Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > FEUP marca presença na conferência internacional LITTORAL 22

Notícias

FEUP marca presença na conferência internacional LITTORAL 22

A conferência contou com a participação de Francisco Taveira Pinto e Carla Gonçalves da Faculdade de Engenharia

Littoral
A conferência LITTORAL 22 realizou-se entre o dia 12 e 16 de setembro, na Costa da Caparica, um dos locais mais vulneráveis à erosão costeira em Portugal Continental, para debater os problemas e os desafios das comunidades costeiras face às alterações climáticas.

Ao longo de vários dias, e sob o tema “Adapt our coast for a sustainable future”, especialistas de 27 países debateram temas como a literacia, educação e governança; planeamento, ordenamento e gestão; vulnerabilidade, riscos, proteção civil e alterações climáticas; ecossistemas e biodiversidade, serviços de ecossistema, infraestruturas verdes e soluções com base na natureza e ecologia marinha e costeira.

Tratando-se a zona costeira de uma temática relevante para o Departamento de Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, a conferência contou com a participação do Prof. Francisco Taveira Pinto (DEC/FEUP/CIIMAR) e da Arquiteta Paisagista Carla Gonçalves, doutoranda em Planeamento do Território (DEC/FEUP/CITTA), cuja investigação é orientada pelo Prof. Paulo Pinho (DEC/FEUP/CITTA).

O Prof. Francisco Taveira Pinto, para além de ter moderado várias sessões focadas na gestão de riscos costeiros e alterações climáticas, também apresentou uma comunicação sobre um conjunto de intervenções de proteção para a restinga de Esposende, propostas e estudadas ao nível de um estudo prévio de engenharia pelo Instituto de Hidráulica e Recursos Hídricos (IHRH). Os resultados demonstraram que estas propostas, complementadas com soluções baseadas na natureza, permitem estabilizar a restinga, salvaguardando o sistema sócio-ecológico costeiro e estuarino, e contribuindo para reduzir significativamente os riscos costeiros na frente urbana da cidade de Esposende.

A Arq. Paisagista Carla Gonçalves, cuja tese de doutoramento se centra na governação da paisagem costeira, apresentou e discutiu os argumentos que fundamentam o seu manifesto para a governação paisagística do litoral (artigo científico em processo de revisão), discutindo o seu valor acrescentado para reestruturar a relação entre o debate da governança costeira e da paisagem. A investigadora reforçou ainda a necessidade de se aumentar teórica e empiricamente a investigação científica sobre as paisagens costeiras enquanto objeto de planeamento e de gestão e enquanto abordagem processual diferenciadora de governação.

A Conferência LITTORAL22 foi organizada pela NOVA School of Science and Technology, pelo MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, pela Câmara Municipal de Almada e pela Associação Europeia Coastal & Marine Union (EUCC).


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Divulgue os seus eventos e projetos através do e-mail: noticias@fe.up.pt. Saiba mais sobre os nossos serviços no site dos SICC.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-11-29 às 08:49:47 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias