Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » Oferta Formação » Mestrado » MIM
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Candidaturas 2017/18

Mestrado em Informática Médica

CALENDÁRIOS 2016.2017

UNIDADES CURRICULARES SINGULARES 2ºS E 3ºS CICLOS DE ESTUDO - 2016/2017


DESCRIÇÃO

A Informática Médica (IM) estuda os aspetos teóricos das ciências da informação, específicos à compreensão dos dados, informação e conhecimento biomédicos e a aplicação prática das tecnologias de informação em sistemas de saúde, tendo com objectivo o aumento da segurança, efetividade, eficiência, equidade e disponibilidade da prestação de cuidados. O 2º Ciclo de Estudos em IM cobre uma variedade de assuntos científicos e técnicos tais como:registos clínicos eletrónicos na prestação de cuidados primários e terciários;sistemas de codificação e classificação de diagnósticos e procedimentos;normas de TIC no domínio da saúde;processamento de sinal e imagem; comunicações eletrónicas entre prestadores de cuidados; sistemas de suporte à decisão;implementação e avaliação de tecnologias e de sistemas de informação.Este programa foi especialmente elaborado, quer para engenheiros de informática ou cientistas de computadores, quer para médicos, enfermeiros, técnicos de radiologia e outros profissionais das áreas da saúde ou informática que pretendam melhorar os seus conhecimentos e aptidões em informática médica,aplicando-os nas suas organizações (hospitais, clínicas,empresas de software,etc.).
 

Objetivos

  • Possuir conhecimentos e capacidade de compreensão que constituam a base de desenvolvimentos e/ou aplicações originais, inclusivamente em contextos de investigação;
  • Aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão e de resolução de problemas em situações novas e não familiares, em contextos alargados e multidisciplinares, ainda quer elacionados com a sua área de estudo; 
  • Integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situações de informação; 
  • limitada ou incompleta, incluindo reflexões sobre as implicações e responsabilidades éticas e sociais que resultem dos mesmos ou os condicionem; 
  • Comunicar as suas conclusões e os conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes, quer a especialistas, quer a não especialistas, de uma forma clara e sem ambiguidades; 
  • Pretende-se também capacitar os estudantes de competencias econhecimentos nas áreas de Ciências da Informação,Ciências da Saúde e Avaliação de Tecnologias e Sistemas de Informação

Competências Profissionais

Genéricas

• descrever a história e os valores da Informática na Saúde e suas relações com áreas disciplinares afins;

• analisar e modelar um problema, identificando, implementando e validando uma solução, através de processos interativos e iterativos;

• trabalhar em equipa, com parceiros de disciplinas diversificadas;

• comunicar, de forma persuasiva, para audiências de múltiplas disciplinas, quer escrita, quer oralmente.

 

Ciências da Informação

• relacionar e modelar SI com conceitos de cuidados de saúde;

• explicar e analisar a natureza de dados, informação e conhecimento;

• compreender e aplicar representações e modelos de dados;

• reconhecer e aplicar os métodos e processos usados nos diferentes contextos da informática na saúde.

 

Ciências da Saúde

• ter familiaridade com conceitos de saúde ao nível biológico, biomédico e saúde pública e questões comuns de investigação;

• compreender o uso efetivo de dados, informação e conhecimento biomédicos em áreas como a prestação de cuidados de saúde, na investigação clínica e em serviços de saúde;

• analisar e avaliar, de forma criteriosa, soluções baseadas em tecnologias e SI biomédica.

 

Avaliação de Tecnologias e Sistemas de Informação

• ter familiaridade com fundamentos das ciências sociais, organizacionais, cognitivas e da decisão;

• ter conhecimentos básicos em desenho de sistemas centrados em humanos, metodologia de investigação científica, questões éticas, legais e de segurança;

• compreender os desafios e as limitações das soluções tecnológicas;

• desenhar, implementar e validar aplicações de informática biomédica;

• compreender os principais métodos e resultados de estudos de avaliação de tecnologias de saúde, nomeadamente no impacto clínico, económico e social das tecnologias e sistemas de informação.


Saídas Profissionais

Os mestres em Informática Médica poderão desempenhar funções como gestores ou consultores de sistemas de informação em Saúde, gestores de projeto de Sistemas de Informação em Saúde ou investigadores na área da In­formática para a saúde, nomeadamente em sistemas de apoio à decisão, e-Health, processamento de sinal e ima­gem médica e em segurança informática, entre outras.

O mercado de trabalho destes profissionais incluirá, entre outros, empresas de aplicação informática para a Saúde, hospitais, clínicas, centros de saúde e outras unidades de saúde, regiões e sub-regiões de saúde, instituições de en­sino superior, centros de investigação e desenvolvimento, empresas de equipamento e instrumentação médica e ou­tras empresas ligadas à área da Saúde.



Informações


 PROPINAS


Comentários

 ESTUDANTES INTERNACIONAIS_TODA A INFORMAÇÃO AQUI!


Contactos

Informações

Departamento de Apoio à Investigação e à Pós-Graduação da FMUP
Tel.: 22 551 36 76
Fax.: 22 551 36 92
E.Mail - daipg@med.up.pt 

Toda a informação para candidatos à FMUP. Informação disponível aqui!

Dados Gerais

Código Oficial: 9525
Diretor: Alberto Freitas
Sigla: MIM
Grau Académico: Mestre
Tipo de curso/ciclo de estudos: Mestrado
Início: 2006/2007
Duração: 4 Semestres

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Mestrado em Informática Médica (120 Créditos ECTS)
  • Especialização em Informática Médica (60 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo