Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Hoje é domingo
Você está em: Início » PDB005
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Ética no Fim da Vida e em Cuidados Paliativos

Código: PDB005     Sigla: PDB005

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Ética em Ciências da Saúde

Ocorrência: 2019/2020 - 1S (de 09-09-2019 a 09-02-2020)

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento Medicina da Comunidade, Informação e Decisão em Saúde
Curso/CE Responsável: Programa Doutoral em Bioética

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
PDB 31 Plano do Programa de Doutoramento em Bioética 1 - 6 60 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Ivone Maria Resende Figueiredo Duarte Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,85
Teorico-Prática: 1,42
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,85
Ivone Maria Resende Figueiredo Duarte 2,85
Teorico-Prática Totais 1 1,42
Ivone Maria Resende Figueiredo Duarte 1,42

Língua de trabalho

Português e inglês

Objetivos

O objetivo essencial da Unidade Curricular Ética no Fim da Vida em Cuidados Continuados e Paliativos é que o estudante adquira conhecimentos no domínio das questões éticas no Fim da Vida Humana, muito em particular no que diz respeito aos fundamentos dos Cuidados Paliativos e sua relação com as profissões de saúde. No plano dos conceitos pretende-se a aquisição tão ampla quanto possível das teorias mais representativas do pensamento humano, de modo a que seja viável a integração desses conceitos numa prática clínica proficiente e humanista.

Resultados de aprendizagem e competências

Com esta Unidade Curricular o estudante deve ficar adequadamente informado sobre os preceitos básicos das questões éticas no final da vida e dos cuidados paliativos para que a sua prática se desenrole também de acordo com os princípios que norteiam a atividade dos profissionais de saúde que trabalham nestas áreas.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1- Suspensão ou abstenção de meios desproporcionados de tratamento: a ressuscitação cardio-pulmonar e as “Ordens de Não-Ressuscitar”. Suspensão de outros tratamentos que prolongam artificialmente a vida. O Estado Vegetativo Persistente.

2- Índices de prognóstico em cuidados intensivos. Critérios de admissão e de alta. O consentimento informado, a recusa e o direito de exigir cuidados intensivos.


3- Distinção entre eutanásia e suspensão de meios desproporcionados de tratamento.


4- Enquadramento histórico-cultural da prática da eutanásia.


5- Conceito de assistência ao suicídio. Disposições normativas existentes em Portugal.


6- A possibilidade de se exercer a competência decisória numa fase irreversível de incompetência.


7- Limites ao princípio do respeito pela autonomia. O testamento vital e a directiva médica.


8- Os cuidados paliativos enquanto resposta ao sofrimento na doença terminal.

Bibliografia Obrigatória

Nancy Berlinger, Bruce Jennings; 1- The Hastings Center Guidelines for Decisions on Life-Sustaining Treatment and Care Near the End of Life: Revised, 2013
Lori Alexander; 2- Palliative Care and Pain Management at the End of Life, NetCE, 2015
Peter Singer; 3- The Life You Can Save: How to Do Your Part to End World Poverty, 2010
Mark Lazenby, Ruth McCorkle; 4- Safe Passage: A Global Spiritual Sourcebook for Care at the End of Life, 2014
Rui Nunes; 5- Testamento Vital, Almedina, 2011
Nunes, R.; Rego, F.; Rego, G; 6- Enciclopédia Luso-Brasileira de Cuidados Paliativos, Almedina, 2018

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

As metodologias de ensino recorrem a diferentes estratégias: a) Preleções Teóricas: sobre diferentes temas relacionados com a Unidade Curricular; b) Seminários Teórico-práticos: discussão preparada e orientada de temas específicos, definidos com antecedência, com a participação de docentes e discentes; c) Trabalhos de Grupo: atividade pedagógica de análise e resolução de problemas com o estímulo e a coordenação dos docentes e com a participação ativa dos discentes; d) Apresentação pelos estudantes de casos-problema.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 50,00
Trabalho escrito 50,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas 60,00
Trabalho escrito 102,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

A Avaliação Contínua é efetuada pelo docente responsável pelo grupo de estudantes que frequenta simultaneamente a Unidade Curricular tendo em atenção a evolução de todo o processo pedagógico, e a evolução das capacidades de cada estudante. Evolução a nível da execução de técnicas de comunicação, do relacionamento humano, da assiduidade na Unidade Curricular, do interesse e participação no processo pedagógico, e, finalmente, dos conhecimentos teóricos e práticos.  

 

Fórmula de cálculo da classificação final

A Nota Final da Unidade Curricular é o reflexo da Avaliação Contínua efetuada pesando 50% na classificação final. Os restantes 50% decorrem da avaliação dos conhecimentos teóricos e práticos obtidos através de uma Prova Final.

 


 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-04-18 às 23:09:17 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais