Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > LPSI102
Mapa das Instalações

Psicologia da Perceção e Atenção

Código: LPSI102     Sigla: PPA

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Psicologia

Ocorrência: 2021/2022 - 1S Ícone do Moodle Ícone  do Teams

Ativa? Sim
Página Web: https://sigarra.up.pt/fpceup/pt/ucurr_geral.ficha_uc_view?pv_ocorrencia_id=351749
Unidade Responsável: Psicologia
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Psicologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LPSIC 235 Plano Oficial do ano letivo 2021 1 - 6 54 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Nuno Miguel Soares Gaspar Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,00
Teorico-Prática: 1,50
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,00
Nuno Miguel Soares Gaspar 2,00
Teorico-Prática Totais 5 7,50
Nuno Miguel Soares Gaspar 7,50
Mais informaçõesA ficha foi alterada no dia 2021-10-25.

Campos alterados: Métodos de ensino e atividades de aprendizagem, Componentes de Avaliação e Ocupação, Tipo de avaliação, Programa, Obtenção de frequência, Objetivos, Resultados de aprendizagem e competências, Bibliografia Obrigatória, Fórmula de cálculo da classificação final, Avaliação especial, Melhoria de classificação, Bibliografia Obrigatória, Componentes de Avaliação e Ocupação, Tipo de avaliação, Obtenção de frequência, Fórmula de cálculo da classificação final

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

A unidade curricular tem por objectivo expor e discutir os modelos e teorias actuais da percepção e atenção. Além do enquadramento teórico serão também abordadas as metodologias de investigação empírica da percepção e atenção no domínio da psicologia cognitiva experimental bem como as respectivas implicações e as aplicações em múltiplos domínios.

Resultados de aprendizagem e competências

Os estudantes serão capazes de compreender os temas de percepção e atenção abordados, descrever as teorias mais representativas e as respectivas implicações teóricas e práticas.

 

Modo de trabalho

Presencial

Programa

INTRODUÇÃO:
1. Conceitos gerais de Perceção e de Atenção.
2. O problema da deteção e medida da sensação. Métodos da psicofísica e teoria de deteção do sinal.


PERCEPÇÃO
1. Perceção Visual. Fenómenos básicos: Identificação e localização de objetos; Cor; Orientação; Movimento e forma. A conjugação de diferentes propriedades na perceção (binding). A perceção da profundidade.
1.1. Teorias da perceção (Gestaltismo, construtivismo, a teoria ecológica da perceção visual, abordagens computacionais e conexionistas).
1.2. Modelos de reconhecimento de objetos.
1.3. Reconhecimento de faces.
1.4. Perceção visual e a arte: pintura (e.g., desenvolvimento da perspetiva) e cinema (e.g. planos e perceção de cenas).
2. Perceção Auditiva. O sistema sensorial auditivo; fenómenos básicos da perceção auditiva; localização da origem do som; perceção e memória auditiva.
3. Perceção táctil; O sistema sensorial cutâneo; fenómenos básicos da perceção táctil; memória táctil; Braille e ilusão textura – peso;
4. A dor: perceção nociceptiva. Membro fantasma e tratamento da dor fantasma.


ATENÇÃO
1. Definições e tipos de atenção.
A) Atenção visual, atenção auditiva e atenção intermodal.
B) Atenção focal, Atenção seletiva.
1.1. Modelos de atenção seletiva
1.2. Modelos de filtro (Broadbent, Treisman);
1.3. Modelos de capacidade (Kahneman);
2. Limites absolutos e relativos de atenção seletiva.
2.1. Técnicas de investigação da atenção.
2.1.1. Tarefas de busca visual e modelos de atenção.
2.1.2. Perceção taquitoscópica e memória icónica (memória sensorial visual).
3. Controlo da atenção:
3.1. A importância do controlo da atenção (das desatenções quotidianas às doenças do controlo da atenção).
3.2. Distinção entre controlo voluntário e automático.
3.3. Atenção para intenções: memória prospetiva.
4. Avaliação da atenção. Medidas de atenção focal, atenção dividida e de manutenção da atenção ou atenção sustentada. Aplicações nos contextos da seleção de recursos humanos, da avaliação de dificuldades de aprendizagem e avaliação neuropsicológica.


PERCEÇÃO E ATENÇÃO
1. O fenómeno de “cegueira para a mudança”.
2. Perceção sem atenção. Falhas totais da perceção em condições de desatenção - Inattentional blindness - (Mack e Rock, 1998). Atenção e memória implícita.
3. Perceção e atenção intermodais.
4. Ouvir e ver: fenómenos básicos da integração de modalidades.

Bibliografia Obrigatória

Broadbent, D. E.; Perception and communication, Oxford University Press, 1987
Eysenck Michael W.; Cognitive psychology. ISBN: 978-1-84872-416-7
Gibson James J.; The ecological approach to visual perception. ISBN: ISBN 0-395-270-49-9
Goldstein E. Bruce 730; Blackwell handbook of sensation and perception. ISBN: 0-631-20684-1
James, W.; The principles of psychology, H. Holt and company, 1890 (Disponível em http://psychclassics.yorku.ca)
Kahneman Daniel; Attention and effort. ISBN: 0-13-050518-8
Mack Arien; Inattentional blindness. ISBN: ISBN 0-262-13339-3
Raja Parasuraman; The^attentive brain. ISBN: 0-262-16172-9
Pashler Harold E.; The psychology of attention. ISBN: ISBN 0-262-16165-6
Styles Elizabeth A.; Attention, perception and memory. ISBN: 0-86377-659-0

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Recorrer-se-á a diversas demonstrações audio-visuais e à realização de pequenas recolhas de dados para demonstração experimental de fenómenos no domínio da percepção e da atenção.

Palavras Chave

Ciências Sociais > Ciências psicológicas > Ciências cognitivas
Ciências Sociais > Ciências psicológicas > Psicologia > Psicologia experimental

Tipo de avaliação

Avaliação por exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 90,00
Trabalho laboratorial 10,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 90,00
Frequência das aulas 54,00
Trabalho laboratorial 18,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Os estudantes deverão frequentar as aulas práticas e teóricas.

Fórmula de cálculo da classificação final

Fórmula de classificação:

Nota = [nota de exame]*(a) + [participação em estudos laboratoriais]*(b)

a=1 ---- se não participou nos estudos (Exame vale 100%)
a=0.9 -- se participou (Exame vale 90%)

b=0 ---- se não participou nos estudos (vale 0 valores)
b=1 ----- se participou (Vale 2 valores)

Será requerida uma prova oral para a obtenção da classificação máxima (20 valores) nesta unidade curricular. Essa prova terá como resultados possíveis a manutenção da nota máxima (20 valores) ou a classificação de 19 valores.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Os estudantes com estatuto especial beneficiam dos direitos inerentes ao respectivo estatuto. Estudantes com necessidades educativas especiais devem contactar o docente no início do semestre de forma a poderem ser realizadas as adaptações necessárias.

Melhoria de classificação

Está prevista a melhoria de classificação de exame realizado, uma única vez, até à época de recurso do ano letivo subsequente àquele em que obtiveram aprovação e em que a unidade curricular tenha exame previsto.

A classificação final na unidade curricular é a mais elevada, entre aquela que havia sido obtida inicialmente e a que resultar da melhoria de classificação efetuada seguindo o regulamento da Universidade do Porto.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-05-27 às 22:38:26 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais