Saltar para:
Logótipo
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
Projecto da Casa da U. Porto
Você está em: Início > Portal Empresas > Testemunhos > Projetos em Empresa
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Empresas

Projetos em Empresa


Aqui poderá ver os testemunhos de algumas empresas que colaboram regularmente connosco, permitindo que os nossos estudantes realizem as suas dissertações em ambiente empresarial.

Dissertações em Ambiente Empresarial

iTGrow

Nuno Miguel Monteiro, Technical Manager

O projeto de dissertação “Clinical Knowledge Template Builder” consistiu no desenho e implementação de uma ferramenta gráfica que permita ao especialista de domínio clinico a construção de “templates” baseados no modelo de referência openEHR.

Constatamos que o estudante da FEUP demonstrou possuir um conhecimento abrangente, autonomia e capacidade de investigação, assim como responsabilidade e perseverança para atingir objetivos, ultrapassando a complexidade do modelo de referência. É também de realçar a rapidez de adaptação a uma realidade empresarial e aos processos da empresa.

Face aos objetivos propostos, o resultado final foi muito bom, resultando num artigo e uma dissertação final exemplarmente redigidos. Também a componente aplicacional, aliada a uma plataforma baseada em openEHR entretanto construída, alarga a nossa oferta e permite ao especialista/profissional de saúde autonomia na especificação dos seus “templates”.


Kaizen Institute

Alberto Bastos, Country Manager

A colaboração do Kaizen Institute com a FEUP colhe todo o nosso agrado. Há mais de uma década que o Kaizen Institute mantém uma frutífera correlação com a FEUP, promovendo, nomeadamente, diversos trabalhos de dissertação que consistem em projetos de melhoria contínua que podem atuar em várias vertentes: qualidade, custo, serviço e motivação das equipas. Para atestar o êxito destes projetos apontamos o sucesso com os alunos da FEUP que, no final da dissertação, passaram a integrar a equipa do Kaizen Institute. A equipa actual do Kaizen é, maioritariamente, constituída por quadros formados pela FEUP que cresceram profissionalmente no Kaizen.

Este reconhecimento culminou em que, recentemente, por deliberação da Direção do Kaizen Institute Portugal, a FEUP foi agraciada com o Primeiro Prémio “Kaizen Institute” instituído pela nossa organização.


CIN - Corporação Industrial do Norte, S. A.

João Machado, Diretor de Investigação, Desenvolvimento e Qualidade do Grupo CIN


Nos últimos 5 anos acolhemos mais de 20 dissertações em ambiente empresarial no âmbito do Mestrado Integrado em Engenharia Química da FEUP.

Na prática, esta colaboração concretiza-se num processo no qual a CIN e a FEUP partilham conhecimentos, recursos e responsabilidades, para conjuntamente planear, implementar e avaliar projetos para alcançar uma meta comum. Esta cooperação pressupõe o emprego de uma metodologia que garanta o desenvolvimento de projetos inovadores, que respondam às necessidades da CIN, e a perceção clara das missões distintas e complementares das duas instituições no processo de inovação. Na minha opinião, as dissertações em ambiente empresarial caracterizam-se por alguns fatores críticos de sucesso, a saber:

  • Objetivos realistas, definidos claramente, conhecidos e aceites por todos os intervenientes,
  • Planos de execução dos projetos elaborados e acordados mutuamente,
  • Responsabilidades de cada parceiro definidas claramente,
  • Recursos humanos, recursos materiais e custos adequados,
  • Bons conhecimentos técnicos dos supervisores em diversas áreas,
  • Comunicação eficaz.

Como exemplos de projetos de cooperação bem sucedidos, gostaria de salientar duas áreas temáticas relevantes, "Energy Saving Coating" e "Primário Epoxi de Zinco Aquoso", cujos resultados

conduziram ou irão conduzir ao lançamento de produtos inovadores no mercado.

No primeiro caso, a tinta apresenta propriedades termorefletoras (reflete a radiação solar), contribuindo para uma maior eficiência energética dos edifícios. No segundo caso, o primário aquoso permite reduzir substancialmente o teor em compostos orgânicos voláteis emitidos para a atmosfera, traduzindo-se num menor impacto ambiental.

Gostaria ainda de realçar que, nos últimos anos, temos desenvolvido outros tipos de parcerias com a FEUP, como por exemplo, o acolhimento de alunos de Bolsas de Doutoramento em Ambiente Empresarial e o partenariado de Projetos inseridos no Quadro de Referência Estratégico Nacional.

Reconheço que o trabalho de parceria nem sempre é fácil e que certamente haverá espaço para melhorias, mas o balanço é francamente positivo.

Projetos LGP - “Linking Great Partners”

PRIMAVERA Business Software Solutions, S.A.

Paulo Cruz, Innovation & Special Projects Head Manager

Projeto “TheProcessFolder”, desenvolvido no âmbito da iniciativa LGP - “Linking Great Partners”.


A colaboração entre a PRIMAVERA e a FEUP encetou-se há já alguns anos (2007) e desde então tem vindo a estreitar-se o relacionamento entre as duas instituições.

A PRIMAVERA participou já em 3 edições da LGP, a par de outras iniciativas conjuntas com a FEUP (por exemplo, a disponibilização de software PRIMAVERA para efeitos educativos).

Na edição mais recente (2011-2012) foi sugerida aos alunos a criação de um software (TheProcessFolder) que permitisse a intervenção dos utilizadores em processos de negócio de forma a assegurar a integração com diferentes aplicações, nomeadamente soluções de ERP, e a disponibilidade de acesso em qualquer dispositivo ligado à Internet, com ótimos resultados.

Aquilo que retivemos da participação, nesta e nas anteriores edições, na LGP foi que:

  • A maioria dos resultados de LGP pode converter-se em produtos lucrativos. Os alunos demonstram capacidade de desenvolver produtos que são mais do que meras aplicações;
  • A LGP promove o empreendedorismo, o que é fundamental quer na perspetiva de criação de novas empresas, quer na perspetiva de empreendedorismo interno;
  • A organização da iniciativa LGP, por ser tão dinâmica, e por isso constantemente inovadora, contribui para a tornar atrativa e sempre desafiadora;
  • Os projetos desenvolvidos têm sido sempre relevantes para a nossa empresa, sobretudo na perspetiva de proof-of-concept de ideias ou soluções técnicas; um dos casos contribuiu mesmo para ‘provocar’ o desenvolvimento de um novo produto.

Enquanto produtora de software a PRIMAVERA procura desta forma criar oportunidades para a incorporação nos seus quadros de profissionais formados na FEUP, aos quais reconhece reputado valor.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-01-09 I  Página gerada em: 2019-04-22 às 13:53:30 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais