Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » Cursos/CE » Unidade de Formação Contínua » COC
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Informações

Cardio-Oncologia Clínica

- Calcula-se que na atualidade existam mais de 5 milhões de sobreviventes de cancro com um elevado risco de virem a desenvolver durante a sua vida uma cardiomiopatia e/ou insuficiência cardíaca devido à exposição prévia às antraciclinas. Para além disso dois terços desses doentes têm mais de 65 anos pelo que são ainda mais propensos a padecer de doenças concomitantes. Portanto, uma proporção considerável destes doentes que foram submetidos a tratamento de neoplasias terão ainda de enfrentar a carga de morbilidade e mortalidade das doenças cardiovasculares em geral. De fato as doentes as doentes mais idosas com cancro da mama têm mais probabilidade de morrer de causas cardiovasculares do que pelo cancro. É importante ter em conta que as taxas de sobrevida aos 5 anos de doentes com insuficiência cardíaca e depois da primeira hospitalização por um enfarte do miocárdio são significativamente piores que as do linfoma de Hodgkin, cancro da mama e inclusive do cancro colo-rectal até ao estudo da extensão regional. Além disso a insuficiência cardíaca induzida por antraciclinas configura um pior prognóstico do que a cardiomiopatia dilatada idiopática ou a cardiomiopatia isquémica.
- Estas e outras observações de vários estudos proporcionaram um grande impulso para a criação de uma especialidade ou subespecialidade que de momento se conhece por cardio-oncologia.
- A FMUP e a U. Porto irão continuar a estar na vanguarda do tratamento deste grupo de doentes pelo que este curso/ unidade de formação irá promover o conhecimento e a identificação precoce de muitos efeitos cardiovasculares de medicamentos anti-neoplásicos (enfarte do miocárdio, hipertensão, arritmias e episódios trombo-embólicos), o diagnóstico através de exames complementares cardíacos com recurso a tecnologias avançadas, não esquecendo aspectos de organização de equipas e serviços de cardio-oncologia através de alguns exemplos existentes noutros países que adaptados à nossa realidade poderão promover um crescimento mais sólido e sustentado desta área tão importante da medicina na atualidade. 

Objetivos

- Descrever as bases moleculares das complicações CV durante e após o tratamento oncológico.

- Promover a organização de equipas multidisciplinares que possam identificar precocemente estratégias de monitorizar a cardiotoxicidade do tratamento integrando achados clínicos multissistémicos, resultados imagiológicos e outras informações ainda menos conhecidas.

- Descrever os métodos, estratégias e dificuldades no diagnóstico e na otimização do prognóstico em cardiooncologia.

- Compreender a importância da comunicação interdisciplinar e da adaptação local de protocolos entre as Sociedades de Cardiologia, Radioterapia, Oncologia Médica e Hematologia.

- Conhecer testes genéticos adequados em indivíduos de elevado risco, monitorizar algoritmos de deteção precoce baseados em biomarcadores e na imagem cardíaca.

Competências Profissionais

- Descrever a variedade de apresentações clínicas e a base molecular das doenças cardiacas.

- Discriminar a importância de testes genéticos adequados em indivíduos de elevado risco e deteção precoce baseados em biomarcadores e na imagem cardíaca.

- Analisar criticamente as correlações entre os diferentes métodos, estratégias e dificuldades no diagnóstico e na otimização do prognóstico em cardiooncologia.

- Validar a comunicação interdisciplinar e a adaptação local de protocolos a serem promovidos entre as Sociedades de Cardiologia, Radioterapia, Oncologia Médica e Hematologia.

Informações

Modalidade:  E-learning

Vagas:
máx: 100/min:10

Destinatários: Médicos

Condições específicas de acesso:
Licenciados ou detentores de Mestrado em Medicina.

Média de curso:
20 valores_ 80%;  19 valores_ 75%; 18 valores_ 70%;  17 valores_ 65%;  16 valores_ 60%; 15 valores_ 55%; 14 valores_ 50%; 13 valores_ 45%; 12 valores_ 40%; 11 valores_ 35%; 10 valores_ 30%.

Habilitações de curso:
Doutorado_ 20%;. Mestre_ 10%;. Licenciado_5%.

Critério de desempate de candidatos: 
Em caso de empate será colocado o candidato com a melhor ponderação na habilitação literária.

Candidaturas on-line: 15 out 2019 a 31 jan 2020

Prazo para afixação de resultados provisórios: 11 fev 2020

Audiência Prévia: 12 fev a 27 fev 2020

Prazo para afixação de resultados definitivos: 3 março 2020

Modo de notificação dos candidatos: On-line na página da FMUP

Prazo para a apresentação da reclamação dos candidatos: 4 março 2020

Prazo para a publicação da decisão de reclamações: 5 março 2020

Matrículas on-line: 6 a 20 março 2020

Eventual colocação de suplentes: 23 março 2020

Propina: 350¤+2¤ (seg. escolar), pago no ato da matrícula.


Calendarização:
3 abril a 30 junho 2020

 


Comentários

Para auxiliar a submissão da Candidatura, pode consultar o Guia de Apoio (1).

CANDIDATURAS AQUI


Para auxiliar a realização da Matrícula/Inscrição, pode consultar o Guia de Apoio (2).

REALIZAR MATRÍCULA / INSCRIÇÃO AQUI




Toda a informação para candidatos à FMUP. Informação disponível aqui!

Contactos

Informações:
Departamento de Apoio à Investigação e à Pós-Graduação
Educação Contínua
Tel.: 220426957
e.mail: educacaocontinua@med.up.pt

Dados Gerais

Docente Responsável: Luís Moura
Sigla: COC
Tipo de curso/ciclo de estudos: Unidade de Formação Contínua
Início: 2019/2020
Duração: 54 Horas

Planos de Estudos

Diplomas

  • Cardio-Oncologia Clínica ( Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo