Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > P203

Psicologia Diferencial da Inteligência e da Personalidade

Código: P203     Sigla: PDIP

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Psicologia

Ocorrência: 2020/2021 - 2S Ícone do Moodle Ícone  do Teams

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Psicologia
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Psicologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIPSI 193 Plano Oficial 1 - 3 30 81

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Susana Maria Gonçalves Coimbra Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,50
Teorico-Prática: 0,50
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,50
Susana Maria Gonçalves Coimbra 1,50
Teorico-Prática Totais 2 1,00
Susana Maria Gonçalves Coimbra 1,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

- Adquirir conhecimentos acerca das principais perspetivas teóricas da inteligência e da personalidade e dos principais resultados empíricos relativos às diferenças intraindiviuais, interindividuais e intergrupais (género, nível socioeconómico NSE, geração, …) e sua origem.

- Reflectir acerca das implicações éticas, sociais e políticas dos conhecimentos adquiridos;

- Argumentar fundamentadamente sobre várias problemáticas relativas às diferenças intelectuais e da personalidade em função do grupo de pertença.

Resultados de aprendizagem e competências

 - Organizar, sistematizar e estruturar os conhecimentos adquiridos relativos aos constructos da inteligência e personalidade e das diferenças em função do grupo de pertença, hierarquizando-os em função do seu nível de importância e generalidade; 

- Utilizar os conhecimentos para recolher e analisar criticamente novos dados científicos (teóricos e empíricos) e não científicos, com recurso a diferentes fontes de informação e métodos. 

- Aplicar os conhecimentos adquiridos na elaboração ou avaliação de propostas de intervenção e investigação em diferentes domínios de especialização da Psicologia.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

-Antecedentes, objecto, objectivos, método e evolução da Psicologia Diferencial. Inteligência: definições. Teorias psicométricas, factoriais ou diferenciais e cognitivas. Teorias abrangentes: inteligências múltiplas e da inteligência bem-sucedida. Diferenças entre grupos: nível socioeconómico, etnia, género e geração. Implicações éticas. Personalidade: definições e constructos semelhantes (traço, temperamento, carácter). Quadros teóricos: breve referência às teorias psicodinâmica, humanista/existencialista e sociocognitiva. Teorias disposicionais ou factoriais. Relação com outros constructos: inteligência, bem-estar e emoções. Diferenças entre grupos: sexo vs. género e geração. Origem das diferenças: Contextos físicos de desenvolvimento – hereditariedade e estrutura cerebral (e.g. estudos de gémeos e de adoção, especialização hemisférica) Contextos sociais de desenvolvimento: família (e.g. práticas educativas, valores e estrutura parentais) e escola (projetos de intervenção).

Bibliografia Obrigatória

Almeida, L. S., Guisande, M. A. & Ferreira, A. I. ; Inteligência : perspectivas teóricas. , Almedina, 2009. ISBN: 978-972-40-3631-1
Hansenne Michel; Psicologia da personalidade. ISBN: 972-796-126-6
Sternberg Robert J. 340; Personality and intelligence. ISBN: 0-521-42835-1
Pervin Lawrence A. ed. lit.; Handbook of personality. ISBN: ISBN 0-89862-430-4

Bibliografia Complementar

R.J. Sternberg & S. B.Kaufman, ; The Cambridge Handbook of Intelligence . , Cambridge University Press. , 2011
P. G. Corr, & G. Matthews. ; The Cambridge Handbook of Personality., Cambridge University Press., 2009
Almeida Leandro S.; Teorias da inteligência

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

1. Exposição teórica de conteúdos, com recurso eventual a outras actividades (e.g. vídeos), com promoção da participação e discussão. A exposição teórica é substituída durante o período de suspensão por vídeos PANOPTO e a discussão e esclarecimento de dúvidas é reallizado mediante  forum no moodle e/ou reunião por videoconferência zoom colibri.


2. Estudo autónomo de pesquisa e revisão de referências bibliográficas sugeridas para aprofundamento ou complementaridade dos conteúdos leccionados.

3. Avaliação: Trabalho em grupo que visa aplicar os conteúdos lecionados na primeira parte da UC, referentes às teorias da inteligência e às diferenças entre grupos: análise de represnetações de inteligência de pessoas entrevistadas à luz dos conteúdos da Uc, aplicando pelo menos uma teoria fatorial e uma teoria abrangente. 
Sendo possivel, será realizado, para a avaliação da segunda parte do programa, um teste de avaliação distribuída; este pode vir a ser substituído por novo trabalho, desta feita individual, que consistitá na análise crítica/comentário fundamentado nos conteúdos da UC de uma citação/afirmação.


O teste inclui 2 perguntas para resposta directa (5 valores cada) e 1 de desenvolvimento (10 valores).
O exame final inclui 4 perguntas de resposta directa (3,5 valores cada) e 1 pergunta de desenvolvimento (6 valores). As perguntas para resposta direta avaliam o domínio de conteúdos específicos e a pergunta para desenvolvimento avalia a capacidade de demonstrar, articular e posicionar-se criticamente em relação aos conhecimentos adquiridos.

4. Trabalho prático facultativo de aplicação dos conteúdos da UC a textos de natureza preferencialmente não científica (ex. perfil de personagens de ficção, reflexão acerca de implicações sociais e políticas).

Palavras Chave

Ciências Sociais > Ciências psicológicas > Psicologia > Psicologia diferencial

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 60,00
Trabalho de campo 40,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 0,00
Estudo autónomo 30,00
Frequência das aulas 21,00
Trabalho de campo 30,00
Total: 81,00

Obtenção de frequência

A frequência de aulas não é obrigatória.

Fórmula de cálculo da classificação final

1. Avaliação distribuída  através da realização de um trabalho de grupo de análise de representações acerca da inteligência (40%-50%) e de um teste de avaliação (60%) ou de trabalho individual, que consistitá na análise crítica/comentário fundamentado nos conteúdos da UC de uma citação/afirmação.
O teste tem 2 perguntas de resposta breve (5 valores cada) e 1 de desenvolvimento (10 valores). É necessário obter a classificação mínima de 8,5 valores em ambos os testes. A classificação final nesta modalidade de avaliação corresponde à média aritmética da classificação obtida em ambos os testes. No caso de reprovação ou tentar a melhoria pode ser feito exame na época de recurso com 4 perguntas de resposta breve (3,5 valores cada) e uma de resposta de desenvolvimento (6 valores).
2. Trabalho prático individual ou em grupo até 3 elementos de aplicação dos conteúdos a obra escolhida. No caso de ser realizado, este trabalho tem a ponderação de 30% (6 valores). A classificação obtida nos testes de avaliação contínua ou no exame final, passará, assim, a ter a ponderação de 70%. Este trabalho só será optativo no caso de realização de exame final.

Provas e trabalhos especiais

Trabalho prático facultativo de aplicação dos conteúdos da UC a textos de natureza preferencialmente não científica a definir em cada ano (ex. perfil de personagens de ficção, reflexão acerca de implicações sociais e políticas). Só é opção no caso de realização de exame final. 

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Caso exista alguma particularidade que comprovadamente impeça o/a aluno/a de se submeter à avaliação prevista para a generalidade dos casos, uma nova modalidade de avaliação pode ser acordada (e.g. avaliação contínua com realização de mais trabalhos práticos).

Melhoria de classificação

A melhoria da classificação final é possível mediante a realização de exame final. No caso da modalidade de avaliação distribuída (testes de avaliação), a melhoria da classificação só poderá ser realizada através de exame na época de recurso do mesmo ano. Se for realizada por exame, podem fazer melhoria, de uma única vez, até à época de recurso do ano subsequente àquele em que é realizada a UC e que tenha exame previsto. 
O trabalho prático, quando realizado, não é passível de melhoria. 

Observações

Com a suspensão das aulas presenciais, a Uc passou para o moodle, as aulas passaram a ser lecionadas no PANOPTO com forum para esclarecimento de dúvidas e os elementos de avaliação distribuída foram mudados: dos testes para um trabalho de grupo e respostas a perguntas individuais no moodle.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-10-22 às 02:05:50 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais