Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação de utilizadores da Biblioteca
Você está em: Início > Cursos/CE > MCI
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Mestrado em Ciência da Informação


Acreditação pela A3ES

A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), a 17 de abril de 2015, e de acordo com a recomendação e fundamentação produzidas pela respetiva Comissão de Avaliação Externa, decidiu acreditar o MCI, sem condições, por um período de 6 (seis) anos. Mais informação pode ser encontrada nos relatórios produzidos pela A3ES.


Information Science at the University of Porto is member of the iSchools.




Logotipo curso Ciência da Informação

Objetivos

O Mestrado em Ciência da Informação (MCI) proporciona uma formação avançada em Ciência da Informação, dirigida a quem pretender seguir uma carreira profissional ou de investigação nesta área. Este mestrado é da responsabilidade conjunta da FEUP e da FLUP e tem os seguintes objetivos:
  • proporcionar uma formação científica sólida, garantindo uma preparação de excelência para o exercício de uma profissão que se consubstancia na capacidade de descobrir, avaliar, organizar, dar acesso e preservar informação, independentemente do seu formato ou suporte, em contextos de utilização diversos;
  • proporcionar uma formação profissional de elevada qualidade com competências técnicas e sociais sólidas no domínio da gestão da informação permitindo: resolver problemas e atuar em contextos multidisciplinares; trabalhar em equipa e em ambientes de colaboração aplicando as suas competências específicas; comunicar eficazmente com públicos especialistas e não-especialistas; e refletir nas responsabilidades sociais e éticas ligadas à aplicação do seu conhecimento;
  • formar para a empregabilidade, ou seja, para o exercício de uma atividade profissional que pode ser desenvolvida no seio das mais diversas organizações, no setor público ou privado, através da criação de relações estreitas com potenciais empregadores, via dissertações, projetos e outras formas de colaboração.

Competências Profissionais

O MCI, como 2º ciclo de estudos em Ciência da Informação, confere competências para
  • compreender e ser capaz de ter uma perspetiva crítica sobre a problemática da informação: a sua natureza, os seus diversos modos de produção, o seu ciclo de vida e os aspetos legais e éticos do seu acesso e uso nas organizações;
  • saber planear, organizar, conduzir e avaliar sistemas e serviços de informação, tendo em conta a política de informação definida para o contexto em que exerce atividade, em particular no que respeita à análise e especificação de requisitos, modelação e análise de processos de negócio, implementação de sistemas de informação nas organizações;
  • saber aplicar em qualquer contexto as técnicas, métodos e modelos para a seleção, aquisição, organização, representação, recuperação, preservação, acesso e uso da informação, por exemplo na montagem de sistemas de Gestão Documental, Gestão de Conteúdos Empresariais e de Bibliotecas Digitais;
  • saber usar as tecnologias de informação e comunicação genéricas e específicas para o exercício da sua atividade profissional.

Saídas Profissionais

O MCI prepara para o exercício de funções profissionais de nível 4 (ver Euro-Referencial I-D). Os diplomados do MCI têm competências de gestão de informação onde quer que a Informação desempenhe um papel central:
  • no setor privado, onde se incluem grandes grupos económicos, pequenas e médias empresas dos mais variados setores (por exemplo: desenvolvimento e comercialização de software, consultoria em várias áreas, produtores de conteúdos, empresas de produção industrial, empresas de serviços, etc.), instituições privadas de ensino, etc.;
  • no setor público com destaque para a Administração Central e Local (serviços centrais e de autarquia, arquivos e bibliotecas), Universidades (serviços administrativos/departamentais, centros de estudos/investigação, serviços de biblioteca e documentação e de arquivo), bem como Museus.

A U.PORTO é a única universidade portuguesa a oferecer licenciatura+mestrado em Ciência da Informação, articulados entre si. O Mestrado em Ciência da Informação resulta da adequação ao processo de Bolonha do Mestrado em Gestão de Informação (MGI) que a FEUP ofereceu durante 10 anos, desde 1997/1998.


Informações

O MCI está organizado em dois semestres letivos seguidos de um ano dedicado à realização de um projeto especializado ou à elaboração de uma dissertação, os quais se podem desenvolver em instituições exteriores às faculdades responsáveis pela lecionação do curso. A frequência do MCI pressupõe uma dedicação plena durante dois anos letivos, não sendo compatível com um trabalho profissional a tempo inteiro. É possível, no entanto, a frequência em regime de trabalhador estudante a tempo parcial.

Vias de acesso:
Podem concorrer ao MCI estudantes que possuam uma das seguintes condições:

  1. Licenciatura (1.o ciclo de Bolonha) em Ciência da Informação ou outra considerada adequada pela comissão científica; excecionalmente, em casos devidamente justificados, poderão ser admitidos candidatos com outras licenciaturas, sendo exigido que tenham obtido aprovação num conjunto de unidades curriculares de 1o ciclo na área científica do CE, até um máximo de 30 ECTS;
  2. Grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.o ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, com as especificidades referidas em I);
  3. Grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pela comissão científica do ciclo de estudos, com as especificidades referidas em I);
  4. Currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pela respetiva comissão científica. 
Numerus Clausus:
O numerus clausus é fixado em 25 alunos. 

Propinas:
999¤/por ano lectivo para estudantes EU
As propinas dos estudantes Internacionais pode ser consultada aqui. Os países da CPLP podem ter uma redução da propina até 50%.

Candidaturas 


Folheto de divulgação do MCI





Contactos

Mais informações
Secretariado do Departamento de Engenharia Informática
Telefone: +351 22 508 2134 / Voip: 3900
Fax: +351 22 557 4103
E-mail: mci@fe.up.pt 

Dados Gerais

Código Oficial: 6025
Diretor: António Lucas Soares
Sigla: MCI
Grau Académico: Mestre
Tipo de curso/ciclo de estudos: Mestrado
Início: 2007/2008
Duração: 2 Anos

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Mestrado em Ciência da Informação (120 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Ciência da Informação (78 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Cursos/Ciclos de Estudos Antecessores

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-11-19 I  Página gerada em: 2017-11-20 às 02:15:41