Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início » MI330

Meios Complementares de Diagnóstico

Código: MI330     Sigla: MCD

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Medicina

Ocorrência: 2018/2019 - 2S (de 11-02-2019 a 12-07-2019) Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Patologia
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Medicina

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIMED 285 Mestrado Integrado em Medicina- Plano oficial 2013 (Reforma Curricular) 3 - 3 28 81

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
João Tiago de Sousa Pinto Guimarães Regente
Acácio Agostinho Gonçalves Rodrigues Regente
Paulo Manuel Peixoto Conceição Vilares Morgado Regente

Língua de trabalho

Português

Objetivos

O objectivo fundamental é o de que os alunos compreendam os fundamentos subjacentes às diferentes áreas de imagem e testes laboratoriais diagnósticos
São objectivos de Imagiologia:
1. conhecer os principios básicos das diferentes técnicas de imagem e respectivas indicações

São objectivos específicos da Patologia clinica:
1. Avaliar o interesse dos testes laboratoriais disponíveis e/ou requisitados.
2. Avaliar a importância das condições de colheita das amostras como parte da garantia da qualidade e da precisão dos resultados.
3. Descrever os problemas dos testes laboratoriais relacionados com o controlo de qualidade, valores de referência (especialmente variação etária), sensibilidade, especificidade, valor preditivo, e o significado das unidades SI.

Resultados de aprendizagem e competências

- Conhecer os principios básicos das diferentes técnicas de imagem e respectivas indicações
- Realizar uma punção venosa
- Interpretar criticamente um boletim analítico

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Co-requisitos:
- Introdução à Semiologia Clínica

Programa

Radiologia (10horas)
Fundamentos da Radiologia digital (incluindo CT), US, RM e MN
Princípios de Radioprotecção e legislação.
Quando e como requisitar um exame radiológico.
Noções básicas de interpretação de radiologia convencional

Microbiologia
Normas genéricas sobre a colheita, transporte, processamento inicial e armazenamento de amostras biológicas.
Exame directo de produtos biológicos. Diferentes técnicas de microscopia.
Exames a fresco e após coloração: colorações simples e diferenciais; colorações álcool ácido resistentes; outras colorações; coloração negativa.
Cultura de microrganismos – necessidades nutritivas. Meios de cultura: composição,
preparação, armazenamento, utilização. Técnicas de sementeira.
Métodos de identificação e caracterização de isolados: principais provas bioquímicas; sistemas automatizados.
Outros métodos de identificação e caracterização de isolados: métodos imunológicos e moleculares.
Outros métodos de diagnóstico directo: detecção de toxinas; pesquisa de antigénios;
Diagnóstico molecular.
Diagnóstico indirecto: vantagens e dificuldades.
Provas de susceptibilidade aos antimicrobianos.

Patologia Clinica
Aulas Teóricas (5 horas)
As características dos testes laboratoriais
O valor do teste laboratorial. A sensibilidade e a especificidade de um teste. A importância da prevalência na escolha dos testes e na determinação do valor preditivo de um resultado. O significado dos valores de referência. Testes de despiste, de diagnóstico e de monitorização.
Variabilidade Biológica
A variabilidade pré-analítica (jejum, exercício, postura, etc). A variabilidade analítica. A variabilidade individual. A relação entre as variações fisiológicas e a valorização do resultado individual.

Trabalhos Práticos (total de 4 horas - 2 horas cada sessão, com cada turma de estudantes)
1- A Colheita de Amostras de Sangue
As condições do doente. A escolha dos tubos e os anticoagulantes. Identificação e conservação de amostras. A técnica de punção venosa. Realização de punções venosas em laboratório de simulação.
2- O boletim de analítico
As requisições e o modo como podem influenciar a prescrição. Avaliação e discussão de boletins analíticos com diferentes patologias. Fontes de erros laboratoriais e formas de os evitar. Os intervalos de referência e os valores críticos.

Bibliografia Obrigatória

Daffner,Ed. W.W; Essentials of Clinical Radiology, 2007
D. Lisle - Hodder Arnold; Imaging for Students , 2007
Murray, Rosenthal, Kobayashi & Pfaller; Medical Microbiology, 2009
Jawetz, Melnick & Adelberg’s, Brooks, Butel, Morse; Appleton, Lange; Microbiology, 2004
Kayser, Bienz, Eckert & Zinkernagel; Medical Microbiology, 2005
Richard A. McPherson and Matthew R. Pincus, Saunders; Henry’s Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 22nd ed. , 2012

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

28 horas de contacto com 20 horas de aulas teóricas ou teórico-práticas e 8 horas de práticas

Tipo de avaliação

Avaliação por exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 53,00
Frequência das aulas 28,00
Trabalho laboratorial 0,00
Total: 81,00

Obtenção de frequência

Presença em, pelo menos, 75% das aulas.

Fórmula de cálculo da classificação final


Exame final - prova escrita constituída por questões de resposta múltipla e/ou frases para assinalar como V (verdadeira) ou F (falsa), cotada para 20.0 valores.

Classificação final: classificação obrida no exame final. 

Nota mínima para aprovação: 9.50 valores.

Provas e trabalhos especiais

Não aplicável

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicável

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Nos termos da lei

Melhoria de classificação

Nos termos da lei
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-05-28 às 08:58:33 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais