Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Horário de Verão Biblioteca
Hoje é domingo
Você está em: Início > Cursos/CE > Mestrado > MEMG
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente

O Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-ambiente foi distinguido com a marca de qualidade internacional EUR-ACE. Este certificado reconhece os altos padrões de qualidade do curso, assim como o cumprimento dos requisitos educacionais para cursos de mestrado em Engenharia. [+ info]

 


Curso acreditado pela A3ES.


O MEMG é o segundo ciclo de estudos (mestrado) em engenharia de minas da FEUP.
Tem como objetivo a formação de engenheiros de minas com um perfil de conceção, capazes não só de operar mas também conceber um sistema mineiro com toda a sua complexidade.

Perfil Formativo

O MEMG é um segundo ciclo de estudos em engenharia de minas, organizado segundo o modelo de Bolonha, integrando-se na formação em minas da FEUP na seguinte forma:

  1. Licenciatura em Engenharia de Minas e Geoambiente, 3 anos e 180 ECTS, em que é feita a formação técnica básica
  2. Mestrado em Engenharia de Minas e Geoambiente, 2 anos e 120 ECTS, de consolidação técnica .
  3. Doutoramento em Engenharia de Minas e Geo-Recursos, 3 anos e 180 ECTS, de desenvolvimento tecnológico e científico avançado.

Este ciclo de mestrado está organizado em dois anos letivos:

  • No primeiro ano são abordados conceitos de síntese na exploração, no processo e no impacte ambiental mineiro, ao mesmo tempo que se desenvolvem conhecimentos avançados sobre a caracterização de maciços rochosos e processamento de minérios (60 ECTS).
  • No segundo ano continuam a ser trabalhados conhecimentos avançados em gestão e tecnologias mineiras; duas unidades curriculares de opção permitem ao estudante adaptar os seus conhecimentos ao seu tema de dissertação (30 ECTS).
  • O ciclo de estudos é concluido com o desenvolvimento e a apresentação pública de uma dissertação, em que o estudante aplica as competências e conhecimentos adquiridos a um tema de investigação em ambiente empresarial ou académico (30 ECTS ocupando em exclusividade um semestre).

Objetivos

Os sistemas mineiros são especialmente complexos, dado serem híbridos naturais, sociais, ambientais e tecnológicos, terem enormes dimensões físicas e económicas, e um impacto ambiental, social e político muito relevante. Assim, a compreensão da mineração atual e do futuro exige:

  • o domínio das ferramentas científicas e tecnológicas comuns da engenharia;
  • um profundo conhecimento do domínio geológico e dos seus processos, desde a micro escala mineralógica até à escala planetária;
  • o conhecimento das tecnologias mineiras, no seu sentido mais amplo de reconhecimento/prospeção, extração, processamento, compatibilização ambiental, comercialização e encerramento;
  • a capacidade de leitura sistémica da mina .

Este alargado conhecimento de suporte é necessário para lidar com a tecnologia mineira e a sua complexa matéria prima.

O objetivo deste ciclo de estudos é concluir a formação de um técnico mineiro de topo que conhece, compreende, concebe e sabe operar com todas estas dimensões.

Baseia-se no adequado conhecimento de ciências básicas e da terra e tecnologias transversais e de engenharia de minas, fornecidas pelo ciclo antecedente de licenciatura. Acrescenta as ferramentas conceptuais para a compreensão sistémica de todo o processo mineiro, procurando construir visões integradoras das grandes áreas do ciclo produtivo da mineração.


Competências Profissionais

O nível de formação de mestre é o primeiro que do ponto de vista do desenho da formação em engenharia de minas da FEUP fornece uma capacitação profissional completa.

Na conclusão deste segundo ciclo, o mestre em engenharia de minas:

  • conhece, compreende, concebe e sabe operar com todas as dimensões das tecnologias mineiras, (reconhecimento/prospeção, extração, processamento, integração ambiental e encerramento) de forma técnica e cientificamente sólida, numa perspetiva holística de projeto;
  • possui competências pessoais, de compreensão e de resolução de problemas em situações novas e não familiares, em contextos alargados, complexos e multidisciplinares da engenharia de minas;
  • emite juízos técnicos, sociais e éticos, sendo capaz de apresentar as suas conclusões e raciocínios;
  • é autónomo mas integra-se em equipas multi-disciplinares;
  • é capaz de aplicar profissionalmente os conhecimentos e capacidades adquiridos, bem como de identificar, estudar e propor soluções inovadoras para problemas que enfrenta;
  • está preparado para aprender ao longo da vida.

Nesse sentido estará apto a participar, coordenar ou projetar:

  • exploração de minas metálicas e não metálicas;
  • exploração de pedreiras de rochas industriais e ornamentais;
  • exploração de águas minero-industriais, minerais naturais e de nascente;
  • exploração de recursos energéticos geológicos, como carvão, gás natural, shale-gas, petróleo e urânio;
  • escavações subterrâneas ou a céu aberto associadas à construção e às obras públicas, como poços, túneis, cavernas;
  • levantament de impactes ambientais mineiros;
  • recuperação e reabilitação ambiental;
  • descontaminação e recuperação do solo, subsolo e aquíferos;
  • reciclagem dos produtos gerados no ciclo de vida numa perspectiva de economia circular.

Informações

Acreditação

O ciclo de estudos foi acreditado pela A3ES, em 2016, sem condicionantes e por um período de 6 anos.
Foi também acreditado pela EUR-ACE em 2012, sendo a certificação válida até 2019.

Candidaturas

O MEMG é um ciclo de estudos de pequena dimensão, admitindo apenas 20 candidatos anuais.
Podem candidatar-se titulares de formação académica adequada em engenharia:

  • Titulares da Licenciatura em Engenharia de Minas e Geoambiente da FEUP.
  • Titulares do grau de licenciado em engenharia ou equivalente legal ou de um 1o ciclo em engenharia organizado de acordo com o Processo de Bolonha, e cuja adequação seja verificada pela comissão científica do ciclo de estudos.
  • Detentores de um currículo escolar, científico e profissional em engenharia que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela respetiva comissão científica.

Comentários

Formação em Minas, no Porto, tem 130 anos. © Beatriz Carvalho CC-BY-SA 2017


A formação em engenharia de minas está presente na Universidade do Porto e na Faculdade de Engenharia desde 1885, pelo que o presente perfil formativo resulta duma evolução permanente, consistente, prudente, mas actualizada e consolidada.

Contactos

Paula Lima
tel: + 351 220413163
minas@fe.up.pt

Dados Gerais

Código Oficial: 6917
Diretor: Aurora Futuro
Sigla: MEMG
Grau Académico: Mestre
Tipo de curso/ciclo de estudos: Mestrado
Início: 2008/2009
Duração: 2 Anos

Planos de Estudos

Diplomas

  • Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente (120 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Engenharia de Minas e Geo-Ambiente (90 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo