Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FMUP
Você está em: Início » Oferta Formação » Doutoramento » DPGM
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Candidaturas 2017/18

Programa Doutoral em Patologia e Genética Molecular

Comissão Científica:
Prof.ª Doutora Maria de Fátima Gärtner - ICBAS-UP
Prof.ª Doutora Deolinda Lima - FM-UP
Prof. Doutor Alexandre Lobo da Cunha - ICBAS-UP
Prof. Doutor Manuel Teixeira - ICBAS-UP
Prof.ª Doutora Filipa Carvalho - FM-UP
Prof. Doutor Fernando Schmitt - FM-UP


Objectivos: O Programa Doutoral em Patologia e Genética Molecular é a resposta à necessidade sentida de formação avançada na área da patologia molecular e resulta da evolução de cursos de mestrado anteriores, nomeadamente de Medicina Molecular, de Oncologia Molecular e de Oncologia.

O Programa destina-se a jovens licenciados e com cursos de mestrado integrado na área das ciências da saúde interessados em fazer investigação básica e de translação na área da biologia e em melhorar e adquirir novas competências de diagnóstico molecular aplicado a problemas de biopatologia e de ciências da vida.

O curso será organizado em módulos sequenciais e decorrerá paralelamente ao Curso de Medicina Molecular e Oncologia. No primeiro semestre haverá módulos comuns aos dois Cursos que, portanto, irão ser frequentados por Alunos de ambos.

O Programa é organizado pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em articulação com dois laboratórios associados, o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) e o Instituto de Biologia Molecular e Celular/Instituto de Engenharia Biomédica (IBMC/INEB), e em colaboração com outras instituições de ensino superior, instituições hospitalares (H. S. António, H. S. João e IPO-Porto) e outras instituições públicas ou privadas vocacionadas para a investigação e a pós-graduação em ciências da saúde.

Formação avançada, científica e profissional, na área da patologia molecular. Habilita os seus Alunos para liderar e integrar projectos e equipas de investigação científica. Proporciona também competências para o diagnóstico molecular tanto na área da oncologia, como na das doenças transmissíveis e demais áreas das ciências da saúde.

São admitidos à candidatura à matrícula no Programa os licenciados em Tecnologias da Saúde, Biologia, Bioquímica, Farmácia, Microbiologia, ou os detentores de cursos de mestrado integrado nas áreas das ciências da saúde de acordo com as regras do Processo de Bolonha.


Entre outros requisitos implementa-se como condição absoluta para entrega e defesa pública da Tese a integração na mesma de um mínimo de 1 artigo original (full length paper) em que o doutorando é o 1º autor, aceite ou já publicado em revista internacional da especialidade.

MUITO IMPORTANTE:

Os candidatos com graus académicos obtidos em Instituções de Ensino Superior Estrangeiro, deverão ter o seu grau reconhecido/registado em Portugal.(Decreto-Lei nº. 341/2007)

Para mais informações, deverá consultar a Direção Geral do Ensino Superior

Legalização dos documentos passados em países estrangeiros
Art.º 440.º do Código do Processo Civil (Lei n.º 41/2013)

"1 - Sem prejuízo do que se encontra estabelecido em regulamentos europeus e em outros instrumentos internacionais, os documentos autênticos passados em país estrangeiro, na conformidade da lei desse país, consideram-se legalizados desde que a assinatura do funcionário público esteja reconhecida por agente diplomático ou consular português no Estado respetivo e a assinatura deste agente esteja autenticada com o selo branco consular respetivo. 
2 - Se os documentos particulares lavrados fora de Portugal estiverem legalizados por funcionário público estrangeiro, a legalização carece de valor enquanto se não obtiverem os reconhecimentos exigidos no número anterior."

Para mais informações, deverá consultar o Instituto de Registos e Notariados

Só são elegíveis à bolsa da FCT candidatos de estados terceiros, se forem detentores de título de residência válido (há pelo menos dois anos em Portugal de forma ininterrupta em 31 de agosto do ano que pretende ingressar) ou beneficiários do estatuto de residencia de longa duração, à data da candidatura. 

 


Informações

Candidaturas: Ano letivo 2016/2017

N.º de vagas: 10  

N.º Minímo: 5


1.ª FASE - 10 vagas 
2.ª FASE
- vagas sobrantes da 1.ª fase - 10 vagas

São ainda disponibilizadas 5 vagas ao abrigo de Protocolos/Acordos (número máximo de admissões de eventuais candidatos ao abrigo dos Programas Erasmus Mundus (ou outros equivalentes).)

CALENDARIZAÇÃO

1.ª Fase

2.ª Fase

Apresentação das candidaturas

02/05 a 27/05 01 a 31/08
Afixação de resultados provisórios 13/06 07/09 
Audiência prévia 14/06 a 28/06 08/09 a 21/09
Afixação de resultados definitivos 29/06  22/09
Apresentação de reclamação dos candidatos 30/06 a 01/07 26/09 a 28/09
Publicação da decisão de reclamações 04/07 a 08/07 29/09 a 30/09
Realização de matrículas * 04/07 a 08/07 26/09 a 30/09

Eventual colocação de suplentes

11/07 a 12/07  03/10/ a 04/10
Publicação de vagas sobrantes para a fase seguinte  13/07  n.a.
Modo de notificação dos candidatos Edital eletrónico e mensagem de correio eletrónico

* no Gabinete de Pós-Graduação link: 
https://sigarra.up.pt/icbas/pt/noticias_geral.ver_noticia?p_nr=13746

Creditação de Formação e Experiência Profissional

 

 Apresentação do pedido (no ato da inscrição) 04/07 a 08/07
 Publicação de resultados  27/07
 Alteração da inscrição resultante do processo de creditação  29/07


- Início do Ano letivo: 19/09/2016
- Duração normal do ciclo de estudos: 4 anos (8 semestres), incluindo curso de doutoramento e elaboração da tese)

 O Ciclo de estudos compreende um Curso de Doutoramento, com Unidades Curriculares, que funcionará preferencialmente em período pós-laboral.

Critérios de desempate de candidatos: 

Caso a comissão do ciclo de estudos entenda necessário, poderá proceder-se à realização de entrevista presencial como critério de desempate em situações específicas. A entrevista será realizada nos 10 dias úteis após o encerramento do período de candidatura por dois elementos da CC do CE nomeadamente pelo Diretor do programa doutoral em Patologia e Genética Molecular. A data, hora e local da entrevista será publicada no site do ICBAS-UP: 


Comentários

Procedimento de Candidatura on-line: na pasta documentos (disponível no módulo "Opções" do lado direito do ecrã).

Processo de candidatura: 
Online, os documentos abaixo listados:

- Formulário de “Proposta de Tese - Thesis Proposal Form” preenchido e assinado (pelo candidato e seu orientador(es)). Formulário disponível na opção Documentos (menu lado direito).
- Fotocópia do bilhete de identidade ou do passaporte ou do cartão de cidadão - Facultativo   para o cartão do cidadão
- Cartão de contribuinte (fotocópia)
- Certidão de Licenciatura (original ou fotocópia autenticada)
- Certidão ou diploma de Mestrado (original ou fotocópia autenticada)
- CV do candidato
- Declaração do orientador e do coorientador (caso já tenha) em como aceita 
- Cartas de recomendação (máx. duas-facultativo) 

Nota: A candidatura só é considerada válida após a receção de todos os documentos solicitados.

Propina:

- Tempo integral: ¤ 2750,00 /ano 
- Tempo parcial: ¤ 1650,00 /ano (60% do valor do TI)

- Estudantes abrangidos pelo Estatuto de Estudante Internacional (Aprovado pelo Decreto-Lei 36/2014 de 10 de março)

- Tempo integral: ¤ 6000,00 /ano 
- Tempo parcial: ¤ 3600,00 /ano 


O Estudante Internacional, encontra todas as respostas de que precisa para estudar na Universidade do Porto,
no link: https://sigarra.up.pt/up/pt/web_base.gera_pagina?p_pagina=gateway-estudantes-internacionais


Estudantes internacionais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) 

- Tempo integral: ¤ 3000,00 /ano 
- Tempo parcial: ¤ 1800,00 /ano 

A liquidar de acordo com o Regulamento de Propinas da U.Porto, disponibilizado na opção Documentos (menu lado direito). 

- No caso de candidatos bolseiros, terão de apresentar declaração da entidade financiadora que ateste que se responsabiliza pelo pagamento da propina. Caso no acto da matrícula não disponha ainda da declaração da entidade financiadora, deverá fazer prova de que lhe foi atribuída uma bolsa, entregando a declaração da entidade mais tarde.

Taxa de matrícula e seguro escolar:

- Taxa de candidatura: ¤ 55,00 (não reembolsável) 
- Taxa de matrícula: ¤ 100,00
A pagar no ato da matrícula de acordo com a Tabela de Emolumentos da Universidade do Porto

- Seguro: ¤ 2,00 (valor sujeito a atualização, a pagar no ato da matrícula).

 


Contactos

Para qualquer esclarecimento relativo ao Plano provisório do projecto de doutoramento p.f. contacte, a Prof.ª Doutora Fátima Gärtner, por via e-mail: fatima.gartner@ipatimup.pt

 

Para qualquer esclarecimento relativo ao processo de candidatura p.f. contacte: 
Ana Paula de Lima Pereira 
Secretariado do Gabinete de Pós-Graduação/Doutoramentos 

Horário de Atendimento:
10h:00 - 12h:00
14h:00 - 15h:30

Dados Gerais

Código Oficial: 5217
Diretor: Fátima Gartner
Sigla: DPGM
Grau Académico: Doutor
Tipo de curso/ciclo de estudos: Doutoramento
Início: 2007/2008
Duração: 4 Anos

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Programa Doutoral em Patologia e Genética Molecular (210 Créditos ECTS)
  • Curso de Doutoramento em Patologia e Genética Molecular (30 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo