Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca |fevereiro a maio
Você está em: Início > EEC0144
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Informática Industrial

Código: EEC0144     Sigla: II

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Automação, Controlo e Sistemas de Produção Indust.
OFICIAL Informática

Ocorrência: 2010/2011 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Automação, Controlo e Sistemas de Produção Industrial
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEEC 95 Plano de estudos de Transição a partir de 2010/11 4 - 6 63 162
5
Plano de estudos oficial 4 - 6 63 162
5

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Laboratórios: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
Mário Jorge Rodrigues de Sousa 2,00
Laboratórios Totais 4 8,00
Mário Jorge Rodrigues de Sousa 4,00
Jorge Miguel Marques Ribeiro 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

A disciplina tem por objectivo desenvolver as seguintes competências:
- Ser capaz de analisar, estruturar, conceber, implementar e documentar sistemas de controlo industriais de média complexidade, com recurso a ferramentas de modelação (UML) e a linguagens de programação utilizadas em ambiente industrial (definidas nas normas IEC 61131-3 e IEC 61499).

Programa

Modelação com UML (Modelos de classes, Diagramas de Sequência, Máquinas de Estado)
Padrões de Concepção (Design Paterns) utilizados em ambiente industrial (ISA88 e ISA95)
Programação orientada por objectos de acordo com a norma IEC 61131-3.
Programação distribuída de acordo com a norma IEC 61499.
Introdução à tecnologia OPC.

Bibliografia Obrigatória

Karl-Heinz John, Michael Tiegelkamp; IEC 61131-3: Programming Industrial Automation Systems, Springer; 1 edition (April 27, 2001), 2001. ISBN: ISBN-13: 978-3540677529
Lewis, Robert W.; Modelling control systems using IEC 61499. ISBN: 0-85296-796-9
Fowler, Martin; UML distilled. ISBN: 0-201-65783-X

Bibliografia Complementar

Robert W. Lewis; Programming Industrial Control Systems Using Iec 1131-3, Institution of Electrical Engineers; Revised edition (October 1998), 1998. ISBN: ISBN-13: 978-0852969502
Brandl, Dennis; Design Patterns for Flexible Manufacturing. ISBN: 978-1-55617-998-3

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

• Aulas teóricas: exposição dos assuntos a tratar, acompanhados pela apresentação e discussão de exemplos práticos.
• Aulas práticas: Resolução de exercícios práticos e apoio à realização do projecto de sistema de controlo de célula flexível de fabrico.

Software

Isagraf

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Descrição Tipo Tempo (Horas) Peso (%) Data Conclusão
Participação presencial (estimativa) Participação presencial 56,00
Avaliação Escrita Exame 3,00
Realização de Trabalho Prático Trabalho escrito 60,00
Total: - 0,00

Componentes de Ocupação

Descrição Tipo Tempo (Horas) Data Conclusão
Estudo Individual Estudo autónomo 48
Total: 48,00

Obtenção de frequência

De acordo com as regras gerais da FEUP, e nota superior a 50% na componente pratica.

Fórmula de cálculo da classificação final

• Exame final: 9 valores
• Trabalho prático: 9 valores
• Opinião docentes: 2 valores

• Em cada uma das componentes de avaliação, os alunos devem obter uma classificação mínima de 40%.
• Nas situações em que exista uma diferença superior a 4 valores nas classificações obtidas na prova escrita e nos trabalhos práticos (numa escala 0..20), a maior dessas classificações será ajustada por forma a que essa diferença passe a ser de 4 valores.

Provas e trabalhos especiais

A combinar com os docentes caso a caso

Avaliação especial (TE, DA, ...)

A combinar com os docentes caso a caso
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-04-23 às 09:35:31 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais