia e Justiça Social

E607 - ECTS

- Explicitar a evolução e transformação das relações entre contextos de formação e trabalho na génese dos modelos sociais e económicos; - Compreender a aticulação das formas de proteção social e do trabalho na génese da justiça social; - Compreender o valor-trabalho na aceção das ciências económicas; - Aprofundar a pertinência da unidade curricular para a formação de um Mediador Socioeducativo e da Formação, particularmente no campo da educação e do trabalho.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2021-12-09 às 09:58:36 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais