“As marcas da tortura sou eu”. Uma análise sobre o peso e o protagonismo das diferentes fontes de informação na cobertura jornalística da Comissão Nacional da Verdade no Brasil.

Tipo ID Título Ano DOI Estado Tese Importada do Authenticus? Participantes Participantes (Papel) Participantes (Afiliação) Indexação Classificação Científica Instituições
Tese 364412 “As marcas da tortura sou eu”. Uma análise sobre o peso e o protagonismo das diferentes fontes de informação na cobertura jornalística da Comissão Nacional da Verdade no Brasil. 2019 Versão Verificada “As marcas da tortura sou eu”. Uma análise sobre o peso e o protagonismo das diferentes fontes de informação na cobertura jornalística da Comissão Nacional da Verdade no Brasil. - Mestrado Não
  • Fernanda Sarkis Torres Lima Franchi Nogueira
  • (Autor)
  • FLUP
  • FOS : Ciências sociais > Ciências da comunicação
  • FLUP - Faculdade de Letras da Universidade do Porto