Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > DSOC009

Configurações e Transições Societais: do século XX ao século XXI

Código: DSOC009     Sigla: CTS

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Sociologia

Ocorrência: 2021/2022 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Sociologia
Curso/CE Responsável: 3º ciclo em Sociologia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
DSOC 9 DSOC - Plano de Estudos 1 - 6 41 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
João Miguel Trancoso Vaz Teixeira Lopes Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,00
Orientação Tutorial: 1,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,00
Paula Maria Guerra Tavares 0,70
Carlos Manuel da Silva Gonçalves 0,60
João Miguel Trancoso Vaz Teixeira Lopes 0,70
Orientação Tutorial Totais 1 1,00
João Miguel Trancoso Vaz Teixeira Lopes 0,40
Carlos Manuel da Silva Gonçalves 0,20
Paula Maria Guerra Tavares 0,40

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Como objetivos fundamentais, salientam-se: refletir e debater as dinâmicas do capitalismo “tardio” e o cariz plurifacetado da modernidade; analisar a novel globalização salientando a intensificação do risco e da incerteza; compreender as políticas sociais num quadro de monitorização reflexiva da ação social; apreender lógicas de recomposição social no mundo, na Europa e em Portugal.

Resultados de aprendizagem e competências

A nível de competências sobressaem o desenvolvimento da capacidade de reflexão e de análise crítica fundamentada sobre as sociedades contemporâneas acionando os quadros conceptuais da sociologia; o desenvolvimento de hábitos de debate epistemológico e teórico sobre questões sociais concretas, a partir de um estudo aprofundado e autónomo; a exercitação de hábitos individuais e coletivos de pesquisa.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

N/A

Programa

1. Pensando as transições: do século XX ao século XXI.
2. Modernidade(s), capitalismo tardio e sociedades de risco.
3.Reconfigurações sociais pluriescalares: globais, europeias e nacionais.
4. Reconfigurações culturais, simbólicas e identitárias.


 

Bibliografia Obrigatória

António Firmino da Costa; Desigualdades sociais contemporâneas. ISBN: 978-989-8536-15-0
David Harvey; The^condition of postmodernity. ISBN: 0-631-16294-1
Fredric Jameson; Postmodernism, or the cultural logic of the late capitalism. ISBN: 0-86091-537-9
Guy Debord; A sociedade do espectáculo. ISBN: 972-716-002-6
João Teixeira Lopes; Artistic capitalism
Thomas Piketty; L.^économie des inégalités. ISBN: 2-7071-2703-5
Thomas Piketty; O^capital no século XXI. ISBN: 978-989-644-304-7
Thomas Piketty; Capital e ideologia. ISBN: 9789896446154

Observações Bibliográficas

Bibliografia Complementar



ALMEIDA, João Ferreira de ; Desigualdades e Perspetivas dos Cidadãos, Mundos Sociais, 2012
BECK, Ulrich ; La Sociedad del Riesgo Global, Siglo XXI, 2009
BENNETT, Andy; KAHN-HARRIS, Keith, eds. ; After subculture: critical studies in contemporary youth culture, Palgrave Macmillan, 2004
CRANE, Diana; Kawasaki, Kenichi; Kawashima, Kobuko eds. ; Global culture: media, arts, policy, and globalization., Routledge, 2002
Dorling, Danny; Why Social Inequality Still Persists, Polity Press, 2011
LAHIRE, Bernard ; A Cultura dos Indivíduos. , Artmed, 2006
LASH, Scott; URRY, John ; The End of Organized Capitalism, Polity Press, 1986
MUGGLETON, David ; subculture: the postmodern meaning of style, Berg Publishers, 2000
Savage, Mike ; Social Class in the 21st century, Pelican, 2014
Therborn, Goran; The killing fields of inequality, Polity Press, 2013

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A unidade curricular funciona em regime de seminário, com forte contribuição do trabalho autónomo dos alunos no debate organizado pelo docente, quer através de proposta de temas para discussão, quer pela apresentação de textos, quer ainda pela discussão de indicadores e estudos qualitativos. Desta forma, seguindo um guião flexível, os docentes procuram incutir hábitos de prática científica de alta intensidade, tendo em vista o percurso posterior dos estudantes. O regime de seminário, com a elaboração de ensaios críticos enquanto elemento de avaliação, contribui para um ambiente de discussão científica aberta, aprofundada e propiciadora de elevados e sistemáticos hábitos de pesquisa e de reflexão conjunta. Possibilita, ainda, um ritmo de aprendizagem flexível, com íntima ligação aos percursos e planos de investigação de cada estudante.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Trabalho escrito 75,00
Apresentação/discussão de um trabalho científico 25,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 60,00
Frequência das aulas 41,00
Trabalho escrito 61,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Os elementos de avaliação consistem em uma apresentação oral (25%) e um relatório individual temático, de cruzamento crítico de autores (75%). Estes momentos devem permitir a sistematização reflexiva dos conteúdos.

Fórmula de cálculo da classificação final

- relatório individual temático - 75% da nota final
- apresentação oral - 25% da nota final

Provas e trabalhos especiais

Não aplicável

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicável

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Não aplicável

Melhoria de classificação

O recurso e a melhoria de classificação aplicam-se apenas à componente de relatório individual temático.

Observações

A UC é leccionada em português
Recomendar Página Voltar ao Topo