Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca
Você está em: Início > Notícias > FEUP apoia projeto para impulsionar cluster do calçado em Portugal
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Notícias

FEUP apoia projeto para impulsionar cluster do calçado em Portugal

O trabalho foi premiado na 5.ª Conferência Internacional WASTES, em setembro, na Costa da Caparica

imagem

A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) é uma das entidades parceiras do FAMEST – Footwear, Advanced Materials, Equipments and Software Technologies, um projeto promovido por um consórcio de 23 empresas portuguesas com o objetivo de impulsionar o cluster do calçado e da moda no nosso país.

Este é um setor estratégico para Portugal, que mobiliza 278 empresas, 14 mil postos de trabalho e um volume de negócios anual de 1100 milhões de euros. Só nos primeiros sete meses do ano, as empresas portuguesas de calçado exportaram quase 50 milhões de pares de sapatos. Destes, grande parte teve como destino mercados como os Estados Unidos (onde as vendas cresceram 17,6%) ou China, país que, só este ano, comprou mais de 17 milhões de euros em calçado português.

Melhorar ainda mais este desempenho é então o objetivo do projeto FAMEST. Para tal, a FEUP integra, mais especificamente, o FAMEST GREEN (uma das seis áreas em que se divide o projeto), especialmente direcionado para a reciclagem e valorização dos resíduos gerados pelo processo produtivo e consumo.

“Na indústria europeia de calçado estima-se a produção de cerca de 100 a 200 mil toneladas de resíduos de couro por ano, o que representa um custo na ordem dos 4 a 10 milhões de euros”, adverte Carlos Fonseca, do Departamento de Engenharia Metalúrgica e Materiais e responsável pelo projeto na FEUP.


Em nome da sustentabilidade

Com um financiamento de 6 milhões de euros, o FAMEST GREEN está à procura de soluções que reduzam o consumo de matéria prima na indústria do calçado. Uma das prioridades passa pela valorização de resíduos de couro através da produção de compósitos couro/borracha. Esta solução poderá significar a transformação de um excedente de produção num produto com valor acrescentado, para além de um vasto conjunto de interesses sociais e ambientais.

Outro dos objetivos do projeto é a valorização dos polímeros resultantes de resíduos e excedentes da produção de calçado, nomeadamente do EVA (acetato-vinilo de etileno) e poliuretano termoplástico. Nesse sentido, a equipa da FEUP, em colaboração com investigadores do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) e com a empresa Faprel, está a trabalhar no desenvolvimento de estratégias de ligação eficaz entre estes e os componentes do betão, de modo a obter compósitos com boas propriedades mecânicas.

“A incorporação de polímeros tem sido bastante estudada, dados os problemas ambientais que levantam, tendo-se verificado que a densidade do betão diminui com o aumento da percentagem de polímero adicionado, dando origem a um betão leve e com menor condutividade térmica, embora com inferiores propriedades mecânicas”, explica Carlos Fonseca.

Do trabalho produzido na FEUP já resultou a produção de vários trabalhos e artigos científicos. Um desses trabalhos – intitulado “Recycling EVA from footwear industry as aggregates for cement mortar” -, da autoria de Manuela Baptista, investigadora do Departamento de Engenharia Metalúrgica e Materiais da FEUP, foi recentemente distinguido com o Best Poster “Rosário Oliveira” Award, no âmbito da 5.ª Conferência Internacional WASTES – Solutions, treatments and opportunities, que decorreu no início de setembro, na Costa da Caparica.

Mas há ainda muito trabalho pela frente. Para os investigadores da FEUP, é fundamental encontrar uma alternativa mais sustentável e assente na reciclagem para fabrico de novos materiais, em vez de se continuar a depositar a generalidade dos resíduos em aterros, desperdiçando o seu conteúdo material e energético.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 

Divulgue os seus eventos e projetos através do e-mail: noticias@fe.up.pt. Saiba mais sobre os nossos serviços no site dos SICC.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-11-19 às 14:57:47 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais