Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca online
Você está em: Início > Notícias > Pedro Camanho é o investigador do ano na Universidade do Porto
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Notícias

Pedro Camanho é o investigador do ano na Universidade do Porto

Professor Catedrático da FEUP e investigador do INEGI foi reconhecido por unanimidade com a edição deste ano do Prémio de Excelência Científica da U.Porto.

imagem


Pedro Camanho, Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e investigador do Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI), é o vencedor da edição deste ano do Prémio de Excelência Científica da Universidade do Porto, galardão instituído pela Universidade com o objetivo de reconhecer os seus docentes e cientistas que mais se destacam no domínio da investigação científica.

“Sinto-me muito honrado pela atribuição do Prémio de Excelência Científica da U.Porto. Foi na U.Porto que dei os primeiros passos na investigação científica e foi a U.Porto que criou as condições necessárias para desenvolver uma atividade científica que culminou neste prémio. Trata-se de um reconhecimento que se estende aos meus estudantes de doutoramento e aos colegas que me inspiraram ao longo dos anos”, refere o investigador, reconhecido por unanimidade pelo júri do prémio.

Licenciado em Engenharia Mecânica pela FEUP (1995), Pedro Ponces Camanho doutorou-se pelo Departamento de Aeronáutica do prestigiado Imperial College London (Reino Unido) em 1999. Nesse mesmo ano regressou a Portugal para integrar o Departamento de Engenharia Mecânica da FEUP e para assumir o cargo de diretor da Unidade de Integridade Estrutural do INEGI. Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia desde 2014, é presidente do Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica (LAETA) e vice-presidente do INEGI.

Os principais interesses de investigação de Pedro Camanho focam-se no estudo e simulação, a várias escalas temporais e espaciais, dos mecanismos de deformação e fratura de materiais compósitos avançados. É também um especialista reconhecido no estudo e desenvolvimento in-silico de materiais compósitos não-convencionais, tais como materiais compósitos híbridos, nano-estruturados, com gradiente funcional de propriedades e multifuncionais.

Uma carreira premiada

Ao longo da sua carreira, Pedro Camanho coordenou vários projetos de investigação financiados pela Agência Espacial Europeia, Airbus, NASA, Embraer, Daimler, Aernnova, União Europeia, FCT e Força Aérea dos EUA. Entre 2000 e 2011, foi cientista visitante no Centro de Investigação da NASA – Langley Research Center, tendo recebido em 2006 o Prémio NASA H.J.E. Reid Award for Outstanding Scientific Paper. Foi Royal  Society Visiting Professor no Imperial College, em Londres (2005) e professor visitante no Laboratoire de Mécanique et Technologie, École Normale Supérieure de Cachan, Université Paris-Saclay (2014). Publicou cerca de 130 artigos científicos, que receberam mais de 10,600 citações independentes.

No que diz respeito à transferência de tecnologia, são de realçar os seus contributos no campo da Mecânica da Fratura computacional, tendo desenvolvido modelos que foram implementados em vários códigos comerciais usados pela indústria: ABAQUS, LS-DYNA, MSC-NASTRAN, HYPERSIZER, ESACOMP e ANSYS. Desenvolveu também novas técnicas de caracterização experimental de materiais compósitos, que são atualmente usadas pelas indústrias automóvel e aeronáutica.

Mais recentemente, desenvolveu um modelo – conhecido por Modelo Camanho (ou, em inglês, Camanho Method ou Camanho Model) – que acabaria por ser integrado na versão mais recente do Digimat, um software de referência para engenheiros de todo o mundo.

Pedro Ponces Camanho é membro do Conselho Consultivo da Sociedade Europeia de Mecânica (EUROMECH), membro do Conselho da Sociedade Europeia de Materiais Compósitos (ESCM) e do Painel de Engenharia do Conselho Europeu de Pesquisa (ERC).

Ao contrário do que é habitual, e face às medidas adotadas pela U.Porto ao abrigo do seu Plano de Contingência para a COVID-19, a entrega do Prémio de Excelência Científica não teve lugar na Sessão Solene Comemorativa do Dia da Universidade, entretanto cancelada. Em vez disso, foi assinalada numa celebração “virtual”, que decorreu no dia 22 de março, e pode ser consultada em www.up.pt/dia-uporto.


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 
Divulgue os seus eventos e projetos através do e-mail: noticias@fe.up.pt. Saiba mais sobre os nossos serviços no site dos SICC.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2020 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2020-03-31 às 12:36:27 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais