Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » Notícias » FMUP vence menção honrosa na 5ª Edição do Prémio Excelência Pedagógica da U.Porto
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Notícias

FMUP vence menção honrosa na 5ª Edição do Prémio Excelência Pedagógica da U.Porto

2017

Imagem

Os professores Roberto Roncon-Albuquerque, João Sérgio Neves, Pedro Gonçalves Teixeira e Adelino Leite-Moreira da FMUP venceram uma menção honrosa no Prémio de Excelência Pedagógica 2017 da U.Porto.

Ensino de Fisiopatologia Médica com Recurso a Casos Clínicos e Plataforma Interativa de Inquérito à audiência – Uma metodologia de aprendizagem ativa com recurso a Novas Tecnologias Educativas é o título do trabalho desenvolvido na FMUP, pela equipa docente da Unidade Curricular de Fisiopatologia Médica do MMED-FMUP. O projeto educativo foi distinguido com “Menção Honrosa", tendo figurado entre as 3 melhores candidaturas, sujeitas a audição pública na Reitoria da Universidade do Porto no passado dia 13 de março de 2017.

Os Prémios de Excelência Pedagógica, inseridos no ProgramaPromover a Excelência Pedagógica na Universidade do Porto – Projetos de Inovação Pedagógica e Prémios de Excelência Pedagógica“ visam distinguir, promover e divulgar modelos educativos que atendam aos desafios pedagógicos atuais, nomeadamente:
  • Processos coordenados de ensino, aprendizagem e avaliação;
  • Ambiente de aprendizagem ativa pelo estudante;
  • Integração da componente de desenvolvimento científico;
  • Uso de tecnologias educativas.


Os autores consideram que o projeto desenvolvido, bem como a sua divulgação junto de toda a Universidade, prestigia a já reconhecida excelência do ensino praticado na instituição, conferindo-lhe um importante pendor dinâmico e inovador.


RESUMO DO TRABALHO

O processo de ensino e aprendizagem implica um encadeamento reconhecidamente complexo, e que classicamente envolve um fluxo unidirecional de conhecimento de docente para discente, que será substrato para consequente germinação de competências.
Na conjuntura atual, estando a informação científica acessível de forma fácil e rápida tanto ao docente como ao estudante, a adoção de um processo de ensino/aprendizagem passivo pode tornar-se redutor.

O presente trabalho procurou testar um modelo educativo implementado na Unidade Curricular (UC) de Fisiopatologia Médica, no âmbito do Mestrado Integrado em Medicina (MMED) da FMUP. Trata-se de uma UC estrategicamente colocada na transição entre o ciclo de ciências básicas e o subsequente ciclo clínico daquele programa de mestrado, preenchendo assim uma importante lacuna translacional. Foi introduzida no ano letivo de 2015/2016, e atualmente direcionada a alunos no 3º ano do MMED-FMUP.

Neste modelo educativo, o fundamento conceptual coloca os alunos no centro do processo de aprendizagem, conferindo-lhes um papel ativo no continuum de aquisição de competências. Adicionalmente, recorreu-se ao uso de novas tecnologias educativas no sentido de tentar potencializar as vantagens do mesmo modelo pedagógico.

O recurso a casos clínicos e a uma plataforma interativa de inquérito à audiência (“Poll Everywhere®”) inseridos num método de avaliação contínua demonstrou permitir um maior envolvimento dos estudantes no processo de aprendizagem, atingimento de bons resultados académicos, com aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de competências essenciais para uma adequada transição do ciclo básico para o ciclo clínico da formação médica.

A replicação desta metodologia com adequação ao conteúdo programático de cada UC poderá contribuir para uma melhoria do processo de ensino e aprendizagem, não só de cursos médicos, como também de outras áreas de conhecimento.



 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2017-12-18 às 20:21:42