Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » PDCCV13_8
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Doença Vascular

Código: PDCCV13_8     Sigla: PDCCV13_8

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Medicina

Ocorrência: 2015/2016 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Fisiologia e Cirurgia Cardiotorácica
Curso/CE Responsável: Ciências Cardiovasculares

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
PDCCV 2 Ciências Cardiovasculares_13 1 - 3 13,5 81

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Elsa Irene Peixoto Azevedo Silva Regente

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Os conteúdos dotarão os estudantes dos conceitos necessários para compreender e aplicar os conhecimentos a que a unidade curricular se propõe.

Resultados de aprendizagem e competências

No final da UC, espera-se que os estudantes tenham adquirido:

  • Competências para o desempenho de tarefas relativas à semiologia, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais (frequentes e/ou relevantes) da Doença Vascular.
  • Noções acerca da hemodinâmica cerebral e periférica em condições normais e patológicas.
  • Conhecimentos teóricos e práticos que permitam entender e desenvolver a capacidade para intervir na prevenção, diagnóstico e tratamento do acidente vascular cerebral e doença vascular periférica, e doenças relacionadas.
  • Noção da multidisciplinaridade e necessidade de organização em cadeia da abordagem do doente com acidente vascular cerebral.
  • Conhecimentos acerca da investigação científica atual em doença vascular cerebral e doença vascular periférica e perspetivas futuras.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

-Hemodinâmica cerebral em condições fisiológicas e patológicas. Reconhecimento do AVC em contexto de urgência. Necessidade de coordenação em cadeia – via verde do AVC. Imagiologia parenquimatosa e vascular. Intervenções terapêuticas emergentes, recanalização arterial. Unidades de AVC. Neuroplasticidade e sua importância na reabilitação pós-AVC. Recomendações internacionais atualizadas. Investigação científica em DVC em curso e perspetivas futuras.

- Doença aterosclerótica obstrutiva periférica: Clínica e Hemodinâmica. Isquemia crítica aguda e crónica. Doença aterosclerótica expansiva - Aneurisma da Aorta Abdominal: Clínica, técnicas diagnósticas, tratamento. Doença cerebrovascular extracraniana: técnicas diagnósticas, terapia cirúrgica e endovascular. Diagnóstico e terapêutica da doença venosa crónica dos membros inferiores e da tromboflebite superficial e profunda dos membros. Doença Linfática congénita e adquirida: Clínica, técnicas diagnósticas, terapêutica.

Bibliografia Obrigatória

Steiner, T., Salman, AS., & Rinkel, G.; European Stroke Organisation Guidelines for the Management of Spontaneous Intracerebral Hemorrhage., International Journal of Stroke, 9, 838839., 2014
European Stroke Organisation (ESO) Executive Committee, & ESO Writing Committee.; Guidelines for management of ischaemic stroke and transient ischaemic attack 2008., Cerebrovascular diseases (Basel, Switzerland), 25(5), 457., 2008
Jauch, E. C., Saver, J. L., Adams, H. P., Bruno, A., Demaerschalk, B. M., Khatri, P., ... & Yonas, H. ; Guidelines for the early management of patients with acute ischemic stroke a guideline for healthcare professionals from the American Heart Association/American Stroke Association., Stroke,44(3), 870947., 2013
Hallett, J. W., Brewster, D. C., & Rasmussen, T. E.; Handbook of Patient Care in Vascular Diseases., Lippincott Williams & Wilkins., 2001
Rutherford, R. B.; Vascular Surgery, 6th Edition., WB Saunders Company., 2005
Pereira, A.; Patologia e Clínica. ed. Cirurgia;, Mc GrawHill, 1999
Carvalho de Sousa, J.; Aterotrombose. Ed. Aterotrombose., Sanofi – Synthélabo, 2000

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A metodologia de ensino basear-se-á em aulas teóricas (7 horas), teórico-práticas (3 horas), práticas laboratoriais (0.5 horas) e trabalho de campo (3 horas).

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 50,00
Participação presencial 50,00
Total: 100,00

Fórmula de cálculo da classificação final

Avaliação contínua calculada pela: assiduidade, empenho na aprendizagem, demonstração de conhecimentos e atitudes, desempenho clínico e contacto humano e teste de escolha múltipla final.


Cálculo de classificação final: teste final 50%, avaliação contínua 50%.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-04-22 às 21:35:12 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais