Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Cursos/CE > Unidade de Formação Contínua > CDeh

Cursos

Unidade de Formação InovPed - CULTURA DIGITAL: Espaço(s) de Habitar

O uso das tecnologias digitais é hoje evidente no ensino e na prática da arquitetura, que se encontra a recuperar um conjunto de teorias e conceitos ligados à ciência da computação, desenvolvidos sobretudo nas décadas de 60 e 70. Com a presença das ferramentas digitais para design e fabricação, remodela-se gradualmente a construção e a sua indústria, e altera-se a definição e função das profissões na área da arquitetura. Desde os anos 90, a arquitetura foi quase exclusivamente desenhada com computadores, o que representa um desafio à componente prática da disciplina, mas também à sua história e teoria. Mais recentemente, a personalização em massa e a impressão 3D cuja teoria e prática começaram a ser abordadas nas escolas de arquitetura estão agora a ser discutidas também por escolas de negócios e de economia em todo o mundo.
Assistimos assim a uma procura reiterada da inovação, o que implica um profundo entendimento não só das tecnologias digitais, mas também de um pensamento crítico acerca da cultura digital que porventura possa orientar a sua aplicação à prática. CULTURA DIGITAL: Espaço(s) de Habitar irá explorar um novo
foco na teoria e história transversal e interdisciplinar que contribuirá para a formação de um olhar crítico sobre o tema. Por um lado, um enquadramento conveniente da história da tecnologia na arquitetura, e por outro explorando a nível teórico-prático os atuais desenvolvimentos das tecnologias digitais e
computacionais na disciplina, abordando outros campos disciplinares, relacionadas e transformadas pelo digital, como o design de comunicação, os media, a cibercultura e as ciências da computação.

Na base da proposta de criação desta UC está a conjugação de áreas de conhecimentos
multidisciplinares de docentes de três unidades orgânicas da U. Porto (FAUP, FBAUP e FEUP), para além de congregar as contribuições de dois docentes externos:

André Miguel Guimarães dos Santos (FAUP), Isabel Clara Neves da Rocha Marques (CEAU) José Miguel Santos Araújo Carvalhais Fonseca (FBAUP), Gilberto Bernardes de Almeida (FEUP),  e José Bragança de Miranda ( Universidade Nova de Lisboa)

Objetivos

 
  • Pretende-se a construção de um mapeamento que, para além de incorporar uma perspetiva sobre o surgimento e desenvolvimento da Cultura Digital ao longo dos últimos 60 anos, incorpore o contexto atual tecno-cultural e a forma como os sistemas computacionais e digitais o têm vindo a transformar.
  • Perspetiva-se a promoção de ciclos epistemológicos entre arquitetura, design e artes, tendo a cultura digital como força motriz, focando as seguintes perspetivas:
a) contextualizar as tecnologias digitais e computacionais partir de uma perspetiva histórica e teórica, abrangendo uma dimensão lata das artes às ciências, focando o campo disciplinar da arquitetura, reconhecendo contextos socioculturais que favoreceram o surgimento dos primeiros centros de investigação relacionados com a computação em arquitetura;

b) contribuir para a sensibilização de uma atuação no espaço construído mais sustentável e ativa socialmente;

c) desenvolver um quadro histórico e teórico para as tecnologias digitais integradas no espaço construído;

d) desenvolver o sentido critico, a literacia digital e a visibilidade para tópicos da cultura digital na arquitetura, no design e nas artes;

e) considerar as experiências curriculares de instituições de ensino nacionais e internacionais de referência;

f) compreender e refletir ativamente sobre os desafios da cultura digital com especial enfoque no ramo da arquitetura, nomeadamente no contexto do habitar e da sociedade;

g) consolidar um quadro teórico, corpo de pensamento crítico, para além do discurso arquitetónico predominante;

h) dotar os arquitetos e agentes culturais de ferramentas intelectuais reflexivas que lhes permitam ser protagonistas conscientes na mudança de paradigma digital que neste momento assistimos, evitando assim a subordinação acriteriosa em relação à indústria de construção e tecnologias;
i) compartilhar conhecimentos para impulsionar a inovação e o crescimento no âmbito da cultura digital, promovendo investigações sobre tecnologias digitais e computacionais com impacto positivo nas
comunidades de usuários que habitam.

Competências Profissionais

  • Permitir aos estudantes desenvolver conhecimentos abrangentes sobre a história, protagonistas, natureza, e impacto dos sistemas computacionais na sociedade e cultura.
  • Assegurar o desenvolvimento de conhecimentos sobre a teoria e a prática arquitetónica, artística e de design com sistemas computacionais.
  • Proporcionar a análise e reflexão sobre os impactos dos meios digitais de forma crítica e operativa.
  • Assegurar o conhecimento e a valorização de diferentes interseções da Cultura Digital provenientes de diferentes dimensões da atividade e do conhecimento humano.

Informações

Destinatários
Estudantes e Profissionais de diferentes áreas disciplinares, como: Arquitetura, Design, Artes, História das
Artes, Engenharias e áreas afins, incluindo estudantes de mobilidade

Condições específicas de acesso/ingresso no curso/unidade de formação
As condições de acesso à UC são de quatro tipos:
a) estudante inscrito na UP;
b) alumni da UP;
c) estudantes externos à UP;
d) profissionais das áreas disciplinares elencadas

Critérios de seleção e seriação dos candidatos e respetivas ponderações
O critério de seleção consistirá na conjugação de dois fatores :
carta de motivação (30%) e classificação de 1º ciclo de formação ou equivalente (70%).

A seriação das candidaturas terá em consideração a sua ordem cronológica de submissão, e em caso de empate será considerada a melhor classificação na fase de seleção.

Vagas
60

Propina
Estudantes inscritos na U.Porto, no contexto do seu ciclo de estudos - gratuito
25¤ quando se tratarem de Ucs extra o seu plano de estudos
Antigos alunos (Alumni) - 30¤
Externos U.Porto - 90¤


Candidaturas

Apresentação das candidaturas online11/07 a 05/08/de 2022 (novo prazo)

Análise das candidaturas: 8 de Agosto de 2022

Publicação de resultados provisórios: 9 de Agosto de 2022

Audiência dos interessados: 10 a 24 de Agosto de 2022

Publicação de resultados definitivos: 25 de Agosto de 2022

Matriculas e Inscrições: 26 Agosto a 9 de Setembro de 2022

Apresentação de Reclamações: 26 de Agosto a 15 de Setembro de 2022 

Publicação Decisão das reclamações: 16 de setembro de 2022



Início da INOVPED
28 de setembro de 2022

Local de edição do Curso
FAUP


Dados Gerais

Sigla: CDeh
Tipo de curso/ciclo de estudos: Unidade de Formação Contínua
Início: 2021/2022
Duração: 81 Horas

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Formação em Cultura Digital: Espaço(s) de Habitar (3 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-11-19 I  Página gerada em: 2022-12-01 às 05:54:08 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias