Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início » MI125

Metabolismo Humano

Código: MI125     Sigla: MH

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Medicina

Ocorrência: 2021/2022 - 2S (de 14-02-2022 a 29-07-2022) Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Biomedicina
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Medicina

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIMED 339 Plano Oficial 2021 1 - 9 75 243

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria de Fátima Moreira Martel Regente

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Pretende-se que os estudantes fiquem a conhecer com profundidade o metabolismo, no ser humano, de glícidos, lípidos, proteínas, aminoácidos e derivados de aminoácidos de interesse biológico, do grupo heme, de bases púricas e pirimídicas e de xenobióticos.

Pretende-se que os estudantes compreendam o metabolismo no seu conjunto, fazendo a sua integração (regulação do metabolismo oxidativo e equilíbrio energético, regulação hormonal do metabolismo, alterações metabólicas durante o ciclo alimentação/jejum, metabolismo em diferentes tecidos e órgãos, na grávida e recém-nascido, no exercício físico e em situações extremas).

Pretende-se que os estudantes adquiram conhecimento sobre alguns fatores que influenciam o metabolismo, nomeadamente: vitaminas, stresse oxidativo e mecanismos de defesa antioxidante, nutrição e ainda álcool e bebidas alcoólicas.

Pretende-se ainda que os estudantes adquiram conhecimento sobre algumas patologias relacionadas com o metabolismo ou associadas a alterações metabólicas: obesidade, diabetes, dislipidemias, doenças do metabolismo da frutose e galactose, doenças da oxidação em beta dos ácidos gordos, doenças do metabolismo do glicogénio, anemias megaloblásticas, doenças do metabolismo de aminoácidos, caquexia, icterícias e metabolismo no cancro.

Resultados de aprendizagem e competências

Conhecimento sobre as principais vias metabólicas que ocorrem no organismo humano: metabolismo glicídico, ciclo de Krebs, cadeia respiratória e fosforilação oxidativa, metabolismo lipídico, aminoacídico e proteico, síntese de derivados de aminoácidos com interesse biológico, metabolismo do heme, das bases púricas e pirimídicas e metabolismo de xenobióticos.

Conhecimento sobre a integração do metabolismo no ser humano: regulação do metabolismo oxidativo e equilíbrio energético, regulação hormonal do metabolismo, metabolismo durante o ciclo alimentação/jejum, em diferentes órgãos e tecidos, na grávida e recém-nascido, durante o exercício físico e em situações extremas.

Conhecimento sobre fatores que influenciam o metabolismo no Homem: as vitaminas e a sua importância no metabolismo, o stresse oxidativo e mecanismos antioxidantes de defesa, nutrição e álcool e bebidas alcoólicas.

Conhecimento sobre algumas patologias relacionadas com alterações metabólicas: obesidade, diabetes, dislipidemias, doenças do metabolismo da frutose e galactose, doenças da oxidação em beta dos ácidos gordos, doenças do metabolismo do glicogénio, anemias megaloblásticas, doenças do metabolismo de aminoácidos, caquexia, icterícias e metabolismo no cancro.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

As principais vias metabólicas que ocorrem no organismo humano: metabolismo glicídico, ciclo de Krebs, cadeia respiratória e fosforilação oxidativa, metabolismo lipídico, aminoacídico e proteico, síntese de derivados de aminoácidos com interesse biológico, metabolismo do heme, das bases púricas e pirimídicas e de xenobióticos.

Integração do metabolismo no ser humano: regulação do metabolismo oxidativo e equilíbrio energético, regulação hormonal do metabolismo, metabolismo durante o ciclo alimentação/jejum, em diferentes orgãos, na grávida e recém-nascido, durante o exercício físico e em situações extremas.

Fatores que influenciam o metabolismo no Homem: as vitaminas e a sua importância no metabolismo, stresse oxidativo e mecanismos de defesa, nutrição e álcool e bebidas alcoólicas.

Algumas patologias relacionadas com alterações metabólicas: obesidade, diabetes, dislipidemias, doenças do metabolismo da frutose e galactose, doenças da oxidação em beta dos ácidos gordos, doenças do metabolismo do glicogénio, anemias megaloblásticas, doenças do metabolismo de aminoácidos, caquexia, icterícias e metabolismo no cancro.

Bibliografia Obrigatória

Baynes JW, Dominiczak MH; Medical Biochemistry
Frayn KN; Regulação metabólica
Berg JM, Tymoczko JL, Gatto GJ, Stryer L; Biochemistry, 2015
Rodwell VW, Bender DA, Botham KM, Kennelly PJ, Weil PA; Harper's Illustrated Biochemistry, 2015
Nelson DL, Cox MM; Lehningher Principles of Biochemistry, 2013

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

O programa da unidade curricular será distribuído por aulas teóricas (T) com a duração de 1h cada (num total de 22 h), seminários (S) com a duração de 2h cada (num total de 18h) e aulas de grupo (G), correspondentes às turmas, com a duração de 2h30m cada (num total de 35h).

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 10,00
Teste 90,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 168,00
Frequência das aulas 75,00
Total: 243,00

Obtenção de frequência

A frequência é obtida quando o nº de faltas às aulas de grupo não excede 25% do total de aulas.

Fórmula de cálculo da classificação final

1º-A classificação final tem duas componentes: avaliação escrita (média ponderada dos resultados obtidos nas duas avaliações parciais, ou o resultado do exame de recurso) e avaliação que decorre das aulas de grupo.

2º- A avaliação parcial nº1 decorrerá durante o semestre e a avaliação parcial nº2 decorrerá no final do semestre. A avaliação parcial nº1 irá incidir sobre os assuntos tratados até uma determinada data. A avaliação parcial nº2 irá incidir sobre os assuntos tratados dessa data em diante.

3º-A avaliação parcial nº1, com a duração de 1h, será constituída por dois tipos de perguntas: o Grupo I, com 30 perguntas de escolha múltipla (o aluno escolhe uma entre cinco hipóteses, não havendo descontos nas escolhas erradas) e o Grupo II, contendo 3 propostas (perguntas de resposta aberta, problemas ou tema para desenvolvimento) para o estudante escolher uma para responder.

4º-A avaliação parcial nº2, com a duração de 1h15, será constituída por dois tipos de perguntas: o Grupo I, com 32 perguntas de escolha múltipla (o aluno escolhe uma entre cinco hipóteses, não havendo descontos nas escolhas erradas) e os Grupos II e III, cada um contendo 3 propostas (perguntas de resposta aberta, problemas ou tema para desenvolvimento) para o estudante escolher uma para responder.

5º-Os estudantes que não cumpram todos os momentos da avaliação parcial ou que, tendo cumprido todos os momentos de avaliação parcial, não tenham aproveitamento (ou seja, nota final igual ou superior a 10 valores), terão que fazer o exame final na época de recurso.

6º-O exame final, a decorrer na época de recurso, terá a duração de 2h, e será constituído dois tipos de perguntas: o Grupo I, com 62 perguntas de escolha múltipla (o aluno escolhe uma entre cinco hipóteses, não havendo descontos nas escolhas erradas) e os Grupos II, III e IV, cada um contendo 3 propostas (perguntas de resposta aberta, problemas ou tema para desenvolvimento) para o estudante escolher uma para responder.O exame final de recurso irá incidir sobre todos os assuntos tratados na UC.

7º-A nota final (NF) será obtida mediante a aplicação de uma fórmula que é uma média ponderada das classificações nas avaliações parciais nº1 e nº2 (AP1 e AP2) ou a classificação do exame de recurso (ER) e a avaliação contínua nas aulas de grupo (G) (todas estas notas convertidas para uma escala de 0 a 20 valores), segundo a fórmula:

NF = (AP1 x 0,35) + (AP2 x 0,55) + (G x 0,1), no caso das avaliações parciais

NF=(ER x 0,9) + (G x 0,1), no caso do exame de recurso

A avaliação contínua nas aulas de grupo reflete a participação do estudante na aula, a preparação prévia do tema, os conhecimentos e o interesse na aula, e a pontualidade.

8º-Os estudantes podem pedir revisão de prova mas existe a possibilidade de a nota do exame descer.

9º-Os estudantes podem fazer exame para melhoria de classificação (na data do exame de recurso, de acordo com as regras definidas no regulamento pedagógico da FMUP), circunstância em que a nota do exame vale como nota final (a avaliação contínua nas aulas de grupo deixa de ser considerada).

Avaliação especial (TE, DA, ...)

A avaliação especial decorrerá dentro dos períodos definidos pelo regulamento Pedagógico da FMUP (épocas especiais). O exame terá as mesmas características do exame final (ou seja, 62 perguntas de escolha múltipla (Grupo I) e 3 perguntas escritas (grupos II, III e IV)).


A nota final (NF) será obtida mediante a aplicação da fórmula: 


NF=(E x 0,9) + (G x 0,1)

E-classificação do exame, G-avaliação contínua nas aulas de grupo (todas estas notas convertidas para uma escala de 0 a 20 valores).

No caso de não haver avaliação contínua, por dispensa da frequência das aulas de grupo, a nota final corresponderá à nota obtida no exame.

Melhoria de classificação

Os estudantes podem fazer exame para melhoria de classificação (na data do exame de recurso, de acordo com as regras definidas no regulamento pedagógico da FMUP), circunstância em que a nota do exame vale como nota final (a avaliação contínua nas aulas de grupo deixa de ser considerada).
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-07-05 às 16:51:18 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias