Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » Notícias » FMUP testa perícia dos futuros cirurgiões
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Notícias

FMUP testa perícia dos futuros cirurgiões

Os 15 workshops do SKY Meeting vão pôr à prova a "perícia de mãos" dos futuros médicos

sky

"Da irreverência dos jovens ao conhecimento dos especialistas". É este o mote da segunda edição do SKY Meeting – Surgical Knowledge for Youth, um congresso organizado pela Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (AEFMUP), que pretende ser um espaço de aprofundamento de conhecimentos em diferentes especialidades cirúrgicas.

Subordinado ao tema da cirurgia minimamente invasiva, o congresso decorre já no próximo dia 9 de novembro, juntando mais de 400 estudantes de Medicina de todo o país e cerca de 60 oradores nacionais e internacionais, no Centro de Investigação Médica da FMUP. O objetivo é explorar diferentes abordagens de técnicas cirúrgicas.

O programa contempla palestras ministradas por especialistas de prestígio internacional, tais como Miguel Piñon (cirurgião cardiotorácico do Hospital Universitário Álvaro Cunqueiro, de Vigo) e Attila Dubecz (especialista em cirurgia visceral da Clínica de Cirurgia Visceral e Torácica, de Nuremberga), que se debruçarão, respetivamente, sobre as vantagens da abordagem robótica na melhoria da qualidade de vida dos pacientes que necessitam de cirurgia cardiotorácica e sobre o futuro da abordagem à patologia esofágica, com melhores resultados e menos morbilidade para o paciente.

Isabelle Citron (consultora na área de Políticas de Saúde – Programa em Cirurgia Global e Mudança Social, da Harvard Medical School), é outra dos oradores em destaque. A especialista trará a Portugal um tema ainda pouco explorado, mas cuja relevância é incontestável – a Cirurgia Global.

"Um terço da doença de carga global é passível de tratamento cirúrgico. No entanto, 5 biliões de pessoas em todo o mundo não têm acesso a tratamento cirúrgico seguro, oportuno e financeiramente comportável", antecipa a especialista. Isabelle Citron reitera que a cirurgia deve tornar-se "numa prioridade de saúde pública", juntamente com os cuidados obstétricos e anestésicos, "se quisermos melhorar a saúde das populações a nível mundial".

Mais do que ver e ouvir, praticar

"Embora seja especialmente dedicada à cirurgia cardiotorácica e à cirurgia gastrointestinal, a edição deste ano do SKY Meeting cobre muitas áreas, que vão desde a cirurgia vascular, à cirurgia obstétrica, passando pela cirurgia urológica, entre outras", explica José Figueiredo, vice-presidente da comissão de organização do congresso. O estudante da FMUP lembra que "para além das três sessões principais, estão previstas duas sessões plenárias, quatro sessões paralelas e 15 workshops".

Os workshops são, de resto, uma das mais-valias deste congresso pois permitirão aos participantes treinar e aperfeiçoar desde as técnicas mais básicas, como suturas e habilidades básicas em treino laparoscópico, até às mais complexas, como suturas avançadas em cirurgia plástica, suturas microscópicas em oftalmologia e fixação percutânea da coluna lombar. Numa lógica hands-on, os workshops prometem pôr à prova a "perícia de mãos" dos futuros médicos.

O evento, cuja comissão organizadora é encabeçada por Hugo Santos Sousa, cirurgião do Centro Hospitalar Universitário de São João e docente da FMUP, partiu da iniciativa da Associação de Estudantes da FMUP e, este ano, esgotou as vagas em tempo recorde.

O programa oficial do SKY Meeting pode ser consultado aqui.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-11-19 às 16:27:47 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais