Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Cursos/CE > Doutoramento > BioTec

Programa Doutoral em Biotecnologia Molecular e Celular Aplicada às Ciências da Saúde

InformaçãoO curso/CE encontra-se acreditado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

 

O Programa Doutoral Internacional em Biotecnologia Molecular e Celular aplicada às Ciências da Saúde (BiotechHealth) é organizado conjuntamente por:

  • Duas Escolas da Universidade do Porto (UPorto) – o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) e a Faculdade de Farmácia (FFUP);
  • Dois Centros de Investigação - o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S) e a Rede de Química e Tecnologia (REQUIMTE)
  • Um Hospital - o Centro Hospitalar do Porto (CHP).

Mais de vinte instituições, maioritariamente internacionais, incluindo universidades, institutos de investigação e empresas, estão também associadas ao BiotechHealth.

Este programa oferece uma formação em biotecnologia molecular aplicada às ciências da saúde, nomeadamente em tecnologias de diagnóstico e terapêutica, regeneração de tecidos, terapias celulares e nanomedicina, e biotecnologia microbiana, num ambiente verdadeiramente interdisciplinar e internacional.

A lecionação formal é de cerca de 20 ECTS, de modo a permitir que os estudantes concentrem a sua aprendizagem num ambiente de investigação e na condução de trabalho experimental. A componente letiva destina-se a fornecer aos estudantes a oportunidade de adquirirem competências transversais, particularmente nas áreas da comunicação, propriedade intelectual e empreendedorismo. Adicionalmente, serão oferecidos cursos de formação avançada e seminários em Biotecnologia Molecular e Celular, enfatizando a necessidade de integração em ambientes de investigação avançada. Uma componente essencial do programa é a colaboração com grupos de investigação internacionais de excelência e empresas. Os estudantes deverão passar um mínimo de 6 meses numa instituição estrangeira (laboratório de investigação, hospital ou industria).

O Programa BiotechHealth aceita até 15 estudantes por ano, com base numa avaliação rigorosa. Os candidatos nacionais ou internacionais deverão possuir como condição mínima para a candidatura o grau de Mestre e formação académica em pelo menos uma das áreas seguintes: bioengenharia, biotecnologia, ciências farmacêuticas, biologia, medicina, bioquímica, nanomedicina, química. Alguns estudantes serão elegíveis para uma bolsa ao abrigo dos Programas de Doutoramento da FCT.

BiotechHealth foi aprovado para financiamento em 2013 pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.


Objetivos

 O Programa BiotechHealth tem por objetivo fornecer uma formação doutoral de excelência em Biotecnologia Molecular e Celular aplicada às Ciências da Saúde, num ambiente interdisciplinar e internacional, promovendo a colaboração com grupos de investigação reconhecidos internacionalmente, hospitais e empresas nacionais e internacionais.

BiotechHealth combina biotecnologias celulares e moleculares, cruciais em aplicações clínicas e industriais. A Biotecnologia Molecular (ou Bioengenharia Molecular) é uma área interdisciplinar nova, a qual combina várias disciplinas, como (Micro)Biologia, Bioquímica, Biofísica, Ciência de Materiais, Ciências Médicas e Farmacêuticas, Bioinformática e Nanotecnologia.


Áreas de Especialização

O Programa incidirá especialmente nas áreas científicas abaixo indicadas, incentivando-se a realização de projetos interdisciplinares entre duas ou mais áreas.

- Medicina Regenerativa e Terapias Celulares

- Nanodiagnóstico e Nanoterapêutica

- Biofísica Molecular e Celular e Desenho Computacional de Biomoléculas

- Biotecnologia Microbiana


Competências Profissionais

 Os doutorados do Programa BiotechHealth terão competências científicas ao nível do estado da arte, na área específica da tese. Terão ainda competências em empreendedorismo, gestão científica e elaboração de projetos, propriedade intelectual e comunicação.


Saídas Profissionais

O Programa BiotechHealth garante uma formação de grande qualidade que permitirá iniciar uma carreira profissional no meio académico ou na indústria, facilitando a inserção em redes internacionais de investigação ou em empresas da área da biotecnologia ligadas à saúde.

MUITO IMPORTANTE:

Os candidatos com graus académicos obtidos em Instituições de Ensino Superior Estrangeiro, deverão ter o seu grau reconhecido/registado em Portugal.
(Decreto-Lei nº. 341/2007)
Para mais informações, deverá consultar a Direção Geral do Ensino Superior

Legalização dos documentos passados em países estrangeiros
Artº 440º do Código do Processo Civil (artº 540º CPC 1961)

"1 - Sem prejuízo do que se encontra estabelecido em regulamentos europeus e em outros instrumentos internacionais, os documentos autênticos passados em país estrangeiro, na conformidade da lei desse país, consideram-se legalizados desde que a assinatura do funcionário público esteja reconhecida por agente diplomático ou consular português no Estado respetivo e a assinatura deste agente esteja autenticada com o selo branco consular respetivo. 
2 - Se os documentos particulares lavrados fora de Portugal estiverem legalizados por funcionário público estrangeiro, a legalização carece de valor enquanto se não obtiverem os reconhecimentos exigidos no número anterior."

Para mais informações, deverá consultar o Instituto de Registos e Notariados


Informações

Limitações quantitativas
1.1 - Número de Vagas: 15 alunos
1.2 -O número mínimo de inscrições necessário para o funcionamento do doutoramento é de 5.
As 8 Bolsas serão atribuídas pela ordem da lista de seriação.

Condições de acesso e ingresso:

1. Titulares do grau de mestre ou equivalente legal.

2. Os titulares do grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido pela comissão científica como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

3. Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela comissão científica.

À data da candidatura todos os candidatos terão que fazer prova do grau académico necessário ao ingresso do ciclo de estudos.
Se o grau foi obtido em Instituição de Ensino Superior Estrangeiro, deverá o mesmo ser reconhecido / registado numa Universidade Portuguesa.
Só são elegíveis a bolsa da FCT, candidatos de estados terceiros, se forem detentores de título de residência válido ou beneficiários do estatuto de residente de longa duração, à data da candidatura.

Candidaturas: Ano letivo 2016/2017

Critérios de seriação e seleção 2016/2017

Seriação provisória_2016

Procedimento de Candidatura

Taxa de candidatura: ¤ 55,00 (não reembolsável)

CALENDARIZAÇÃO:

Apresentação das candidaturas
06/06 a 08/07
Afixação de resultados provisórios
12/09
Audiência prévia 13/09 a 26/09
Afixação de resultados definitivos
28/09
Apresentação de reclamação dos candidatos até 30/09
Publicação da decisão de reclamações  05/10
Realização de matrículas *  06/10 a 12/10
Eventual colocação de suplentes 13/10 a 14/10
Publicação de vagas sobrantes para a fase seguinte n/a
Modo de notificação dos candidatos Correio eletrónico
Pedido de creditação dos candidatos No ato da inscrição

* no Gabinete de Pós-Graduação link: 
https://sigarra.up.pt/icbas/pt/noticias_geral.ver_noticia?p_nr=13746

Comentários

No âmbito das bolsas financiadas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, IP (FCT,IP) a este Programa, cabe à Comissão Científica selecionar 8 estudantes que usufruirão das bolsas financiadas pela FCT,IP, sendo os contratos de bolsa celebrados diretamente com esta.


Início do Ano letivo: 02 de janeiro de 2017

Duração normal do curso: 4 anos (8 semestres)

Propina:

- Tempo integral: ¤ 2750,00 /ano 
- Tempo parcial: ¤ 1650,00 /ano (60% do valor do TI)

- Estudantes abrangidos pelo Estatuto de Estudante Internacional *
(Aprovado pelo Decreto-Lei 36/2014 de 10 de março): ¤ 6000,00 /ano  (Não Aplicável em 2014/2015)
- Tempo parcial: ¤ 3600,00 /ano (60% do valor do TI)

A liquidar de acordo com o Regulamento de Propinas da U.Porto

- No caso de candidatos bolseiros, terão de apresentar declaração da entidade financiadora que ateste que se responsabiliza pelo pagamento da propina. Caso no ato da matrícula/inscrição não disponha ainda da declaração da entidade financiadora, deverá fazer prova de que lhe foi atribuída uma bolsa, entregando a declaração da entidade mais tarde.

 Taxa de matrícula e seguro escolar:
- Taxa de inscrição: ¤ 100,00 (a pagar no ato da matrícula).
- Seguro: ¤ 2,00 (valor sujeito a actualização, a pagar no ato da matrícula).

 
* Estudante Internacional, encontra todas as respostas de que precisa para estudar na Universidade do Porto


Contactos

Para qualquer esclarecimento relativo ao processo de candidatura p.f. contacte:
Helena Cristina Martins
Gabinete de Pós-Graduação

hcmartins@icbas.up.pt

220428006

Horário de Atendimento:
10h:00 - 12h:00
14h:00 - 15h:30

 

Dados Gerais

Código Oficial: 5881
Diretor: Mário Barbosa
Sigla: BioTec
Grau Académico: Doutor
Tipo de curso/ciclo de estudos: Doutoramento
Início: 2013/2014
Duração: 8 Semestres

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Programa Doutoral em Biotecnologia Molecular e Celular Aplicada às Ciências da Saúde (240 Créditos ECTS)
  • Curso de doutoramento em Biotecnologia Molecular e Celular (60 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2017-12-18 às 20:16:01