Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » ES22
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Métodos de investigação qualitativa em saúde escolar

Código: ES22     Sigla: MIQSE

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Ciências da Educação

Ocorrência: 2018/2019 - 1S (de 17-09-2018 a 10-02-2019)

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Ciências da Saúde Pública e Forenses, e Educação Médica
Curso/CE Responsável: Mestrado em Educação para a Saúde

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MES 10 Plano Oficial (a partir do ano letivo 2017) 1 - 4 36 108

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Carla Sofia Marques da Silva Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,57
Teorico-Prática: 1,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,57
Carla Sofia Marques da Silva 1,57
Teorico-Prática Totais 1 1,00
Carla Sofia Marques da Silva 1,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos


A UC oferece contato com o processo de investigação científica, focando-se numa introdução ao métodos de pesquisa qualitativa, nas suas componentes epistemológica, teórica e técnica. Esta introdução não se reduz a uma discussão técnica. A exposição e debate de perspetivas teóricas sobre modelos e modos de produção de conhecimento científico é acompanhada  do desenvolvimento de um pequeno projeto de pesquisa que poderá ter contato com o terreno.. A organização da UC em três secções – enquadramento epistemológico e reconhecimento dos paradigmas de produção científica; operacionalização do método ao nível das correntes, métodos e técnicas; a cientificidade e produção de conhecimento nas CE– permite a apropriação de diferentes modos de produzir conhecimento e de entender a ciência; de compreenderem a coerência interna que subjaz a uma pesquisa e a desenvolvê-la, acionando diferentes dispositivos técnico-metodológicos adequados aos objetos.

Resultados de aprendizagem e competências

Distinção entre diferentes paradigmas científicos (qualitativo e quantitativo) que indiciam distintas démarches de investigação com diferentes considerações sobre sujeitos, objetos e problemáticas. Reconhecimento dos diferentes passos de uma pesquisa. Caracterização de diferentes dispositivos teórico metodológicos de produção de práticas investigativas; Seleção e mobilização de diferentes instrumentos de recolha e tratamento de informação, inserindo-os em protocolos pertinentes, éticos e coerentes com o design da pesquisa

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não tem

Programa

I - O que é investigar? Debates no âmbito da Educação para a Saúde
1.1. O debate entre o paradigma dominante e o paradigma emergente; as propostas explicativas e compreensivas
1.2. A abordagem qualitativa e quantitativa: vantagens e desvantagens

II - O que é investigar? O planeamento de um projecto de investigação
2.1. As várias etapas de um processo de investigação. A validação da investigação. Questões éticas.
2.2. A construção do objecto de estudo e da problemática
2.4. Modos e instrumentos de recolha e tratamento da informação. Métodos e técnicas de investigação qualitativa: Etnografia (online e offline); Entrevistas; Métodos biográficos; Focus groups; Métodos visuais, Análise de conteúdo.

III –Operacionalizaçao da pesquisa em Educaçao para a Saúde
3.1. Contextos, problemas e populações
3.2. O desenho de uma investigação
3.3. Questões éticas

Bibliografia Obrigatória

Arthur, James, Waring, Michael, Coe, Robert, & Hedges, Larry V. ; Research Methods and Methodologies in Education.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Esta unidade curricular pretende dotar os/as estudantes de conhecimentos que lhes permitam investigar os fenómenos no âmbito da educação para a saúde, construindo coerências e pertinências epistemológicas, teóricas, metodológicas e analíticas no processo de investigação. Pretende-se debater a natureza do conhecimento científico e da verdade na sua articulação com o processo de investigação científica. Entende-se que este é um espaço onde podem refletir sobre os processos de produção de conhecimento científico e da investigação enquanto prática social.
A UC constitui-se, deste modo, como um espaço que articula a discussão teórica e debate de propostas paradigmáticas (e políticas) de produção de conhecimento científico, e o exercício de aplicação de conhecimentos teórico metodológicos através da construção de um pequeno projeto de pesquisa.

Palavras Chave

Ciências Sociais > Ciências da educação > Metodologia de investigação
Ciências da Saúde
Ciências Sociais > Ciências da educação

Tipo de avaliação

Avaliação por exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 25,00
Participação presencial 25,00
Trabalho escrito 50,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 1,00
Frequência das aulas 30,00
Trabalho de campo 10,00
Trabalho escrito 50,00
Total: 91,00

Obtenção de frequência




Condições de Frequência: Assistência a pelo menos 75% das aulas
A aula de apresentação dos trabalhos finais é de carater obrigatório

Fórmula de cálculo da classificação final



Tipo de Avaliação: 

Condições de Frequência: Assistência a pelo menos 75% das aulas

Fórmula de avaliação: Os/As estudantes obtêm frequência com nota igual ou superior a 10 valores, numa escala de 20 a 20, em todas as componentes de avaliação:
Relatório escrito_ 50%
Participação e envolvimento nas atividades das aulas - 25%
Apresentação oral do projeto a ser desenvolvido na forma escrita no trabalho escrito final - 25%

Provas e trabalhos especiais

não tem

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicavel

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Segue os procedimentos do estatuto do TE, sabendo-se que terão que realizar um projeto de pesquisa exploratório e de pequena escala

Melhoria de classificação

Melhora-se a classificação através de exame presencial escrito sobre os conteúdos da aula e projeto - 100%

Observações

Arthur, James, Waring, Michael, Coe, Robert, & Hedges, Larry V. (Eds.) (2012) Research Methods and Methodologies in Education. SAGE Publications Ltd, Washington DC, United States of Amercia, pp. 202-209.
Burgess, Robert G. (2001). A Pesquisa de Terreno: Uma Introdução. Oeiras: Celta Editora.
Creswell JW (1998) Qualitative Inquiry and Research Design- Choosing Among Five Traditions. Sage Publications, London, 1998.

Denzin, N. and Lincoln, Y. (Eds) (2005). Handbook of qualitative research. Thousand Oaks, CA: Sage Publications.
Bleakley A. (2005) Stories as data, data as stories: making sense of narrative inquiry in clinical education. Medical Education, 39: 534-40. 
Atkinson P, Pugsley L. (2005) Making sense of ethnography and medical education. Medical Education, 39: 228-34. 

Silverman, David (1993) Interpreting Qualitative Data: Methods For Analysing Talk, Text and Interaction. London, Sage.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-27 às 08:56:27 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais