Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > Liga Portuguesa Contra o Cancro premeia projeto de investigadora FFUP/UCIBIO.REQUIMTE com bolsa de investigação

Liga Portuguesa Contra o Cancro premeia projeto de investigadora FFUP/UCIBIO.REQUIMTE com bolsa de investigação

O projeto tem como alvo o cancro da mama, e pretende proporcionar novas ferramentas terapêuticas de tratamento bem como elevar a qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes


Cristina Almeida, investigadora da FFUP/UCIBIOREQUIMTE, foi uma das premiadas com uma bolsa de investigação científica em oncologia, atribuída este ano pela Liga Portuguesa contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte (LPCC-NRN). O projeto, “Unveiling the clinical benefit of cannabinoids as an adjuvant therapy for estrogen receptor-positive (ER+) breast cancer, tem como alvo central o cancro da mama.

O cancro de mama recetor de estrogénio positivo (ER+) é o cancro mais prevalente e que mais mulheres mata em todo o mundo. Embora os inibidores da aromatase sejam eficazes e seja, atualmente, a terapia de primeira linha usada na clínica, o seu uso prolongado pode levar ao desenvolvimento de resistência endócrina, conduzindo à progressão da doença. É sobre esta limitação clinica que a comunidade cientifica se tem debruçado com o objetivo de desenvolver novas terapias capazes de ultrapassar este problema. De facto, existem já vários estudos que procuram melhorar a eficácia dos inibidores da aromatase através da sua combinação com outros compostos. Atualmente, os canabinóides derivados da planta Cannabis sativa, nomeadamente o canabidiol (CBD), um dos canabinóides não-psicoativos, tem sido alvo de um especial e emergente interesse económico, mas também farmacêutico e clínico, devido aos benefícios que lhe têm sido atribuídos em diversas doenças, como o cancro. Tendo isto em conta, este projeto tem como objetivo investigar o potencial benefício clínico do CBD quando combinado com os inibidores da aromatase usados na clínica, em células de cancro da mama ER+ sensíveis e resistentes. Para além disso, pretendemos compreender o processo de desenvolvimento de resistência e o impacto do CBD nesse processo. Este projeto será desenvolvido no Laboratório de Bioquímica da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e na unidade de investigação UCIBIO.REQUIMTE com o grupo de investigação liderado pela Prof. Doutora Natércia Teixeira, supervisora deste projeto, e com a colaboração da Doutora Cristina Amaral e da Prof. Doutora Georgina Correia da Silva. Com este projeto, o grupo pretende proporcionar novas ferramentas terapêuticas capazes de melhorar o tratamento do cancro e, assim, contribuir para uma maior qualidade de vida e bem-estar dos pacientes. 


A Mestre Cristina Almeida concluiu, em 2017, a Licenciatura em Bioquímica na Faculdade de Ciências e no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto e, em 2019, o Mestrado em Bioquímica nas mesmas instituições. Durante a sua Licenciatura e Mestrado, desenvolveu os seus projetos de investigação na área do cancro da mama no Laboratório de Bioquímica da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, sob a coordenação da Doutora Cristina Amaral e da Prof. Doutora Natércia Teixeira. Durante a sua tese de mestrado teve também a colaboração do Prof Pedro Alexandrino do Grupo de Química Teórica e Computacional da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Entre outubro de 2019 a junho de 2020 obteve uma Bolsa de Investigação tendo participado em vários projetos nacionais e internacionais desenvolvidos do Laboratório de Bioquímica da Faculdade de Farmácia da UP. 


  

 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-03-09 às 04:26:59 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais