Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início » Notícias » Daniel Serrão distinguido com o Prémio Nacional de Saúde 2010

Notícias

Daniel Serrão distinguido com o Prémio Nacional de Saúde 2010

"Contributos inequívocos" para o desenvolvimento da Anatomia Patológica em Portugal valeram o Prémio ao professor catedrático jubilado da FMUP

"O notável impulso de Daniel Serrão para o desenvolvimento da Anatomia Patológica no país, a estrutura e a sustentabilidade do Sistema Nacional de Saúde e a projecção internacional nos campos da patologia, da ética médica e da bioética que protagonizou" foram alguns dos argumentos apresentados pelo júri responsável pela atribuição do Prémio Nacional de Saúde 2010 a Daniel Serrão. O antigo aluno e professor de Anatomia Patológica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) foi o escolhido do júri independente, formado por Walter Osswald, Pedro Nunes (bastonário da Ordem dos Médicos), Carlos Maurício Barbosa (bastonário da Ordem dos Farmacêuticos) e Paulo Ferrinho (director do Instituto de Higiene e Medicina Tropical). Uma escolha justificada pelos "contributos inequívocos prestados no decurso do seu desempenho profissional". Francisco George, director-geral de saúde, também teceu elogios ao laureado afirmando que "o trabalho do professor Daniel Serrão é reconhecido por todos como muito importante no âmbito da ética, mas também foi ele que presidiu a um conceito de maior reflexão sobre a reforma da saúde em Portugal que teve a maior importância na segunda metade dos anos 90". Do livro "Recomendações para uma Reforma Estrutural da Saúde" saíram algumas das propostas introduzidas no sistema de saúde português. Muitos são os marcos na vida de Daniel dos Santos Pinto Serrão, licenciado em Medicina pela FMUP, em 1951. De destacar a sua obra no Serviço de Anatomia Patológica da Faculdade, que tornou uma referência nacional e internacional e onde deu início ao uso pioneiro do microscópio electrónico no diagnóstico de tumores. O professor participou também na redacção da Convenção Europeia dos Direitos Humanos e Biomedicina, foi designado membro da Pontificia Accademia per la Vita, a convite de João Paulo II (em 1994), para além de ter sido membro do "International Committee of Bioethics", escolhido pessoalmente pelo director geral da UNESCO. O Prémio Nacional de Saúde 2010 constitui-se como mais um reconhecimento do percurso profissional de excelência preconizado pelo professor catedrático jubilado da FMUP. A atribuição do Prémio é anunciada, em cada ano, pela Direcção‐Geral da Saúde, no dia 4 de Outubro, data de comemoração da sua criação e tem como objectivo "enaltecer uma personalidade que tenha contribuído, inequivocamente, para a obtenção de ganhos em saúde ou para o prestígio das organizações de saúde no âmbito do Serviço Nacional de Saúde".
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-08-16 às 20:24:21 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias