Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > MHAPCV008

Gestão Cultural e Patrimonial

Código: MHAPCV008     Sigla: GCP

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL História da Arte

Ocorrência: 2018/2019 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página e-learning: http://moodle.up.pt/
Unidade Responsável: Departamento de Ciências e Técnicas do Património
Curso/CE Responsável: Mestrado em História da Arte, Património e Cultura Visual

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MHAPCV 24 MHAPCV - Plano de Estudos 1 - 6 52 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria Leonor César Machado de Sousa Botelho Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 2,00
Estágio: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 2,00
Maria Leonor César Machado de Sousa Botelho 2,00
Estágio Totais 1 2,00
Maria Leonor César Machado de Sousa Botelho 2,00
Mais informaçõesA ficha foi alterada no dia 2019-02-01.

Campos alterados: Fórmula de cálculo da classificação final, Componentes de Avaliação e Ocupação, Observações, Trabalho de estágio/projeto

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Ser capaz de detetar as exigências sociais e económicas que as atividades profissionais em Património exigem.

Criar capacidade de comunicação para difundir e fomentar o conhecimento, o usufruto do património artístico e da cultura visual no âmbito educativo, profissional e social.

Adquirir competências para desenhar um projeto integral de gestão de um bem patrimonial.

Contactar com as profissões da área de atuação do CE.

Saber aplicar os conhecimentos e competências relativos à Gestão Patrimonial e Cultural.

Adquirir competências que ajudem a compreender as exigências do mundo profissional em instituições e empresas de carácter cultural e patrimonial.

Confirmar ou despertar vocações e especializações.

Resultados de aprendizagem e competências

Esta UC pretende familiarizar o estudante com as aplicações profissionais do conhecimento em História da Arte, Património e Cultura Visual, através de uma aproximação académica, complementada com um conjunto de workshops devidamente programados e para os quais serão convidados especialistas e técnicos que darão a conhecer aos estudantes as respetivas práticas profissionais. Passarão assim os estudantes a saber detetar as necessidades e situações sociais e económicas que estas exigem e a abrir caminho à identificação de vocações e ao estabelecimento de contactos.

Além disso, poderão os estudantes distinguir as diferentes atitudes práticas  perante o património artístico e a cultura visual, suas consequências e relações com as políticas de gestão, bem como criar capacidade de comunicação para difundir e fomentar o conhecimento, o usufruto do património artístico e da cultura visual no âmbito educativo, profissional e social. Por fim, pretende-se que os estudantes adquiram competências para desenhar um portfolio individual,  depois de definidos os principais desafios e problemáticas dos temas expostos.

Através desta UC, que materializa num estágio obrigatório de curta duração, pretende-se que o estudante conheça as práticas da área de atuação do CE, identificando as suas necessidades e as suas circunstâncias sociais e económicas. Pelo estágio realizado, poderão os estudantes acompanhar processos ou participar na execução de tarefas nas instituições de acolhimento, contactando diretamente com o mundo do trabalho e adquirindo competências práticas em diferentes áreas consoante os seus interesses: colaborações na catalogação e registo de coleções; tarefas e apoio à preparação e montagem de uma exposição; colaboração com os serviços de comunicação ou com os serviços educativos; participação num projeto de edição; apoio a tarefas de gestão relacionadas com o dia-a-dia de um serviço de um museu, centro de arte, centro de interpretação do património, galeria, unidade de I&D, etc.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. O conhecimento em Gestão Cultural e Patrimonial.

1.1. Legislação e Documentos normativos;


2. Interpretação, comunicação e difusão.

2.1. Serviços Educativos


2.2. O papel dos media


3. Práticas profissionais

3.1. Gestão e Reabilitação Urbana


3.2. Práticas de inventariação e catalogação


3.3. Gestão em Património edificado


3.4. Gestão de sítios arqueológicos e museológicos


3.5. Galerias de Arte: mercado, tipos, implantações e formas de funcionamento;


3.6. Museus


3.7. Turismo Cultural


3.8. Conceção de exposições e prática profissional de curadoria


4. Desenvolvimento de uma tarefa pelo estudante, no âmbito de uma das áreas de atuação do CE:

4.1. Gestão do cultural;


4.2. Gestão patrimonial;


4.3. Conservação de bens culturais;


4.4. Difusão do Património Cultural.

Bibliografia Obrigatória

Ballart Hernández, Josep; Tresserras Juan, Jordi ; Gestión del patrimonio cultural, Ariel patrimonio histórico, 2001. ISBN: 9788434466432
Domingues, Álvaro 340; A^cultura em acção. ISBN: 972-36-0691-7
Mouchtouris, Antigone; Sociologie du Public dans le Champ Culturel et Artistique, L'Harmattan, 2003. ISBN: 2-7475-4303-X
Saldanha, Sandra Costa 340; Guia de boas práticas de interpretação do património religioso. ISBN: 978-989-97257-3-7

Observações Bibliográficas

A bibliografia será orientada de acordo com os desafios e problemáticas colocados e relacionados com os  temas dos workshops calendarizados, com o estágio de cada estudante e com aquilo que o docente vai desenvolver nas sessões de TP diretamente relacionadas com os campos profissionais dos workshops. 

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A exposição de conteúdos programáticos nas aulas (TP) será feita através debates participados, da análise de casos de estudo e de workshops previamente calendarizados e nos quais participam técnicos e especialistas das áreas do CE.

Privilegia-se o contacto direto com a Gestão Cultural e Patrimonial através da realização de cerca de 6 workshops feitos por especialistas  que exercem as suas funções na área do CE e que participarão em sessões de TP, previamente programadas pelo docente e intercaladas com sessões TP asseguradas pelo docente.

Os estudantes têm que realizar um estágio obrigatório de curta duração (26E) numa instituição devidamente protocolada com a FLUP, na qual irão exercer uma tarefa concreta devidamente acompanhada dentro do âmbito acordado.

Sendo que o objetivo fundamental desta UC é complementar a formação académica do estudante através de um estágio obrigatório de curta duração, materializado na realização de uma tarefa (E), familiarizando-o com as profissões da área de atuação do CE, poderá este tomar contacto direto com experiências práticas em instituições e empresas de carácter cultural e patrimonial. O principal objetivo da UC é que o contacto direto com a prática profissional potencie a descoberta de vocações e os destinos do conhecimento adquirido, potencializando novos caminhos de investigação, identificando instituições para desenvolvimento de projetos futuros ou áreas de atuação e nichos de criação de produtos e serviços em História da Arte, património e cultura visual.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 30,00
Trabalho de campo 40,00
Trabalho escrito 30,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 60,00
Frequência das aulas 26,00
Trabalho de campo 26,00
Trabalho de investigação 50,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Obrigatória presença a 75% das aulas, exceto nos casos previstos por lei.

Fórmula de cálculo da classificação final

Esta UC funciona com avaliação distribuída sem exame final.

A avaliação assenta:

1. Participação presencial (30%), considerando-se para efeito de avaliação:
- a assiduidade
- participação ativa da UC

2. Tarefa de Estágio (40%) 
- cumprimento da tarefa do estágio
- capacidade de trabalho colaborativo

3. Portfólio (30%)
- cada estudante terá de submeter a avaliação final, em data a indicar na plataforma Moodle, um portfolio que resulta do Relatório de Trabalho da UC, no qual realiza:

a. Uma apreciação crítica dos temas dos workshops da UC, desenvolvendo um pequeno estado da arte sobre o tema, críticando a sua pertinência e apresentando o resultado da tarefa desenvolvida no âmbito dos mesmos (sempre que a haja);

b. Relatório de Estágio: memória justificativa do produto criado, não ultrapassando as 10 pág. (incluindo bibliografia, estudos comparativos e outros), cronograma de trabalho, análise SWOT, resultados obtidos;


Para os estudantes com estatuto especial aplica-se o regulamento e legislação em vigor.

Trabalho de estágio/projeto

1. Tarefa de Estágio
A UC pressupõe a realização de 26h E.
Os estudantes, em contexto de estágio, terão de organizar uma tarefa em modo de trabalho colaborativo.
A tarefa verterá para um produto de gestão cultural ou patrimonial dentro de uma das seguintes áreas: criação de conteúdos, comunicação, serviços educativos, promoção, etc.

2. Participação presencial
Os estudantes serão avaliados pela assiduidade e participação nas restantes aulas TP (workshops e aulas de campo) e que inclui a realização de um portfolio de relatórios/ apreciação crítica dos mesmos.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

De acordo com o Regulamento de Avaliação em vigor.

Melhoria de classificação

De acordo com o Regulamento de Avaliação em vigor.

Observações

Classificação mínima exigida em qualquer dos componentes da avaliação: 10 valores em 20
Recomendar Página Voltar ao Topo