Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
Você está em: Início > Cursos/CE > MPSIC > Informação para Candidatos
Mapa das Instalações

Cursos

Mestrado em Psicologia

Dados Gerais

Código Oficial: 9463
Sigla: MPSIC

Diplomas

  • Mestrado em Psicologia (120 Créditos ECTS)
  • Mestrado em Psicologia (120 Créditos ECTS)
  • Mestrado em Psicologia (120 Créditos ECTS)
  • Mestrado em Psicologia (120 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Psicologia (60 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Psicologia (60 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Psicologia (60 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Psicologia (60 Créditos ECTS)

Avaliação e Intervenção Psicológica em Contextos Educativos


PEDH01 - ECTS

Conhecer e analisar criticamente conceitos e modelos teóricos que enquadram a intervenção psicológica nos contextos educativos.

Conhecer diferentes modelos e estratégias de avaliação psico-educacional e compreender o seu contributo para o ensino e aprendizagem numa perspectiva inclusiva e para a definição de medidas de suporte à aprendizagem numa lógica multinível.

Conhecer e saber usar instrumentos de avaliação para despiste universal.

Identificar diferentes alvos e objetivos da intervenção psico-educacional.

Conhecer o sistema educativo e documentos legais que enquadram a prática da psicologia escolar

Identificar dimensões relevantes da família como contexto educativo

Planear intervenções psico-educacionais em diferentes níveis e contextos.

Desenvolver competências de cariz pessoal, social e ético essenciais à prática da Intervenção psicológica em contextos educacionais

Intervenção em Promoção e Proteção de Crianças e Jovens


PEDH13 - ECTS

1. Enquadrar os diversos níveis de atuação para promoção e proteção dos direitos da criança no modelo bio-ecológico e sistémico de Bronfenbrenner;
2. Sistematizar as formas de intervenção para o cidadão comum, disponíveis a nível internacional, através de voluntariado ou trabalho em organizações que definem a sua atuação no domínio em estudo;
3. Conhecer programas especializados de intervenção com crianças, jovens e famílias na área da proteção;
4. Contactar com profissionais com intervenção na área da proteção da criança, em Portugal;
5. Desenvolver um projeto de intervenção focado na sensibilização de famílias para a temática da proteção da criança;
6. Ter uma experiência direta de intervenção com crianças e suas famílias;
7. Reflectir sobre modelos de intervenção, suas vulnerabilidades e forças no domínio da proteção a crianças e jovens.

 


Intervenção Precoce


PEDH06 - ECTS

No final desta UC, os/as estudantes deverão ser capazes de:

  • Conhecer os principais constructos teóricos que orientam as práticas atuais em Intervenção Precoce (IP).
  • Conhecer a importância de se inscreverem as práticas de IP numa lógica inclusiva segundo abordagens centradas na família e nos restantes cenários de participação da criança.
  • Conhecer as linhas de orientação fundamentais adotadas na elaboração e implementação dos planos de intervenção.
  • Conhecer os princípios de funcionamento e as competências de participação necessárias ao desenvolvimento de atividades em equipas transdisciplinares de intervenção em IP.
  • Conhecer os princípios da consultoria colaborativa no trabalho com os pais e com os profissionais da equipa.

Intervenção Psicológica no Desenvolvimento Humano


PEDH02 - ECTS
Esta unidade curricular pretende contribuir para promover os conhecimentos dos futuros profissionais na área de intervenção ao longo do desenvolvimento humano.

Métodos Avançados de Síntese de Literatura


M100 - ECTS
Introdução aos métodos de revisão/síntese sistemática da literatura científica, incluíndo os procedimentos de meta-análise.

Planeamento e Avaliação de Programas e Projetos


M101 - ECTS

O objetivo desta UC é fornecer conhecimentos, competências e perspectivas para a a prática reflexiva e o planeamento e avaliação eficazes de programas e projectos

 


Avaliação do Desenvolvimento e dos Contextos Educativos


PEDH14 - ECTS

1- Relacionar as orientações e as práticas dominantes no âmbito da avaliação da criança e dos seus contextos de desenvolvimento com os grandes constructos teóricos acerca do desenvolvimento infantil.

2- Valorizar o entendimento das práticas de avaliação como componente crucial dos processos de habilitação e inclusão das crianças com limitações da actividade e restrições ao nível da participação. 

3- Adquirir competências básicas de participação em equipas de avaliação transdisciplinares.

4- Desenvolver capacidades de utilização de estratégias de resolução de problemas relacionados com o planeamento e implementação das melhores práticas de avaliação do desenvolvimento infantil.


Consulta Psicológica de Orientação Vocacional


PEDH04 - ECTS

Unidade curricular Consulta Psicológica de Orientação Vocacional.
Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):
Capacidade de questionamento de concepções de senso comum sobre orientação vocacional.
Fazer a leitura interpretativa e crítica da produção teórica e empírica para o planeamento de intervenções psicológicas neste domínio.
Caracterizar e fundamentar uma perspectiva desenvolvimentista, ecológica e construtivista da orientação.
Idem para uma metodologia de intervenção de exploração reconstrutiva, por recurso à estratégia de ação-reflexão,comparando-a criticamente com outras.
Seleccionar,adaptar ou desenvolver instrumentos e actividades estrategicamente articulados com os problemas vocacionais identificados e com as mudanças a promover,tendo em conta as respectivas vantagens, limitações e eficácia diferencial Ter adquirido competências de elaboração,implementação e avaliação de projectos de intervenção vocacional Construir uma síntese pessoal integradora das aprendizagens,organizando-as numa estrutura que possa constituir,no futuro,referencial, em permanente reconstrução,para a prática profissional


Consulta Psicológica Educacional


PEDH03 - ECTS
  • Compreender as interseções entre a escola e o desenvolvimento normal e perturbado
  • Conhecer os vários fatores de natureza académica e socio-emocional da (des)adaptação escolar
  • Conhecer a expressão das principais problemáticas de crianças e adolescentes em contexto escolar
  • Conhecer princípios de avaliação-intervenção e compreender a investigação de que derivam
  • Contactar com técnicas de avaliação, formulação de casos e intervenção empiricamente baseadas
  • Aplicar os princípios de avaliação-intervenção à definição de objetivos e planos de intervenção nas problemáticas de aprendizagem, comportamentais, emocionais, sociais e motivacionais dos estudantes
  • Reconhecer as implicações éticas e deontológicas da consulta psicológica de crianças e adolescentes

Intervenção em Contextos de Acolhimento e Adoção


PEDH11 - ECTS

No final desta UC os estudantes deverão conhecer:

  1. as características dos contextos de acolhimento e adoção presentes no sistema português de promoção e proteção, acolhimento familiar, acolhimento residencial, acolhimento especializado, adoção;
  2. os modelos teóricos e a investigação empírica que valida a intervenção em contextos de acolhimento e adoção;
  3. programas empiricamente validados ou empiricamente informados de intervenção nos contextos de acolhimento, nomeadamente ao nível da tomada de decisão e definição de projetos de vida; de preparação e acompanhamento de transições, de promoção de desenvolvimento, bem-estar e ajustamento psicológico de crianças e jovens, de resposta a necessidades específicas das crianças em acolhimento; de qualificação de práticas de acolhimento;
  4. programas empiricamente validados ou empiricamente informados de intervenção em adoção nomeadamente ao nível do adotado, dos adotantes, dos candidatos à adoção e de qualificação das práticas profissionais

 


Intervenção na Parentalidade


PEDH12 - ECTS

Esta unidade curricular pretende contribuir para promover os conhecimentos dos futuros profissionais na área da intervenção na parentalidade.


Métodos Avançados de Análise de Dados


M102 - ECTS
1. OBJETIVOS GERAIS

- Aprofundar conhecimentos estatísticos adquiridos nas UCs precedentes de Estatística Aplicada à Psicologia I e II

- Compreender a relação entre metodologias de investigação e procedimentos estatísticos, partindo da prática com situações reais de análise de dados



2. ORIENTAÇÃO CONCEPTUAL DA UC

- Em cada módulo explicita-se em que medida os conteúdos das UCs de Estatística Aplicada à Psicologia I e II se articulam e são necessários para as novas aquisições nesta UC.

- Em termos de orientação conceptual, remete-se para o carácter “subsidiário” da análise dos dados relativamente às metodologias de investigação que os sustentam. Remete-se, assim, para a relação com outras UCs dedicadas a metodologias de investigação. 

- No “raciocínio estatístico” dos vários procedimentos, enfatiza-se o princípio do contraste entre variância sistemática vs. variância erro. Este princípio ilustra-se, tanto teoricamente como através da prática com situações reais de análise de dados, nos vários modelos apresentados (ANOVAs, ACP).

- Forte valorização das competências de interpretação e apresentação de resultados estatísticos, sempre sustentados por análises de dados adequadas ao(s) objetivo(s) da investigação.


Modelos Colaborativos e Intervenção na Comunidade


PEDH15 - ECTS
  1. Promover racionais teóricos de intervenção na comunidade;
  2. Apresentar e desenvolver e elaborar diversas modalidades diretas e indiretas de intervenção comunitária nos sistemas pessoais, familiares, escolares e comunitários;
  3. Capacitar os estudantes para o desenho, implementação e avaliação de projetos de intervenção comunitária nos contextos familiares, educativos e nas comunidades.

Seminário de Projeto


M103 - ECTS
Esta UC tem como objetivo apoiar o/a estudante no desenvolvimento de um projeto de dissertação de mestrado, sendo que no final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:
1. Definir um tema ou questão de investigação original em Psicologia;
2. Conduzir pesquisas sistemáticas de bibliografia sobre uma temática;
3. Efetuar uma leitura crítica de textos científicos e proceder à sua síntese;
4. Desenhar um projeto de investigação orientado para as questões a responder e fundamentado na literatura.

Dissertação


M202 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:

1. Conduzir um trabalho de investigação original, conforme o planeado na UC “Seminário de Projeto”;

2. Analisar e discutir os resultados decorrentes desse trabalho;

3. Reportar o trabalho desenvolvido e seus resultados numa dissertação em formato de artigo ou convencional.


Estágio


M201 - ECTS

É esperado que o/a estudante seja capaz de:

. desenvolver os recursos necessários, pessoais e relacionais, a uma adaptação bem sucedida ao contexto de estágio e ao trabalho em equipa com diversos profissionais;

. aplicar os conhecimentos e competências adquiridas na formação académica para apoiar a resolução de problemas e dificuldades diversas atinentes ao estágio realizado;

. responder de forma competente, flexível e criativa às exigências e obstáculos que possam advir das especificidades dos contextos de trabalho, desenvolvendo progressivamente uma autonomia responsável;

. desenvolver uma reflexão fundamentada, que decorra da articulação entre a prática e os conhecimentos adquiridos ao longo do mestrado, sobre as potencialidades e as limitações de diferentes modos do exercício profissional da psicologia;

. atuar no cumprimento estrito do código deontológico, reconhecendo as implicações éticas e sociais das ações.


Seminário de Supervisão


M200 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No âmbito do Seminário de Supervisão, é esperado que o/a estudante seja capaz de:

1. sistematizar as necessidades/pedidos de intervenção no local de estágio, e sintetizar a literatura relativamente a formas de intervenção/atuação

existentes e evidências de resultados que possam responder a essas necessidades;

2. refletir e decidir sobre formas de aplicar conhecimentos e competências desenvolvidas no percurso académico na planificação e avaliação de projetos de

intervenção adequados às necessidades do contexto de trabalho;

3. ser capaz de refletir criticamente com o supervisor sobre o seu desempenho no estágio - pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.


Abordagens Narrativas em Psicoterapia


PCS18 - ECTS

Esta UC tem os seguintes objetivos:
- Enquadrar epistemologicamente a emergência das abordagens narrativas em psicoterapia;
- Apresentar os principais pressupostos dos modelos narrativos;
- Caracetrizar o tipo de relação terapêutica associada à implementação de modelos narrativos;
- Apresentar alguns modelos narrrativos específicos usados na intervenção clínica;
- Ilustrar com casos clínicos de diversas faixas etárias a plicação das terapias narrativas;
- Estimular nos estudantes a análise de casos, a reflexão e a capacidade de identificar a intervenção.



Avaliação Clínica de Crianças e Adolescentes


PCS08 - ECTS

O objetivo essencial desta UC é a aprender a conduzir uma avaliação clínica de crianças e adolescentes. Os estudantes deverão:
 Conhecer os quadros teóricos de referência a um conjunto de instrumentos e técnicas de avaliação usadas na avaliação clínica de crianças e adolescentes;
Selecionar a ou as medidas de avaliação a usar numa situação e contexto específicos de avaliação clínica de crianças ou adolescentes;
Proceder à administração, cotação e interpretação dos resultados de instrumentos formais utilizados na avaliação clínica de crianças e adolescentes;
Recorrer a estratégias não-formais de avaliação clínica, dominando a técnica de aplicação e de atribuição de significado aos resultados obtidos;
Elaborar um relatório de avaliação, tendo em conta o interlocutor a que se destina e dominar competências de transmissão oral dos resultados da avaliação;
Tomar consciência dos princípios éticos e deontológicos que regem a avaliação psicológica.


Avaliação Neuropsicológica


PCS12 - ECTS
  1. Compreender e aplicar os princípios da avaliação neuropsicológica, bem como os modelos que sustentam essa mesma avaliação.
  2. Conhecer aprofundadamente testes e baterias de rastreio e avaliação neuropsicológica compreensiva, dirigidos aos principais défices e populações neuropsicológicas (crianças e adultos), dando especial destaque aos que disponibilizam dados normativos para o Português Europeu.
  3. Demonstrar perícias compatíveis com os procedimentos de avaliação neuropsicológica: entrevista inicial (história neuropsicológica), rastreio e avaliação neuropsicológica compreensiva.
  4. Planificar um protocolo de avaliação neuropsicológica em função de défices presumidos (casos clínicos) e elaborar um relatório interpretativo do desempenho de sujeitos nesses testes e baterias, integrando os aspetos neurocognitivos com os neurofuncionais.
  5. Dar indicações sobre a aplicação prática (em termos clínicos e de intervenção) dos resultados da avaliação neuropsicológica.

Intervenção Clínica com Jovens e Adultos


PCS01 - ECTS

 

 

Esta UC pretende dotar os estudantes de conhecimentos e competências que lhes permitam intervir com jovens e adultos, atendendo não só à especificidade das problemáticas em causa, mas também à natureza das tarefas e transições desenvolvimentais em curso e à singularidade dos percursos e trajetórias de vida. Tendo por base a teoria da vinculação como paradigma integrador do desenvolvimento humano, pretende-se discutir as implicações e aplicações para (a) o conhecimento das condições e dos processos desenvolvimentais que deram origem e/ou mantêm determinadas perturbações clínicas; e (b)  a problematização das condições envolvidas na construção da relação terapêutica e na potenciação dos processos de mudança.

 


Intervenção nos Sistemas Familiares, Sexuais e Conjugais


PCS10 - ECTS

No final desta UC é esperado que o estudante seja capaz de:

  1. integrar diversos conceitos e diferentes modelos teóricos que contribuem para a análise das relações conjugais e familiares;
  2. analisar as relações na formação do casal e na estrutura familiar numa perspetiva desenvolvimental, dialética, ecológica e sistémica;
  3. perceber a relação dos diferentes subsistemas (ex. individual, conjugal, fratria) com os restantes subsistemas familiares;
  4. conhecer diferentes modelos, técnicas de avaliação e estratégias de intervenção de terapia familiar e de terapia conjugal;
  5. adquirir uma perspetiva crítica acerca da investigação e das diferentes propostas de intervenção neste domínio;
  6. ser capaz de, na observação de um processo psicoterapêutico e/ou análise de casos clínicos com diferentes problemáticas, levantar hipóteses, planificar e intencionalizar estratégias e técnicas adequadas às problemáticas do (sub)sistema apresentado e dos diferentes subsistemas que os rodeiam, atendendo aos seus problemas específicos e às possíveis alterações ou transições, e adotando uma perspetiva desenvolvimental e sistémica;
  7. reconhecer a relevância do trabalho multidisciplinar e de equipa, atendendo às questões éticas, legais e sociais que atravessam a ação do trabalho psicoterapêutico.
  8. reconhecer, no exercício da pratica clínica, a necessidade continua de questionamento, busca e partilha de conhecimento.

Métodos Avançados de Síntese de Literatura


M100 - ECTS
Introdução aos métodos de revisão/síntese sistemática da literatura científica, incluíndo os procedimentos de meta-análise.

Planeamento e Avaliação de Programas e Projetos


M101 - ECTS

O objetivo desta UC é fornecer conhecimentos, competências e perspectivas para a a prática reflexiva e o planeamento e avaliação eficazes de programas e projectos

 


Psicologia da Saúde


PCS02 - ECTS

O principal objetivo desta disciplina é dar competências aos estudantes para serem capazes de estruturar e implementar uma intervenção psicológica devidamente fundamentada quer dirigida à prevenção primária e promotora de saúde, quer à prevenção secundária e terciária no caso da doença instalada. Este resultado final pressupõe que os estudantes compreendam o enquadramento teórico da Psicologia da Saúde, numa perspetiva crítica sobre a história das “Revoluções da Saúde” desde o modelo biomédico aos dias de hoje, e domínio dos principais modelos teóricos especialmente desenvolvidos no âmbito da Psicologia da Saúde. Terão ainda que adquirir conhecimentos e competências interventivas em temas centrais transversais à doença. Numa perspetiva de integração serão adquiridos conhecimentos sobre as especificidades de algumas doenças com maior prevalência em Portugal com o domínio de estratégias para a intervenção psicológica dirigida aos seus problemas específicos.


Psicologia Pediátrica


PCS06 - ECTS

 

No final desta UC, os/as estudantes deverão ser capazes de:

  • Conhecer as principais áreas de intervenção psicossocial, objetivos e metodologias, dirigidos às diferentes fases da infância e adolescência, na gestão da saúde e na adaptação à doença e reabilitação.
  • Relacionar e distinguir os principais paradigmas de intervenção da psicologia pediátrica.
  • Compreender os principais problemas de saúde e desenvolvimento na infância e adolescência e apreender as implicações psicológicas dos mesmos.
  • Aplicar os princípios desenvolvimentistas à análise dos problemas psicológicos associados à doença e disfunção, e aos programas de intervenção.
  • Conhecer, selecionar e delinear metodologias de avaliação-intervenção dirigidas aos diferentes problemas de adaptação, vivência e tratamento, em situações de doença aguda e crónica.
  • Compreender a importância das intervenções parentais em psicologia pediátrica e saber aplicar as metodologias de intervenção a este contexto.

Catástrofe e Socorro Emocional


PCS07 - ECTS
Através da exposição de conteúdos e exercícios práticos esta unidade curricular pretende apresentar aos estudantes os diferentes conceitos e modelos de atuação no socorro emocional/psicológico, bem como suas especificidades e contextos de aplicação em situações de crise ou catástrofe.

Intervenção Clínica com Crianças e Adolescentes


PCS03 - ECTS

• Obter um conhecimento holistico das diversas dimensões teóricas e práticas que determinam uma intervenção clínica de qualidade com crianças e adolescentes. • Compreender a importância de grerir a comunicação entre os vários sistemas e subsistemas envolvidos no atendimento clínico de crianças e adolescentes. • Elaborar entrevistas clínicas para os diversos intervenientes no processo de consulta com crianças e adolescentes. • Contactar com meios de mediação da comunicação com a criança no contexto da consulta, nomeadamente através de estratégias lúdicas, de modo a garantir a optimização do seu envolvimento. • Conhecer aprofundadamente o modelo avaliação compreensiva com crianças e adolescentes. • Conhecer a Classificação Internacional da Funcionalidade, Incapacidade e Saúde para crianças e jovens e o regime juridico vigente relativo à inclusão em contexto escolar. • Conhecer os objectivos e técnicas de intervenção do modelo cognitivo comportamental na análise de problemáticas de crianças e adolescentes. • Planear a intervenção clínica em casos de crianças e adolescentes. • Contatar com outros modelos de intervenção clínica.


Intervenção em Psicopatologia do Desenvolvimento


PCS16 - ECTS

 É esperado que os estudantes sejam capazes de:

. conhecer a evolução histórica e científica do conceito de psicopatologia e posicionar-se criticamente relativamente a diferentes sistemas de diagnóstico;

. identificar os princípios da psicopatologia do desenvolvimento;

. compreender a necessidade de um trabalho em equipa multidisciplinar e desenvolver competências de comunicação interdisciplinar;

. enquadrar as perturbações psicopatológicas estudadas à luz de uma perspetiva desenvolvimental;

. elaborar processos de intervenção psicológica que respondam às necessidades dos clientes e suas famílias;

. desenvolver competências de consulta psicológica adaptadas à diversidade das problemáticas e à singularidade de cada cliente.

. problematizar as implicações éticas e sociais da ação profissional.

Intervenção nos Sistemas do Envelhecimento


PCS11 - ECTS
  • Promover a reflexão acerca dos atuais desafios do envelhecimento populacional e a necessidade de respostas clínicas inovadoras por parte dos profissionais e das instituições sociais e de saúde;
  • Conhecer as diretrizes internacionais para a intervenção com idosos e as suas implicações para a prática;
  • Conhecer as principais problemáticas e desafios na idade avançada e nos seus contextos de desenvolvimento e as diferentes abordagens ou possibilidades de intervenção;
  • Desenvolver competências e estratégias específicas de intervenção com idosos/cuidadores;
  • Desenvolver uma atitude favorável e realista acerca da do trabalho de um profissional de Psicologia com idosos.

Intervenções Específicas com Crianças e Adolescentes


PCS09 - ECTS

1. Contactar com aspectos práticos e específicos nos processos de intervenção clínica, especificamente em casos de crianças e adolescentes; 2. Abordar e conhecer os pressupostos centrais e os principais Modelos Narrativos em Psicoterapia; 3. Aprofundar o Modelo Narrativo da Reautoria de M. White e D. Epston; 4. Conhecer um modelo de abordagem clínica às dificuldades de aprendizagem; 5. Obter alguma experiência em intervenção psicológica com crianças e adolescentes: análise e leitura clínica de casos e desenho uma intervenção defnida em função das especificidades do caso; 6. Treinar a redação de relatórios das sessões; 7. Planear sessões de trabalho com crianças e com pais das crianças e, eventualmente, professores; 8. Abordar a importância da supervisão clínica e os seus diversos modelos; 9. Reflectir criticamente sobre processos de consulta psicológica com crianças adolescentes.

 


Métodos Avançados de Análise de Dados


M102 - ECTS
1. OBJETIVOS GERAIS

- Aprofundar conhecimentos estatísticos adquiridos nas UCs precedentes de Estatística Aplicada à Psicologia I e II

- Compreender a relação entre metodologias de investigação e procedimentos estatísticos, partindo da prática com situações reais de análise de dados



2. ORIENTAÇÃO CONCEPTUAL DA UC

- Em cada módulo explicita-se em que medida os conteúdos das UCs de Estatística Aplicada à Psicologia I e II se articulam e são necessários para as novas aquisições nesta UC.

- Em termos de orientação conceptual, remete-se para o carácter “subsidiário” da análise dos dados relativamente às metodologias de investigação que os sustentam. Remete-se, assim, para a relação com outras UCs dedicadas a metodologias de investigação. 

- No “raciocínio estatístico” dos vários procedimentos, enfatiza-se o princípio do contraste entre variância sistemática vs. variância erro. Este princípio ilustra-se, tanto teoricamente como através da prática com situações reais de análise de dados, nos vários modelos apresentados (ANOVAs, ACP).

- Forte valorização das competências de interpretação e apresentação de resultados estatísticos, sempre sustentados por análises de dados adequadas ao(s) objetivo(s) da investigação.


Neuropsicologia Clínica


PCS04 - ECTS

A neuropsicologia clínica é uma área avançada e especializada de exercício profissional da psicologia. É por isso crítico que os estudantes tenham acesso ao conhecimento mais actual e avançado nesse domínio, e que tenham igualmente oportunidade de o exercitar e dele se apropriarem para futuros desempenhos profissionais. Os conteúdos programáticos dão conta da vastidão do domínio da neuropsicologia clínica, organizando-a numa perspectiva de ciclo vital e diferenciando o exercício do neuropsicólogo clínico com crianças, adolescentes, adultos e idosos. Para cada um desses grupos etários são revistos os principais quadros neuropsicológicos, dando conta do estado actual da arte relativamente à sua conceptualização, avaliação comportamental e à intervenção multidisciplinar.  Pretende-se assim que os estudantes possam ter uma visão panorâmica da neuropsicologia clínica, mas também a oportunidade de aprofundar temas específicos. Isto para que, num futuro exercício profissional, possam situar, pensar reflexivamente, procurar com critério, compreender e intervir em cada um dos quadros com que sejam confrontados na prática clínica da neuropsicologia. 


Reabilitação Neuropsicológica


PCS13 - ECTS
  1. Compreender e explicar os princípios da dinâmica neuronal e neurocognitiva que justificam a intervenção reabilitativa e justificá-la com base na evidência clínica.
  2. Descrever os princípios fundamentais da reabilitação neuropsicológica.
  3. Compreender aspetos práticos relativos ao planeamento e definição de objetivos da intervenção, bem como medidas de eficácia e de resultado, e medidas de promoção da manutenção dos ganhos e sua generalização.
  4. Conhecer diferentes tipos de intervenção e técnicas dirigidas a défices cognitivos/comportamentais/emocionais específicos e populações neuropsicológicas selecionadas.
  5. Conceber e implementar programas de reabilitação neuropsicológica, selecionando uma diversidade de estratégias e técnicas, ajustadas aos quadros clínicos e especificidades individuais.
  6. Intervir de forma holística no individuo, tendo em conta o seu contexto.
  7. Monitorizar e ajustar os programas reabilitativos com base na avaliação dos seus resultados.

Seminário de Projeto


M103 - ECTS
Esta UC tem como objetivo apoiar o/a estudante no desenvolvimento de um projeto de dissertação de mestrado, sendo que no final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:
1. Definir um tema ou questão de investigação original em Psicologia;
2. Conduzir pesquisas sistemáticas de bibliografia sobre uma temática;
3. Efetuar uma leitura crítica de textos científicos e proceder à sua síntese;
4. Desenhar um projeto de investigação orientado para as questões a responder e fundamentado na literatura.

Terapias de Grupo na Saúde


PCS05 - ECTS

No final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:

 - Conhecer os principais modelos teóricos subjacentes à implementação de programas de terapia grupal em situações de prevenção e/ou ajustamento à doença física e mental;

 - Desenvolver competências de planeamento de um programa de terapia de grupo de acordo com o levantamento de necessidades, os modelos teóricos e as diferentes tipologias de intervenção psicológica em grupo;

 -Possuir competências de avaliação da adequabilidade/eficácia das intervenções planeadas;

- Selecionar e aplicar métodos e técnicas de dinâmica de grupos apropriados a diferentes situações clínicas;


Dissertação


M202 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:

1. Conduzir um trabalho de investigação original, conforme o planeado na UC “Seminário de Projeto”;

2. Analisar e discutir os resultados decorrentes desse trabalho;

3. Reportar o trabalho desenvolvido e seus resultados numa dissertação em formato de artigo ou convencional.


Estágio


M201 - ECTS

É esperado que o/a estudante seja capaz de:

. desenvolver os recursos necessários, pessoais e relacionais, a uma adaptação bem sucedida ao contexto de estágio e ao trabalho em equipa com diversos profissionais;

. aplicar os conhecimentos e competências adquiridas na formação académica para apoiar a resolução de problemas e dificuldades diversas atinentes ao estágio realizado;

. responder de forma competente, flexível e criativa às exigências e obstáculos que possam advir das especificidades dos contextos de trabalho, desenvolvendo progressivamente uma autonomia responsável;

. desenvolver uma reflexão fundamentada, que decorra da articulação entre a prática e os conhecimentos adquiridos ao longo do mestrado, sobre as potencialidades e as limitações de diferentes modos do exercício profissional da psicologia;

. atuar no cumprimento estrito do código deontológico, reconhecendo as implicações éticas e sociais das ações.


Seminário de Supervisão


M200 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No âmbito do Seminário de Supervisão, é esperado que o/a estudante seja capaz de:

1. sistematizar as necessidades/pedidos de intervenção no local de estágio, e sintetizar a literatura relativamente a formas de intervenção/atuação

existentes e evidências de resultados que possam responder a essas necessidades;

2. refletir e decidir sobre formas de aplicar conhecimentos e competências desenvolvidas no percurso académico na planificação e avaliação de projetos de

intervenção adequados às necessidades do contexto de trabalho;

3. ser capaz de refletir criticamente com o supervisor sobre o seu desempenho no estágio - pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.


Intervenção em Vítimas


PJD07 - ECTS

No final desta UC os/as estudantes deverão

- Conhecer e compreender as principais teorias explicativas,  as causas, dinâmicas, processos e consequências da violência e da vitimação que lhe permitam compreender, avaliar e intervir junto de vítimas (crianças, jovens e adultos).

- Dominar alguns conhecimentos em áreas conexas (e.g., Direito, Criminologia, Medicina Legal).

- Conhecer os principais modelos de avaliação e gestão do risco e de intervenção psicológica.

- Dominar os conhecimentos e estratégias mínimos necessários à avaliação e à intervenção psicológica e psicossocial junto de vítimas de violência e/ou crime.

- Compreender a interrelação entre a intervenção com vítimas e a intervenção com agressores.

 

 


Intervenção nos Comportamentos Adictivos


PJD10 - ECTS
No final desta UC, os estudantes deverão:
  1. Efetuar uma análise crítica dos conceitos e estratégias gerais de intervenção no álcool e drogas e nas adicções comportamentais;
  2. Proceder a uma despistagem e avaliação dos problemas relacionados com o consumo de substâncias psicoativas e adicções comportamentais;

  3. Planear e desenvolver estratégias de prevenção do consumo de substâncias psicoativas;

  4. Planear e desenvolver intervenções motivacionais adequadas ao estádio de mudança do indivíduo;

  5. Planear e desenvolver estratégias baseadas no modelo das Intervenções Breves;

  6. Desenvolver estratégias de intervenção nos comportamentos adictivos baseadas no modelo cognitivo-comportamental.


Intervenção Social e Redução de Riscos


PJD08 - ECTS
  1. Conhecer e compreender o que é a redução de riscos (RR) e a sua importância.
  2. Distinguir a intervenção social e a RR em relação a formas de intervenção próximas (intervenção comunitária, educação para a saúde, …).
  3. Conhecer as áreas de intervenção e os métodos e as estratégias da redução de riscos associada ao consumo de drogas e ao trabalho sexual.
  4. A partir de alguns exemplos de boas práticas identificar, caracterizar e discutir criticamente outros programas e projectos.
  5. Aplicar os conhecimentos adquiridos a situações e contextos concretos.

Métodos Avançados de Síntese de Literatura


M100 - ECTS
Introdução aos métodos de revisão/síntese sistemática da literatura científica, incluíndo os procedimentos de meta-análise.

Neurociências do Comportamento Desviante


PJD01 - ECTS

No final desta unidade curricular pretende-se que os estudantes sejam capazes de:

1. identificar os principais factores psicobiológicos do comportamento desviante e compreender as suas interacções com factores da mesma e de outra natureza;

2. deter uma visão global e crítica da principal literatura sobre comportamento desviante no domínio das neurociências;

3. seleccionar, aplicar, interpretar e comunicar os resultados decorrentes dos dispositivos avaliativos de factores psicobiológicos envolvidos no comportamento desviante.


Planeamento e Avaliação de Programas e Projetos


M101 - ECTS

O objetivo desta UC é fornecer conhecimentos, competências e perspectivas para a a prática reflexiva e o planeamento e avaliação eficazes de programas e projectos

 


Psicologia do Comportamento Desviante


PJD02 - ECTS

-Ter uma compreensão aprofundada dos desenvolvimentos teóricos e empíricos sobre a natureza e o significado de comportamentos desviantes.
-Evidenciar conhecimento sobre as teorias aplicadas à compreensão e intervenção em diferentes tipos de comportamentos desviantes, nomeadamente a violência e a criminalidade, a prostituição, a delinquência juvenil e os comportamentos antissociais, crimes de colarinho branco e crimes corporativos, bem como o consumo de drogas e a toxicodependência.
-Desenvolver competências ao nível das leituras e intervenções multidisciplinares, sobretudo das que dizem respeito às aplicações da psicologia nos campos da justiça, psicologia forense, vitimologia, criminologia, direito penal.


Intervenção em Agressores


PJD05 - ECTS

No final desta UC, os/as estudantes deverão:

- Conhecer as principais teorias explicativas, as dimensões interacionais, as causas, dinâmicas e consequências da violência e da vitimação que lhe permitam compreender, avaliar e intervir junto de agressores / ofensores (jovens e adultos), seja ao nível da intervenção psicoeducacional e psicossocial, seja ao nível da psicoterapia.

- Dominar alguns conhecimentos em áreas conexas (e.g., Direito, Medicina Legal).

- Conhecer os principais modelos de avaliação e gestão do risco e de intervenção psicológica.

- Dominar os conhecimentos e estratégias básicos / adquirir as competências mínimas para a avaliação e intervenção psicológica e psicossocial junto de agressores (de violência física, psicológica, sexual, etc.). Saber aplicá-los, quer em casos de violência intrafamiliar quer em casos de violência extrafamiliar.

- Compreender a interrelação entre a intervenção com agressores e a intervenção com vítimas e a importância da intervenção em rede e interdisciplinar. Relacionar prevenção, intervenção, diferentes modelos de justiça, punição e reinserção.


Intervenção nos Comportamentos Antissociais e Delinquentes


PJD06 - ECTS

Esta UC tem como objetivos: a) Compreender o fenómeno da delinquência juvenil nas diferentes dimensões de avaliação e de intervenção; b) Caracterizar os diferentes indicadores da criminalidade e as questões específicas da avaliação forense de jovens; c) Analisar os fundamentos dos atuais sistemas de justiça juvenis e as práticas vigentes em relação às políticas criminais face à delinquência; d) Desenvolver os conhecimentos e competências básicas ao nível da conceção e implementação de intervenções preventivas e de tratamento na delinquência juvenil.


Métodos Avançados de Análise de Dados


M102 - ECTS
1. OBJETIVOS GERAIS

- Aprofundar conhecimentos estatísticos adquiridos nas UCs precedentes de Estatística Aplicada à Psicologia I e II

- Compreender a relação entre metodologias de investigação e procedimentos estatísticos, partindo da prática com situações reais de análise de dados



2. ORIENTAÇÃO CONCEPTUAL DA UC

- Em cada módulo explicita-se em que medida os conteúdos das UCs de Estatística Aplicada à Psicologia I e II se articulam e são necessários para as novas aquisições nesta UC.

- Em termos de orientação conceptual, remete-se para o carácter “subsidiário” da análise dos dados relativamente às metodologias de investigação que os sustentam. Remete-se, assim, para a relação com outras UCs dedicadas a metodologias de investigação. 

- No “raciocínio estatístico” dos vários procedimentos, enfatiza-se o princípio do contraste entre variância sistemática vs. variância erro. Este princípio ilustra-se, tanto teoricamente como através da prática com situações reais de análise de dados, nos vários modelos apresentados (ANOVAs, ACP).

- Forte valorização das competências de interpretação e apresentação de resultados estatísticos, sempre sustentados por análises de dados adequadas ao(s) objetivo(s) da investigação.


Psicologia e Sistema de Justiça


PJD03 - ECTS

No final desta UC, os/as estudantes deverão:

Conhecer e compreender:

1) As áreas da Psicologia Forense, Psicologia da Justiça, Psicologia do Testemunho, entre outras.

2) O Sistema de Justiça/Sistema Legal e Penal Português e compará-lo com outros sistemas de justiça.

3) As relações entre Psicologia e Sistema de Justiça. Dominar os conhecimentos teóricos e práticos necessários para compreender a origem e desenvolvimento das principais práticas do psicólogo no sistema de justiça e as relações entre psicologia e sistema de justiça.

4) O papel do psicólogo no Sistema de Justiça: Deverão ter desenvolvido competências ao nível da intervenção dos psicólogos nos vários subsistemas do sistema de justiça (e.g., avaliação psicológica forense, intervenção em prisões, programas de prevenção e intervenção psicoeducacional e psicológica, centros educativos, promoção e protecção, reinserção social).

5) Deverão ter aprofundado conhecimentos sobre a avaliação psicológica forense em diferentes áreas e com diferentes populações (penal, família e menores, arguidos, vítimas, etc).

6) Deverão ter aprofundado conhecimentos sobre o testemunho em tribunal, dimensões que o afetam e seu papel na decisão judicial. Conhecer e compreender o contacto das crianças com o sistema de justiça e a necessidade de implementação de mecanismos específicos de audição de crianças (e de outras vítimas particularmente vulneráveis) em tribunal que a protejam da vitimação secundária.


Seminário de Projeto


M103 - ECTS
Esta UC tem como objetivo apoiar o/a estudante no desenvolvimento de um projeto de dissertação de mestrado, sendo que no final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:
1. Definir um tema ou questão de investigação original em Psicologia;
2. Conduzir pesquisas sistemáticas de bibliografia sobre uma temática;
3. Efetuar uma leitura crítica de textos científicos e proceder à sua síntese;
4. Desenhar um projeto de investigação orientado para as questões a responder e fundamentado na literatura.

Sistema Social e Desviância


PJD04 - ECTS

 Compreensão das determinantes sociais do desvio;
 Conhecimento das principais linhas teóricas, traçadas no cruzamento da psicologia social, da sociologia, da antropologia e da etnografia, que propõem grelhas explicativas da desviância e do crime;
 Capacidade de relacionar dinâmicas socio-culturais em curso com manifestações de desordem e com comportamentos desviantes



Dissertação


M202 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:

1. Conduzir um trabalho de investigação original, conforme o planeado na UC “Seminário de Projeto”;

2. Analisar e discutir os resultados decorrentes desse trabalho;

3. Reportar o trabalho desenvolvido e seus resultados numa dissertação em formato de artigo ou convencional.


Estágio


M201 - ECTS

É esperado que o/a estudante seja capaz de:

. desenvolver os recursos necessários, pessoais e relacionais, a uma adaptação bem sucedida ao contexto de estágio e ao trabalho em equipa com diversos profissionais;

. aplicar os conhecimentos e competências adquiridas na formação académica para apoiar a resolução de problemas e dificuldades diversas atinentes ao estágio realizado;

. responder de forma competente, flexível e criativa às exigências e obstáculos que possam advir das especificidades dos contextos de trabalho, desenvolvendo progressivamente uma autonomia responsável;

. desenvolver uma reflexão fundamentada, que decorra da articulação entre a prática e os conhecimentos adquiridos ao longo do mestrado, sobre as potencialidades e as limitações de diferentes modos do exercício profissional da psicologia;

. atuar no cumprimento estrito do código deontológico, reconhecendo as implicações éticas e sociais das ações.


Seminário de Supervisão


M200 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No âmbito do Seminário de Supervisão, é esperado que o/a estudante seja capaz de:

1. sistematizar as necessidades/pedidos de intervenção no local de estágio, e sintetizar a literatura relativamente a formas de intervenção/atuação

existentes e evidências de resultados que possam responder a essas necessidades;

2. refletir e decidir sobre formas de aplicar conhecimentos e competências desenvolvidas no percurso académico na planificação e avaliação de projetos de

intervenção adequados às necessidades do contexto de trabalho;

3. ser capaz de refletir criticamente com o supervisor sobre o seu desempenho no estágio - pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.


Intervenção nas Organizações


POST12 - ECTS

Pretende-se que os estudantes adquiram competências a nível da Intervenção e desenvolvimento Organizacional (mudança planeada) e compreendam como esse processo promove o desenvolvimento dos indivíduos, dos grupos e das organizações. 


Intervenção Psicológica e Transformação do Trabalho


POST01 - ECTS

A unidade curricular tem como principal objetivo desenvolver nos estudantes as competências necessárias à intervenção do psicólogo do trabalho. Neste sentido, procura-se que os estudantes sejam capazes de: 1. Compreender e integrar numa abordagem a uma situação concreta conceitos fundamentais para a intervenção em Psicologia do Trabalho. 2. Compreender o carácter desenvolvimental e o potencial transformador da ação do psicólogo do trabalho, integrado numa abordagem interdisciplinar do trabalho real. 3. Desenvolver competências de análise crítica e tomada de decisão sobre os recursos técnicos e metodológicos adequados às diferentes necessidades de intervenção; suas virtudes e limitações; responsabilidades éticas e sociais em jogo.


Intervenção Psicológica no Desenvolvimento dos Recursos Humanos


POST11 - ECTS
Pretende-se que os estudantes desenvolvam conhecimento e adquiram competências sobre os principais processos de recursos humanos nos quais o Psicólogo organizacional intervém em contexto laboral.

Métodos Avançados de Síntese de Literatura


M100 - ECTS
Introdução aos métodos de revisão/síntese sistemática da literatura científica, incluíndo os procedimentos de meta-análise.

Planeamento e Avaliação de Programas e Projetos


M101 - ECTS

O objetivo desta UC é fornecer conhecimentos, competências e perspectivas para a a prática reflexiva e o planeamento e avaliação eficazes de programas e projectos

 


Psicologia Social dos Grupos


POST02 - ECTS

Conhecimento das principais teorias desenvolvidas em Psicologia Social acerca dos processos intergrupos e intragrupo e dos factores subjacentes a estes processos.

Desenvolvimento de competências de análise, investigação e intervenção sobre processos intergrupos e intragrupo nos contextos profissionais para os quais a área de Psicologia das Organizações, Social e do Trabalho está direcionada, e em contextos de investigação básica sobre relações intra- e inter-grupos.

Comportamento Organizacional


POST03 - ECTS

Pretende-se que os estudantes desenvolvam conhecimento e adquiram competências necessárias à compreensão, explicação e previsão do comportamento humano em contexto organizacional.


Métodos Avançados de Análise de Dados


M102 - ECTS
1. OBJETIVOS GERAIS

- Aprofundar conhecimentos estatísticos adquiridos nas UCs precedentes de Estatística Aplicada à Psicologia I e II

- Compreender a relação entre metodologias de investigação e procedimentos estatísticos, partindo da prática com situações reais de análise de dados



2. ORIENTAÇÃO CONCEPTUAL DA UC

- Em cada módulo explicita-se em que medida os conteúdos das UCs de Estatística Aplicada à Psicologia I e II se articulam e são necessários para as novas aquisições nesta UC.

- Em termos de orientação conceptual, remete-se para o carácter “subsidiário” da análise dos dados relativamente às metodologias de investigação que os sustentam. Remete-se, assim, para a relação com outras UCs dedicadas a metodologias de investigação. 

- No “raciocínio estatístico” dos vários procedimentos, enfatiza-se o princípio do contraste entre variância sistemática vs. variância erro. Este princípio ilustra-se, tanto teoricamente como através da prática com situações reais de análise de dados, nos vários modelos apresentados (ANOVAs, ACP).

- Forte valorização das competências de interpretação e apresentação de resultados estatísticos, sempre sustentados por análises de dados adequadas ao(s) objetivo(s) da investigação.


Processos de Influência Social


POST07 - ECTS

Apresentar as principais teorias e as diferentes perspectivas sobre a persuasão e a influência social. Discutir as diferentes estratégias de persuasão e influência social susceptíveis de conduzir a uma mudança de atitudes e de comportamentos em vários contextos, nomeadamente na publicidade, no marketing, nas campanhas de comunicação ou nas campanhas políticas.

 


Psicologia das Organizações e dos Recursos Humanos


POST13 - ECTS
Pretende-se que os estudantes desenvolvam conhecimento geral sobre a Psicologia das Organizações e dos Recursos Humanos enquanto disciplina e campo profissional.

Seminário de Projeto


M103 - ECTS
Esta UC tem como objetivo apoiar o/a estudante no desenvolvimento de um projeto de dissertação de mestrado, sendo que no final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:
1. Definir um tema ou questão de investigação original em Psicologia;
2. Conduzir pesquisas sistemáticas de bibliografia sobre uma temática;
3. Efetuar uma leitura crítica de textos científicos e proceder à sua síntese;
4. Desenhar um projeto de investigação orientado para as questões a responder e fundamentado na literatura.

Temas Emergentes em Psicologia das Organizações Social e do Trabalho


POST04 - ECTS

Pretende-se com esta unidade curricular fornecer aos estudantes instrumentos conceptuais e operacionais relativos aos diferentes tipos e objetos de investigação nos domínios da psicologia das organizações, da psicologia social e da psicologia do trabalho, assim como nos das suas interfaces, partindo dos conhecimentos anteriores no âmbito das metodologias de investigação qualitativas e quantitativas.


Dissertação


M202 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No final desta UC os/as estudantes deverão ser capazes de:

1. Conduzir um trabalho de investigação original, conforme o planeado na UC “Seminário de Projeto”;

2. Analisar e discutir os resultados decorrentes desse trabalho;

3. Reportar o trabalho desenvolvido e seus resultados numa dissertação em formato de artigo ou convencional.


Estágio


M201 - ECTS

É esperado que o/a estudante seja capaz de:

. desenvolver os recursos necessários, pessoais e relacionais, a uma adaptação bem sucedida ao contexto de estágio e ao trabalho em equipa com diversos profissionais;

. aplicar os conhecimentos e competências adquiridas na formação académica para apoiar a resolução de problemas e dificuldades diversas atinentes ao estágio realizado;

. responder de forma competente, flexível e criativa às exigências e obstáculos que possam advir das especificidades dos contextos de trabalho, desenvolvendo progressivamente uma autonomia responsável;

. desenvolver uma reflexão fundamentada, que decorra da articulação entre a prática e os conhecimentos adquiridos ao longo do mestrado, sobre as potencialidades e as limitações de diferentes modos do exercício profissional da psicologia;

. atuar no cumprimento estrito do código deontológico, reconhecendo as implicações éticas e sociais das ações.


Seminário de Supervisão


M200 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

No âmbito do Seminário de Supervisão, é esperado que o/a estudante seja capaz de:

1. sistematizar as necessidades/pedidos de intervenção no local de estágio, e sintetizar a literatura relativamente a formas de intervenção/atuação

existentes e evidências de resultados que possam responder a essas necessidades;

2. refletir e decidir sobre formas de aplicar conhecimentos e competências desenvolvidas no percurso académico na planificação e avaliação de projetos de

intervenção adequados às necessidades do contexto de trabalho;

3. ser capaz de refletir criticamente com o supervisor sobre o seu desempenho no estágio - pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.


Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2022-05-25 às 05:40:14 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais