Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
exposição Formas Escondidas: revelar o interior da madeira
Você está em: Início > Cursos/CE > Unidade de Formação Contínua > SUSPCA
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Sustentabilidade da Produção e do Consumo Alimentar

CANDIDATURAS até 2 de setembro de 2019 em Candidaturas de Ingresso

Apresentação da Unidade de formação ContínuanúaUC

Objetivos:

Após conclusão com sucesso da unidade de formação de Sustentabilidade da Produção e Consumo Alimentar (SusPAC) os estudantes devem ser capazes de:

  1. Compreender as diferenças entre as várias fitotecnias (ex. horticultura herbácea, fruticultura viticultura, culturas arvenses, forragens e pastagens)
  2. Conhecer as diferentes tecnologias de produção: intensivo vs extensivo; solo vs hidroponia; ar livre vs. culturas protegidas
  3. Distinguir os diferentes modos de produção: biológico, integrado e convencional
  4. Perceber as bases associadas à da produção sustentável de alimentos de qualidade
  5. Identificar os desafios, tendências e oportunidades colocadas à produção primária
  6. Explicar os conceitos básicos associados aos modos correntes de produção de alimentos, aos padrões atuais de consumo e de desperdício de alimentos
  7. Conhecer e descrever as metodologias de avaliação do consumo alimentar e as fontes de informação existentes
  8. Identificar as metodologias de quantificação do desperdício alimentar, a sua aplicabilidade e limitações
  9. Descrever e aplicar as metodologias usadas na avaliação da sustentabilidade ambiental
  10. Conhecer e descrever os processos de valorização dos resíduos sólidos urbanos na região do grande Porto
  11. Avaliar e discutir a sustentabilidade ambiental de processos de produção alimentar usando uma metodologia de base quantitativa
  12. Descrever as fases do ciclo de vida dos alimentos e identificar os tipos de impactes ambientais dos processos de produção e consumo alimentar focando o ciclo de vida dos alimentos (desde a produção até ao consumo)
  13. Analisar criticamente publicações científicas que apresentem posições distintas sobre a sustentabilidade associada à produção e consumo alimentar. Demonstrar essa capacidade crítica na elaboração do trabalho prático de grupo.

Programa

  1. Produção agroalimentar (FCUP, 12 horas)
    • Introdução às fitotecnias
    • Tecnologias de produção (intensiva vs extensiva; solo vs hidroponia; ar livre vs. culturas protegidas)
    • Modos de produção: biológico, integrado e convencional
    • Melhoramento vegetal: clássico vs organismos geneticamente modificados
    • Bases associadas à da produção sustentável de alimentos de qualidade
    • Desafios, tendências e oportunidades colocadas à produção agroalimentar
    • Casos de estudo
  2. Consumo e desperdício alimentar (FCNAUP, 12 horas)
    • Padrões alimentares, saúde e sustentabilidade
    • Metodologias de avaliação e fontes de informação sobre consumo alimentar;
    • Metodologias de quantificação do desperdício alimentar, sua aplicabilidade e limitações;
    • Variação do desperdício alimentar em diversos contextos: individual, familiar, restauração coletiva e pública;
    • Gestão do fim de vida dos resíduos alimentares (inclui visita de estudo a unidade de valorização de resíduos sólidos urbanos)
  3. Avaliação da sustentabilidade (FEUP; 12 horas):
    • Introdução ao conceito de sustentabilidade
    • Metodologias de avaliação da sustentabilidade ambiental
    • O Ciclo de Vida dos alimentos
    • Avaliação de impactes ambientais da produção e consumo alimentar (casos de estudo)
    • Avaliação da sustentabilidade de casos de estudo (inclui palestra por orador convidado)
Destinatários:
Estudantes (nacionais e internacionais), preferencialmente inscritos no 2.º ciclo de estudos universitários. Os estudantes inscritos na UP têm preferência na inscrição nesta unidade de formação.

Condições de acesso: estar inscrito no 2.º ciclo de estudos superiores conducente ao grau de Mestre.

Critérios de seleção e seriação dos candidatos e respetivas ponderações:

Serão seriados:
Estudantes provenientes de áreas de formação próximas dos conteúdos programáticos (50%)

  • Dos quais, os provevenientes das áreas Engenharia do Ambiente; Engenharia Agronómica; Engenharia Agrícola; Engenharia Alimentar; Ciências da Nutrição; Biologia; Biotecnologia - 100% (dos 50%)
  • Outras áreas - 75% (dos 50%)
Realização/participação em trabalhos académicos ou extracurriculares (30%)
  • Dos quais, sob a temática da sustentabilidade (facilmente comprovável por documentos anexos à candidatura ou outros - 100% (dos 30%)
  • Outras temáticas - de 0% a 100% (dos 30%)
Estudantes que frequentam o 2º ciclo de estudos (20%)
  • Dos quais, no último ano - 100% (dos 20%)
  • Em outras circunstâncias - de 0% a 100% (dos 20%)

Como critérios de desempate utilizar-se-ão:

  • A média ponderada mais elevada para as unidades curriculares realizadas será usada como fator de desempate
  • Domínio (certificado) do inglês falado e escrito
  • Poderá ser realizada uma entrevista de seleção no caso dos critérios anteriores não permitirem o desempate
Créditos: 6 ECTS (Creditado pela UP em 03.07.2018)

Duração:
162 h (46 horas de contato)

Datas:
23 de setembro a 20 de dezembro de 2019 (às 5ª feiras)

Horário:
9h00-13h00

Local:
FEUP - sala B226

Participantes:
25 (máximo) 10 (mínimo)

Custo:
  • Inscrição para efeitos de creditação no ciclo de estudos do estudante: isenção total de propina
  • Estudantes inscritos na U.Porto = 25¤
  • Alumni = 75 ¤
  • Estudantes externos U.Porto = 100 ¤
Contactos:
Gabinete de Educação Contínua
Email: gec@fe.up.pt
Telefone: +351 22 508 1412

Objetivos

O objetivo geral foca a aprendizagem e utilização de metodologias usadas na avaliação da sustentabilidade com enfoque para a avaliação das práticas de sustentabilidade ambiental associada aos processos de produção agroalimentar e consumo/desperdício alimentar.

 Durante a componente teórica/prática os estudantes adquirem conceitos básicos associados à produção e consumo alimentar com base em casos de estudo. Os conceitos básicos são apresentados tendio por base a perspetiva de life cycle thinking de modo a que o estudante inclua essa visão sistémica da cadeia de valor alimentar nas suas avaliações. Como ferramentas pedagógicas é dado ênfase aos momentos de discussão em sala, onde os estudantes discutem casos de estudo em torno da sustentabilidade ambiental dos temas em estudo (diferentes processos de produção agrícola, padrões de consumo e de desperdício alimentar ao longo da cadeia alimentar). A realização do Seminário Internacional aberto a toda a comunidade, possibilita aos estudantes o networking através do contacto com participantes do tecido empresarial nacional. A visita de estudo a realizar pelos estudantes a uma unidade de valorização dos resíduos sólidos urbanos promove o contacto com a realidade nacional para as várias opções de gestão de fim de vida dos resíduos sólidos urbanos gerados pós-consumo.

 Durante a componente de orientação tutorial os estudantes são guiados na identificação do tema do trabalho prático a concretizar dentro do amplo tema da sustentabilidade da cadeia alimentar. Adicionalmente são guiados na formulação de hipóteses, na visão sistémica/holística da cadeia alimentar e finalmente na metodologia a usar para a avaliação da sustentabilidade da cadeia alimentar. A orientação guiada pelos docentes na realização do trabalho de grupo é a base à qual se somam outras ferramentas pedagógicas como o desenvolvimento de relações pessoais de grupo, redação de relatórios no formato de artigo científico e apresentações/discussões orais dos trabalhos.

 Na componente de trabalho autónomo, o estudante consolida o tema do trabalho e utiliza os conhecimentos adquiridos na componente teórico-prática para: identificar e discutir os problemas ambientais associados, avaliar a sustentabilidade ambiental e identificar soluções para mitigação de problemas ambientais. As ferramentas pedagógicas são a aplicação aos vários estudos de caso das metodologias aprendidas em aula para avaliação de sustentabilidade de produtos e processsos, com ênfase no pilar Ambiente.

Áreas de Especialização

u.c. com forte base multidisciplinar,alargada a toda a comunidade, criada no âmbito do programa de Inovação pedagógica - InovPed.

Competências Profissionais

Após conclusão com sucesso da u.c. de Sustentabilidade da Produção e Consumo Alimentar (SusPCA) os estudantes devem ser capazes de:

 

  1. Compreender as diferenças entre as várias fitotecnias (ex. horticultura herbácea, fruticultura viticultura, culturas arvenses, forragens e pastagens)
  2. Conhecer as diferentes tecnologias de produção: intensivo vs extensivo; solo vs hidroponia; ar livre vs. culturas protegidas
  3. Distinguir os diferentes modos de produção: biológico, integrado e convencional
  4. Perceber as bases associadas à da produção sustentável de alimentos de qualidade
  5. Identificar os desafios, tendências e oportunidades colocadas à produção primária
  6. Explicar os conceitos básicos associados aos modos correntes de produção de alimentos, aos padrões atuais de consumo e de desperdício de alimentos;
  7. Conhecer e descrever as metodologias de avaliação do consumo alimentar e as fontes de informação existentes;
  8. Identificar as metodologias de quantificação do desperdício alimentar, a sua aplicabilidade e limitações
  9. Descrever e aplicar as metodologias usadas na avaliação da sustentabilidade ambiental;
  10. Conhecer e descrever os processos de valorização dos resíduos sólidos urbanos na região do grande Porto;
  11. Avaliar e discutir a sustentabilidade ambiental de processos de produção alimentar usando uma metodologia de base quantitativa;
  12. Descrever as fases do ciclo de vida dos alimentos e identificar os tipos de impactes ambientais dos processos de produção e consumo alimentar focando o ciclo de vida dos alimentos (desde a produção até ao consumo);
Analisar criticamente publicações científicas que apresentem posições distintas sobre a sustentabilidade associada à produção e consumo alimentar. Demonstrar essa capacidade crítica na elaboração do trabalho prático de grupo.

Saídas Profissionais

Não aplicável.
UC inserida mo âmbito do programa INOVPED.

Informações

Página SUSPCA

https://sigarra.up.pt/feup/pt/cur_geral.cur_view?pv_ano_lectivo=2019&pv_origem=CAND&pv_tipo_cur_sigla=UFC&pv_curso_id=17821

Dados Gerais

Docente Responsável: Belmira Neto
Sigla: SUSPCA
Tipo de curso/ciclo de estudos: Unidade de Formação Contínua
Início: 2018/2019
Duração: 46 Horas

Planos de Estudos

Unidades Orgânicas Envolvidas

Diplomas

  • Sustentabilidade da Produção e do Consumo Alimentar (6 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo