Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação de utilizadores da Biblioteca
Você está em: Início > Cursos/CE > ECONC
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Economia Circular

CANDIDATURAS até 20 de agosto de 2018  em Candidaturas de Ingresso


Apresentação:

Na sequência do atual alinhamento das políticas da União Europeia, impõe-se a adoção da Economia Circular, para a qual os futuros e presentes profissionais de diversos setores devem estar preparados. Esta é uma nova linha de orientação com uma atuação amplamente transversal, podendo abranger desde engenheiros, gestores, economistas, cientistas das diferentes áreas, designers e arquitetos.

Embora o conceito tenha um histórico alargado, na atualidade, mais do que interiorizar os conceitos circulares, é preciso repensar todo o modelo socioeconómico, reformular processos, produtos, relações e negócios. A circularidade traz desafios, mas pode representar o ponto de inflexão para a transformação dos sistemas e criar muitas oportunidades; contudo, para tal vê-se como estratégico e fundamental permitir o desenvolvimento de competências teóricas e práticas e dotar os profissionais futuros e atuais de ferramentas específicas para atuar segundo as premissas da Economia Circular. Dentro das áreas do conhecimento, a articulação entre escola de Engenharia e de Economia da UPorto vê-se como estratégica.

Objetivos:

  • Revisitar os modelos lineares atuais de gestão e revê-los à luz da nova ótica organizacional e estratégica imposta pela economia circular;
  • Repensar os processos produtivos e a produção e utilização de produtos;
  • Identificar oportunidades de melhoria nos atuais processos e produtos e de criação de novos negócios;
  • Desenvolver e influenciar novas relações de produção, distribuição e consumo;
  • Promover, por meio da inovação de processos, produtos e materiais, uma substancial transformação socioeconómica;
  • Estruturar novos modelos de negócio com recurso a relações integradas tais como a simbiose industrial (ex. resíduos como recursos).
Programa
Parte I: Introdução à Economia circular
  • Economia circular: O conceito
    • Desafios Globais
    • Contexto e Macrotendências
    • Transição de paradigma da Economia Linear para a Economia Circular: conceito do modelo circular, C2C “Cradle to Cradle” e ciclos biológico e técnico
    • Economia Circular e Estratégias Socioeconómicas
    • C2C “Cradle to Cradle” (De Berço a Berço) e apresentação dos ciclos biológico e técnico
  • Estratégia Europeia e quadro legal para a economia circular
    • Abordagens Legais da circularidade de acordo com o Plano de ação da Comissão Europeia (Produção, Consumo, Gestão de Resíduos e Resíduos como Recursos) de cinco setores pioritários (Plastic, Food and Waste, Critical Raw Materials, Construction and Demolition, Biomass-Biobased Products)

Parte II: Teorias e Modelos de Gestão

  • Aplicação da economia circular
    • Análise de contextos locais (dimensão nacional e regional) e articulação com diferentes intervenientes (estratégias colaborativas)
  • Gestão estratégica para economia circular
    • Logística reversa, novos modelos de negócio e círculos virtuosos (closed loop supply chains)
    • Resíduos como Recursos
Parte III: Tecnologia e Inovação
  • Simbiose Industrial
  • Tecnologias emergentes, remanufactura, ecodesign, biomimética (biomimicry)
  • Otimização e eficácia dos Sistemas
  • Estratégia e Gestão de Negócios

Parte IV: Economia Circular Aplicada
Análise de casos de estudo Nacionais e Internacionais, numa ótica multidisciplinar

Destinatários:
A presente formação é dirigida aos estudantes do 2º ciclo de instituições do ensino superior que cumpram as condições específicas de acesso, nomeadamente futuros profissionais das escolas de Engenharia, Ciências, Economia, Gestão e Direito ou mesmo gestores, técnicos, legisladores, consultores, investigadores e outros profissionais que pretendam aprofundar os seus conhecimentos teóricos, técnicos e analíticos em diferentes domínios, com enfoque na componente de gestão, tecnologia e inovação, em alinhamento com as premissas e imposições da Economia Circular.

Condições de acesso:
Ser estudante do 2º ciclo de uma instituição do ensino superior no domínio da Engenharia, Gestão, Economia, Design e Direito ou profissional do mercado, com grau de licenciatura ou especialista que pretenda aprofundar os seus conhecimentos em Economia Circular.

Critérios de seleção e seriação:

As vagas são limitadas a um total de 40 estudantes, cuja seleção é feita com base na avaliação do Curriculum Vitae, feita pelo regente da Unidade Curricular.

A análise curricular tem enfoque no desempenho académico (60%) e área de interesse (40%) de acordo com os critérios especificados de seguida:
Desempenho académico: média de licenciatura
(≥15:pontuação 10; 14: pontuação 7; ≤13:pontuação 5);
Envolvimento em outras atividades académicas (frequência de mestrado; formações; atividades de investigação):
elevado: pontuação 2; baixo: pontuação 1; nenhum: pontuação 0).
Área de interesse: nível de envolvimento da sua atividade profissional ou formação de base com a temática em estudo (elevado:pontuação 8; médio:pontuação 5; baixo:pontuação2 ).
A seriação dos candidatos será realizada de acordo com as classificações obtidas na análise curricular, sendo dada prioridade aos estudantes da U. Porto para o preenchimento das primeiras 30 vagas.
Em caso de empate a seriação tem em conta a ordem da candidatura.

Avaliação:
A Unidade Curricular é de Avaliação Contínua com exame final.
A classificação final baseia-se na seguinte expressão:
NF = 0.1 MT + 0.3 T + 0.6 E, em que:
NF – Nota Final
MT – Mini-teste Quiz Online
T – Trabalho de Grupo / Estudo de Caso, incluindo avaliação de pares
E – Exame final, Nota mínima de 7 valores.

Créditos: 6 ECTS (Creditado pela UP em 31.01.2018)

Duração:
162 h (56 horas letivas)

Datas:
17 de setembro 2018 a 8 de fevereiro 2019

Horário: Uma tarde por semana: 16h30-20h30, terças-feiras, Sala B334 - FEUP

Local:
FEUP

Participantes:
40 (máximo) 10 (minímo)

Custo:
Estudantes inscritos na U.Porto: 20¤
Alumni: 180¤
Externos U.Porto: 200¤

Contactos:
Gabinete de Educação Contínua

Email: gec@fe.up.pt
Telefone: +351 22 508 1412

Dados Gerais

Docente Responsável: Joana Dias
Sigla: ECONC
Tipo de curso/ciclo de estudos: Unidade de Formação Contínua
Início: 2017/2018
Duração: 56 Horas

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Economia Circular (6 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo