Saltar para:
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Você está em: Início » Oferta Formação » Mestrado Integrado » MIMED » Informação para Candidatos
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Mestrado Integrado em Medicina

Dados Gerais

Código Oficial: 9813
Sigla: MIMED
Descrição:

Síntese


REALIZAR MATRÍCULA /INSCRIÇÃO AQUI   

Ciclo de Estudos que confere o grau de Mestre em Medicina, depois de completar 360 ECTS ao longo de 12 semestres.

Dos 360 ECTS integrantes, 336 ECTS são obtidos pela frequência e aprovação a 63 Unidades Curriculares (UC) nucleares de Ciências Básicas, Pré-Clínicas e Clínicas. Os restantes 24 ECTS provêm da opção livre do estudante entre 130 outras UC, contribuindo para a construção do percurso educativo pelos próprios estudantes.

 

 



Diplomas

  • Mestrado em Medicina (360 Créditos ECTS)
  • Licenciatura em Ciências Básicas de Saúde (180 Créditos ECTS)

Concursos Nacionais

Média de acesso do último colocado nos últimos 5 anos

2015 2016 2017 2018 2019
186,7 184 183,3 181 182,7

Nº Clausus / Vagas

Regime Fase Nº Clausus / Vagas
Regime Geral 1 245
As candidaturas e os prazos são da responsabilidade da Direcção-Geral do Ensino Superior.

Unidades Curriculares

Bioestatistica, Informação e Decisão em Saúde I

MI112 - ECTS

As ciências da informação e da decisão em saúde são, tradicionalmente, suportadas pelas áreas científicas de Bioestatística e Informática Médica pelo que são objetivos da UC que o estudante:

    • Adquira noções e treino sobre probabilidade e distribuições, estatística descritiva, estatística inferencial e modelação de dados, tamanho amostral;
    • Conheça os conceitos e aplicações dos sistemas de informação (SI) em saúde, codificação e classificação, registos clínicos eletrónicos, sistemas de apoio à decisão, processamento de sinal biológico e de imagem médica, eSaúde e telemedicina;
    • Adquira aptidões sobre preparação de dados; construção de gráficos de probabilidade, pesquisa e gestão de referências bibliográficas e sobre modelação, implementação e consultas bases de dados;
    • Compreenda a organização de informação em saúde e como é aplicada análise estatística à investigação em saúde.

Estrutura Molecular da Célula

MI110 - ECTS

O início do curso de Medicina neste ano letivo de 2020-2021 está definitivamente marcado pela situação de pandemia em que nos encontramos.

Tendo tido a sua origem em Wuhan na China, a infeção pelo novo Coronavírus (Covid-19) marcou de forma brutal o ano de 2020. Embora a maioria das infeções sejam leves a moderadas, o seu impacto social está a ser bastante mais abrangente, nomeadamente pelo que representou o período de confinamento.

As consequências diretas para esta proposta de Unidade Curricular (UC), Estrutura Molecular da Célula” (EMC), que surge logo no inicio do plano curricular do Mestrado Integrado em Medicina, são superiores às que habitualmente se colocam. Sabemos que, pelo facto de os estudantes estarem a iniciar o seu percurso académico, com todo o entusiasmo inerente e desejável, as primeiras experiências podem ser determinantes na forma como vão encarar o curso e, mesmo, a opção vocacional que fizeram. Este ano acresce uma marcada redução dos períodos de contacto, determinando escassos momentos presenciais nas instalações da nossa Faculdade. Esta “privação” da “presença” vai empobrecer, de uma forma que não conseguimos antecipar as consequências, a aprendizagem e o crescimento dos nossos estudantes. Temos de procurar alternativas e ser inovadores, na capacidade de fazer passar as inúmeras mensagens, tangíveis e intangíveis, que no final ajudarão a preparar um novo médico! Cumpre-nos, nesta nossa UC, assegurar que a escolha dos temas e das formas de os apresentar, garantem a melhor aprendizagem e desempenho.

Desde logo há alguns aspetos que convém realçar, e que procuram ir nesse sentido:

  1. procuraremos sempre ter presente o carácter médico da formação, nomeadamente realçando a relevância clínica dos assuntos;
  2. pretendemos interligar o mais possível as áreas, seja incluindo temas que classicamente se atribuíam à Bioquímica e à Biologia Celular, seja envolvendo docentes provenientes de duas das unidades do Departamento de Biomedicina da FMUP (Bioquímica e Biologia Experimental);
  3. teremos também, uma distribuição diferente da carga horária ao longo do semestre pois os tempos letivos serão articulados com a UC de Genética Molecular. Esta assimetria de distribuição, que é intencional, justifica uma grande densidade de ocupação nas primeiras semanas, contrabalançada pela ausência de atividade pedagógica nas últimas semanas do semestre;
  4. valorizaremos a aprendizagem ao longo do semestre, mantendo o peso da avaliação continua e efetuando dois testes escritos de avaliação do conhecimento;

Genética Molecular

MI111 - ECTS

A UC “Genética Molecular” tem como objetivo principal transmitir ao estudante o conhecimento mais recente sobre a dinâmica do genoma humano, assim como, os mecanismos que permitem a transmissão da informação molecular do DNA  à proteína, e de que modo estes processos são controlados na célula.  Para dar cumprimento a este objetivo, os conteúdos programáticos abordam o conhecimento nuclear dos os mecanismos moleculares de funcionamento e manutenção da integridade do genoma, a metodologia usada para estudo e diagnóstico e as terapêuticas conhecidas para modificar a expressão genética. A UC integra também uma forte componente laboratorial que permite a prática sobre o modo de chegar ao conhecimento, e sessões integrativas de discussão de trabalhos científicos, contando para tal, com um corpo docente constituído por professores que investigam os mecanismos básicos do funcionamento celular, e também especialistas em genética humana.

 

Humanidades em Medicina

MI113 - ECTS

Desenvolver o papel instrumental das humanidades como recurso para a formação global dos estudantes de medicina. Aquisição de competências transversais/transformadoras/“transferíveis” nas áreas humanísticas, de auto-conhecimento, reflexão crítica e profissionalismo. 

Morfofisiologia do Aparelho Locomotor

MI109 - ECTS

No final desta unidade curricular o estudante deverá:

 - Conhecer os princípios gerais da Anatomia, Histologia e Fisiologia.

- Estar familiarizando  com a terminologia anatómica, histológica e fisiológica.

- Ter desenvolvido a sua capacidade de observação.

- Ter desenvolvido a técnica de descrição pelo recurso a terminologia adequada.

 - Conhecer a normal estrutura macroscópica e microscópica e modo de funcionamento do sistema locomotor;

- Ter adiquirido uma base de conhecimentos que possa ser utilizada nos vários campos da morfofisiologia e aplicada ulteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica. 

Bioquímica do Metabolismo

MI116 - ECTS

Pretende-se que os estudantes fiquem a conhecer com profundidade o metabolismo, no ser humano, de glícidos, lípidos, proteínas, aminoácidos e derivados de aminoácidos de interesse biológico, do grupo heme, de bases púricas e pirimídicas e de xenobióticos.

Pretende-se que os estudantes compreendam o metabolismo no seu conjunto, fazendo a sua integração (regulação do metabolismo oxidativo e equilíbrio energético, regulação hormonal do metabolismo, alterações metabólicas durante o ciclo alimentação/jejum, metabolismo em diferentes tecidos e órgãos, na grávida e recém-nascido, no exercício físico e em situações extremas).

Pretende-se que os estudantes adquiram conhecimento sobre alguns fatores que influenciam o metabolismo, nomeadamente: vitaminas, stresse oxidativo e mecanismos de defesa antioxidante, nutrição e ainda álcool e bebidas alcoólicas.

Pretende-se ainda que os estudantes adquiram conhecimento sobre algumas patologias relacionadas com o metabolismo ou associadas a alterações metabólicas: obesidade, diabetes, dislipidemias, doenças do metabolismo da frutose e galactose, doenças da oxidação em beta dos ácidos gordos, doenças do metabolismo do glicogénio, anemias megaloblásticas, doenças do metabolismo de aminoácidos, caquexia, icterícias e metabolismo no cancro.

Dinâmica Molecular da Célula

MI115 - ECTS

Dotar o estudante de Medicina com conhecimentos teóricos e práticos sobre intervenientes na estrutura e funcionamento de organelos e sobre mecanismos que promovem a interacção entre eles por meio de forças e movimentos. Em paralelo, dar-se-á destaque aos fluxos metabólicos e informativos entre organelos, necessários à manutenção e à economia celulares. Decorrente do conhecimento relativo ao funcionamento usual, será dada importância a condições que contribuem para a perda funcional e a instalação de doenças.

Introduzir ao laboratório como fonte de conhecimento biomédico, integrando sessões práticas de estudo de espécimes, de realização tipo hands on de actividades práticas ou projectos, bem como sessões de interpretação e discussão de artigos científicos. Para o efeito os estudantes serão tutorizados por um corpo docente e investigador, especializado nas áreas da Biologia Celular, Biologia Molecular e Bioquímica.

Introdução à Investigação em Saúde

MI117 - ECTS Um dos pressupostos do curso de Medicina é a integração da componente de investigação e do trabalho experimental, sendo por isto importante a inclusão, logo no primeiro ano do curso, de uma UC dedicada à apresentação do contexto de investigação em saúde desenvolvido na FMUP bem como aos formalismos da investigação, nas suas diferentes componentes, enquanto métodos genéricos e transversais de investigação em saúde, habitualmente utilizados em investigação clínica, laboratorial ou epidemiológica.

A metodologia de investigação em saúde, tanto a que envolve a participação de humanos como a laboratorial, reveste-se de procedimentos precisos que lhe conferem garantias de qualidade na descoberta e aplicação da evidência científica. Nesta UC pretende-se dotar os estudantes das bases necessárias para definir e planear tal investigação. Assim, surge como imprescindível a exploração dos conceitos de protocolo de investigação, permitindo uma abordagem faseada e planeada ao processo de investigação, e de interpretação e divulgação de resultados de investigação científica.

Acresce que nesta UC procurar-se-á ainda pôr em contacto os seus estudantes com a realidade da investigação biomédica, clínica e epidemiológica da Faculdade e da UP através da organização de seminários de investigação, visando dar a conhecer aos estudantes diversos exemplos de investigação em Saúde e principais grupos de investigação da UP.

Morfofisiologia do Sistema Nervoso

MI114 - ECTS

No final desta unidade curricular o estudante deverá:

- Conhecer os princípios gerais da Anatomia, Histologia e Fisiologia. Familiarizar os alunos com a terminologia anatómica, estimulando a capacidade de observação e dotando-os da técnica de descrição pelo recurso a terminologia adequada;

- Conhecer a normal estrutura macroscópica e microscópica e modo de funcionamento do sistema nervoso.

- Adquirir uma base de conhecimentos que possa ser utilizada nos vários campos da morfofisiologia e aplicada posteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica;

 

Saúde das Populações

MI118 - ECTS

A unidade curricular tem como objetivo permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre princípios e conceitos em saúde das populações e a sua aplicação na compreensão dos processos de saúde e doença.

Os conteúdos programáticos desta Unidade Curricular são de natureza abrangente, compatível com o objectivo de compreender globalmente os princípios básicos e os principais problemas relacionados com a saúde das populações, e ajudar a compreender a integração dos médicos numa equipa mais alargada de profissionais que age antes e depois da intervenção curativa.

A Unidade providencia ferramentas para um melhor pensamento crítico sobre a diversidade e complexidade dos fatores que influenciam a saúde dos indivíduos e das populações. Utiliza uma abordagem baseada na evidência para analisar os determinantes de saúde e da doença e as melhores opções de intervenção para promover e preservar a saúde.

Anatomia regional - abordagem através de dissecção

OPT157 - ECTS

Alguns dos aspectos únicos da dissecção cadavérica incluem a natureza realista deste meio de ensino, que permite que os estudantes obtenham uma imagem tridimensional clara da organização do corpo humano, comprovem a existência de variações da normalidade, analisem a textura dos tecidos humanos e, por vezes, observem e compreendam condições patológicas.

Para além de ser indiscutivelmente um importante método de aprendizagem da anatomia, reforça as atitudes de respeito e compaixão entre os estudantes de Medicina.

Permite ainda aprender técnicas de dissecção e adquirir destreza manual, fundamentais para todos os futuros médicos.

Possibilita ainda que os estudantes desenvolvam pensamento crítico, e capacidade de resolução de problemas e de aplicação prática dos conhecimentos.

Cérebro e Comportamento

OPT05 - ECTS

O principal objectivo do curso consiste em ensinar de que modo funções específicas de natureza motora, límbica e cognitiva emergem no cérebro. Este objectivo será conseguido através da aquisição e integração de conhecimentos derivados de diversas disciplinas, tais como a neuroanatomia, a neurofisiologia, a neuroquímica e as neurociências comportamentais. Os estudantes familiarizar-se-ão com as modernas técnicas experimentais utilizadas para a investigação das bases neuronais do comportamento. Por fim, familiarizar-se-ão com os interesses e as motivações que inspiraram a investigação da inter-relação circuitos neuronais e comportamentos complexos.

Citogenética e Ciclo Celular

MI222 - ECTS

Adquirir conhecimentos fundamentais sobre: (A) regulação do ciclo celular, divisão celular e processos moleculares subjacentes à diferenciação, desdiferenciação e envelhecimento celulares; (B) técnicas de diagnóstico em citogenética e conceitos básicos sobre estrutura e função dos cromossomas; (C) etiopatogenia da patologia cromossómica, preparando os estudantes para a aquisição de conhecimentos relacionados com a transmissão genética de patologias cromossómicas e avaliação de risco genético. Adicionalmente pretende-se que os estudantes sejam capazes de avaliar criticamente a documentação científica e apliquem os princípios subjacentes ao método de investigação científica em Biologia e Genética.

Comunicação & Marketing Estratégico em Saúde

OPT07 - ECTS

Comunicar Ciência

OPT08 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é contribuir para a preparação de médicos e cientistas que se empenhem na excelência da comunicação da ciência em contextos científicos e ao público em geral.

No final da unidade o aluno deverá ser capaz de:

-selecionar e utilizar eficazmente as fontes de informação científicas para o seu estudo e investigação

-preparar e apresentar um poster científico

-conhecer a estrutura e os principais passos para a elaboração de um artigo científico

-apresentar, oralmente e por escrito, material de estudo/investigação a uma audiência científica e ao público em geral

-analisar criticamente as estratégias aplicadas à comunicação de ciência em diversos contextos sociais e profissionais

-planear uma entrevista com jornalistas, reconhecendo comportamentos a usar e a evitar

-escrever um press release

-elaborar um curriculum vitae e uma carta de motivação

Contacto Precoce com os Utentes/Doentes e suas Famílias I

OPT10 - ECTS

Ao frequentar esta disciplina, pretende-se que o estudante atinja os seguintes objetivos:

  • Aprender o método de colheita de uma história clínica, incluindo os componentes psicossocial e familiar;

  • Utilizar métodos de avaliação familiar ao nível dos Cuidados de Saúde Primários;

  • Desenvolver competências de entrevista clínica;

  • Avaliar o impacto dos fatores psicossociais na pessoa com doença crónica, incapacidade ou evento de saúde relevante;

  • Relacionar a forma como esses fatores afetam a família do doente / utente e outras pessoas que com ele convivam.

Direito e registos clínicos

OPT164 - ECTS
  1. Aquisição de conhecimentos elementares no domínio específico dos registos clínicos e dos direitos e deveres inerentes aos mesmos;
  2. Compreensão desses mesmos conhecimentos;
  3. Aplicação dos conhecimentos adquiridos;
  4. Análise desses conhecimentos;
  5. Síntese dos conhecimentos adquiridos, com relevo para as questões do acesso, da reutilização, da segurança dos registos clínicos e da protecção de dados das pessoas singulares, bem como do impacto dessas noções básicas e elementares, nas suas práticas, ainda enquanto estudantes de medicina, no futuro já como médicos e nos direitos de todos, doentes incluídos;
  6. Avaliação, da aquisição dos conhecimentos, da sua compreensão e aplicação, análise e síntese dos mesmos.

Estatística Médica

OPT13 - ECTS Esta unidade curricular pretende abordar os fundamentos teóricos e práticos da aplicação de métodos de análise estatística avançados e adaptados a objetivos de investigação clínica, de avaliação de tecnologias e de investigação em serviços de saúde. O estudante deverá desenvolver as aptidões necessárias à correta aplicação (utilizando software estatístico) e interpretação dos resultados de métodos de regressão multipla e análise de concordância de medidas

Física Médica

OPT185 - ECTS

Utilizar os conceitos e princípios Físicos para melhor compreender aspectos fundamentais da Fisiologia Humana, nomeadamente, da Fisiologia dos sentidos – Audição e Visão – e de sistemas fundamentais – Cardiovascular e Respiratório.

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos necessários à compreensão objectiva e quantitativa dos fenómenos fisiológicos referidos, usando a Física como ferramenta e não encontrar exemplos biológicos para ensinar Física.

Estabelecer a fundamentação das diversas tecnologias de diagnóstico relacionadas com os fenómenos fisiológicos em causa.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

História do Instrumento Médico

OPT16 - ECTS

Conhecer a História da Medicina de forma a adquirir um saber estruturado capaz de despertar um interesse contínuo por esta temática e de ser um suporte em quaisquer investigações interdisciplinares; Sensibilizar para a Museologia na Medicina; Saber a história do instrumento médico; Divulgar o património da FMUP na perspetiva de sensibilizar e capacitar pelo saber a sua salvaguarda e a sua aplicação pedagógica e científica; Adquirir motivação para captar e sentir os valores da cultura através da autoformação; Estimular a reflexão sobre a Medicina.

Introdução à Epidemiologia

MI224 - ECTS

O objetivo desta unidade curricular é permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre conceitos e métodos específicos da área da Epidemiologia, e a sua aplicação na análise crítica e planeamento de estudos epidemiológicos.

No fim da unidade curricular os estudantes deverão estar familiarizados com a linguagem própria da área científica, sendo capazes de reconhecer, descrever e relacionar diferentes medidas de frequência, associação e impacto, os conceitos de erro aleatório, viés, confundimento e interação, assim como os principais desenhos de estudo utilizados em epidemiologia. Os estudantes deverão ser capazes de realizar, de forma autónoma: tarefas epidemiológicas simples como tabular dados e calcular medidas de frequência, associação e impacto; a análise crítica de artigos científicos; tarefas essenciais para o planeamento de uma investigação epidemiológica, incluindo a revisão da literatura e o desenho do estudo.

Investigação Biomédica: modelos experimentais

OPT150 - ECTS

A unidade curricular optativa Investigação Biomédica: Modelos Experimentais tem como objetivo fundamental fomentar a capacidade científica dos futuros médicos, dotando-os de conhecimento sobre os modelos experimentais que podem ser utilizados em diferentes contextos de investigação biomédica.

Investigação Laboratorial - Avaliação Funcional in vitro

OPT44 - ECTS O aluno deverá adquirir conhecimentos e aptidões básicas para a participação em projetos científicos que necessitem do recurso a técnicas laboratoriais de avaliação funcional cardíaca, vascular e muscular lisa e esquelética in vitro.

Investigação Laboratorial: Avaliação Molecular Cardiovascular

OPT19 - ECTS O estudante deverá adquirir conhecimentos e aptidões básicas para a participação em projetos científicos em ciências cardiovasculares que necessitem do recurso a técnicas laboratoriais de biologia molecular (BM) e avaliação histológica e morfológica.

Medicina Preventiva

MI225 - ECTS

Os objetivos da Unidade Curricular de Medicina Preventiva são:

  • Apreender e desenvolver um conceito moderno de saúde e dos seus condicionantes de natureza biológica, psicológica, social e ecológica;
  • Descrever a organização da saúde e das profissões médica e paramédicas em Portugal e reconhecer a sua ação na promoção da saúde;
  • Analisar os principais problemas de saúde em Portugal no contexto da promoção da saúde;
  • Enumerar as atitudes de proteção da saúde e de prevenção da doença e das suas complicações; 
  • Identificar o benefício e o potencial dano de uma abordagem preventiva;
  • Interpretar e aplicar a evidência científica no âmbito da Medicina Preventiva;
  • Adquirir aptidões de comunicação no âmbito da Medicina Preventiva;
  • Aplicar o modelo de decisão médica partilhada no âmbito da Medicina Preventiva;
  • Interpretar dos fatores de risco e dos fatores causais no desenvolvimento da doença.
  • Desenvolver e aplicar Programas de Educação para a Saúde.

 

Modelos Gráficos de Probabilidade

OPT24 - ECTS

Esta unidade curricular pretende dotar os estudantes dos conhecimentos e competências que lhes permitam utilizar métodos modernos de resolução probabilística de problemas biomédicos, sendo mais especificamente focadas a teoria e a prática de construção de Redes Bayesianas para exploração de associações entre fatores relevantes e outcomes, e a sua aplicação no apoio à decisão clínica.

 

Morfofisiologia do Sistema Cardiovascular e do Sangue

MI221 - ECTS
No final desta unidade curricular o estudante deverá:
- Conhecer os princípios gerais da Anatomia, Histologia e Fisiologia. Familiarizar os alunos com a terminologia anatómica, estimulando a capacidade de observação e dotando-os da técnica de descrição pelo recurso a terminologia adequada;
- Conhecer a normal estrutura macroscópica e microscópica e modo de funcionamento do sistema cardiovascular e sangue.
- Adquirir uma base de conhecimentos que possa ser utilizada nos vários campos da morfofisiologia e aplicada posteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica.


Morfofisiologia dos Sistemas Reprodutor e Endócrino

MI220 - ECTS

No final desta unidade curricular o estudante deverá:

- Descrever os princípios gerais da Anatomia, Histologia e Fisiologia dos Sistemas Reprodutor e Endócrino. Familiarizar os alunos com a terminologia anatómica, estimulando a capacidade de observação e dotando-os da técnica de descrição pelo recurso a terminologia adequada;

- Descrever as estruturas macroscópica e microscópica normais e modo de funcionamento do sistema reprodutor e do sistema endócrino;

- Adquirir uma base de conhecimentos que possa ser utilizada nos vários campos da morfofisiologia e aplicada posteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica;

Outras competências a adquirir no decorrer do semestre:

- Capacidade de resolução de problemas;

- Autoaprendizagem;

- Pensamento crítico;

- Capacidade de avaliação prática do funcionamento dos vários aparelhos e sistemas;

- Identificação de problemas morfofisiológicos em casos clínicos selecionados.

Para o efeito adotar-se-á uma abordagem integrada morfofuncional com o envolvimento de Anatomistas, Histologistas e Fisiologistas.

Nutrição e Prevenção das Doenças Crónicas

OPT26 - ECTS A unidade curricular tem como objetivo permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre o papel da alimentação na prevenção das doenças crónicas.
É objetivo da UC providenciar ferramentas para um melhor pensamento crítico sobre a diversidade e complexidade dos fatores alimentares, bem como outros comportamentos relacionados com o estilo de vida, que influenciam a saúde dos indivíduos e das populações. Utiliza uma abordagem baseada na evidência para analisar os determinantes alimentares e nutricionais de saúde e da doença e as melhores opções de intervenção para promover e preservar a saúde.

Psicologia Médica I

MI223 - ECTS
  1. Perspetivar a pessoa na sua complexidade como um todo (nos seus padrões de funcionamento individuais, sociais e culturais) e na sua especificidade em cada fase desenvolvimental (infância, adolescência, estado adulto).
  2. Aplicar competências de observação, identificação e interpretação de expressões humanas (comportamentos, reações emocionais ou manifestações não-verbais) em jogo no contexto da dinâmica de consulta médica.
  3. Agir adequadamente perante essas expressões e dinâmicas inerentes à relação/comunicação médico-doente.
  4. Adotar uma atitude clínica relacional que contribua para uma correta prática médica (postura atenta, disponível e compreensiva, conducente à criação de empatia e de respeito).
  5. Aplicar competências crítico-analíticas face às matérias.

6. Desenvolver uma postura profissional no contexto da aula, da consulta e perante os colegas.

Stress e síndrome metabólica

OPT30 - ECTS

Esta unidade curricular tem como objetivo principal alertar os estudantes de medicina para a importância do stresse e dos seus efeitos na saúde. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

1. Reconhecer os efeitos do stresse na vida moderna e na saúde

2. Identificar os mediadores major envolvidos na resposta ao stresse

3. Compreender as respostas fisiológicas a diferentes tipos de stressores

4. Demonstrar uma compreensão efetiva dos conceitos nucleares na área do stresse

5. Rever as bases bioquímicas das principais vias metabólicas

6. Reconhecer as principais alterações características da síndrome metabólica

7. Identificar patologias relacionadas com o stresse

8. Rever as bases bioquímicas das principais vias metabólicas em situações de stresse

9. Reconhecer os principais modelos experimentais, humanos e animais, e biomarcadores, no estudo do stresse

10. Reconhecer várias estratégias para lidar com o stresse

Tecnologias em Medicina: noções básicas de sinal e imagem

OPT179 - ECTS Os objetivos de aprendizagem da unidade curricular “Tecnologias em medicina: noções básicas de sinal e imagem” consistem na aquisição de conhecimentos relacionados com processamento e análise de sinal e imagem, com o intuito de proporcionar e estimular a aptidão dos alunos numa utilização mais conscienciosa das diversas tecnologias existentes em Medicina.

Tomada de Decisão em Medicina

OPT180 - ECTS

1 – Reconhecer as características fundamentais envolvidas na tomada de decisão

2 – Reconhecer as limitações naturais, nomeadamente ao nível da tomada de decisões, que as pessoas em geral têm ao nível da decisão profissional

3 – Reconhecer a importância de tomar decisões que visem o melhor interesse do doente, distinguindo-as das decisões que o próprio profissional tomaria se estivesse no lugar do doente

4 – Reconhecer a importância de tomar decisões profissionais baseadas em evidência científica

5 – Compreender as diferenças específicas nas tomadas de decisão em diferentes contextos clínicos

6 – Reconhecer as dimensões centrais do exercício da medicina

7 – Compreender os limites ao exercício da autonomia individual nas decisões assumidas pelos doentes

8 – Tornar-se um profissional mais autónomo no exercício da profissão

Transporte transmembranar e fisiopatologia humana

OPT181 - ECTS Conhecimento sobre os mecanismos envolvidos no transporte de diferentes solutos através de membranas biológicas. Conhecimento específico sobre alguns mecanismos de transporte, relevantes no contexto da medicina: envolvimento de alterações em sistemas de transporte na fisiopatologia de determinadas doenças, o efeito de determinadas patologias no transporte transmembranar, as alterações no transporte no cancro, a influência de mecanismos de transporte na resposta terapêutica. Desenvolvimento de competência a escrever um artigo de revisão e a apresentar um artigo científico.

Alterações Mitocondriais e Doença

OPT01 - ECTS 1. Consolidar a aprendizagem da fisiologia mitocondrial normal.
2. Aprender os principais mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial
3. Aprender a utilizar o conhecimento dos mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial no diagnóstico de situações clínicas concretas, nomeadamente em doenças degenerativas e neoplásicas.
4. Aprender a utilizar o conhecimento dos mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial para a compreensão do envelhecimento e sua relação com doenças neurodegenerativas.
5. Aprender a utilizar o diagnóstico molecular de patologias mitocondriais no desenvolvimento de novas terapêuticas.

Análise de dados de sistemas de informação em saúde

OPT156 - ECTS

Desenvolver noções teóricas sobre a reutilização de dados de saúde provenientes de sistemas de informação de saúde (e.g. base de dados administrativas, registos clínicos, EHR) bem como adquirir as aptidões práticas necessárias à sua aplicação em investigação em serviços de saúde.

Biogerontologia

OPT04 - ECTS

Introduzir à Biogerontologia e ao seu lugar na Biomedicina actual.

Evidenciar os fundamentos biológicos da perda funcional (envelhecimento) com maior ênfase na espécie humana, incluindo as modificações moleculares, celulares e o papel dos genes.

Mostrar os limites actuais do conhecimento no domínio e explorar extensões da biogerontologia para outros ramos do saber e para a sociedade em geral.

Desenvolver o gosto pelo assunto e inspirar a elaboração de trabalhos de investigação na área.

Bioinformática molecular: das moléculas à clínica

OPT159 - ECTS

Nesta unidade curricular pretende-se que os estudantes:

- Compreendam a finalidade das técnicas de biologia molecular usadas no diagnóstico molecular;

- Adquiram conhecimentos teóricos sobre ferramentas bioinformáticas de uso corrente e como aplicá-las na análise e interpretação de dados no diagnóstico molecular;

- Aprendam “hands-on”, utilizando um computador, várias ferramentas de software disponíveis de forma livre para a análise molecular de sequências e consulta de informação clínica e dados experimentais em bases de dados;

- Desenvolvam pensamento crítico na interpretação dos resultados do diagnóstico molecular, no aconselhamento genético e na escolha terapêutica.

Contacto em Cuidados de Saúde Primários

OPT09 - ECTS

Os objetivos desta unidade curricular são:

Conhecer a organização dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) em Portugal
Conhecer o perfil dos profissionais a exercer em Cuidados de Saúde Primários (médicos de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública, enfermeiro, secretário clínico)
Conhecer a atividade do setor social ligado à saúde
Conhecer o funcionamento de uma Unidade de Saúde Familiar

Contacto Precoce com os Utentes/Doentes e suas Famílias II

OPT11 - ECTS

Ao frequentar esta disciplina, pretende-se que o estudante atinja os seguintes objetivos:

  • Aprender a desenvolver uma abordagem centrada na pessoa, orientada para o indivíduo, a família e a comunidade, lidando com os problemas de saúde em todas as suas dimensões física, psicológica, social, cultural e existencial;

  • Desenvolver competências de continuidade de cuidados ao longo do tempo, através de uma comunicação médico-doente efetiva;

  • Promover a gestão simultânea de problemas, tanto agudos como crónicos, dos pacientes;

  • Utilizar métodos de avaliação familiar ao nível dos Cuidados de Saúde Primários.

Doenças Associadas à Instabilidade Genómica

OPT12 - ECTS

Após a frequência e aprovação na UC, o estudante deve ter adquirido conhecimentos que o capacitam a:

- Identificar as interações moleculares entre DNA e proteínas necessárias à replicação, reparação, recombinação e dinâmica do genoma

- Enumerar e identificar marcadores de instabilidade genómica (ex. alterações do DNA microsatélite)

-Identificar as técnicas de estudo molecular e os modelos de células ou animais com interesse em diagnóstico ou terapêutica de doenças associadas à instabilidade do genoma

- Identificar as modificações epigenéticas e os marcadores nucleares de instabilidade genómica vulgarmente usados em diagnóstico de doenças associadas à instabilidade genómica

- Relacionar o descontrolo do ciclo celular com situações patológicas

- Caracterizar algumas doenças associadas a alterações moleculares dos processos de manutenção da integridade do genoma

- Apresentar trabalhos científicos que relacionem estudos moleculares com doenças associadas à instabilidade genómica

Física Médica

OPT185 - ECTS

Utilizar os conceitos e princípios Físicos para melhor compreender aspectos fundamentais da Fisiologia Humana, nomeadamente, da Fisiologia dos sentidos – Audição e Visão – e de sistemas fundamentais – Cardiovascular e Respiratório.

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos necessários à compreensão objectiva e quantitativa dos fenómenos fisiológicos referidos, usando a Física como ferramenta e não encontrar exemplos biológicos para ensinar Física.

Estabelecer a fundamentação das diversas tecnologias de diagnóstico relacionadas com os fenómenos fisiológicos em causa.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

História do Instrumento Médico

OPT16 - ECTS

Conhecer a História da Medicina de forma a adquirir um saber estruturado capaz de despertar um interesse contínuo por esta temática e de ser um suporte em quaisquer investigações interdisciplinares; Sensibilizar para a Museologia na Medicina; Saber a história do instrumento médico; Divulgar o património da FMUP na perspetiva de sensibilizar e capacitar pelo saber a sua salvaguarda e a sua aplicação pedagógica e científica; Adquirir motivação para captar e sentir os valores da cultura através da autoformação; Estimular a reflexão sobre a Medicina.

Imunologia Básica

MI231 - ECTS Aprendizagem dos conhecimentos dos mecanismos básicos da resposta imunológica, como resposta biológica à agressão exógena ou endógena, e as suas interações em patologia humana.

Infeção e Cancro

OPT17 - ECTS - Relacionar as características estruturais, biológicas e epidemiológicas dos agentes infecciosos associados a cancro com a história natural das respectivas infecções;
- Distinguir os métodos de detecção e caracterização das infecções associadas a cancros;
- Comparar os diferentes tipos de agentes infecciosos causadores de cancro relativamente aos mecanismos de carcinogénese;
- Descrever as principais características epidemiológicas e clínico-patológicas dos cancros associados a infecções;
- Integrar dados epidemiológicos, experimentais e clínicos que evidenciam relações de causalidade entre os agentes infecciosos e as respectivas neoplasias malignas;
- Explicar o papel da microbiota na patogénese do cancro;
- Discutir o potencial dos cancros associados a agentes infecciosos como alvos de prevenção, rastreio e detecção precoce.

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Introdução à Investigação em Patologia Molecular Aplicada em Oncologia

OPT18 - ECTS

 

- Indicar as características celulares das células neoplásicas

- Descrever as características celulares das células neoplásicas

- Identificar metodologias apropriadas para o estudo de várias características celulares

- Explicar os pressupostos teóricos das metodologias

- Experimentar técnicas para a avaliação das características das células neoplásicas

- Distinguir as várias metodologias quanto às suas limitações

- Conhecer os vários modelos experimentais celulares e animais e saber as suas limitações

- Identificar as limitações dos vários modelos experimentais celulares e animais  

- Planear abordagens experimentais para estudo de uma característica celular

- Interpretar resultados obtidos nas várias abordagens experimentais

Mecanismos Moleculares de Resposta e Resistência Terapêutica em Cancro.

OPT20 - ECTS

1 - Consolidar a aprendizagem dos princípios básicos do cancro e identificar as principais vias de sinalização oncogénicas da célula.

2 - Identificar os principais alvos moleculares terapêuticos em cancro e descrever a sua importância no desenho terapêutico oncológico.

3 - Identificar as diferentes formas de resistência terapêutica em cancro.

4 - Interpretar a interligação das principais vias moleculares oncogénicas da célula como forma de resposta e resistência terapêutica.

5 - Explicar a importância dos biomarcadores moleculares na prática clinica oncológica, nomeadamente na estratificação dos doentes e na decisão terapêutica.

6 - Discutir a importância da investigação de translação na identificação de novos alvos terapêuticos.

Microbiologia Médica I

MI229 - ECTS

Os principais objectivos pedagógicos consistem em ensinar Microbiologia Médica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a génese e interiorização de conceitos e atitudes inovadoras, com as quais possam analisar, pesquisar e solucionar problemas.

Morfofisiologia do Aparelho Digestivo

MI227 - ECTS

O objetivo principal desta Unidade Curricular é a descrição da Anatomia, Histologia, Embriologia e Fisiologia do Aparelho Digestivo.

Morfofisiologia dos Sistemas Respiratório e Urinário

MI226 - ECTS
No final desta unidade curricular o estudante deverá:
- Conhecer os princípios gerais da Anatomia, Histologia e Fisiologia. Familiarizar os alunos com a terminologia anatómica, estimulando a capacidade de observação e dotando-os da técnica de descrição pelo recurso a terminologia adequada;
- Conhecer a normal estrutura macroscópica e microscópica e modo de funcionamento dos sistemas respiratório e urinário.  
- Adquirir uma base de conhecimentos que possa ser utilizada nos vários campos da morfofisiologia e aplicada posteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica;
 

Morfofisiologia Integrativa

MI228 - ECTS
  • Integração anatómica e funcional dos diferentes órgãos e sistemas do corpo humano
  • Aquisição de uma base de conhecimentos que possa ser aplicada ulteriormente noutras unidades curriculares do curso e na futura vivência clínica

Proteínas como biomarcadores do cancro: bases moleculares e aplicações diagnósticas e terapêuticas

OPT28 - ECTS
  • Definir os biomarcadores proteicos aplicados em oncologia.
  • Descrever a biossíntese de proteínas, da sua estrutura e funções.
  • Identificar os principais mecanismos moleculares responsáveis pelas alterações das proteínas detectadas no cancro. Os modelos dos carcinomas gástrico e colo-rectal.
  • Integrar as bases das novas metodologias para investigação das proteínas e sua aplicação na clínica oncológica.
  • Interpretar as bases de alguns tratamentos direcionados usados em oncologia.

Psicologia Médica II

MI230 - ECTS

Pretende-se contribuir a maturidade emocional do instruendo, passível de se traduzir em atitude terapêutica.

O que passa por aquisição de conhecimentos no âmbito da propedêutica — perícias da entrevista clínica onde se contempla, por um lado, a vertente terapêutica da relação médico-doente; e por outro o comportamento na doença e comportamentos levando à doença, stress e perturbações somatoformes —, e da semiótica.

Conhecimentos a serem complementados pelo treino de competências a adquirir, no sentido de reconhecer o que da pessoa resulta no sintoma e o que do sintoma resulta na pessoa; bem assim como para identificar estilos de vida tóxicos. E por outro lado, incidindo sobre a relação médico-doente, pelo desenvolvimento da capacidade de conduzir uma relação transferencial em sentido terapêutico — aqui incluída a capacidade empática, a autenticidade, e o “saber ouvir” e alcançar um diagnóstico global relativo à pessoa na sua circunstância

Reprogramação de células estaminais e carcinogénese

OPT29 - ECTS

Terapias Moleculares

OPT31 - ECTS

Conhecimento das bases científicas e das possíveis aplicações clínicas das técnicas de terapia molecular.

Desenvolvimento de aptidões e competências para definir as aplicações clínicas das terapias moleculares e construir um entendimento crítico das suas possíveis limitações científicas e éticas.

Introdução à conceção de projeto científico.

Capacidade de apresentação oral.

Fomentar a capacidade de trabalho em grupo.

Capacidade de redação segundo normas científicas básicas.

Anatomia regional - abordagem através de dissecção

OPT157 - ECTS

Alguns dos aspectos únicos da dissecção cadavérica incluem a natureza realista deste meio de ensino, que permite que os estudantes obtenham uma imagem tridimensional clara da organização do corpo humano, comprovem a existência de variações da normalidade, analisem a textura dos tecidos humanos e, por vezes, observem e compreendam condições patológicas.

Para além de ser indiscutivelmente um importante método de aprendizagem da anatomia, reforça as atitudes de respeito e compaixão entre os estudantes de Medicina.

Permite ainda aprender técnicas de dissecção e adquirir destreza manual, fundamentais para todos os futuros médicos.

Possibilita ainda que os estudantes desenvolvam pensamento crítico, e capacidade de resolução de problemas e de aplicação prática dos conhecimentos.

Biopatologia I

MI320 - ECTS

O objectivo fundamental do ensino da Biopatologia I é o de conseguir que os estudantes aprendam uma linguagem clínico-patológica. A aprendizagem desta linguagem subentende não só a memorização de palavras e dos conceitos que elas exprimem, como a capacidade de utilizar estes conhecimentos na interpretação de dados e na resolução de problemas. Um segundo objectivo do ensino da Biopatologia I é o de conseguir que os estudantes aperfeiçoem as suas capacidades de observação e descrição a diferentes níveis (macroscópico, microscópico, histoquímico, etc.) tornando-se capazes de raciocinar em termos biopatológicos a partir dos dados que essa observação proporciona.

Cérebro e Comportamento

OPT05 - ECTS

O principal objectivo do curso consiste em ensinar de que modo funções específicas de natureza motora, límbica e cognitiva emergem no cérebro. Este objectivo será conseguido através da aquisição e integração de conhecimentos derivados de diversas disciplinas, tais como a neuroanatomia, a neurofisiologia, a neuroquímica e as neurociências comportamentais. Os estudantes familiarizar-se-ão com as modernas técnicas experimentais utilizadas para a investigação das bases neuronais do comportamento. Por fim, familiarizar-se-ão com os interesses e as motivações que inspiraram a investigação da inter-relação circuitos neuronais e comportamentos complexos.

Comunicação & Marketing Estratégico em Saúde

OPT07 - ECTS

Comunicar Ciência

OPT08 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é contribuir para a preparação de médicos e cientistas que se empenhem na excelência da comunicação da ciência em contextos científicos e ao público em geral.

No final da unidade o aluno deverá ser capaz de:

-selecionar e utilizar eficazmente as fontes de informação científicas para o seu estudo e investigação

-preparar e apresentar um poster científico

-conhecer a estrutura e os principais passos para a elaboração de um artigo científico

-apresentar, oralmente e por escrito, material de estudo/investigação a uma audiência científica e ao público em geral

-analisar criticamente as estratégias aplicadas à comunicação de ciência em diversos contextos sociais e profissionais

-planear uma entrevista com jornalistas, reconhecendo comportamentos a usar e a evitar

-escrever um press release

-elaborar um curriculum vitae e uma carta de motivação

Contacto Precoce com os Utentes/Doentes e suas Famílias I

OPT10 - ECTS

Ao frequentar esta disciplina, pretende-se que o estudante atinja os seguintes objetivos:

  • Aprender o método de colheita de uma história clínica, incluindo os componentes psicossocial e familiar;

  • Utilizar métodos de avaliação familiar ao nível dos Cuidados de Saúde Primários;

  • Desenvolver competências de entrevista clínica;

  • Avaliar o impacto dos fatores psicossociais na pessoa com doença crónica, incapacidade ou evento de saúde relevante;

  • Relacionar a forma como esses fatores afetam a família do doente / utente e outras pessoas que com ele convivam.

Direito e registos clínicos

OPT164 - ECTS
  1. Aquisição de conhecimentos elementares no domínio específico dos registos clínicos e dos direitos e deveres inerentes aos mesmos;
  2. Compreensão desses mesmos conhecimentos;
  3. Aplicação dos conhecimentos adquiridos;
  4. Análise desses conhecimentos;
  5. Síntese dos conhecimentos adquiridos, com relevo para as questões do acesso, da reutilização, da segurança dos registos clínicos e da protecção de dados das pessoas singulares, bem como do impacto dessas noções básicas e elementares, nas suas práticas, ainda enquanto estudantes de medicina, no futuro já como médicos e nos direitos de todos, doentes incluídos;
  6. Avaliação, da aquisição dos conhecimentos, da sua compreensão e aplicação, análise e síntese dos mesmos.

Estatística Médica

OPT13 - ECTS Esta unidade curricular pretende abordar os fundamentos teóricos e práticos da aplicação de métodos de análise estatística avançados e adaptados a objetivos de investigação clínica, de avaliação de tecnologias e de investigação em serviços de saúde. O estudante deverá desenvolver as aptidões necessárias à correta aplicação (utilizando software estatístico) e interpretação dos resultados de métodos de regressão multipla e análise de concordância de medidas

Farmacologia I

MI321 - ECTS

Espera-se que no final os estudantes tenham aprendido as intervenções moleculares dos medicamentos e dos tóxicos e tenham aprendido a valorizar a importância médica de novos conhecimentos sobre medicamentos e tóxicos. Em mais detalhe, espera-se que conheceçam as formas de atuação dos medicamentos e tóxicos, as ações com importância médica dos medicamentos que pertencem a grupos com ações sobre múltiplos órgãos (medicamentos que interferam nas ações do sistema nervoso vegetativo, do sistema endócrino e da perceção da dor, mediamentos antibacterianos e antídotos). Espera-se que compreendam a importância e limitações destes medicamentos, e que sejam capazes de avaliar os novos medicamentos.

Física Médica

OPT185 - ECTS

Utilizar os conceitos e princípios Físicos para melhor compreender aspectos fundamentais da Fisiologia Humana, nomeadamente, da Fisiologia dos sentidos – Audição e Visão – e de sistemas fundamentais – Cardiovascular e Respiratório.

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos necessários à compreensão objectiva e quantitativa dos fenómenos fisiológicos referidos, usando a Física como ferramenta e não encontrar exemplos biológicos para ensinar Física.

Estabelecer a fundamentação das diversas tecnologias de diagnóstico relacionadas com os fenómenos fisiológicos em causa.

Fisiopatologia Médica

OPT39 - ECTS

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

  1. Conhecer e compreender os mecanismos e manifestações da doença.
  2. Conhecer a fisiopatologia da disfunção e falência dos vários aparelhos e sistemas.
  3. Identificar as alterações fisiopatológicas e suas manifestações clínicas em exemplos concretos.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

História do Instrumento Médico

OPT16 - ECTS

Conhecer a História da Medicina de forma a adquirir um saber estruturado capaz de despertar um interesse contínuo por esta temática e de ser um suporte em quaisquer investigações interdisciplinares; Sensibilizar para a Museologia na Medicina; Saber a história do instrumento médico; Divulgar o património da FMUP na perspetiva de sensibilizar e capacitar pelo saber a sua salvaguarda e a sua aplicação pedagógica e científica; Adquirir motivação para captar e sentir os valores da cultura através da autoformação; Estimular a reflexão sobre a Medicina.

Imunologia Clínica

MI324 - ECTS

Integrar o conhecimento dos mecanismos básicos da resposta imunológica  e  a  sua  participação  na  génese de  patologia  humana. Conhecer os princípios do diagnóstico clínico e laboratorial de doenças associadas a mecanismos de imunopatologia. Conhecer os princípios da modulação terapêutica de base imunológica. No final da Unidade Curricular os estudantes devem adquirir as seguintes aptidões e competências: A- Demonstrar conhecimentos sobre as situações de disfunção imunológica na prática médica e as terapêuticas de base imunológica; B – Utilizar os conhecimentos de imunologia básica na interpretação da patologia humana; C – Descrever as principais situações de imunopatologia e os métodos de recolha e interpretação de informação clínica e laboratorial para formular um diagnóstico; D – Demonstrar capacidade de comunicar eficazmente dados técnicos e científicos; E – Demonstrar capacidade de desenvolvimento pessoal contínuo.

Introdução à Investigação em Patologia Molecular Aplicada em Oncologia

OPT18 - ECTS

 

- Indicar as características celulares das células neoplásicas

- Descrever as características celulares das células neoplásicas

- Identificar metodologias apropriadas para o estudo de várias características celulares

- Explicar os pressupostos teóricos das metodologias

- Experimentar técnicas para a avaliação das características das células neoplásicas

- Distinguir as várias metodologias quanto às suas limitações

- Conhecer os vários modelos experimentais celulares e animais e saber as suas limitações

- Identificar as limitações dos vários modelos experimentais celulares e animais  

- Planear abordagens experimentais para estudo de uma característica celular

- Interpretar resultados obtidos nas várias abordagens experimentais

Investigação Biomédica: modelos experimentais

OPT150 - ECTS

A unidade curricular optativa Investigação Biomédica: Modelos Experimentais tem como objetivo fundamental fomentar a capacidade científica dos futuros médicos, dotando-os de conhecimento sobre os modelos experimentais que podem ser utilizados em diferentes contextos de investigação biomédica.

Investigação Laboratorial - Avaliação Funcional in vitro

OPT44 - ECTS O aluno deverá adquirir conhecimentos e aptidões básicas para a participação em projetos científicos que necessitem do recurso a técnicas laboratoriais de avaliação funcional cardíaca, vascular e muscular lisa e esquelética in vitro.

Investigação Laboratorial: Avaliação Molecular Cardiovascular

OPT19 - ECTS O estudante deverá adquirir conhecimentos e aptidões básicas para a participação em projetos científicos em ciências cardiovasculares que necessitem do recurso a técnicas laboratoriais de biologia molecular (BM) e avaliação histológica e morfológica.

Microbiologia Médica II

MI323 - ECTS Os principais objectivos pedagógicos consistem em ensinar Microbiologia Médica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos alunos, tendo como pressuposto a génese e interiorização de conceitos e atitudes inovadoras, com as quais os alunos possam analisar, pesquisar e solucionar problemas.

Modelos Gráficos de Probabilidade

OPT24 - ECTS

Esta unidade curricular pretende dotar os estudantes dos conhecimentos e competências que lhes permitam utilizar métodos modernos de resolução probabilística de problemas biomédicos, sendo mais especificamente focadas a teoria e a prática de construção de Redes Bayesianas para exploração de associações entre fatores relevantes e outcomes, e a sua aplicação no apoio à decisão clínica.

 

Nutrição e Prevenção das Doenças Crónicas

OPT26 - ECTS A unidade curricular tem como objetivo permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre o papel da alimentação na prevenção das doenças crónicas.
É objetivo da UC providenciar ferramentas para um melhor pensamento crítico sobre a diversidade e complexidade dos fatores alimentares, bem como outros comportamentos relacionados com o estilo de vida, que influenciam a saúde dos indivíduos e das populações. Utiliza uma abordagem baseada na evidência para analisar os determinantes alimentares e nutricionais de saúde e da doença e as melhores opções de intervenção para promover e preservar a saúde.

Propedêutica Médica I

MI322 - ECTS

- desenvolver competências - cognitivas, - aptidões e comportamentos - na área da comunicação médico-doente, incluindo a habilitação para os procedimentos da história clínica e exame físico, compreendendo os sinais vitais, as áreas da cabeça e do pescoço, do tórax e dos membros superiores e inferiores, e ainda o exame neurológico.

No decurso da unidade curricular o/a estudante irá iniciar o seu contacto com a realidade clínica, predominantemente no contexto das enfermarias hospitalares, pontualmente no contexto da consulta externa.

Stress e síndrome metabólica

OPT30 - ECTS

Esta unidade curricular tem como objetivo principal alertar os estudantes de medicina para a importância do stresse e dos seus efeitos na saúde. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

1. Reconhecer os efeitos do stresse na vida moderna e na saúde

2. Identificar os mediadores major envolvidos na resposta ao stresse

3. Compreender as respostas fisiológicas a diferentes tipos de stressores

4. Demonstrar uma compreensão efetiva dos conceitos nucleares na área do stresse

5. Rever as bases bioquímicas das principais vias metabólicas

6. Reconhecer as principais alterações características da síndrome metabólica

7. Identificar patologias relacionadas com o stresse

8. Rever as bases bioquímicas das principais vias metabólicas em situações de stresse

9. Reconhecer os principais modelos experimentais, humanos e animais, e biomarcadores, no estudo do stresse

10. Reconhecer várias estratégias para lidar com o stresse

Tecnologias em Medicina: noções básicas de sinal e imagem

OPT179 - ECTS Os objetivos de aprendizagem da unidade curricular “Tecnologias em medicina: noções básicas de sinal e imagem” consistem na aquisição de conhecimentos relacionados com processamento e análise de sinal e imagem, com o intuito de proporcionar e estimular a aptidão dos alunos numa utilização mais conscienciosa das diversas tecnologias existentes em Medicina.

Transporte transmembranar e fisiopatologia humana

OPT181 - ECTS Conhecimento sobre os mecanismos envolvidos no transporte de diferentes solutos através de membranas biológicas. Conhecimento específico sobre alguns mecanismos de transporte, relevantes no contexto da medicina: envolvimento de alterações em sistemas de transporte na fisiopatologia de determinadas doenças, o efeito de determinadas patologias no transporte transmembranar, as alterações no transporte no cancro, a influência de mecanismos de transporte na resposta terapêutica. Desenvolvimento de competência a escrever um artigo de revisão e a apresentar um artigo científico.

Alterações Mitocondriais e Doença

OPT01 - ECTS 1. Consolidar a aprendizagem da fisiologia mitocondrial normal.
2. Aprender os principais mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial
3. Aprender a utilizar o conhecimento dos mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial no diagnóstico de situações clínicas concretas, nomeadamente em doenças degenerativas e neoplásicas.
4. Aprender a utilizar o conhecimento dos mecanismos moleculares de disfunção mitocondrial para a compreensão do envelhecimento e sua relação com doenças neurodegenerativas.
5. Aprender a utilizar o diagnóstico molecular de patologias mitocondriais no desenvolvimento de novas terapêuticas.

Análise de dados de sistemas de informação em saúde

OPT156 - ECTS

Desenvolver noções teóricas sobre a reutilização de dados de saúde provenientes de sistemas de informação de saúde (e.g. base de dados administrativas, registos clínicos, EHR) bem como adquirir as aptidões práticas necessárias à sua aplicação em investigação em serviços de saúde.

Bioestatística, Informação e Decisão em Saúde II

MI329 - ECTS

Desenvolver as noções teóricas em bioestatística, informação e leitura crítica de evidência e adquirir as aptidões práticas necessárias à sua integração na decisão em cuidados de saúde.

Biogerontologia

OPT04 - ECTS

Introduzir à Biogerontologia e ao seu lugar na Biomedicina actual.

Evidenciar os fundamentos biológicos da perda funcional (envelhecimento) com maior ênfase na espécie humana, incluindo as modificações moleculares, celulares e o papel dos genes.

Mostrar os limites actuais do conhecimento no domínio e explorar extensões da biogerontologia para outros ramos do saber e para a sociedade em geral.

Desenvolver o gosto pelo assunto e inspirar a elaboração de trabalhos de investigação na área.

Bioinformática molecular: das moléculas à clínica

OPT159 - ECTS

Nesta unidade curricular pretende-se que os estudantes:

- Compreendam a finalidade das técnicas de biologia molecular usadas no diagnóstico molecular;

- Adquiram conhecimentos teóricos sobre ferramentas bioinformáticas de uso corrente e como aplicá-las na análise e interpretação de dados no diagnóstico molecular;

- Aprendam “hands-on”, utilizando um computador, várias ferramentas de software disponíveis de forma livre para a análise molecular de sequências e consulta de informação clínica e dados experimentais em bases de dados;

- Desenvolvam pensamento crítico na interpretação dos resultados do diagnóstico molecular, no aconselhamento genético e na escolha terapêutica.

Biopatologia II

MI325 - ECTS

O objectivo fundamental do ensino da Biopatologia II é o de conseguir que os estudantes reforcem a aprendizagem da linguagem clínico-patológica ficando capazes de a utilizar no estudo das lesões neoplásicas e pré-neoplásicas. Esse estudo estende-se desde os aspectos gerais da classificação e biologia molecular aos diversos modelos de cancerização. Como corolário desse estudo pretende-se avançar na compreensão da etiopatogénese, diagnóstico, prognóstico e selecção terapêutica das doenças cancerosas mais frequentes.

Contacto em Cuidados de Saúde Primários

OPT09 - ECTS

Os objetivos desta unidade curricular são:

Conhecer a organização dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) em Portugal
Conhecer o perfil dos profissionais a exercer em Cuidados de Saúde Primários (médicos de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública, enfermeiro, secretário clínico)
Conhecer a atividade do setor social ligado à saúde
Conhecer o funcionamento de uma Unidade de Saúde Familiar

Contacto Precoce com os Utentes/Doentes e suas Famílias II

OPT11 - ECTS

Ao frequentar esta disciplina, pretende-se que o estudante atinja os seguintes objetivos:

  • Aprender a desenvolver uma abordagem centrada na pessoa, orientada para o indivíduo, a família e a comunidade, lidando com os problemas de saúde em todas as suas dimensões física, psicológica, social, cultural e existencial;

  • Desenvolver competências de continuidade de cuidados ao longo do tempo, através de uma comunicação médico-doente efetiva;

  • Promover a gestão simultânea de problemas, tanto agudos como crónicos, dos pacientes;

  • Utilizar métodos de avaliação familiar ao nível dos Cuidados de Saúde Primários.

Doenças Associadas à Instabilidade Genómica

OPT12 - ECTS

Após a frequência e aprovação na UC, o estudante deve ter adquirido conhecimentos que o capacitam a:

- Identificar as interações moleculares entre DNA e proteínas necessárias à replicação, reparação, recombinação e dinâmica do genoma

- Enumerar e identificar marcadores de instabilidade genómica (ex. alterações do DNA microsatélite)

-Identificar as técnicas de estudo molecular e os modelos de células ou animais com interesse em diagnóstico ou terapêutica de doenças associadas à instabilidade do genoma

- Identificar as modificações epigenéticas e os marcadores nucleares de instabilidade genómica vulgarmente usados em diagnóstico de doenças associadas à instabilidade genómica

- Relacionar o descontrolo do ciclo celular com situações patológicas

- Caracterizar algumas doenças associadas a alterações moleculares dos processos de manutenção da integridade do genoma

- Apresentar trabalhos científicos que relacionem estudos moleculares com doenças associadas à instabilidade genómica

Farmacologia II

MI326 - ECTS No final do curso espera-se que o estudante compreenda como atuam  os medicamentos e os tóxicos e como chegam aos seus locais de ação. Espera-se que o estudante aprenda as principais regras quantitativas da farmacodinamia e da farmacocinética. Estes desideratos apoiam-se nos conteúdos programáticos internacionalmente aceites para a farmacologia geral e para a farmacologia especial dos medicamentos com acções multissistémicas

Física Médica

OPT185 - ECTS

Utilizar os conceitos e princípios Físicos para melhor compreender aspectos fundamentais da Fisiologia Humana, nomeadamente, da Fisiologia dos sentidos – Audição e Visão – e de sistemas fundamentais – Cardiovascular e Respiratório.

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos necessários à compreensão objectiva e quantitativa dos fenómenos fisiológicos referidos, usando a Física como ferramenta e não encontrar exemplos biológicos para ensinar Física.

Estabelecer a fundamentação das diversas tecnologias de diagnóstico relacionadas com os fenómenos fisiológicos em causa.

Fisiopatologia Médica

OPT39 - ECTS

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

  1. Conhecer e compreender os mecanismos e manifestações da doença.
  2. Conhecer a fisiopatologia da disfunção e falência dos vários aparelhos e sistemas.
  3. Identificar as alterações fisiopatológicas e suas manifestações clínicas em exemplos concretos.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

Genética Clínica

MI328 - ECTS Adquirir os conhecimentos fundamentais da etiopatogenia das doenças genéticas e ensinar os gestos próprios da atividade do geneticista e os cuidados que o médico assistente ou de família deve ter, tanto no rastreio dos casos que poderão ter eventual interesse genético como na relação a três com o doente e o geneticista, para a melhor eficácia do aconselhamento genético.
Preparar nos estudantes o enquadramento dos conhecimentos existentes para mais fácil entendimento dos novos conhecimentos e a capacidade de uma correta transmissão aos doentes e familiares da informação que lhes diz respeito, uma vez definida a situação pelo geneticista.

Genética na Infertilidade e Procriação Medicamente Assistida

OPT40 - ECTS

Proporcionar aos estudantes competências mais específicas dos critérios de utilização das técnicas de reprodução medicamente assistida, dos limites impostos pelas causas genéticas e do seu potencial terapêutico e diagnóstico.

História do Instrumento Médico

OPT16 - ECTS

Conhecer a História da Medicina de forma a adquirir um saber estruturado capaz de despertar um interesse contínuo por esta temática e de ser um suporte em quaisquer investigações interdisciplinares; Sensibilizar para a Museologia na Medicina; Saber a história do instrumento médico; Divulgar o património da FMUP na perspetiva de sensibilizar e capacitar pelo saber a sua salvaguarda e a sua aplicação pedagógica e científica; Adquirir motivação para captar e sentir os valores da cultura através da autoformação; Estimular a reflexão sobre a Medicina.

Infeção e Cancro

OPT17 - ECTS - Relacionar as características estruturais, biológicas e epidemiológicas dos agentes infecciosos associados a cancro com a história natural das respectivas infecções;
- Distinguir os métodos de detecção e caracterização das infecções associadas a cancros;
- Comparar os diferentes tipos de agentes infecciosos causadores de cancro relativamente aos mecanismos de carcinogénese;
- Descrever as principais características epidemiológicas e clínico-patológicas dos cancros associados a infecções;
- Integrar dados epidemiológicos, experimentais e clínicos que evidenciam relações de causalidade entre os agentes infecciosos e as respectivas neoplasias malignas;
- Explicar o papel da microbiota na patogénese do cancro;
- Discutir o potencial dos cancros associados a agentes infecciosos como alvos de prevenção, rastreio e detecção precoce.

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Mecanismos Moleculares de Resposta e Resistência Terapêutica em Cancro.

OPT20 - ECTS

1 - Consolidar a aprendizagem dos princípios básicos do cancro e identificar as principais vias de sinalização oncogénicas da célula.

2 - Identificar os principais alvos moleculares terapêuticos em cancro e descrever a sua importância no desenho terapêutico oncológico.

3 - Identificar as diferentes formas de resistência terapêutica em cancro.

4 - Interpretar a interligação das principais vias moleculares oncogénicas da célula como forma de resposta e resistência terapêutica.

5 - Explicar a importância dos biomarcadores moleculares na prática clinica oncológica, nomeadamente na estratificação dos doentes e na decisão terapêutica.

6 - Discutir a importância da investigação de translação na identificação de novos alvos terapêuticos.

Meios Complementares de Diagnóstico

MI330 - ECTS

Conhecer os fundamentos subjacentes e principais passos da estratégia diagnóstica nas áreas de Patologia Clínica, Imagiologia e Microbiologia Médica

 Objectivos específicos de Patologia Clínica

- Avaliar o interesse dos testes laboratoriais mais frequentemente disponíveis e/ou requisitados.

- Avaliar a importância das condições de colheita de amostras como parte da garantia da qualidade e da precisão dos resultados.

- Descrever problemas dos testes laboratoriais relacionados com o controlo de qualidade, valores de referência, sensibilidade, especificidade e valor preditivo

 Objectivos específicos de Imagiologia

- Conhecimento dos princípios básicos das diferentes técnicas de imagem e respetivas indicações

 Objectivos específicos de Microbiologia Médica

- Conhecimento da estratégia diagnóstica nos principais síndromes/quadros clínicos de etiologia infecciosa.

- Saber seleccionar correctamente os distintos métodos/testes diagnósticos em Microbiologia Médica

Modificações do Estilo de Vida na Prevenção e Tratamento das Doenças Civilizacionais

OPT190 - ECTS

Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes). Objetivo geral: Adquirir competências no domínio da teoria e da prática clínica (aptidões) sobre o impacto das alterações do estilo de vida na patogenia das doenças civilizacionais.

Objetivos específicos: Identificar os mecanismos associados aos estilos de vida (alimentação e sedentarismo) subjacentes às doenças endócrino-metabólicas, nomeadamente síndrome metabólica (obesidade, diabetes, dislipidemia, hipertensão…) e cancro. Desenvolver as perícias na colheita, registo e transmissão da informação clínica (história clínica e exame físico) da síndrome metabólica (e seus componentes), da actividade física e da ingestão alimentar e avaliação da composição corporal.

Usar a informação obtida de modo a elaborar uma lista de problemas e propor a investigação que permita diferenciar os principais diagnósticos e resolver as dúvidas persistentes pelo uso racional dos meios complementares de diagnóstico (estratégia de diagnóstico). Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que lhe permita a resolução das mais frequentes situações associadas às alterações de estilo de vida com impacto nas doenças civilizacionais (resolução de problemas clínicos).

Construir uma estratégia terapêutica com recurso a todos os meios disponíveis, desde os não farmacológicos, como a modificação de estilo de vida (dieta, exercício físico), aos fármacos, à cirurgia e aos outros meios complementares de terapêutica, e estar habilitado a procurar informação para tomar decisões quer na prevenção quer no tratamento.

Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes). Objetivo geral: Adquirir competências no domínio da teoria e da prática clínica (aptidões) sobre o impacto das alterações do estilo de vida na patogenia das doenças civilizacionais.

Objetivos específicos: Identificar os mecanismos associados aos estilos de vida (alimentação e sedentarismo) subjacentes às doenças endócrino-metabólicas, nomeadamente síndrome metabólica (obesidade, diabetes, dislipidemia, hipertensão…) e cancro. Desenvolver as perícias na colheita, registo e transmissão da informação clínica (história clínica e exame físico) da síndrome metabólica (e seus componentes), da actividade física e da ingestão alimentar e avaliação da composição corporal.

Usar a informação obtida de modo a elaborar uma lista de problemas e propor a investigação que permita diferenciar os principais diagnósticos e resolver as dúvidas persistentes pelo uso racional dos meios complementares de diagnóstico (estratégia de diagnóstico). Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que lhe permita a resolução das mais frequentes situações associadas às alterações de estilo de vida com impacto nas doenças civilizacionais (resolução de problemas clínicos).

Construir uma estratégia terapêutica com recurso a todos os meios disponíveis, desde os não farmacológicos, como a modificação de estilo de vida (dieta, exercício físico), aos fármacos, à cirurgia e aos outros meios complementares de terapêutica, e estar habilitado a procurar informação para tomar decisões quer na prevenção quer no tratamento.

Propedêutica Médica II

MI327 - ECTS

Desenvolver competências - cognitivas, - aptidões e comportamentos - na área da comunicação médico-doente, incluindo a habilitação para os procedimentos da história clínica e exame físico, compreendendo as áreas do abdómen, coluna vertebral, ombro e joelho, nefrologia e urologia, sistema hemato-linfopoiético, sistema vascular periférico, doenças sistémicas e geriatria. No decurso da unidade curricular o/a estudante irá iniciar o seu contacto com a realidade clínica, predominantemente no contexto das enfermarias hospitalares, pontualmente no contexto da consulta externa.

Proteínas como biomarcadores do cancro: bases moleculares e aplicações diagnósticas e terapêuticas

OPT28 - ECTS
  • Definir os biomarcadores proteicos aplicados em oncologia.
  • Descrever a biossíntese de proteínas, da sua estrutura e funções.
  • Identificar os principais mecanismos moleculares responsáveis pelas alterações das proteínas detectadas no cancro. Os modelos dos carcinomas gástrico e colo-rectal.
  • Integrar as bases das novas metodologias para investigação das proteínas e sua aplicação na clínica oncológica.
  • Interpretar as bases de alguns tratamentos direcionados usados em oncologia.

Reprogramação de células estaminais e carcinogénese

OPT29 - ECTS

Terapias Moleculares

OPT31 - ECTS

Conhecimento das bases científicas e das possíveis aplicações clínicas das técnicas de terapia molecular.

Desenvolvimento de aptidões e competências para definir as aplicações clínicas das terapias moleculares e construir um entendimento crítico das suas possíveis limitações científicas e éticas.

Introdução à conceção de projeto científico.

Capacidade de apresentação oral.

Fomentar a capacidade de trabalho em grupo.

Capacidade de redação segundo normas científicas básicas.

Análise de dados de sistemas de informação em saúde

OPT156 - ECTS

Desenvolver noções teóricas sobre a reutilização de dados de saúde provenientes de sistemas de informação de saúde (e.g. base de dados administrativas, registos clínicos, EHR) bem como adquirir as aptidões práticas necessárias à sua aplicação em investigação em serviços de saúde.

Bioética e Deontologia

MI424 - ECTS

Conhecimentos: O objetivo essencial da Unidade Curricular de Bioética e Deontologia é que o estudante adquira conhecimentos no domínio da ética nos cuidados de saúde, muito em particular no que diz respeito à dimensão ética da saúde e da doença e sua relação com a profissão médica. No plano dos conceitos pretende-se a aquisição tão ampla quanto possível das teorias éticas mais representativas do pensamento humano, de modo a que seja viável a integração desses conceitos na tradição humanista caraterística das sociedades modernas ocidentais.

 

Aptidões e Competências: Com esta Unidade Curricular o estudante deve ficar dotado das aptidões e competências para o exercício digno da profissão médica. O estudante deve ainda ficar adequadamente informado sobre os preceitos da deontologia médica para que a sua prática se desenrole também de acordo com os princípios que norteiam eticamente a medicina.

Cirurgia do Ambulatório

OPT119 - ECTS Constará do treino clínico com a aplicação prática de conhecimentos adquiridos nos anos anteirores, numa contribuição para o ensino de forma vertical e englobando semiologia, semiótica e terapêutica cirúrgica das situações mais frequentes na Cirurgia do Ambulatório e Bloco Central

Doenças Cardiovasculares

MI430 - ECTS

Aquisição de conhecimentos e aptidões sobre a etiologia, fisiopatologia, prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico das patologias cardíacas e vasculares mais frequentes e/ou relevantes, de modo a que os estudantes desenvolvam as aptidões e competências necessárias à orientação clínica dos doentes, no âmbito destas patologias. Adotar-se-á uma abordagem integrada médico-cirúrgica dos conteúdos provenientes das áreas da Cardiologia, da Cirurgia Cardíaca,  da Angiologia e Cirurgia Vascular, da Radiologia e Imagiologia Médicas, daTerapêutica Geral e Farmacologia Clínica e da Anátomo- Patologia

Doenças Endócrinas, Nutrição e Metabolismo

MI427 - ECTS Objetivo Geral: Adquirir competências no dominio da teoria e da prática clínica (aptidões) sobre patologia endócrina, metabólica e nutricional.
Objetivos Específicos: Identificar os mecanismos subjacentes às doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais mais frequentes.
Desenvolver as perícias na colheita, registo e transmissão da informação clinica (História clínica e do exame físico das doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais).
Usar a informação obtida de modo a elaborar uma lista de problemas e propor a investigação que permita diferenciar os principais diagnósticos e resolver as dúvidas persistentes pelo uso racional dos meios complementares de diagnóstico (estratégia de diagnóstico).
Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que lhe permita a resolução das mais frequentes situações endócrino, metabólicas e nutricionais (resolução de problemas clínicos).
construir uma estratégia terapêutica com recurso a todos os meios disponiveis, desde os não farmacológicos, como a modificação de estilo de vida, aos fármacos, à cirurgia e aos outros meios complementares de terapêutica e, estar habilitado a procurar informação para tomar decisões.

Doenças Neurológicas

MI423 - ECTS

- Aprendizagem da avaliação e interpretação das funções do SN no sentido de determinar o Síndrome Neurológico e com os dados da história clínica, propor um diagnóstico, determinar quais os exames subsidiários adequados para o diagnóstico, com base no conhecimento das doenças do Sistema Nervoso e músculo mais frequentes na população em geral. 

- A imagem nas doenças do Sistema Nervoso e papel da Neuropatologia, nomeadamente nas Doenças Neuromusculares e Neurodegenerativas. - Tratamento farmacológico, particularmente nas Demências, Doença do Movimento, Epilepsia e Cefaleias.

- Conhecimentos teóricos e avaliação à cabeçeira do doente, sempre que possível, dos seguintes temas:

  • Exame Neurológico
  • Síndromes Neurológicos
  • Meios complementares de diagnóstico- Neuroradiologia
  • Epilepsia
  • Demênias
  • Doença Vascular Cerebral
  • Cefaleias
  • Doenças do ráquis
  • Traumatismo crânio-encefálicos
  • Doenças do movimento
  • Doenças inflamatórias e desmielinizantes do Sistema Nervoso.
  • Doenças Neuromusculares
  • Tumores do Sistema Nervoso Central
  • Neuropediatria
  • Urgências
  • Vertigens, síncope e coma
  • Sintomas Neurológicos Funcionais

Doenças Osteoarticulares e Musculares

MI422 - ECTS

Proporcionar aos estudantes contacto com conhecimentos fundamentais das especialidades que integram a unidade curricular de doenças osteoarticulares e musculares (UC DOM).

No final de cada semestre lecionado o estudante deverá ser capaz de realizar exame objetivo do adulto e da criança. Deverá igualmente adquirir conceitos gerais sobre:patologia degenerativas da coluna e membros;  patologia da infância (luxação congénita da anca / DDA – pé boto; infeções ósseas; epifisiólise – Perthes; deformidade da coluna); traumatologia da coluna e membros; tumores ósseos assim como lesões musculotendinosas desportivas.

No âmbito das doenças reumáticas os alunos serão capazes de identificar e avaliar indivíduos com patologia reumatológica inflamatória como a Artrite Reumatoide, o Lupus Eritematoso Sistémico e outras conectivites nomeadamente a Esclerose Sistémica, a Síndroma de Sjogren, Miopatias Inflamatórias, a Artrite Idiopática Juvenil, Vasculites Sistémicas e as Espondilartrites. Para além destas patologias serão focadas as Artrites Microcristalinas, a Osteoartrose, a Osteoporose e outras doenças metabólicas ósseas, as Doenças Reumáticas Periarticulares, a Fibromialgia e as Manifestações Musculoesqueléticas de doenças não reumáticas.

Aquisição de conceitos gerais sobre Medicina Fisica e de Reabilitação(MFR). Aprendizagem da avaliação clínica e funcional do doente, através de escalas funcionais e de meios complementares de diagnóstico e de intervenção utilizados em MFR. Abordagem de aspetos especificos de prevenção e tratamentos em MFR.

Doenças Respiratórias e do Tórax

MI421 - ECTS

Esta unidade curricular tem como objetivo a aquisição de conhecimentos e aptidões sobre a etiologia, fisiopatologia, prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico das patologias respiratórias e torácicas (não cardiovasculares) mais frequentes ou revelevantes, de modo a que os estudantes desenvolvam as aptidões e competências necessárias à orientação clínica dos doentes no âmbito destas patologias.
Para o efeito adotar-se-á uma abordagem integrada médico-cirúrgica, terapêutica, anatomo-patológica e imagiológica com o envolvimento de espacilaistas em Pneumologia, Cirurgia torácica, Farmacologis clínica, Radiologia e Anatomia patológica.

Epidemiologia Clínica

MI425 - ECTS

O objectivo da unidade curricular é aplicar os princípios da epidemiologia ao estudo de grupos de doentes.

No fim da unidade curricular o estudante deve ser capaz de:

Avaliar o efeito das intervenções de diagnóstico, prevenção e terapêutica nos outcomes clínicos.

Estudar os determinantes e efeitos das decisões clínicas.

Incorporar os resultados da investigação epidemiológica clínica nos processos de tomada de decisão.

Reconhecer o contributo da epidemiologia para a qualidade dos cuidados de saúde e a segurança dos doentes.

Extração de Conhecimento de Dados em Saúde

OPT42 - ECTS Nesta unidade curricular serão abordados métodos de aprendizagem automática para a prospeção e extração de conhecimento de dados (data mining) na área da saúde. No final, os alunos deverão descrever algumas técnicas, saber aplicá-las a novos problemas e saber interpretar os resultados obtidos.

Farmacologia de Translação

OPT148 - ECTS

Proporcionar a translação de intervenções farmacológicas em modelos de doença. O estudante deverá compreender a relevância da intervenção farmacológica e dos mecanismos fisiopatológicos da doença que servem de alvo biológico interventivo em farmacologia.

Física e Tecnologia dos Meios de Diagnóstico

OPT186 - ECTS

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos e Tecnológicos subjacentes a uma gama alargada de Meios de Diagnóstico por forma torná-los capazes de compreender as especificidades próprias, as limitações e os seus campos de aplicação.

Por outro lado, permitir-lhes compreender os seus traços comuns, quer Físicos, quer tecnológico, de forma a serem capazes de os classificar de forma matricial multidimensional.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

Gastrenterologia Oncológica

OPT65 - ECTS Dotar os estudantes de conhecimentos teóricos e práticos adequados ao diagnóstico e terapêutica endoscópica no âmbito da gastenterologia oncológica.

Genética Clínica e Aconselhamento Genético/ Impacto na Clínica Diária

OPT78 - ECTS Adquirir os conhecimentos fundamentais para possibilitar o enquadramento de sintomas e alterações fenotípicas, em conjugação com a história familiar, em situações de genética clinica. Preparar os estudantes para a relação com o doente e a família, valorizando a análises do genograma, o diagnóstico, o tipo de hereditariedade, a probabilidade de recorrência e as técnicas existentes de diagnóstico pré-natal, de forma a fundamentar o aconselhamento genético. Estudo das doenças frequentes com heredabilidade elevada e aplicar a metodologia de diagnóstico e rastreio do indivíduo e da família. Identificação dos grupos de risco que deverão ser submetidos a rastreio de patologia genética e modos de atuação. Classificação dos fatores genéticos de doença. Conhecimento das doenças genéticas mais frequentes em idade pediátrica e adulta e aquelas com manifestações oncológicas. Capacidade de identificação de situações clinicas com critérios de referenciação a Consulta de Genética Médica.

Gestão em Saúde I

OPT66 - ECTS

Gestão em Saúde II

OPT67 - ECTS

Gestos Cirúrgicos Importantes para a Atividade Clínica

OPT41 - ECTS Fornecer conhecimentos e estimular o desenvolvimento de aptidões técnicas para o exercício correto e adequado de gestos cirúrgicos básicos, indispensáveis ao exercício da atividade clinica.

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Invasão e Metastização

OPT79 - ECTS No final desta UCO, os alunos deverão conhecer as principais características celulares e moleculares associadas à invasão e metastização tumoral, assim como reconhecer que estas podem ser reguladas pelo microambiente tumoral.

Estes conceitos serão explorados recorrendo a modelos tumorais concretos. O conhecimento adquirido servirá de base à UCO Alvos Terapêuticos em Oncologia, onde casos clínicos e estratégias terapêuticas serão discutidas.

Investigação em Microbiologia Médica

OPT43 - ECTS

O principal objetivo pedagógico consiste em estimular nos estudantes o gosto pela atividade investigacional em Microbiologia Médica.

Incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a aplicação de conhecimentos adquiridos nas sessões de formação teórica no âmbito desta unidade curricular e nas unidades curriculares de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, entre outras, com os quais os estudantes possam desenvolver atividades de pesquisa científica no âmbito da Microbiologia Médica, integrados numa equipa multidisciplinar.

Investigação Laboratorial - Avaliação Funcional in vivo

OPT45 - ECTS

No final da UC, o estudante deverá ter adquirido conhecimentos e desenvolver ferramentas de avaliação da função cardíaca e vascular in vivo assim como a implementação de modelos animais de doença para a participação em projetos científicos.

Medicina do Exercício e Desporto

OPT121 - ECTS

Medicina e Filosofia

OPT173 - ECTS

Medicina Farmaceutica e Farmacologia Clínica

OPT152 - ECTS

Alicerçar a visão crítica das diversas áreas relacionadas com o medicamento desde a descoberta, avaliação e registo à selecção e prescrição racional. Proporcionar um conhecimento mais especializada da medicina farmacêutica e da farmacologia clínica.

Medicina Geral e Familiar

MI431 - ECTS

A unidade curricular Medicina Geral e Familiar visa permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre os fundamentos e competências fundamentais da Medicina Geral e Familiar: a gestão e coordenação de cuidados de saúde primários, a orientação comunitária, capacidades para a resolução de problemas específicos, abordagem abrangente, cuidados centrados na pessoa e abordagem holística.

Por outro lado, pretende-se também que os estudantes adquiriam conhecimentos sobre a organização do Serviço Nacional de Saúde, a história dos Cuidados de Saúde Primários.

Finalmente, pretende-se que os estudantes saibam como no exercício da Medicina Geral e Familiar atual se incorpora a prática da Medicina Baseada na Evidência e novas tecnologias de informação e comunicação no apoio à decisão de situações clínicas concretas.

Medicina Nuclear e Imagem Molecular

OPT122 - ECTS Adquirir os fundamentos e a semiologia da Medicina Nuclear e Imagem Molecular, incluindo a vertente terapêutica, de modo a que o estudante fique apto a requisitar estes meios diagnósticos e terapêuticos, na sua futura prática clinica.

Microbiologia Clínica

OPT81 - ECTS

O principal objectivo pedagógico consiste em ensinar Microbiologia Clínica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a translação de conhecimentos adquiridos nas disciplinas de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, Clínica das Doenças Infecciosas e em outras disciplinas de carácter clínico, com os quais os estudantes possam analisar, pesquisar e solucionar problemas no âmbito da Microbiologia Clínica.

 

Competências: saber esquematizar, no âmbito de uma equipe multidisciplinar, uma estratégia correcta de intervenção nos domínios da epidemiologia, diagnóstico, terapêutico e de prevenção de doença microbiana, a nível da comunidade ou de uma unidade prestadora de cuidados de saúde.

Oftalmologia

MI428 - ECTS

Dar a conhecer aos estudantes o âmbito da atuação profissional dos médicos oftalmologistas.

Estimular a opção por uma carreira profissional como médico oftalmologista por parte dos estudantes que sentem vocação pela área científico-profissional da Oftalmologia.

Transmitir noções básicas que possam permitir aos futuros médicos contribuir para o rastreio, diagnóstico e tratamento das principais doenças oculares

 

 

Otorrinolaringologia

MI429 - ECTS

1. Adquirir conhecimentos nucleares na área da Otorrinolaringologia.

2. Ganhar competências na aquisição da história clínica e exame físico do doente.

3. Desenvolver estratégias diagnósticas e critérios de seleção de exames/técnicas auxiliares de diagnóstico.

4. Aprofundar o espírito crítico com vista à resolução de problemas clínicos e elaboração de orientações terapêuticas.

5. Procura dum espírito de excelência e humanidade na abordagem do doente.

Patologia Clínica e Medicina Laboratorial

OPT82 - ECTS

O conhecimento da importância do teste laboratorial adequado a cada doente de acordo com a situação e a fase da doença, conhecendo as principais causas de variabilidade analítica bem como a transmissão do espírito crítico em relação à informação disponibilizada pelo laboratório

Propedêutica Cirúrgica I

MI420 - ECTS

Finalidade:

Aquisição de conhecimentos, aptidões e atitudes que habilitem ao desempenho clínico básico em entidades nosológicas relevantes em Cirurgia (parte I).

Revisões sistemáticas e meta-análise

OPT71 - ECTS O exercício da Medicina – baseado na prevenção, diagnóstico, terapêutica e prognóstico da doença – está intimamente ligado ao desenvolvimento, avaliação crítica e aplicação da melhor evidência científica, de forma a apoiar a prestação de serviços de saúde, igualmente, da mais alta qualidade. Os estudos de síntese de evidência, nomeadamente as revisões sistemáticas e estudos de meta-análise, surgiram com o intuito de dar resposta à acumulação massiva e crescente de evidência científica de tipo e qualidade diversos.

Sistemas de Apoio à Decisão Clínica

OPT72 - ECTS

Perceber o contexto associado aos sistemas de apoio à decisão clínica, incluindo a sua caracterização, requisitos, componentes, evolução, fatores de sucesso, riscos e desafios para os profissionais de saúde.

Telemedicina e e-saúde

OPT73 - ECTS

Avaliar os benefícios e limitações do uso de novas formas de prestação de cuidados à distância através de novas tecnologias de informação e comunicação (TIC);

Usem eficazmente ferramentas de acesso remoto para aprendizagem e informação;

Identificar as principais tecnologias utilizadas na comunicação remota entre sistemas de informação em saúde;

Estruturar e desenhar sistemas de telemedicina e e-saúde;

Avaliar sistemas de telemedicina e e-saúde.

Tratamento de feridas

OPT133 - ECTS

Aquisição de conhecimento, aptidão e atitudes que habilitem à avaliação e orientação terapêutica de feridas nomeadamente:

Processo de cicatrização tecidular;

Princípios gerais do tratamento de feridas;

Orientadores no tratamento de procedimentos para orientação de feridas simples;

Critérios de referenciação de feridas complexas.

Vítimas de Abuso. Intervenção da Saúde

OPT74 - ECTS
Dotar os futuros médicos, no que concerne ao trabalho com alegadas vítimas de maus tratos/abuso, de conhecimentos, capacidades e atitudes de forma a identificar os casos suspeitos, promover o seu diagnóstico correto e atempado, bem como orientar adequadamente as vítimas, tendo como objetivo a sua proteção, tratamento e reabilitação, para além das questões relacionadas com a prevenção da vitimização secundária e com o necessário contributo para uma eventual investigação criminal.

 

A adesão terapêutica - da prescrição ao comportamento de adesão

OPT155 - ECTS

A unidade curricular tem como objetivo introduzir os estudantes à temática da Adesão Terapêutica, considerando todos os intervenientes nesta problemática, para permitir uma compreensão clara acerca dos fatores inerentes ao doente, sua patologia e tratamento instituído, dos fatores relacionados com o sistema de saúde e com os profissionais de saúde e, por último, dos fatores socioeconómicos, que interagem na complexidade idiossincrática de cada doente. A unidade curricular pretende ampliar e integrar os conhecimentos de Terapêutica Geral e Farmacologia Clínica, colocando-os numa perspetiva que sirva de alicerce para a compreensão integradora dos fatores inerentes ao comportamento de adesão terapêutica que permitam a aquisição de competências específicas para aplicação clinica imediata ao longo de toda a sua formação e prática nas várias áreas da medicina. 

A unidade curricular terá quatro objetivos principais: a) permitir que os estudantes obtenham uma compreensão abrangente acerca da extensão e da natureza dos desafios da adesão terapêutica que os doentes enfrentam baseados em evidências acerca do comportamento não-aderente; b) fazer com que os estudantes sejam capazes de identificar as oportunidades de adesão para efetivamente contribuir com os resultados da terapêutica instituída e diminuir a utilização dos recursos de saúde; c) possibilitar aos estudantes uma abordagem estruturada para auxiliar nas consultas de avaliação da adesão terapêutica; d) permitir aos estudantes o treino e promoção de competências de consulta para apoiar a mudança de comportamento no sentido da adesão terapêutica do doente.

No seu conjunto, os conhecimentos adquiridos na unidade curricular permitirão um contacto aprofundado com uma área das ciências da saúde até ao momento negligenciada, apesar de ser reconhecida pela OMS como um dos problemas mais comuns que as doenças crónicas enfrentam. Concomitantemente, permitirá aos estudantes de medicina a aquisição de competências para desenvolver um papel mediador entre a prática clínica e os resultados terapêuticos para o doente, que será determinante para a sua atividade clínica futura.

Administração Hospitalar

OPT127 - ECTS O exercício da Medicina deve hoje ser reequacionado à luz de critérios de beneficência e de qualidade assistencial mas também à luz das restrições económicas do sistema de saúde que colocam problemas de equidade no acesso. A escassez de recursos origina decisões médicas pautadas por critérios de custo de oportunidade ou seja pela ponderação dos sacrifícios que serão impostos a outros doentes e à sociedade em geral pelas decisões quotidianas de médicos e outros profissionais de saúde. A Administração Hospitalar é fundamental para que a decisão médica tenha em consideração os custos com a prestação de cuidados de saúde. Nesta UC pretende-se que o estudante: Incorpore na sua prática clínica ferramentas essenciais à utilização racional dos recursos afetados ao setor da saúde; Sensibilizar desde cedo os futuros profissionais de saúde para a gestão eficiente dos recursos, não comprometendo a equidade no acesso ao sistema de saúde e qualidade assistencial face ao elevado índice tecnológico da Medicina Hospitalar.

Álcool, drogas e toxicodependências

OPT129 - ECTS

Objetivo principal: integrar o estudante nas temáticas relativas aos consumos de álcool e drogas de abuso, bem como na toxicodependência. No final desta unidade curricular o estudante deverá ter adquirido capacidades para:

  1. Dominar os fundamentos teóricos e práticos da toxicologia forense
  2. Compreender a toxicocinética do álcool e substâncias psicoativas ilícitas nos sistemas biológicos (absorção, distribuição, metabolismo e eliminação - ADME) e fatores que influenciam a ADME
  3. Identificar e compreender os mecanismos de ação do álcool e das diferentes drogas de abuso, bem como os seus efeitos tóxicos
  4. Distinguir o uso lícito e ilícito e fazer o seu enquadramento legal, nomeadamente na fiscalização rodoviária sob influência do etanol e de substâncias psicotrópicas
  5. Identificar os pontos-chave da legislação Portuguesa que define o regime jurídico aplicável ao consumo substâncias psicotrópicas.

Anatomia regional - abordagem através de dissecção

OPT157 - ECTS

Alguns dos aspectos únicos da dissecção cadavérica incluem a natureza realista deste meio de ensino, que permite que os estudantes obtenham uma imagem tridimensional clara da organização do corpo humano, comprovem a existência de variações da normalidade, analisem a textura dos tecidos humanos e, por vezes, observem e compreendam condições patológicas.

Para além de ser indiscutivelmente um importante método de aprendizagem da anatomia, reforça as atitudes de respeito e compaixão entre os estudantes de Medicina.

Permite ainda aprender técnicas de dissecção e adquirir destreza manual, fundamentais para todos os futuros médicos.

Possibilita ainda que os estudantes desenvolvam pensamento crítico, e capacidade de resolução de problemas e de aplicação prática dos conhecimentos.

Bioética e Deontologia

MI424 - ECTS

Conhecimentos: O objetivo essencial da Unidade Curricular de Bioética e Deontologia é que o estudante adquira conhecimentos no domínio da ética nos cuidados de saúde, muito em particular no que diz respeito à dimensão ética da saúde e da doença e sua relação com a profissão médica. No plano dos conceitos pretende-se a aquisição tão ampla quanto possível das teorias éticas mais representativas do pensamento humano, de modo a que seja viável a integração desses conceitos na tradição humanista caraterística das sociedades modernas ocidentais.

 

Aptidões e Competências: Com esta Unidade Curricular o estudante deve ficar dotado das aptidões e competências para o exercício digno da profissão médica. O estudante deve ainda ficar adequadamente informado sobre os preceitos da deontologia médica para que a sua prática se desenrole também de acordo com os princípios que norteiam eticamente a medicina.

Cardiogenética

OPT90 - ECTS
  • Descrever a base molecular das cardiopatias genéticas;
  • Identificar fenótipos específicos, sendo capaz de integrar achados clínicos, resultados imagiológicos e a informação da história familiar;
  • Descrever métodos, estratégias e dificuldades no diagnóstico genético das cardiopatias;
  • Compreender a importância do aconselhamento genético e da comunicação interdisciplinar.

Comunicação Clínica I-Entrevista centrada no doente- Lidar com Emoções e Comunicar más notícias

OPT64 - ECTS

Promover e consolidar a aquisição de Competências básicas da entrevista focada no doente

Avaliar crenças relativas à doença, impacto e reações emocionais à doença;

Capacidade para avaliar redes de suporte;

Competências focadas e não focadas – Escuta ativa, utilização de questões abertas, encorajamentos verbais e não verbais, linguagem positiva, paráfrases e resumos.

Desenvolver aptidões para lidar com emoções:

Capacidade de identificar e explorar emoções;

Técnicas de resposta empática às emoções;

Reflexão sobre as respostas pessoais às emoções.

Adquirir e consolidar estratégias de comunicação de más notícias – Protocolo de 6 passos (Buckman R 1996, Baile W 2000)

Sensibilizar os estudantes para a necessidade de pesquisar os conhecimentos e expectativas do doente antes de informar, de adaptar a quantidade e qualidade de informação a fornecer a cada doente, recolher e transmitir informação relevante e obter a colaboração do doente para o desenvolvimento do plano terapêutico.

Utilizar linguagem simples e fornecer informação personalizada.

Desenvolver nos estudantes a capacidade para comunicar e cuidar de doentes em situações clínicas difíceis

Cuidados de saúde baseados na Relação - o lugar da (s) narrativa (s)

OPT163 - ECTS

Cuidados Paliativos

OPT77 - ECTS

Os objetivos da aprendizagem nesta unidade curricular são assegurar que o estudante de medicina consegue efetuar uma prática clínica ética e humana, para o doente e para a sua família, no domínio dos cuidados paliativos. E mais ainda que fica capacitado com os conceitos básicos de cuidados paliativos de modo a poder exercer a função de paliativista com rigor e conhecimento técnico-científico. 

 

Com a frequência nesta unidade curricular pretende-se que o estudante de Medicina venha a incorporar na sua prática clínica ferramentas essenciais à moderna filosofia dos cuidados paliativos. Mais ainda, pretende-se sensibilizar desde cedo os profissionais de saúde para a problemática da terminalidade da vida, nomeadamente face ao elevado índice tecnológico da medicina hospitalar.

Direito e registos clínicos

OPT164 - ECTS
  1. Aquisição de conhecimentos elementares no domínio específico dos registos clínicos e dos direitos e deveres inerentes aos mesmos;
  2. Compreensão desses mesmos conhecimentos;
  3. Aplicação dos conhecimentos adquiridos;
  4. Análise desses conhecimentos;
  5. Síntese dos conhecimentos adquiridos, com relevo para as questões do acesso, da reutilização, da segurança dos registos clínicos e da protecção de dados das pessoas singulares, bem como do impacto dessas noções básicas e elementares, nas suas práticas, ainda enquanto estudantes de medicina, no futuro já como médicos e nos direitos de todos, doentes incluídos;
  6. Avaliação, da aquisição dos conhecimentos, da sua compreensão e aplicação, análise e síntese dos mesmos.

Doenças Cardiovasculares

MI430 - ECTS

Aquisição de conhecimentos e aptidões sobre a etiologia, fisiopatologia, prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico das patologias cardíacas e vasculares mais frequentes e/ou relevantes, de modo a que os estudantes desenvolvam as aptidões e competências necessárias à orientação clínica dos doentes, no âmbito destas patologias. Adotar-se-á uma abordagem integrada médico-cirúrgica dos conteúdos provenientes das áreas da Cardiologia, da Cirurgia Cardíaca,  da Angiologia e Cirurgia Vascular, da Radiologia e Imagiologia Médicas, daTerapêutica Geral e Farmacologia Clínica e da Anátomo- Patologia

Doenças Endócrinas, Nutrição e Metabolismo

MI427 - ECTS Objetivo Geral: Adquirir competências no dominio da teoria e da prática clínica (aptidões) sobre patologia endócrina, metabólica e nutricional.
Objetivos Específicos: Identificar os mecanismos subjacentes às doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais mais frequentes.
Desenvolver as perícias no colheita, registo e transmissão da informação clinica (História clinica e do exame físico das doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais).
Usar a informação obtida de modo a elaborar uma lista de problemas e propor a investigação que permita diferenciar os principais diagnósticos e resolver as dúvidas persistentes pelo uso racional dos meios complementares de diagnóstico (estratégia de diagnóstico).
Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que lhe permita a resolução das mais frequentes situações endócrino, metabólicas e nutricionais (resolução de problemas clínicos).
construir uma estratégia terapêutica com recurso a todos os meios disponiveis, desde os não farmacológicos, como a modificação de estilo de vida, aos fármacos, à cirurgia e aos outros meios complementares de terapêutica e, estar habilitado a procurar informação para tomar decisões.

Doenças Neurológicas

MI423 - ECTS

- Aprendizagem da avaliação e interpretação das funções do SN no sentido de determinar o Síndrome Neurológico e com os dados da história clínica, propor um diagnóstico, determinar quais os exames subsidiários adequados para o diagnóstico, com base no conhecimento das doenças do Sistema Nervoso e músculo mais frequentes na população em geral. 

- A imagem nas doenças do Sistema Nervoso e papel da Neuropatologia, nomeadamente nas Doenças Neuromusculares e Neurodegenerativas. - Tratamento farmacológico, particularmente nas Demências, Doença do Movimento, Epilepsia e Cefaleias.

- Conhecimentos teóricos e avaliação à cabeçeira do doente, sempre que possível, dos seguintes temas:

  • Exame Neurológico
  • Síndromes Neurológicos
  • Meios complementares de diagnóstico- Neuroradiologia
  • Epilepsia
  • Demênias
  • Doença Vascular Cerebral
  • Cefaleias
  • Doenças do ráquis
  • Traumatismo crânio-encefálicos
  • Doenças do movimento
  • Doenças inflamatórias e desmielinizantes do Sistema Nervoso.
  • Doenças Neuromusculares
  • Tumores do Sistema Nervoso Central
  • Neuropediatria
  • Urgências
  • Vertigens, síncope e coma
  • Sintomas Neurológicos Funcionais

Doenças Osteoarticulares e Musculares

MI422 - ECTS

Proporcionar aos estudantes contacto com conhecimentos fundamentais das especialidades que integram a unidade curricular de doenças osteoarticulares e musculares (UC DOM).

No final de cada semestre lecionado o estudante deverá ser capaz de realizar exame objetivo do adulto e da criança. Deverá igualmente adquirir conceitos gerais sobre:patologia degenerativas da coluna e membros;  patologia da infância (luxação congénita da anca / DDA – pé boto; infeções ósseas; epifisiólise – Perthes; deformidade da coluna); traumatologia da coluna e membros; tumores ósseos assim como lesões musculotendinosas desportivas.

No âmbito das doenças reumáticas os alunos serão capazes de identificar e avaliar indivíduos com patologia reumatológica inflamatória como a Artrite Reumatoide, o Lupus Eritematoso Sistémico e outras conectivites nomeadamente a Esclerose Sistémica, a Síndroma de Sjogren, Miopatias Inflamatórias, a Artrite Idiopática Juvenil, Vasculites Sistémicas e as Espondilartrites. Para além destas patologias serão focadas as Artrites Microcristalinas, a Osteoartrose, a Osteoporose e outras doenças metabólicas ósseas, as Doenças Reumáticas Periarticulares, a Fibromialgia e as Manifestações Musculoesqueléticas de doenças não reumáticas.

Aquisição de conceitos gerais sobre Medicina Fisica e de Reabilitação(MFR). Aprendizagem da avaliação clínica e funcional do doente, através de escalas funcionais e de meios complementares de diagnóstico e de intervenção utilizados em MFR. Abordagem de aspetos especificos de prevenção e tratamentos em MFR.

Doenças Respiratórias e do Tórax

MI421 - ECTS Esta unidade curricular tem como objetivo a aquisição de conhecimentos e aptidões sobre a etiologia, fisiopatologia, prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico das patologias respiratórias e torácicas (não cardiovasculares) mais frequentes ou relevantes, de modo a que os estudantes desenvolvam as aptidões e competências necessárias à orientação clínica dos doentes no âmbito destas patologias.
Para o efeito adotar-se-á uma abordagem integrada médico-cirúrgica, terapêutica, anatomo-patológica e imagiológica com o envolvimento de especialistas em Pneumologia, Cirurgia torácica, Farmacologia clínica, Radiologia e Anatomia patológica.

Empreendorismo em saúde

OPT165 - ECTS
  1. Desenvolver capacidades de comunicação de ideias
  2. Construir uma abordagem crítica à análise de projetos
  3. Ser munido das ferramentas necessárias para a criação de um projeto
  4. Complementar a visão médica com a vertente comercial
  5. Capacitar o estudante a aplicar o seu conhecimento e habilidade técnica para a criação de uma empresa
  6. Compreender o que é empreendedorismo e o papel da inovação
  7. Conhecer os passos necessário para criar uma startup

Ensaios clínicos: planeamento, aspetos práticos e análise

OPT182 - ECTS

Os ensaios clínicos de intervenções terapêuticas têm como objetivo informar sobre a eficácia, a eficiência e a segurança das intervenções terapêuticas no âmbito da medicina clínica. Enquanto metodologia de investigação, estes estudos podem ser enquadrados quer na área da avaliação de tecnologias de saúde, quer na área da investigação clínica e em serviços de saúde. Esta unidade curricular pretende abordar as principais aspetos do desenho, execução, análise e interpretação de ensaios clínicos.

Epidemiologia Clínica

MI425 - ECTS

O objectivo da unidade curricular é aplicar os princípios da epidemiologia ao estudo de grupos de doentes.

No fim da unidade curricular o estudante deve ser capaz de:

Avaliar o efeito das intervenções de diagnóstico e terapêutica nos outcomes clínicos.

Estudar os determinantes e efeitos das decisões clínicas.

Incorporar os resultados da investigação epidemiológica clínica nos processos de tomada de decisão.

Reconhecer o contributo da epidemiologia para a qualidade dos cuidados de saúde e a segurança dos doentes.

Extração de Conhecimento de Dados em Saúde

OPT42 - ECTS Nesta unidade curricular serão abordados métodos de aprendizagem automática para a prospeção e extração de conhecimento de dados (data mining) na área da saúde. No final, os alunos deverão descrever algumas técnicas, saber aplicá-las a novos problemas e saber interpretar os resultados obtidos.

Física e Tecnologia dos Meios de Diagnóstico

OPT186 - ECTS

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos e Tecnológicos subjacentes a uma gama alargada de Meios de Diagnóstico por forma torná-los capazes de compreender as especificidades próprias, as limitações e os seus campos de aplicação.

Por outro lado, permitir-lhes compreender os seus traços comuns, quer Físicos, quer tecnológico, de forma a serem capazes de os classificar de forma matricial multidimensional.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

Fotografia médica científica

OPT168 - ECTS

 

  1. Identificação e seleção dos diferentes equipamentos utilizados em fotografia médica e científica
  2. Princípios básicos de fotografia
  3. Preparação de fotografias para apresentação, impressão ou para publicação em artigos científicos e livros
  4. Gestão de arquivos e dos ficheiros digitais 
  5. Conheçam os aspetos éticos da fotografia

Gestos Cirúrgicos Importantes para a Atividade Clínica

OPT41 - ECTS Fornecer conhecimentos e estimular o desenvolvimento de aptidões técnicas para o exercício correto e adequado de gestos cirúrgicos básicos, indispensáveis ao exercício da atividade clinica.

Imunoterapia

OPT189 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é a aquisição, por parte dos estudantes, de conhecimento relativo aos tratamentos que impliquem modulação da resposta imunológica. 

No final desta unidade curricular os estudantes deverão adquirir conhecimento e competência nas áreas: 

  1. Mecanismos imunológicos envolvidos na base da doença imune mediada; 
  2. Mecanismos e aplicação da imunoterapia com veneno de himenópteros, aeroalergénios e alergénios alimentares. 
  3. Abordagens de terapêuticas biológicas no tratamento de doenças alérgicas, doenças auto-imunes e neoplásicas 
  4. Abordagem terapêutica das imunodeficiências 
  5. Modulação da resposta imunológica - do exercício à dieta 

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Intervenção Clínica em Estilo de Vida I

OPT187 - ECTS

Os componentes do estilo de vida estão entre os principais determinantes de saúde dos indivíduos a nível global.

O reconhecimento desta contribuição está patente na recomendação terapêutica em relação às principais doenças não comunicáveis que têm de forma transversal, como alteração de primeira linha, a recomendação de promover a implementação de alterações de estilo de vida. As intervenções realizadas no sentido de otimização do estilo de vida devem ser idealmente realizadas em todos os contactos com os cuidados de saúde e têm não só potencial terapêutico, mas de promoção do estado de saúde e de prevenção da doença. São também uma importante ferramenta para aumentar a literacia em saúde e melhorar a auto-gestão de muitas patologias, minorando os gastos em saúde e as intervenções farmacológicas, em alinhamento com os objetivos de desenvolvimento sustentável, propostos pelas Nações Unidas para 2030.

Deste modo, os principais objetivos da Unidade Curricular (UC) são:

- Aumentar o reconhecimento dos fatores do estilo de vida como determinantes da saúde;

- Dar a conhecer métodos de intervenção em estilo de vida com evidencia de eficácia demonstrada;

- Treinar a implementação de alterações de estilo de vida, nas suas diferentes vertentes, em atividades destinadas a promoção de saúde, prevenção de doença e como abordagem terapêutica principal e complementar;

- Contribuir para a aquisição de hábitos de trabalho multidisciplinar, principalmente em relação à gestão de doenças com etiologia multifatorial como as doenças não comunicáveis.

 

Investigação em Microbiologia Médica

OPT43 - ECTS

O principal objetivo pedagógico consiste em estimular nos estudantes o gosto pela atividade investigacional em Microbiologia Médica.

Incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a aplicação de conhecimentos adquiridos nas sessões de formação teórica no âmbito desta unidade curricular e nas unidades curriculares de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, entre outras, com os quais os estudantes possam desenvolver atividades de pesquisa científica no âmbito da Microbiologia Médica, integrados numa equipa multidisciplinar.

Medicina Farmaceutica e Farmacologia Clínica

OPT152 - ECTS

Alicerçar a visão crítica das diversas áreas relacionadas com o medicamento desde a descoberta, avaliação e registo à selecção e prescrição racional. Proporcionar um conhecimento mais especializada da medicina farmacêutica e da farmacologia clínica.

Medicina Geral e Familiar

MI431 - ECTS

A unidade curricular Medicina Geral e Familiar visa permitir aos estudantes a aquisição de conhecimentos sobre os fundamentos e competências fundamentais da Medicina Geral e Familiar: a gestão e coordenação de cuidados de saúde primários, a orientação comunitária, capacidades para a resolução de problemas específicos, abordagem abrangente, cuidados centrados na pessoa e abordagem holística.

Por outro lado, pretende-se também que os estudantes adquiriam conhecimentos sobre a organização do Serviço Nacional de Saúde, a história dos Cuidados de Saúde Primários.

Finalmente, pretende-se que os estudantes saibam como no exercício da Medicina Geral e Familiar atual se incorpora a prática da Medicina Baseada na Evidência e novas tecnologias de informação e comunicação no apoio à decisão de situações clínicas concretas.

Microbiologia Clínica

OPT81 - ECTS

O principal objectivo pedagógico consiste em ensinar Microbiologia Clínica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a translação de conhecimentos adquiridos nas disciplinas de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, Clínica das Doenças Infecciosas e em outras disciplinas de carácter clínico, com os quais os estudantes possam analisar, pesquisar e solucionar problemas no âmbito da Microbiologia Clínica.

 

Competências: saber esquematizar, no âmbito de uma equipe multidisciplinar, uma estratégia correcta de intervenção nos domínios da epidemiologia, diagnóstico, terapêutico e de prevenção de doença microbiana, a nível da comunidade ou de uma unidade prestadora de cuidados de saúde.

Modelos Gráficos de Probabilidade

OPT24 - ECTS

Esta unidade curricular pretende dotar os estudantes dos conhecimentos e competências que lhes permitam utilizar métodos modernos de resolução probabilística de problemas biomédicos, sendo mais especificamente focadas a teoria e a prática de construção de Redes Bayesianas para exploração de associações entre fatores relevantes e outcomes, e a sua aplicação no apoio à decisão clínica.

 

Neurociências Contemplativas: Mindfulness

OPT192 - ECTS

Trata-se de uma UC eminentemente vivencial pelo que todas as aulas são nas modalidades TP/P. No final da unidade curricular, os principais objetivos de aprendizagem são o reconhecimento e análise criticas dos (as):

  1. Conhecimentos neurobiológicos atuais acerca das teorias de funcionamento do Mindfulness e da Meditação;
  2. Estruturas de Programas estruturados em Mindfulness certificados internacionalmente, nomeadamente, Programa MBSR (Mindfulness Based Stress Reduction), fundado na Universidade de Massachutetts, EUA), Programa MBCT (Mindfulnesss Based Cognitive Therapy, fundado na Universidade de Oxford) e Programa MSC (Mindfulness Self Compassion, fundado na Universidade do Texas, EUA). Outras abordagens cognitivo-comportamentais (Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) e Terapia Dialéctica-Comportamental (DBT).  
  3. Abordagens baseadas em Mindfulness versus abordagens informadas em Mindfulness;
  4. Investigações científicas na área das Neurociências Contemplativa, nomeadamente em abordagens mente-corpo em universidades internacionais com publicações científicas em revistas indexadas e com trabalhos citadas;
  5. Processos envolvidos na definição e manutenção de práticas pessoais de Mindfulness;

Neurorradiologia & Neuroimagem

OPT69 - ECTS Ensinar Neurorradiologia e Neuroimagem.

Oftalmologia

MI428 - ECTS

Dar a conhecer aos estudantes o âmbito da atuação profissional dos médicos oftalmologistas.

Estimular a opção por uma carreira profissional como médico oftalmologista por parte dos estudantes que sentem vocação pela área científico-profissional da Oftalmologia.

Transmitir noções básicas que possam permitir aos futuros médicos contribuir para o rastreio, diagnóstico e tratamento das principais doenças oculares

 

 

Oftalmologia em idade pediátrica

OPT105 - ECTS

1. Descrever o normal desenvolvimento da função visual na criança e sinais de alerta para referenciação para Oftalmologia

2. Identificar as várias patologias que afectam o globo ocular e a órbita na primeira década de vida

3. Diagnosticar e referenciar as diversas patologias na idade pediátrica.

Oncobiologia aplicada

OPT177 - ECTS

Biologia e Genética tumoral

   Descrever os mecanismos que dão origem à variação genética e conhecer os vários tipos de variantes genéticas.

   Distinguir anomalias genéticas hereditárias de anomalias genéticas adquiridas.

   Discutir as vantagens e limitações de diferentes metodologias para realização de testes genéticos de diagnóstico.

   Demonstrar como interpretar mutações através do uso de bancos de dados públicos, tendo em consideração alterações genómicas e evolução clonal.

   Compreender as implicações éticas dos achados genéticos acidentais.

Oncobiologia aplicada

   Descrever as principais vias de sinalização intracelulares em tumores sólidos e aberrações moleculares que alteram essa sinalização.

   Obter conhecimento detalhado dos mecanismos imunológicos e como estes podem ser usados para otimizar abordagens terapêuticas.

   Obter compreensão básica dos princípios subjacentes ao desenvolvimento e análise de ensaios clínicos em oncologia.

   Compreender a importância dos marcadores preditivos na oncologia molecular.

   Familiarizar-se com as alterações moleculares mais frequentes em tumores sólidos e terapias direcionadas utilizadas em rotina clinica.

Bioinformática

   Comunicar eficientemente com bioinformáticos.

   Descrever os passos de análise bioinformática para detecção de mutações em dados de sequenciação de nova geração.

  Realizar controle de qualidade aos níveis de corrida, leitura e variante.

   Usar ferramentas bioinformáticas para anotar e apoiar na interpretação de variantes.

   Considerar questões de hardware, segurança e privacidade ao criar dados de omics.

Patologia molecular

   Compreender aspetos básicos (procedimentos e regras) de um laboratório clínico acreditado.

   Obter conhecimento sobre os diferentes tipos de espécimes (por exemplo, biopsia de tecido, citologia, ressecções).

   Familiarizar-se com todas as etapas que vão desde a recolha de amostras à redação final de relatórios moleculares, juntamente com todos os possíveis estrangulamentos.

   Ter uma visão geral sobre as plataformas tecnológicas atualmente utilizadas no diagnóstico molecular (em comparação com laboratórios de investigação).

   Familiarizar-se com as variantes genéticas clinicamente relevantes mais comuns, em conjunto com um sistema de interpretação e classificação de variantes.

 

Otorrinolaringologia

MI429 - ECTS

1. Adquirir conhecimentos nucleares na área da Otorrinolaringologia.

2. Ganhar competências na aquisição da história clínica e exame físico do doente.

3. Desenvolver estratégias diagnósticas e critérios de seleção de exames/técnicas auxiliares de diagnóstico.

4. Aprofundar o espírito crítico com vista à resolução de problemas clínicos e elaboração de orientações terapêuticas.

5. Procura dum espírito de excelência e humanidade na abordagem do doente.

Patologia molecular de doenças associadas ao desenvolvimento

OPT123 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é a aquisição, por parte dos estudantes, de conhecimentos sobre a base molecular e clinica subjacentes a patologias prevalentes associadas a defeitos no decurso do desenvolvimento. No final desta unidade curricular, os estudantes deverão ter a capacidade de apresentar de forma crítica um caso clínico ou artigo científico integrando os conhecimentos de base molecular e clinica na discussão de casos clínicos.

 

Em cada unidade temática (módulo) pretende-se o desenvolvimento dos seguintes objetivos de aprendizagem:

- Descrever os processos moleculares e celulares que estão na base das patologias apresentadas;

- Identificar os quadros clínicos das patologias apresentadas;

- Apresentar e discutir em grupo, de forma crítica, um caso clínico ou artigo científico. No que se refere aos casos clínicos, os estudantes devem integrar os aspetos moleculares e clínicos. No caso dos artigos científicos, estes devem incidir sobre a questão clínica, objetivos, modelos experimentais, resultados, discussão e conclusões.

Propedêutica Cirúrgica II

MI426 - ECTS

Finalidade:

Aquisição de conhecimentos, aptidões e atitudes que habilitem ao desempenho clínico básico em entidades nosológicas relevantes em Cirurgia (parte II).

Repercussões no fundo ocular de doenças sistémicas

OPT111 - ECTS
  1. Identificar a semiologia da patologia do fundo ocular
  2. Observar o fundo ocular e distinguir o envolvimento ocular nas diferentes situações patológicas
  3. Aprender a referenciar por níveis de gravidade a patologia identificada na fundoscopia

Técnicas de Promoção da Saúde

OPT154 - ECTS Os estudantes deverão conhecer as teorias que estão na base de programas de promoçao da saúde e as técnicas fundamentais para a sua implementação.
Os estudantes deverão ser capazes de analisar criticamente um programa de promoção de saúde, identificando todas as suas componentes, nomeadamente a definição dos objectivos e metas, identificação de estratégias e planeamento de ações adequadas ao contexto, e definição do processo de avaliação do programa.

Toxicologia Médica

OPT153 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo permitir o contacto na pré-graduação com a Toxicologia Médica entendida como o corpo organizado de conhecimentos sobre o diagnóstico, o tratamento e a prevenção das ações tóxicas dos agentes químicos no homem. Neste contexto, capacitar o aluno e futuro médico para o diagnóstico e tratamento de emergências médicas relacionadas com fármacos e produtos químicos. Além desta vertente de medicina de emergência também são abordados temas de Toxicologia ambiental com o estudo de venenos de origem animal e vegetal que possuem toxicidade para o homem.

Pretende-se assim que o aluno seja capaz de:

  1. Conhecer os princípios da Toxicologia médica
  2. Identificar e classificar os vários mecanismos de toxicidade
  3. Avaliar e identificar no doente intoxicado os sinais e sintomas de toxicidade
  4. Identificar os diversos Toxindromes, conhecer o algoritmo de decisão perante um doente com intoxicação aguda, os cuidados de suporte de vida, a terapêutica inespecífica das intoxicações e antídotos disponíveis.
  5. Conhecer os venenos de origem animal e vegetais mais comuns em Portugal assim como a sua abordagem médica no caso de intoxicação no homem
  6. Conhecer os tóxicos utilizados como “guerra química” e o tratamento do quadro toxico de cada destes agentes.
  7. Conhecer e divulgar estratégias de prevenção de intoxicação/envenenamento no homem

Tratamento de feridas

OPT133 - ECTS

Aquisição de conhecimento, aptidão e atitudes que habilitem à avaliação e orientação terapêutica de feridas nomeadamente:

Processo de cicatrização tecidular;

Princípios gerais do tratamento de feridas;

Orientadores no tratamento de procedimentos para orientação de feridas simples;

Critérios de referenciação de feridas complexas.

Traumatologia desportiva

OPT125 - ECTS

Apreender conceitos fundamentais de diagnóstico e tratamento das patologias mais frequentes na área da traumatologia desportiva.

Integrar estes conhecimentos e descobrir as possibilidades que se apresentam em termos de investigação científica nestas matérias.

Ambiente Construído e Saúde

OPT184 - ECTS

Com a crescente e global urbanização tem vindo a ser reconhecida a importância de melhor compreender a relação entre o ambiente das cidades, a saúde e o bem-estar humano.

O conteúdo da unidade curricular foi escolhido e estruturado de forma a assegurar que inclui os aspetos que caracterizam a exposição, biodiversidade e QAI subjacentes a eventuais manifestações de sintomas e doenças associados ao ambiente construído, bem como o estado da arte das associações de parâmetros ambientais, diagnóstico de doenças associadas a exposição ambiental e mecanismos de intervenção preventiva e reativa.

Os objetivos de aprendizagem da Unidade Curricular estão alinhados com objetivos futuros definidos pela Assembleia Geral das Nações Unidas para 2030, no documento “Transforming our world: the 2030 Agenda for Sustainable Development”, nomeadamente no referido pelo ponto 3 – “Ensure healthy lives and promote well-being for all ages” – e ponto 11 – “Make cities and human sttlements inclusive, safe, resilient and sustainable”.

Análise de dados de sistemas de informação em saúde

OPT156 - ECTS

Desenvolver noções teóricas sobre a reutilização de dados de saúde provenientes de sistemas de informação de saúde (e.g. base de dados administrativas, registos clínicos, EHR) bem como adquirir as aptidões práticas necessárias à sua aplicação em investigação em serviços de saúde.

Anestesiologia e Medicina Intensiva

MI524 - ECTS

1. Integrar na formação geral dos futuros médicos, as noções de atuação em tempo real e de vigilância contínua das funções vitais em Anestesia, Cuidados Perioperatórios, Medicina Intensiva e Medicina de Emergência;

2. Contribuir para a aquisição de conhecimento e capacidades básicos capazes de salvar vidas, nomeadamente em situações de peri-paragem e de trauma grave;

3. Reconhecer o doente crítico e compreender o processo de receção, estabilização, diagnóstico e terapêutica inicial e triagem de nível de cuidados (II e III) do doente agudo ou agudizado emergente;

4. Compreender as metodologias de suporte orgânico do doente crítico;

5. Fomentar a capacidade de integração pluridisciplinar de conhecimentos sobre os doentes, particularmente em situações de não-colaboração, bem como a capacidade de transmissão de informação;

6. Dar a conhecer os âmbitos do exercício profissional da Anestesiologia e da Medicina Intensiva como contributo para a escolha informada da sua carreira profissional de futuros médicos.

Artroscopia

OPT158 - ECTS Componente pratica de artroscopia

Avaliação da qualidade e segurança do doente

OPT128 - ECTS

Nesta UC os estudantes devem ser capazes de avaliar a importância crescente desta área, compreender os principais modelos e sistemas da qualidade, e valorizar a segurança do doente. Os estudantes devem desenvolver o conceito de risco em Saúde, perceber a forma como os assuntos da qualidade devem condicionar as decisões da gestão e das politicas e, ainda, devem definir situações concretas de aplicação do tema.

Cirurgia da Coluna Vertebral

OPT162 - ECTS - Adquirir conhecimentos sobre a patologia da coluna vertebral mais frequente na prática clínica e a sua semiologia.
- Utilizar racionalmente os meios complementares de diagnóstico.
- Praticar a orientação clínica de doentes com queixas relacionadas com a coluna vertebral.
- Reconhecer os quadros clínicos que necessitam de tratamento cirúrgico e o seu grau de prioridade.
Familiarizar-se com os procedimentos cirúrgicos raquidianos mais habituais.

Cirurgia da Obesidade

OPT118 - ECTS Constará do treino clínico com aplicação prática de conhecimentos adquiridos, englobando semiologia, preparação pré-operatória, terapêutica cirúrgica e acompanhamento pós-operatório nas situações mais frequentes da Cirurgia da Obesidade.

Cirurgia Laparoscópica

OPT120 - ECTS

Cirurgia Plástica, Reconstrutiva, Estética e Cirurgia Maxilo-Facial

OPT92 - ECTS
  • Saber quais as patologias do foro da Cirurgia, Plástica, Reconstrutiva, Estética e Maxilo-Facial;
  • Conhecer os conceitos básicos desta disciplina;
  • Identificar diferentes tratamentos cirúrgicos para cada patologia.

Cirurgia Vascular- Prática Clínica

OPT93 - ECTS

Aquisição de competências para o desempenho de tarefas relativas à Semiologia, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais (frequentes e/ou relevantes) da especialidade de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Cirurgia Visceral

OPT94 - ECTS

Clínica Pediátrica

MI526 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

Os estudantes devem ser capazes de:

  • Comunicar com a criança e familiares
  • Efetuar a história clínica, realizar o exame físico nos diferentes grupos etários e elaborar um relatório clínico
  • Implementar medidas preventivas na infância e da adolescência
  • Promover o aleitamento materno e diversificação alimentar adequada ao grupo etário
  • Aconselhar a família e a comunidade na promoção de estilos de vida saudáveis
  • Avaliar o crescimento, estado nutricional e desenvolvimento da criança
  • Aconselhar sobre vacinação e promover a adesão ao Plano Nacional e Vacinação
  • Cumprir as recomendações do Boletim de Saúde Infantil e Juvenil
  • Rastrear malformações congénitas
  • Prestar cuidados ao recém-nascido na sala de partos
  • Identificar e tratar as principais patologias neonatais
  • Prevenir, identificar e tratar as intoxicações e os acidentes
  • Identificar e orientar a criança maltratada
  • Prestar cuidados de suporte básico de vida à criança
  • Reconhecer a criança gravemente doente
  • Aprender a clínica e terapêutica em doenças médicas ou cirúrgicas, frequentes e/ou graves
  • Obter e interpretar a semiologia em doenças com implicações cirúrgicas
  • Adaptar os princípios cirúrgicos genéricos à criança com uma abordagem fisiopatológica
  • Apreender e hierarquizar os princípios de atuação e cronologia operatória
  • Valorizar as implicações biopsicossociais das intervenções cirúrgicas no estrato pediátria
  • Reconhecer, atempadamente, as situações para referenciação

Coloproctologia

OPT95 - ECTS

Constará do treino clínico com aplicação prática de conhecimentos adquiridos nos anos anteriores, numa contribuição para o ensino de forma vertical e englobando semiologia, semiótica e terapêutica cirúrgica nas situações mais frequentes de Coloproctologia.

Cuidados Críticos em Queimados

OPT76 - ECTS

Aquisição de competências básicas  em suporte vital, fluidoterapia e cuidados de penso para o desempenho de tarefas de índole assistencial ao doente queimado, em particular com lesões de elevada gravidade e extensão.

Dermatologia e Cirurgia Plástica

MI530 - ECTS
Apreensão dos quadros clínicos, mecanismos fisiopatológicos e princípios terapêuticos genéricos em doenças do âmbito da Dermatologia e Venereologia e da Cirurgia Plástica mais frequentes e/ou graves, hierarquizar os princípios da decisão médica e cirúrgica, atuação e referenciação atempada.

Saber integrar-se numa equipe de Dermatologia, de Cirurgia Plástica e multidisciplinar na consulta, internamento ou no bloco, valorizar a aprendizagem autodirigida e a aprendizagem continuada, do trabalho de equipe e da abordagem multidisciplinar.

Contacto e treino nos métodos de observação, estudo e abordagem terapêutica, médica e cirúrgica, das afeções do âmbito da Dermatologia e Venereologia e da Cirurgia Plástica

Doenças Digestivas e do Abdómen

MI529 - ECTS

Objectivos na área Cirurgia. Ser capaz de:

- recolher dados clínicos na exploração de doenças do foro digestivo, bem como selecionar os diagnósticos diferenciais adequados e os exames complementares que lhe permitam atingir um diagnóstico definitivo.

- Contactar adequadamente o doente e demais profissionais envolvidos.

- Compreender a complexidade do tratamento médico e cirúrgico destes doentes, frequentemente envolvendo a integração com outras especialidades e necessitando de vigilância pós-operatória e no seguimento após a alta destes doentes.

Objectivos na área Gastroenterologia:

- Adquirir conhecimentos nucleares.

- Aprender e obter a informação clínica através da história e do exame objetivo.

- Elaborar estratégias de diagnóstico complementando a História e o exame físico com meios auxiliares.

- Resolver de problemas clínicos com propostas terapêuticas. Desenvolver uma atitude de permanente exigência ética e científica.

Doenças Infeciosas

MI522 - ECTS Através de uma integração na actividade do Serviço, (este ano será aquém do desejável, dada a situação pandémica actual) pretende-se que os estudantes tenham a percepção dos aspectos específicos da patologia infecciosas. A complementar esta vivência de prática clínica, serão discutidos diaramente casos clinicos de doentes do Serviço de Doenças Infeciosas (SDI)

Doenças Oncológicas e Hematológicas

MI523 - ECTS

Praticar a colheita da história clínica e exame objectivo, com especial incidência em patologia hematológica (ensino teórico e prático de semiologia clínica e laboratorial do sistema hematopoiético); Reconhecer e orientar o diagnóstico da patologia hematológica mais frequente; Possibilitar aos estudantes o contacto com patologia hematooncológica (leucemias agudas e crónicas, síndromes mielodisplásicas e mieloproliferativas, linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin, mieloma múltiplo, etc) e com princípios fundamentais da quimioterapia citotóxica e do apoio médico e psicológico ao doente neoplásico; Aprender a interpretar o hemograma e alguns exames hematológicos básicos; Reconhecer e investigar as manifestações hematológicas de doenças sistémicas; Conhecer as bases da transfusão sanguínea, suas indicações e potenciais problemas. Conhecer as bases da transplantação hematopoiética.
Abordagem do doente com tumor sólido. Contacto com doentes com vários tipos de tumor. Discussão de doentes com carcinoma da mama, carcinoma do cólon e recto, carcinoma ginecológico, carcinoma uro-genital, carcinoma esófago-gástrico, tumores do sistema nervoso central e tumores da cabeça e pescoço.
Noções sobre quimioterapia oncológica e sobre agentes biológicos e terapêuticas alvo.
Noções sobre alterações imagiológicas em tumores hematopoiéticos e sólidos.
Discussão anátomo-clínica de casos de leucemias e linfomas e de tumores sólidos.

Doenças Renais e das Vias Urinárias

MI521 - ECTS Habilitar o estudante na colheita, registo, gestos atitudes e transmissão da informação clínica (história da doença, exame objetivo e exames complementares) nas áreas da Nefrologia e da Urologia, importantes para a formação do médico pluripotencial. Utilizar a informação com vista ao diagnóstico dos principais síndromas nefrológicos e patologias urológicas e ao estabelecimento de listas de problemas centrados na situação clínica do doente. Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que habilite o estudante na avaliação e resolução das situações clínicas mais frequentes na área da nefrologia e e da urologia e na elaboração de propostas terapêuticas adequadas. Habilitar o estudante na referenciação do doente e na busca informação para tomada de decisões.

Epidemiologia do cancro

OPT147 - ECTS O objetivo desta unidade curricular é promover o conhecimento sobre a carga de doença oncológica e os seus determinantes em diferentes contextos, assim como acerca das estratégias de prevenção e controlo, colocando em evidência as metodologias epidemiológicas e fontes de informação de particular importância em epidemiologia do cancro.

Estomatologia e Cirurgia Orofacial

OPT98 - ECTS Conhecimentos e aptidões para possibilitar vir a adquirir competências para o desempenho de tarefas relativas à propedêutica, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais(frequentes e/ou relevantes) da especialidade de Estomatologia e Cirurgia Oral.

Extração de Conhecimento de Dados em Saúde

OPT42 - ECTS Nesta unidade curricular serão abordados métodos de aprendizagem automática para a prospeção e extração de conhecimento de dados (data mining) na área da saúde. No final, os alunos deverão descrever algumas técnicas, saber aplicá-las a novos problemas e saber interpretar os resultados obtidos.

Física e Tecnologia dos Meios de Diagnóstico

OPT186 - ECTS

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos e Tecnológicos subjacentes a uma gama alargada de Meios de Diagnóstico por forma torná-los capazes de compreender as especificidades próprias, as limitações e os seus campos de aplicação.

Por outro lado, permitir-lhes compreender os seus traços comuns, quer Físicos, quer tecnológico, de forma a serem capazes de os classificar de forma matricial multidimensional.

Flebologia

OPT167 - ECTS

Aquisição de competências para o desempenho de tarefas relativas à Semiologia, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais (frequentes e/ou relevantes) da área da Flebologia.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

Geriatria

OPT99 - ECTS

Gestão de eventos críticos e trabalho em equipa

OPT130 - ECTS

A gestão de eventos críticos (Crisis Resources Management – CRM) tem por base um conjunto de competências não-técnicas fundamentais à performance otimizada das equipas de saúde. A CRM explora fatores psicológicos, interpessoais e ambientais que influenciam os cuidados de saúde, em particular em situações inesperadas, de risco e onde o tempo é um fator chave. 

Os objetivos principais são:

  • Compreender a influência dos fatores humanos nos erros
  • Identificar e compreender as competências não-técnicas básicas da gestão de eventos críticos e da segurança do doente
  • Identificar e compreender os elementos chave de uma equipa eficaz
  • Desenvolver e aplicar estratégias para uma correta gestão de eventos críticos e trabalho de equipa eficaz

Gestão de stress e prevenção de burnout

OPT170 - ECTS

Explorar as diferentes formas de experienciar o stress;

Avaliar vulnerabilidade e resiliência ao stress;

Conhecer formas de reduzir o potencial de stress;

Fornecer recursos para lidar com o stress.

Identificar e definir burnout; estratégias de prevenção e mecanismos de coping

Detetar consequências físicas e psicológicas da síndrome de burnout

Conhecer as intervenções psicoterapêuticas e psicossociais na síndrome de burnout

Ginecologia/Obstetrícia

MI520 - ECTS

Habilitação do estudante com a teoria e com a prática, necessárias ao estágio clínico do 6º ano, ao exame de acesso ao Internato Médico e à aprendizagem contínua.

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Investigação em Microbiologia Médica

OPT43 - ECTS

O principal objetivo pedagógico consiste em estimular nos estudantes o gosto pela atividade investigacional em Microbiologia Médica.

Incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a aplicação de conhecimentos adquiridos nas sessões de formação teórica no âmbito desta unidade curricular e nas unidades curriculares de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, entre outras, com os quais os estudantes possam desenvolver atividades de pesquisa científica no âmbito da Microbiologia Médica, integrados numa equipa multidisciplinar.

Medicina do Exercício e Desporto

OPT121 - ECTS

Medicina e Filosofia

OPT173 - ECTS

Medicina Farmaceutica e Farmacologia Clínica

OPT152 - ECTS

Alicerçar a visão crítica das diversas áreas relacionadas com o medicamento desde a descoberta, avaliação e registo à selecção e prescrição racional. Proporcionar um conhecimento mais especializada da medicina farmacêutica e da farmacologia clínica.

Medicina Legal

MI528 - ECTS

Objetivo geral: promover conhecimentos, capacidades e atitudes no que se refere aos gestos médicos que se enquandram no âmbito da medicina legal, tendo em vista garantir que os futuros médicos irão atuar de forma correta e adequada, no melhor interesse dos doentes, e sempre nos termos da lei, quando confrontados com questões de índole médico-legal, independentemente da especialidade em que trabalhem, tudo isto numa atitude de trabalho interdisciplinar e articulado.

Objetivos específicos: que os estudantes adquiram capacidades e competências na abordagem de vítimas e seus familiares, na elaboração de certificado de óbito por via eletrónica, nos corretos procedimentos face a um cadáver, na descrição de lesões/sequelas e sua documentação fotográfica, no exame físico de vítimas (designadamente de crimes sexuais), na seleção, colheita, preservação e acondicionamento de diferentes tipos de vestígios e de outras amostras, e na elaboração de sinalização e/ou denúncia de alegados crimes.

Medicina Nuclear e Imagem Molecular

OPT122 - ECTS Adquirir os fundamentos e a semiologia da Medicina Nuclear e Imagem Molecular, incluindo a vertente terapêutica, de modo a que o estudante fique apto a requisitar estes meios diagnósticos e terapêuticos, na sua futura prática clinica.

Microbiologia Clínica

OPT81 - ECTS

O principal objectivo pedagógico consiste em ensinar Microbiologia Clínica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a translação de conhecimentos adquiridos nas disciplinas de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, Clínica das Doenças Infecciosas e em outras disciplinas de carácter clínico, com os quais os estudantes possam analisar, pesquisar e solucionar problemas no âmbito da Microbiologia Clínica.

 

Competências: saber esquematizar, no âmbito de uma equipe multidisciplinar, uma estratégia correcta de intervenção nos domínios da epidemiologia, diagnóstico, terapêutico e de prevenção de doença microbiana, a nível da comunidade ou de uma unidade prestadora de cuidados de saúde.

Neurocirurgia

OPT103 - ECTS

- Orientar a aprendizagem da patologia neurocirúrgica mais comum (TCE, tumores cerebrais, neurocirurgia vascular, raquis).

- Promover a prática de internamento, consulta, bloco e cuidados intensivos.
- Orientar a patologia neurocirurgica mais comum no Serviço de Urgência nomeadamente os TCE ligeiros, moderados e graves.
- Executar a avaliação clínica dos doentes neurocirúrgicos.
- Identificar as principais patologias que recorrem à consulta externa.
- Conhecer gestos técnicos essenciais da Neurocirurgia.

NeuroIntensivismo

OPT191 - ECTS - Adquirir conhecimentos sobre manuseamento do doente crítico com lesão cerebral aguda.
- Aprender conceitos de fisiologia da circulação cerebral e neuromonitorização multimodal.
- Integrar a informação clínica neurológica com a sistémica na observação do doente neurocrítico.
- Familiarizar-se com a evolução clínica dos diagnósticos mais frequentes do neurointensivismo.

Neuro-oncologia

OPT176 - ECTS - Orientar a aprendizagem da patologia oncológica do SNC mais comum.

- Acompanhar o internamento, consulta e bloco operatório dos doentes nas diferentes áreas da neuro-oncologia (Neurocirurgia, Radioterapia, Quimioterapia).

- Contacto com as evoluções cirúrgicas mais recentes (Neuronavegação, ecografia intraoperatória, imunofluorescência, cirurgia com o doente acordado).

- Aspectos laboratoriais e investigacionais (Imunologia, Genética, Farmacologia, Bioquímica, Biologia Molecular). 

- Orientar a aprendizagem da patologia oncológica mais comum do SNC (gliomas, meningiomas, metástases cerebrais, tumores hipofisários).

- Promover a prática de internamento, consulta e bloco.

- Permitir o contacto com as ecoluções mais rcentes nas diferentes áreas de intervenção neuro-oncológica.

Oftalmologia em idade pediátrica

OPT105 - ECTS

1. Descrever o normal desenvolvimento da função visual na criança e sinais de alerta para referenciação para Oftalmologia

2. Identificar as várias patologias que afectam o globo ocular e a órbita na primeira década de vida

3. Diagnosticar e referenciar as diversas patologias na idade pediátrica.

Perinatologia Cirúrgica

OPT107 - ECTS

Que o estudante seja capaz de:

  • Valorizar o papel e as repercussões do diagnóstico antenatal;
  • Apreender as manifestações e atitudes perante diagnóstico antenatal;
  • Reconhecer doenças cirúrgicas neonatais;
  • Estabelecer uma orientação diagnóstica, terapêutica e prognóstica de malformações cirúrgicas relevantes.

Psicotraumatologia - Fundamentos psicobiológicos e relevância na prática médica

OPT178 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

1.      Educar e capacitar os estudantes com as ferramentas necessárias para identificar e ajudar os doentes a lidar com as consequências emocionais e biológicas do trauma, monitorizando as reações normativas;

2.      Identificar mecanismos biológicos da relação entre trauma e doença física; obesidade, doença metabólica e acontecimentos traumáticos; doenças autoimunes e trauma; trauma e cancro.

3.      Desenvolver aptidões para identificar perturbação de stress aguda e perturbação de stress pós traumática;

4.      Aumentar o conhecimento dos recursos e suporte técnico a fornecer aos pacientes com experiências traumáticas em risco de desenvolver distúrbios psicológicos e físicos; aprender as diferentes possibilidades de abordagem terapêutica em perturbações da resposta ao trauma.

Psiquiatria e Saúde Mental

MI525 - ECTS

No percurso universitário do estudante de Medicina é fundamental a existência de um espaço que permita avaliar o comportamento humano anormal e/ou desviante, bem como a patologia emocional/afetiva, havendo lugar para a aquisição das competências diagnósticas e ao planeamento do tratamento das doenças psiquiátricas. É ainda necessária a aprendizagem da expressão somática da patologia mental e da reação psicológica à doença física grave, numa perspetiva holística da compreensão do sofrimento humano. O ensino pretende-se integrado e multimodal, através das componentes letivas teórica, teórico-prática (seminários) e orientação tutorial (prática). Estas abordagens permitem a participação ativa por parte dos estudantes, promovendo um contacto mais direto com as pessoas com doença mental, o que facilita a compreensão dos conhecimentos teóricos. As aulas abrangem vários ambientes de diagnóstico e tratamento, tais como o internamento, hospital de dia, consulta externa, serviço de urgência, consultoria e residências, que estão inseridos em Unidades funcionais diferentes (Psiquiatria do Adulto e do Idoso; Psiquiatria do Jovem e da Família; Psiquiatria Comunitária e Hospital de Dia; Psiquiatria de Ligação).

Rastreio e diagnóstico pré -natal: a imagem, as hormonas e a genética

OPT110 - ECTS Abordagem dos vários aspectos (epidemiológicos, clínicos,genéticos, técnicos, económicos e artísticos do rastreio e diagnóstico prenatal

Repercussões no fundo ocular de doenças sistémicas

OPT111 - ECTS
  1. Identificar a semiologia da patologia do fundo ocular
  2. Observar o fundo ocular e distinguir o envolvimento ocular nas diferentes situações patológicas
  3. Aprender a referenciar por níveis de gravidade a patologia identificada na fundoscopia

Sistemas de Apoio à Decisão Clínica

OPT72 - ECTS

Perceber o contexto associado aos sistemas de apoio à decisão clínica, incluindo a sua caracterização, requisitos, componentes, evolução, fatores de sucesso, riscos e desafios para os profissionais de saúde.

Terapêutica Cardiovascular-Evidência e individualização

OPT112 - ECTS

O médico carece de dispor de conhecimentos sólidos na área da Terapêutica. A evidência está em constante mutação, o mesmo sucedendo com as recomendações. Sendo assim, um dos objetivos desta disciplina consiste na aprendizagem de recomendações terapêuticas versando as patologias cardiovasculares mais frequentes. O segundo pilar fundamental da disciplina centra-se nas exceções às regras gerais, na aprendizagem de circunstâncias que levem a que não se possam aplicar as recomendações terapêuticas mais comuns.

Competências: Identificar as principais fontes de informação relativas à evidência terapêutica na doença cardiovascular; aplicar um conjunto de recomendações terapêuticas de particular importância no tratamento de doenças cardiovasculares comuns; identificar circunstâncias que possam limitar a aplicação das recomendações gerais mais frequentemente utilizadas, abrindo as portas para a individualização terapêutica.

Tratamento de feridas

OPT133 - ECTS

Aquisição de conhecimento, aptidão e atitudes que habilitem à avaliação e orientação terapêutica de feridas nomeadamente:

Processo de cicatrização tecidular;

Princípios gerais do tratamento de feridas;

Orientadores no tratamento de procedimentos para orientação de feridas simples;

Critérios de referenciação de feridas complexas.

Urgências em oftalmologia

OPT116 - ECTS
  1. Identificar, diagnosticar e tratar as condições mais frequentes que recorrem à urgência de Oftalmologia
  2. Distinguir as condições que obrigam à referenciação destes doentes

A adesão terapêutica - da prescrição ao comportamento de adesão

OPT155 - ECTS

A unidade curricular tem como objetivo introduzir os estudantes à temática da Adesão Terapêutica, considerando todos os intervenientes nesta problemática, para permitir uma compreensão clara acerca dos fatores inerentes ao doente, sua patologia e tratamento instituído, dos fatores relacionados com o sistema de saúde e com os profissionais de saúde e, por último, dos fatores socioeconómicos, que interagem na complexidade idiossincrática de cada doente. A unidade curricular pretende ampliar e integrar os conhecimentos de Terapêutica Geral e Farmacologia Clínica, colocando-os numa perspetiva que sirva de alicerce para a compreensão integradora dos fatores inerentes ao comportamento de adesão terapêutica que permitam a aquisição de competências específicas para aplicação clinica imediata ao longo de toda a sua formação e prática nas várias áreas da medicina. 

A unidade curricular terá quatro objetivos principais: a) permitir que os estudantes obtenham uma compreensão abrangente acerca da extensão e da natureza dos desafios da adesão terapêutica que os doentes enfrentam baseados em evidências acerca do comportamento não-aderente; b) fazer com que os estudantes sejam capazes de identificar as oportunidades de adesão para efetivamente contribuir com os resultados da terapêutica instituída e diminuir a utilização dos recursos de saúde; c) possibilitar aos estudantes uma abordagem estruturada para auxiliar nas consultas de avaliação da adesão terapêutica; d) permitir aos estudantes o treino e promoção de competências de consulta para apoiar a mudança de comportamento no sentido da adesão terapêutica do doente.

No seu conjunto, os conhecimentos adquiridos na unidade curricular permitirão um contacto aprofundado com uma área das ciências da saúde até ao momento negligenciada, apesar de ser reconhecida pela OMS como um dos problemas mais comuns que as doenças crónicas enfrentam. Concomitantemente, permitirá aos estudantes de medicina a aquisição de competências para desenvolver um papel mediador entre a prática clínica e os resultados terapêuticos para o doente, que será determinante para a sua atividade clínica futura.

Administração Hospitalar

OPT127 - ECTS O exercício da Medicina deve hoje ser reequacionado à luz de critérios de beneficência e de qualidade assistencial mas também à luz das restrições económicas do sistema de saúde que colocam problemas de equidade no acesso. A escassez de recursos origina decisões médicas pautadas por critérios de custo de oportunidade ou seja pela ponderação dos sacrifícios que serão impostos a outros doentes e à sociedade em geral pelas decisões quotidianas de médicos e outros profissionais de saúde. A Administração Hospitalar é fundamental para que a decisão médica tenha em consideração os custos com a prestação de cuidados de saúde. Nesta UC pretende-se que o estudante: Incorpore na sua prática clínica ferramentas essenciais à utilização racional dos recursos afetados ao setor da saúde; Sensibilizar desde cedo os futuros profissionais de saúde para a gestão eficiente dos recursos, não comprometendo a equidade no acesso ao sistema de saúde e qualidade assistencial face ao elevado índice tecnológico da Medicina Hospitalar.

Álcool, drogas e toxicodependências

OPT129 - ECTS

Objetivo principal: integrar o estudante nas temáticas relativas aos consumos de álcool e drogas de abuso, bem como na toxicodependência. No final desta unidade curricular o estudante deverá ter adquirido capacidades para:

  1. Dominar os fundamentos teóricos e práticos da toxicologia forense
  2. Compreender a toxicocinética do álcool e substâncias psicoativas ilícitas nos sistemas biológicos (absorção, distribuição, metabolismo e eliminação - ADME) e fatores que influenciam a ADME
  3. Identificar e compreender os mecanismos de ação do álcool e das diferentes drogas de abuso, bem como os seus efeitos tóxicos
  4. Distinguir o uso lícito e ilícito e fazer o seu enquadramento legal, nomeadamente na fiscalização rodoviária sob influência do etanol e de substâncias psicotrópicas
  5. Identificar os pontos-chave da legislação Portuguesa que define o regime jurídico aplicável ao consumo substâncias psicotrópicas.

Anatomia regional - abordagem através de dissecção

OPT157 - ECTS

Alguns dos aspectos únicos da dissecção cadavérica incluem a natureza realista deste meio de ensino, que permite que os estudantes obtenham uma imagem tridimensional clara da organização do corpo humano, comprovem a existência de variações da normalidade, analisem a textura dos tecidos humanos e, por vezes, observem e compreendam condições patológicas.

Para além de ser indiscutivelmente um importante método de aprendizagem da anatomia, reforça as atitudes de respeito e compaixão entre os estudantes de Medicina.

Permite ainda aprender técnicas de dissecção e adquirir destreza manual, fundamentais para todos os futuros médicos.

Possibilita ainda que os estudantes desenvolvam pensamento crítico, e capacidade de resolução de problemas e de aplicação prática dos conhecimentos.

Anestesiologia e Medicina Intensiva

MI524 - ECTS

1. Integrar na formação geral dos futuros médicos, as noções de atuação em tempo real e de vigilância contínua das funções vitais em Anestesia, Cuidados Perioperatórios, Medicina Intensiva e Medicina de Emergência;

2. Contribuir para a aquisição de conhecimento e capacidades básicos capazes de salvar vidas, nomeadamente em situações de peri-paragem e de trauma grave;

3. Reconhecer o doente crítico e compreender o processo de receção, estabilização, diagnóstico e terapêutica inicial e triagem de nível de cuidados (II e III) do doente agudo ou agudizado emergente;

4. Compreender as metodologias de suporte orgânico do doente crítico;

5. Fomentar a capacidade de integração pluridisciplinar de conhecimentos sobre os doentes, particularmente em situações de não-colaboração, bem como a capacidade de transmissão de informação;

6. Dar a conhecer os âmbitos do exercício profissional da Anestesiologia e da Medicina Intensiva como contributo para a escolha informada da sua carreira profissional de futuros médicos.

Artroscopia

OPT158 - ECTS Componente pratica de artroscopia

Assistência ao Parto

OPT89 - ECTS Aquisição de conhecimentos, aptidões e competências necessárias para prestar cuidados assistenciais de rotina durante o trabalho de parto, incluído a resolução das principais complicações que podem ocorrer neste período.

Burnout e auto-cuidado em Medicina

OPT160 - ECTS
  1. Definir os conceitos e dimensões associados ao stresse, burnout e auto-cuidado;
  2. Reconhecer as características estruturais das organizações de saúde e suas consequências para o desenvolvimento de condições potenciadoras de exaustão emocional;
  3. Reconhecer fatores de proteção e vulnerabilidade associados à experiencia de burnout;
  4. Desenvolver competências de auto-gestão emocional potenciadoras do auto-cuidado.

Cardiogenética

OPT90 - ECTS
  • Descrever a base molecular das cardiopatias genéticas;
  • Identificar fenótipos específicos, sendo capaz de integrar achados clínicos, resultados imagiológicos e a informação da história familiar;
  • Descrever métodos, estratégias e dificuldades no diagnóstico genético das cardiopatias;
  • Compreender a importância do aconselhamento genético e da comunicação interdisciplinar.

Cirurgia Cerebral Endoscópica

OPT161 - ECTS - Permitir o contacto com uma técnica de cirurgia minimamente invasiva, actual e com grande potencial de progressão e perspectivas futuras(1).
- Aprendizagem da anatomia e patologia neurocirúrgica comum passível de tratamento/abordagem por neuroendoscopia (2).
- Promover o contacto não só com a técnica no bloco operatório mas também com a correcta avaliação do doente (internamento, consulta externa, pré e pós-operatório)(3).

Cirurgia da Coluna Vertebral

OPT162 - ECTS - Adquirir conhecimentos sobre a patologia da coluna vertebral mais frequente na prática clínica e a sua semiologia.
- Utilizar racionalmente os meios complementares de diagnóstico.
- Praticar a orientação clínica de doentes com queixas relacionadas com a coluna vertebral.
- Reconhecer os quadros clínicos que necessitam de tratamento cirúrgico e o seu grau de prioridade.
Familiarizar-se com os procedimentos cirúrgicos raquidianos mais habituais.

Cirurgia do Ambulatório

OPT119 - ECTS Constará do treino clínico com a aplicação prática de conhecimentos adquiridos nos anos anteirores, numa contribuição para o ensino de forma vertical e englobando semiologia, semiótica e terapêutica cirúrgica das situações mais frequentes na Cirurgia do Ambulatório e Bloco Central

Cirurgia Esofagogastroduodenal

OPT183 - ECTS Constará do treino clínico com aplicação prática de conhecimentos adquiridos, englobando semiologia, preparação pré-operatória, terapêutica cirúrgica e acompanhamento pós-operatório nas situações mais frequentes da Cirurgia Esofago-gastroduodenal.

Cirurgia Laparoscópica

OPT120 - ECTS

Cirurgia Plástica, Reconstrutiva, Estética e Cirurgia Maxilo-Facial

OPT92 - ECTS

Cirurgia Vascular- Prática Clínica

OPT93 - ECTS

Aquisição de competências para o desempenho de tarefas relativas à Semiologia, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais (frequentes e/ou relevantes) da especialidade de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Clínica Pediátrica

MI526 - ECTS

Objetivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

Os estudantes devem ser capazes de:

  • Comunicar com a criança e familiares
  • Efetuar a história clínica, realizar o exame físico nos diferentes grupos etários e elaborar um relatório clínico
  • Implementar medidas preventivas na infância e da adolescência
  • Promover o aleitamento materno e diversificação alimentar adequada ao grupo etário
  • Aconselhar a família e a comunidade na promoção de estilos de vida saudáveis
  • Avaliar o crescimento, estado nutricional e desenvolvimento da criança
  • Aconselhar sobre vacinação e promover a adesão ao Plano Nacional e Vacinação
  • Cumprir as recomendações do Boletim de Saúde Infantil e Juvenil
  • Rastrear malformações congénitas
  • Prestar cuidados ao recém-nascido na sala de partos
  • Identificar e tratar as principais patologias neonatais
  • Prevenir, identificar e tratar as intoxicações e os acidentes
  • Identificar e orientar a criança maltratada
  • Prestar cuidados de suporte básico de vida à criança
  • Reconhecer a criança gravemente doente
  • Aprender a clínica e terapêutica em doenças médicas ou cirúrgicas, frequentes e/ou graves
  • Obter e interpretar a semiologia em doenças com implicações cirúrgicas
  • Adaptar os princípios cirúrgicos genéricos à criança com uma abordagem fisiopatológica
  • Apreender e hierarquizar os princípios de atuação e cronologia operatória
  • Valorizar as implicações biopsicossociais das intervenções cirúrgicas no estrato pediátria
  • Reconhecer, atempadamente, as situações para referenciação

Coloproctologia

OPT95 - ECTS

Constará do treino clínico com aplicação prática de conhecimentos adquiridos nos anos anteriores, numa contribuição para o ensino de forma vertical e englobando semiologia, semiótica e terapêutica cirúrgica nas situações mais frequentes de Coloproctologia.

Comunicação Clínica II - Entrevista centrada no doente - Entrevista Motivacional

OPT96 - ECTS

Aquisição e consolidação de Conhecimentos:

  1. Fundamentos teóricos dos modelos explicativos dos comportamentos para a saúde e sua modificação;
  2. Compreensão dos conceitos de motivação; ambivalência e resistência;
  3. Conhecimento dos pressupostos da Entrevista motivacional (EM) e sua aplicabilidade, (Miller e Rollnick, 1983, 2009).

Promover e consolidar a aquisição de competências avançadas da entrevista focada no doente, com compreensão e manejo de técnicas de EM, nomeadamente:

  1. Aptidões para identificar ambivalência e perceber resistência à mudança.
  2. Aptidões para auxiliar a cessação de comportamentos nocivos para a saúde, incluindo adições, e promover a sua mudança;
  3. Aptidões para auxiliar a preparação e manutenção de comportamentos para a saúde;
  4. Aptidões para compreender e orientar a recaída em comportamentos nocivos.
  5. Aptidões para melhorar a adesão aos planos de tratamento e procedimentos preventivo.
  6.  
Adquirir e consolidar uma atitude empática e compreensiva facilitadora do processo de mudança, evitando a confrontação e a persuasão.

Cuidados Críticos em Queimados

OPT76 - ECTS

Aquisição de competências básicas  em suporte vital, fluidoterapia e cuidados de penso para o desempenho de tarefas de índole assistencial ao doente queimado, em particular com lesões de elevada gravidade e extensão.

Dermatologia e Cirurgia Plástica

MI530 - ECTS
Apreensão dos quadros clínicos, mecanismos fisiopatológicos e princípios terapêuticos genéricos em doenças do âmbito da Dermatologia e Venereologia e da Cirurgia Plástica mais frequentes e/ou graves, hierarquizar os princípios da decisão médica e cirúrgica, atuação e referenciação atempada.

Saber integrar-se numa equipe de Dermatologia, de Cirurgia Plástica e multidisciplinar na consulta, internamento ou no bloco, valorizar a aprendizagem autodirigida e a aprendizagem continuada, do trabalho de equipe e da abordagem multidisciplinar.

Contacto e treino nos métodos de observação, estudo e abordagem terapêutica, médica e cirúrgica, das afeções do âmbito da Dermatologia e Venereologia e da Cirurgia Plástica

Direito e registos clínicos

OPT164 - ECTS
  1. Aquisição de conhecimentos elementares no domínio específico dos registos clínicos e dos direitos e deveres inerentes aos mesmos;
  2. Compreensão desses mesmos conhecimentos;
  3. Aplicação dos conhecimentos adquiridos;
  4. Análise desses conhecimentos;
  5. Síntese dos conhecimentos adquiridos, com relevo para as questões do acesso, da reutilização, da segurança dos registos clínicos e da protecção de dados das pessoas singulares, bem como do impacto dessas noções básicas e elementares, nas suas práticas, ainda enquanto estudantes de medicina, no futuro já como médicos e nos direitos de todos, doentes incluídos;
  6. Avaliação, da aquisição dos conhecimentos, da sua compreensão e aplicação, análise e síntese dos mesmos.

Doenças Digestivas e do Abdómen

MI529 - ECTS

Objectivos na área Cirurgia. Ser capaz de:

- recolher dados clínicos na exploração de doenças do foro digestivo, bem como selecionar os diagnósticos diferenciais adequados e os exames complementares que lhe permitam atingir um diagnóstico definitivo.

- Contactar adequadamente o doente e demais profissionais envolvidos.

- Compreender a complexidade do tratamento médico e cirúrgico destes doentes, frequentemente envolvendo a integração com outras especialidades e necessitando de vigilância pós-operatória e no seguimento após a alta destes doentes.

Objectivos na área Gastroenterologia:

- Adquirir conhecimentos nucleares.

- Aprender e obter a informação clínica através da história e do exame objetivo.

- Elaborar estratégias de diagnóstico complementando a História e o exame físico com meios auxiliares.

- Resolver de problemas clínicos com propostas terapêuticas. Desenvolver uma atitude de permanente exigência ética e científica.

Doenças Infeciosas

MI522 - ECTS Através de uma integração na actividade do Serviço, (este ano será aquém do desejável, dada a situação pandémica actual) pretende-se que os estudantes tenham a percepção dos aspectos específicos da patologia infecciosas. A complementar esta vivência de prática clínica, serão discutidos diaramente casos clinicos de doentes do Serviço de Doenças Infeciosas (SDI)

Doenças Oncológicas e Hematológicas

MI523 - ECTS

Praticar a colheita da história clínica e exame objectivo, com especial incidência em patologia hematológica (ensino teórico e prático de semiologia clínica e laboratorial do sistema hematopoiético); Reconhecer e orientar o diagnóstico da patologia hematológica mais frequente; Possibilitar aos estudantes o contacto com patologia hematooncológica (leucemias agudas e crónicas, síndromes mielodisplásicas e mieloproliferativas, linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin, mieloma múltiplo, etc) e com princípios fundamentais da quimioterapia citotóxica e do apoio médico e psicológico ao doente neoplásico; Aprender a interpretar o hemograma e alguns exames hematológicos básicos; Reconhecer e investigar as manifestações hematológicas de doenças sistémicas; Conhecer as bases da transfusão sanguínea, suas indicações e potenciais problemas. Conhecer as bases da transplantação hematopoiética.
Abordagem do doente com tumor sólido. Contacto com doentes com vários tipos de tumor. Discussão de doentes com carcinoma da mama, carcinoma do cólon e recto, carcinoma ginecológico, carcinoma uro-genital, carcinoma esófago-gástrico, tumores do sistema nervoso central e tumores da cabeça e pescoço.
Noções sobre quimioterapia oncológica e sobre agentes biológicos e terapêuticas alvo.
Noções sobre alterações imagiológicas em tumores hematopoiéticos e sólidos.
Discussão anátomo-clínica de casos de leucemias e linfomas e de tumores sólidos.

Doenças Renais e das Vias Urinárias

MI521 - ECTS Habilitar o estudante na colheita, registo, gestos atitudes e transmissão da informação clínica (história da doença, exame objetivo e exames complementares) nas áreas da Nefrologia e da Urologia, importantes para a formação do médico pluripotencial. Utilizar a informação com vista ao diagnóstico dos principais síndromas nefrológicos e patologias urológicas e ao estabelecimento de listas de problemas centrados na situação clínica do doente. Adquirir um núcleo de conhecimentos teóricos que habilite o estudante na avaliação e resolução das situações clínicas mais frequentes na área da nefrologia e e da urologia e na elaboração de propostas terapêuticas adequadas. Habilitar o estudante na referenciação do doente e na busca informação para tomada de decisões.

Ensaios clínicos: planeamento, aspetos práticos e análise

OPT182 - ECTS

Os ensaios clínicos de intervenções terapêuticas têm como objetivo informar sobre a eficácia, a eficiência e a segurança das intervenções terapêuticas no âmbito da medicina clínica. Enquanto metodologia de investigação, estes estudos podem ser enquadrados quer na área da avaliação de tecnologias de saúde, quer na área da investigação clínica e em serviços de saúde. Esta unidade curricular pretende abordar as principais aspetos do desenho, execução, análise e interpretação de ensaios clínicos.

Estomatologia e Cirurgia Orofacial

OPT98 - ECTS Conhecimentos e aptidões para possibilitar vir a adquirir competências para o desempenho de tarefas relativas à propedêutica, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais(frequentes e/ou relevantes) da especialidade de Estomatologia e Cirurgia Oral.

Extração de Conhecimento de Dados em Saúde

OPT42 - ECTS Nesta unidade curricular serão abordados métodos de aprendizagem automática para a prospeção e extração de conhecimento de dados (data mining) na área da saúde. No final, os alunos deverão descrever algumas técnicas, saber aplicá-las a novos problemas e saber interpretar os resultados obtidos.

Física e Tecnologia dos Meios de Diagnóstico

OPT186 - ECTS

Dotar os alunos dos conhecimentos Físicos e Tecnológicos subjacentes a uma gama alargada de Meios de Diagnóstico por forma torná-los capazes de compreender as especificidades próprias, as limitações e os seus campos de aplicação.

Por outro lado, permitir-lhes compreender os seus traços comuns, quer Físicos, quer tecnológico, de forma a serem capazes de os classificar de forma matricial multidimensional.

Flebologia

OPT167 - ECTS

Aquisição de competências para o desempenho de tarefas relativas à Semiologia, patologia e clínica das entidades nosológicas essenciais (frequentes e/ou relevantes) da área da Flebologia.

Formação Social e Humana

OPT14 - ECTS Nesta unidade curricular pretende-se, através de ações de voluntariado e posterior reflexão (o chamado "service learning"), promover a formação social e humana do futuro médico.
Criar um espaço, onde o estudante seja convidado a tomar contacto com a realidade da sociedade, bem como interagir com diferentes tipos de pessoas ajudando assim a conhecer melhor a Pessoa Humana.
Pretende-se que o estudante perceba o seu papel na sociedade e se torne socialmente mais responsável.
Espera-se, através desta unidade curricular, contribuir para uma medicina mais humana e atenta aos problemas sociais.

Fotografia médica científica

OPT168 - ECTS

 

  1. Identificação e seleção dos diferentes equipamentos utilizados em fotografia médica e científica
  2. Princípios básicos de fotografia
  3. Preparação de fotografias para apresentação, impressão ou para publicação em artigos científicos e livros
  4. Gestão de arquivos e dos ficheiros digitais 
  5. Conheçam os aspetos éticos da fotografia

Gerontopsiquiatria

OPT169 - ECTS
  1. Aprofundar o conhecimento dos principais quadros clínicos, bem como o seu enquadramento epidemiológico na área da Psiquiatria Geriátrica.
  2. Aprofundar as competências de exploração e avaliação em Psiquiatria Geriátrica.
  3. Desenvolver aptidão e atitude crítica, que permita desconstruir os diferentes mecanismos envolvidos nas géneses dos processos neurodegenerativos e consequentemente as suas diferentes formas de apresentação clínica.
  4. Compreender as diferentes formas de intervenção farmacológica, psicológica e social (institucional e em rede multidisciplinar).
  5. Saber aplicar os conceitos da Medicina Baseada na Evidência na área da Psiquiatria Geriátrica, bem como desenvolver uma perspectiva integradora dos diferentes conceitos da Psiquiatria Geriátrica.       

Gestão de eventos críticos e trabalho em equipa

OPT130 - ECTS

A gestão de eventos críticos (Crisis Resources Management – CRM) tem por base um conjunto de competências não-técnicas fundamentais à performance otimizada das equipas de saúde. A CRM explora fatores psicológicos, interpessoais e ambientais que influenciam os cuidados de saúde, em particular em situações inesperadas, de risco e onde o tempo é um fator chave. 

Os objetivos principais são:

  • Compreender a influência dos fatores humanos nos erros
  • Identificar e compreender as competências não-técnicas básicas da gestão de eventos críticos e da segurança do doente
  • Identificar e compreender os elementos chave de uma equipa eficaz
  • Desenvolver e aplicar estratégias para uma correta gestão de eventos críticos e trabalho de equipa eficaz

Ginecologia/Obstetrícia

MI520 - ECTS

Habilitação do estudante com a teoria e com a prática, necessárias ao estágio clínico do 6º ano, ao exame de acesso ao Internato Médico e à aprendizagem contínua.

História da medicina

OPT171 - ECTS

De forma sumária enunciamos: Sensibilizar o estudante para a história da sua Faculdade nas suas vertentes docente e estudantil; conhecer a História da Medicina internacional e portuguesa de forma a adquirir um saber estruturado capaz de despertar um interesse contínuo por esta temática e de ser importante suporte em futuras investigações na Medicina; identificar e valorizar a importância dos factores sócio-culturais na evolução e desenvolvimento da sua profissão através da história humana; valorizar a importância do método científico no desenvolvimento da ciência médica; adquirir motivação para captar e sentir os valores da cultura através da autoformação; estimular a reflexão crítica sobre a Medicina contemporânea e o que por si é validado; contribuir para uma crescente humanização da Medicina; sensibilizar para a temática da Museologia, em geral e na Medicina, em particular; divulgar o património museológico e documental da Faculdade na perspectiva de sensibilizar e capacitar pelo saber a sua salvaguarda e utilização como fontes bibliográficas ou de saber médico-histórico.

Imunoalergologia

OPT100 - ECTS
  • Os objetivos da Unidade Curricular estão de acordo com as recomendações feitas pela Organização Mundial de Alergia no documento “Recommendations for Competency in Allergy Training for Undergraduates Qualifying as Medical Practitioners”. 
O conteúdo da unidade curricular foi escolhido e estruturado de forma a assegurar que inclui os aspetos dos mecanismos imunes subjacentes às manifestações de doenças alérgicas, bem como o estado da arte do diagnóstico e técnicas terapêuticas disponíveis para a gestão do doente alérgico.
Os estudantes devem adquirir conhecimento e competência nas áreas:
  1. mecanismos imunes envolvidos na doença alérgica; 
  2. testes diagnósticos de alergia; 
  3. tratamento de asma, rinite, dermatite atópica, alergia alimentar, a fármacos, e a venenos de himenopteros
  4. diagnostico e tratamento de anafilaxia

Imunoterapia

OPT189 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é a aquisição, por parte dos estudantes, de conhecimento relativo aos tratamentos que impliquem modulação da resposta imunológica. 

No final desta unidade curricular os estudantes deverão adquirir conhecimento e competência nas áreas: 

  1. Mecanismos imunológicos envolvidos na base da doença imune mediada; 
  2. Mecanismos e aplicação da imunoterapia com veneno de himenópteros, aeroalergénios e alergénios alimentares. 
  3. Abordagens de terapêuticas biológicas no tratamento de doenças alérgicas, doenças auto-imunes e neoplásicas 
  4. Abordagem terapêutica das imunodeficiências 
  5. Modulação da resposta imunológica - do exercício à dieta 

Integridade académica

OPT149 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo alertar para a importância da integridade no meio académico e profissional. No final desta unidade, os estudantes deverão ser capazes de:

  1. Conhecer e aplicar conceitos nucleares da ética e integridade académica e profissional
  2. Identificar casos de práticas questionáveis de conduta e de fraude
  3. Reconhecer os efeitos de práticas questionáveis de conduta e de fraude (fabricação, falsificação e plágio) na academia e na profissão.
  4. Demonstrar compreensão sobre os processos de escrita publicação de um artigo científico
  5. Reconhecer estratégias para promover boas práticas de conduta   

Intervenção Clínica em Estilo de Vida I

OPT187 - ECTS

Os componentes do estilo de vida estão entre os principais determinantes de saúde dos indivíduos a nível global.

O reconhecimento desta contribuição está patente na recomendação terapêutica em relação às principais doenças não comunicáveis que têm de forma transversal, como alteração de primeira linha, a recomendação de promover a implementação de alterações de estilo de vida. As intervenções realizadas no sentido de otimização do estilo de vida devem ser idealmente realizadas em todos os contactos com os cuidados de saúde e têm não só potencial terapêutico, mas de promoção do estado de saúde e de prevenção da doença. São também uma importante ferramenta para aumentar a literacia em saúde e melhorar a auto-gestão de muitas patologias, minorando os gastos em saúde e as intervenções farmacológicas, em alinhamento com os objetivos de desenvolvimento sustentável, propostos pelas Nações Unidas para 2030.

Deste modo, os principais objetivos da Unidade Curricular (UC) são:

- Aumentar o reconhecimento dos fatores do estilo de vida como determinantes da saúde;

- Dar a conhecer métodos de intervenção em estilo de vida com evidencia de eficácia demonstrada;

- Treinar a implementação de alterações de estilo de vida, nas suas diferentes vertentes, em atividades destinadas a promoção de saúde, prevenção de doença e como abordagem terapêutica principal e complementar;

- Contribuir para a aquisição de hábitos de trabalho multidisciplinar, principalmente em relação à gestão de doenças com etiologia multifatorial como as doenças não comunicáveis.

 

Investigação com dados secundários em saúde

OPT151 - ECTS

O objetivo desta unidade curricular é promover a aplicação de conceitos e metodologias da epidemiologia à realização de estudos baseados em dados secundários, em diferentes áreas da investigação em saúde.

Investigação em Microbiologia Médica

OPT43 - ECTS

O principal objetivo pedagógico consiste em estimular nos estudantes o gosto pela atividade investigacional em Microbiologia Médica.

Incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a aplicação de conhecimentos adquiridos nas sessões de formação teórica no âmbito desta unidade curricular e nas unidades curriculares de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, entre outras, com os quais os estudantes possam desenvolver atividades de pesquisa científica no âmbito da Microbiologia Médica, integrados numa equipa multidisciplinar.

Medicina da Reprodução, Procriação Medicamente Assistida e Cirurgia Minimamente Invasiva

OPT101 - ECTS


Abordar  a prevalência da infertilidade, suas etiologias, avaliação diagnóstica e terapêutica.
Expor as diversas técnicas de Procriação Medicamente Assistida (PMA).
Abordar as complicações decorrentes da PMA.
Dar a conhecer as indicações para a preservação da fertilidade e suas opções.



Medicina Farmaceutica e Farmacologia Clínica

OPT152 - ECTS

Alicerçar a visão crítica das diversas áreas relacionadas com o medicamento desde a descoberta, avaliação e registo à selecção e prescrição racional. Proporcionar um conhecimento mais especializada da medicina farmacêutica e da farmacologia clínica.

Medicina forense no serviço de urgência

OPT102 - ECTS

Dotar os futuros médicos que irão trabalhar em ambiente de prestação de cuidados médicos urgentes, de conhecimentos, capacidades e atitudes que lhes garantam um desempenho correto, do ponto de vista técnico, ético e legal, de gestos clínicos com caráter forense, os quais têm lugar nestes espaços de saúde com frequência regular. A sua intervenção adequada pode ser decisiva no melhor interesse dos doentes.

Medicina Legal

MI528 - ECTS

Objetivo geral: promover conhecimentos, capacidades e atitudes no que se refere aos gestos médicos que se enquandram no âmbito da medicina legal, tendo em vista garantir que os futuros médicos irão atuar de forma correta e adequada, no melhor interesse dos doentes, e sempre nos termos da lei, quando confrontados com questões de índole médico-legal, independentemente da especialidade em que trabalhem, tudo isto numa atitude de trabalho interdisciplinar e articulado.

Objetivos específicos: que os estudantes adquiram capacidades e competências na abordagem de vítimas e seus familiares, na elaboração de certificado de óbito por via eletrónica, nos corretos procedimentos face a um cadáver, na descrição de lesões/sequelas e sua documentação fotográfica, no exame físico de vítimas (designadamente de crimes sexuais), na seleção, colheita, preservação e acondicionamento de diferentes tipos de vestígios e de outras amostras, e na elaboração de sinalização e/ou denúncia de alegados crimes.

Medicina Perioperatório

OPT175 - ECTS No contexto da enfermaria, bloco operatório e na unidade pós-anestésica sob estreita supervisão do docente, os alunos têm a oportunidade de aplicar os princípios de avaliação pré-operatória dos doentes, técnicas de monitorização no intra-operatório e pós-operatório e manuseamento da dor. Para além disto, poderão praticar uma variedade de gestos técnicos, incluindo o manuseamento da via aérea e canulação intravenosa, que será de valor em qualquer especialidade clínica.Competências de comunicação interperprofissional.

Microbiologia Clínica

OPT81 - ECTS

O principal objectivo pedagógico consiste em ensinar Microbiologia Clínica. Consideramos primordial incentivar o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades e aptidões nos estudantes, tendo como pressuposto a translação de conhecimentos adquiridos nas disciplinas de Microbiologia Médica, Imunologia, Farmacologia, Clínica das Doenças Infecciosas e em outras disciplinas de carácter clínico, com os quais os estudantes possam analisar, pesquisar e solucionar problemas no âmbito da Microbiologia Clínica.

 

Competências: saber esquematizar, no âmbito de uma equipe multidisciplinar, uma estratégia correcta de intervenção nos domínios da epidemiologia, diagnóstico, terapêutico e de prevenção de doença microbiana, a nível da comunidade ou de uma unidade prestadora de cuidados de saúde.

Modelos Gráficos de Probabilidade

OPT24 - ECTS

Esta unidade curricular pretende dotar os estudantes dos conhecimentos e competências que lhes permitam utilizar métodos modernos de resolução probabilística de problemas biomédicos, sendo mais especificamente focadas a teoria e a prática de construção de Redes Bayesianas para exploração de associações entre fatores relevantes e outcomes, e a sua aplicação no apoio à decisão clínica.

 

Neurociências Contemplativas: Mindfulness

OPT192 - ECTS

Trata-se de uma UC eminentemente vivencial pelo que todas as aulas são nas modalidades TP/P. No final da unidade curricular, os principais objetivos de aprendizagem são o reconhecimento e análise criticas dos (as):

  1. Conhecimentos neurobiológicos atuais acerca das teorias de funcionamento do Mindfulness e da Meditação;
  2. Estruturas de Programas estruturados em Mindfulness certificados internacionalmente, nomeadamente, Programa MBSR (Mindfulness Based Stress Reduction), fundado na Universidade de Massachutetts, EUA), Programa MBCT (Mindfulnesss Based Cognitive Therapy, fundado na Universidade de Oxford) e Programa MSC (Mindfulness Self Compassion, fundado na Universidade do Texas, EUA). Outras abordagens cognitivo-comportamentais (Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) e Terapia Dialéctica-Comportamental (DBT).  
  3. Abordagens baseadas em Mindfulness versus abordagens informadas em Mindfulness;
  4. Investigações científicas na área das Neurociências Contemplativa, nomeadamente em abordagens mente-corpo em universidades internacionais com publicações científicas em revistas indexadas e com trabalhos citadas;
  5. Processos envolvidos na definição e manutenção de práticas pessoais de Mindfulness;

Neurocirurgia

OPT103 - ECTS
  • Orientar a aprendizagem da patologia neurocirúrgica mais comum (TCE, tumores cerebrais, neurocirurgia vascular, raquis)
  • Promover a prática de internamento, consulta, bloco e cuidados intensivos.
  • - Orientar a patoligia neurocirurgica mais comum no Serviço de Urgência nomeadamente os TCE ligeiros, moderados e graves.
  • - Executar a avaliação clínica dos doentes neurocirúrgicos.
  • - Identificar as principais patologias que recorrem à consulta externa.
  • Conhecer gestos técnicoa essenciais da Neurocirurgia.

NeuroIntensivismo

OPT191 - ECTS - Adquirir conhecimentos sobre manuseamento do doente crítico com lesão cerebral aguda.
- Aprender conceitos de fisiologia da circulação cerebral e neuromonitorização multimodal.
- Integrar a informação clínica neurológica com a sistémica na observação do doente neurocrítico.
- Familiarizar-se com a evolução clínica dos diagnósticos mais frequentes do neurointensivismo.

Oftalmologia em idade pediátrica

OPT105 - ECTS

1. Descrever o normal desenvolvimento da função visual na criança e sinais de alerta para referenciação para Oftalmologia

2. Identificar as várias patologias que afectam o globo ocular e a órbita na primeira década de vida

3. Diagnosticar e referenciar as diversas patologias na idade pediátrica.

Oncobiologia aplicada

OPT177 - ECTS

Biologia e Genética tumoral

   Descrever os mecanismos que dão origem à variação genética e conhecer os vários tipos de variantes genéticas.

   Distinguir anomalias genéticas hereditárias de anomalias genéticas adquiridas.

   Discutir as vantagens e limitações de diferentes metodologias para realização de testes genéticos de diagnóstico.

   Demonstrar como interpretar mutações através do uso de bancos de dados públicos, tendo em consideração alterações genómicas e evolução clonal.

   Compreender as implicações éticas dos achados genéticos acidentais.

Oncobiologia aplicada

   Descrever as principais vias de sinalização intracelulares em tumores sólidos e aberrações moleculares que alteram essa sinalização.

   Obter conhecimento detalhado dos mecanismos imunológicos e como estes podem ser usados para otimizar abordagens terapêuticas.

   Obter compreensão básica dos princípios subjacentes ao desenvolvimento e análise de ensaios clínicos em oncologia.

   Compreender a importância dos marcadores preditivos na oncologia molecular.

   Familiarizar-se com as alterações moleculares mais frequentes em tumores sólidos e terapias direcionadas utilizadas em rotina clinica.

Bioinformática

   Comunicar eficientemente com bioinformáticos.

   Descrever os passos de análise bioinformática para detecção de mutações em dados de sequenciação de nova geração.

  Realizar controle de qualidade aos níveis de corrida, leitura e variante.

   Usar ferramentas bioinformáticas para anotar e apoiar na interpretação de variantes.

   Considerar questões de hardware, segurança e privacidade ao criar dados de omics.

Patologia molecular

   Compreender aspetos básicos (procedimentos e regras) de um laboratório clínico acreditado.

   Obter conhecimento sobre os diferentes tipos de espécimes (por exemplo, biopsia de tecido, citologia, ressecções).

   Familiarizar-se com todas as etapas que vão desde a recolha de amostras à redação final de relatórios moleculares, juntamente com todos os possíveis estrangulamentos.

   Ter uma visão geral sobre as plataformas tecnológicas atualmente utilizadas no diagnóstico molecular (em comparação com laboratórios de investigação).

   Familiarizar-se com as variantes genéticas clinicamente relevantes mais comuns, em conjunto com um sistema de interpretação e classificação de variantes.

 

Patologia molecular de doenças associadas ao desenvolvimento

OPT123 - ECTS

O objetivo geral desta unidade curricular é a aquisição, por parte dos estudantes, de conhecimentos sobre a base molecular e clinica subjacentes a patologias prevalentes associadas a defeitos no decurso do desenvolvimento. No final desta unidade curricular, os estudantes deverão ter a capacidade de apresentar de forma crítica um caso clínico ou artigo científico integrando os conhecimentos de base molecular e clinica na discussão de casos clínicos.

 

Em cada unidade temática (módulo) pretende-se o desenvolvimento dos seguintes objetivos de aprendizagem:

- Descrever os processos moleculares e celulares que estão na base das patologias apresentadas;

- Identificar os quadros clínicos das patologias apresentadas;

- Apresentar e discutir em grupo, de forma crítica, um caso clínico ou artigo científico. No que se refere aos casos clínicos, os estudantes devem integrar os aspetos moleculares e clínicos. No caso dos artigos científicos, estes devem incidir sobre a questão clínica, objetivos, modelos experimentais, resultados, discussão e conclusões.

Planeamento Familiar

OPT108 - ECTS

Preparar o estudante para a resolução da maioria dos problemas básicos de uma consulta de planeamento familiar, proporcionado condições para que possa integrar equipas de primeiro apoio a comunidades mais desfavorecidas, nacionais e estrangeiras, e de encaminhamento dos casos mais complexos para centros mais diferenciados. Permitir ao estudante uma avaliação da sua vocação para prosseguir um internato de especialidade na área da disciplina de opção.

Psiquiatria e Saúde Mental

MI525 - ECTS

No percurso universitário do estudante de Medicina é fundamental a existência de um espaço que permita avaliar o comportamento humano anormal e/ou desviante, bem como a patologia emocional/afetiva, dando-se lugar à aquisição das competências diagnósticas e ao planeamento do tratamento das doenças psiquiátricas. É ainda necessária a aprendizagem da expressão somática da patologia mental e da reação psicológica à doença física grave, numa perspetiva holística da compreensão do sofrimento humano. O ensino pretende-se integrado e multimodal, através da lecionação teórica, teórico-prática (seminários) e orientação tutorial (prática). Estas abordagens permitem a participação ativa por parte dos estudantes, promovendo um contacto mais direto com as pessoas com doença mental, o que facilita a compreensão dos conhecimentos teóricos. As aulas abrangem vários ambientes de diagnóstico e tratamento como o internamento, hospital de dia, consulta externa, serviço de urgência, consultoria e residências, inseridos em Unidades funcionais diferentes (Psiquiatria do Adulto e do Idoso; Psiquiatria do Jovem e da Família; Psiquiatria Comunitária e Hospital de Dia; Psiquiatria de Ligação).

Repercussões no fundo ocular de doenças sistémicas

OPT111 - ECTS
  1. Identificar a semiologia da patologia do fundo ocular
  2. Observar o fundo ocular e distinguir o envolvimento ocular nas diferentes situações patológicas
  3. Aprender a referenciar por níveis de gravidade a patologia identificada na fundoscopia

Terapêutica Cardiovascular-Evidência e individualização

OPT112 - ECTS

O médico carece de dispor de conhecimentos sólidos na área da Terapêutica. A evidência está em constante mutação, o mesmo sucedendo com as recomendações. Sendo assim, um dos objetivos desta disciplina consiste na aprendizagem de recomendações terapêuticas versando as patologias cardiovasculares mais frequentes. O segundo pilar fundamental da disciplina centra-se nas exceções às regras gerais, na aprendizagem de circunstâncias que levem a que não se possam aplicar as recomendações terapêuticas mais comuns.

Competências: Identificar as principais fontes de informação relativas à evidência terapêutica na doença cardiovascular; aplicar um conjunto de recomendações terapêuticas de particular importância no tratamento de doenças cardiovasculares comuns; identificar circunstâncias que possam limitar a aplicação das recomendações gerais mais frequentemente utilizadas, abrindo as portas para a individualização terapêutica.

Tratamento de feridas

OPT133 - ECTS

Aquisição de conhecimento, aptidão e atitudes que habilitem à avaliação e orientação terapêutica de feridas nomeadamente:

Processo de cicatrização tecidular;

Princípios gerais do tratamento de feridas;

Orientadores no tratamento de procedimentos para orientação de feridas simples;

Critérios de referenciação de feridas complexas.

Traumatologia desportiva

OPT125 - ECTS

Apreender conceitos fundamentais de diagnóstico e tratamento das patologias mais frequentes na área da traumatologia desportiva.

Integrar estes conhecimentos e descobrir as possibilidades que se apresentam em termos de investigação científica nestas matérias.

Urgências em oftalmologia

OPT116 - ECTS
  1. Identificar, diagnosticar e tratar as condições mais frequentes que recorrem à urgência de Oftalmologia
  2. Distinguir as condições que obrigam à referenciação destes doentes

Uroginecologia

OPT117 - ECTS

Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes):

Preparar o estudante para a resolução da maior parte dos problemas básicos de uma consulta de Uroginecologia, transmitindo-lhe conhecimentos da anatomia e fisiologia do pavimento pélvico, da abordagem diagnóstica e terapêutica da patologia uroginecológica e disfunção do pavimento pélvico, em particular do prolapso genital e da incontinência urinária.

Urologia Pediatrica

OPT134 - ECTS Que o estudante seja capaz de:
 
 - Valorizar a doença urológica na criança;

 - Valorizar as repercussões da uropatia malformativa;

 - Apreender os principais quadros clínicos em Urologia Pediátrica;

 - Estabelecer uma orientação diagnóstica, terapêutica e prognóstica nas doenças urológicas pediátricas relevantes.

Cirurgia (prática clínica)

MI621 - ECTS

Aquisição de competências para o desempenho clínico básico em Cirurgia.

Dissertação/Projeto

MI622 - ECTS

Esta UC pretende, com base nos conhecimentos específicos e/ou transversais adquiridos ao longo do curso, conferir competências para desenvolver um trabalho de investigação numa área de interesse.

Ginecologia/Obstetrícia (prática clínica)

MI623 - ECTS

O estado atual de pandemia por Covid-19 condicionou o ensino de Medicina no sentido de ajustar os seus objetivos pedagógicos à realidade hospitalar (Centro Hospitalar Universitário de S. João e Hospitais Afiliados) de modo a garantir a segurança de doentes, profissionais de saúde e estudantes de Medicina.
Na tentativa de estabelecer um equilibrio entre o compromisso pedagógico e o cumprimento das medidas hospitalares de segurança instituídas, a UC teve de adaptar o seu programa pedagógico, no que respeita à carga assistencial e sessões clínicas, mas simultaneamente, tentanto minimizar o impacto adverso para os estudantes.
Neste ano letivo as alterações vão ocorrer a nível da carga assistencial hospitalar e das sessões clínicas, mantendo-se o esquema de avaliação. A carga assistencial hospitalar, ou seja, o tempo de contacto com os doentes, vai ser reduzida. Relativamente às sessões clínicas, estas irão realizar-se via ZOOM, mantendo-se a discussão de dois casos clínicos por estudante, que no início de cada bloco irá ser decidido se os casos clínicos serão fornecidos pelo docente ou colhida história clínica pelo próprio estudante.
Cientes de que todo este contexto de exceção é dinâmico e, por isso, passível de sofrer alteração, também o programa pedagógico da UC poderá sofrer adaptações, pelas quais pedimos já a vossa compreensão.

O objetivo geral é a frequência de um estágio clínico profissionalizante em Obstetrícia e Ginecologia.


São objetivos, na área das competências,  o desenvolvimento de qualificações na prática clínica de obstetrícia e ginecologia, que permitam um desempenho adequado no âmbito da atividade assistencial indiferenciada.

Serão privilegiadas as áreas da prevenção, do rastreio e do diagnóstico e terapêutica das patologias mais frequentes, incluindo situações de urgência e emergência ginecológicas e obstétricas.



Medicina Geral e Familiar (prática clínica)

MI624 - ECTS

Objectivos: Introduzir os estudantes no ambiente da moderna Medicina Geral e Familiar, na equipa dos Cuidados de Saúde Primários, na epidemiologia, na consulta e na prática da Medicina neste contexto; Colocar os estudantes no contexto apropriado para aprenderem os princípios da Saúde Pública, da prevenção, do rastreio, do diagnóstico precoce da doença e da promoção da Saúde; Estudar os aspectos comunitários da pediatria, da saúde mental, da obstetrícia, da saúde da Mulher, da medicina psico-social e dos cuidados aos idosos; Desenvolver a capacidade dos estudantes para trabalhar autonomamente, quer na clínica, quer na auto-formação; Desenvolver atitudes profissionais que melhorem os cuidados de saúde e conduzam a boas relações de trabalho; Alargar a experiência em questões éticas, em aptidões de comunicação e na prática clínica baseada na evidência.

Medicina (prática clínica)

MI620 - ECTS

Durante o estágio, o estudante deverá adquirir capacidade e autonomia progressiva na aplicação do método clínico, no contexto da abordagem das patologias enquadradas no âmbito da Medicina Interna, integrando conhecimentos e informações e tomando decisões, de forma tutelada. Deverá adquirir experiência no estabelecimento de prioridades de atuação e aprimorar a seu relacionamento com os doentes, os seus familiares, os membros da equipa médica e outros profissionais da equipa de saúde. Deverá adquirir experiência na utilização de meios informáticos, e apresentar e discutir casos clínicos selecionados em seminários.

Pediatria (prática clínica)

MI625 - ECTS

Objectivos de aprendizagem - conhecimentos, aptidões e competências (domínios cognitivo, afectivo e psico-motor) a desenvolver pelos estudantes:


Objetivos gerais:
Aperfeiçoamento de conhecimentos, atitudes e aptidões que permitam ao estudante assegurar cuidados de saúde à criança no contexto do seu meio familiar e social.

Objetivos específicos:

O estudante deve sedimentar conhecimentos anteriormente aprendidos sobre a criança normal: crescimento e desenvolvimento e suas variantes; temperamento e comportamento e seus principais factores determinantes; integração no meio familiar, escolar e social; necessidades nutricionais nos diferentes grupos etários; prevenção da doença por vacinação; conselhos para promoção de hábitos saudáveis e educação para a saúde; medidas sociais de protecção à criança e rede de cuidados de saúde.

Deve aprender a diagnosticar e tratar doenças pediátricas comuns na sua comunidade; a rastrear e orientar doenças raras que ultrapassem a sua competência; a prestar cuidados imediatos em situações de urgência; a reconhecer o impacto das doenças na criança e na família.

Deve aprender a diagnosticar e tratar doenças pediátricas comuns na sua comunidade; a rastrear e orientar doenças raras que ultrapassem a sua competência; a prestar cuidados imediatos em situações de urgência; a reconhecer o impacto das doenças na criança e na família.

O aluno deverá:

Saber comunicar com os doentes, familiares e com todos os profissionais de saúde.

Saber observar crianças, dos vários grupos etários, e adolescentes.

Saber decidir, com critério, sobre o recurso a exames subsidiários de diagnóstico.

Saber formular e discutir hipóteses de diagnóstico.

Saber realizar algumas técnicas correntes de diagnóstico e de tratamento.

Ser capaz de algumas decisões terapêuticas.

Ser capaz de acompanhar a evolução da doença, adequando as decisões terapêuticas.

Saber adiantar algumas perspetivas sobre o prognóstico.

Ter sempre presentes nas suas atitudes referências de comportamento ético.

Psiquiatria (prática clínica)

MI626 - ECTS

O objectivo geral desta cadeira é a aplicação e desenvolvimento na prática clínica supervisionada, dos conhecimentos, aptidões e atitudes previamente adquiridos na cadeira de Psiquiatria e Saúde Mental do 5º ano, com particular destaque para os aspectos clínicos e preventivos. Organiza-se por blocos de formação profissionalizante sobre a forma de estágio, incluindo prática tutelada.

Os objectivos na área dos conhecimentos resultam do aprofundamento dos temas que constam do programa do 5º ano, com a sua aplicação à prática clínica, através de acompanhamento tutelado de pessoas com patologia psiquiátrica, visando o desenvolvimento de capacidades individuais para o exercício das funções médicas, com responsabilidade e independência progressivas.

Os objectivos no domínio das aptidões englobam o desenvolvimento da capacidade de apresentação de casos clínicos com autonomia na observação de um doente psiquiátrico e realização de história e exame clínico, com formulação de um diagnóstico, diagnósticos diferenciais, prognóstico e proposta de orientação terapêutica. Engloba ainda a capacidade de pesquisa bibliográfica e análise da evidência científica.

Torna-se ainda relevante a sensibilização dos estagiários para os aspectos do funcionamento e das estruturas do serviço nacional de saúde, de saúde pública e em particular, de organização dos cuidados de saúde mental em Portugal.

Os objectivos no domínio das atitudes devem valorizar a capacidade de comunicação e o trabalho integrado em equipa e colaboração multidisciplinar, com especial destaque para as componentes familiar, social, psicológica, profissional/educacional e médico-legal relativas ao enquadramento da doença mental.

Será ainda de valorizar a necessidade de motivação e aprofundamento das bases científicas de apoio à decisão clínica, pela metodologia de auto-aprendizagem e de formação continuada bem como pela transmissão de conhecimentos aos estudantes. Sempre que possível, será desejável a colaboração regular dos alunos em projectos científicos, estimulando-os precocemente para uma cultura de actividade de investigação.

Saúde Pública

MI627 - ECTS Esta unidade curricular tem como objetivo o contacto com a prática da Saúde Pública, e desse modo reconhecer as
especificidades desta especialidade médica, o âmbito da sua intervenção, e reconhecer a sua relevância no diálogo
com outras especialidades. Esta unidade curricular complementa o percurso curricular que ao longo do Mestrado
Integrado de Medicina compreendeu, entre outras, a formação teórico-prática em Saúde das Populações,
Epidemiologia Geral, Epidemiologia Clínica e Bioestatística.

OBJETIVOS DA UNIDADE CURRICULAR
I. Conhecer e compreender como, onde e quando atuam os profissionais da saúde pública, com ênfase na atividade dos médicos de Saúde Pública;
II. Conhecer e compreender as condições e os processos práticos implicados no planeamento em saúde, avaliação de intervenções comunitárias, e de autoridade de saúde;
III. Conhecer os principais desafios à prática da saúde pública e entender como se integram as diferentes organizações (ONGs, Municípios, Unidade de Saúde, etc.) envolvidas na promoção da saúde e prevenção da doença;
IV. Diagnosticar os problemas de saúde de uma população e os seus determinantes, priorizar as necessidades em saúde, e definir quais as estratégias mais adequadas para satisfazer essas necessidades, de acordo com os determinantes e a população onde ocorre;
V. Contactar com as atividades de monitorização e controlo das doenças transmissíveis e de riscos ambientais;
VI. Contactar com as atividades de promoção da saúde através de projetos e programas de intervenção comunitária.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Medicina da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2021-06-20 às 23:59:18 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais