Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca |fevereiro a maio
Você está em: Início > EIC0112
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Linguagens e Tecnologias Web

Código: EIC0112     Sigla: LTW

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Sistemas de Informação

Ocorrência: 2016/2017 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: https://web.fe.up.pt/~arestivo/page/courses/2016/ltw/
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia Informática
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEIC 146 Plano de estudos a partir de 2009/10 3 - 6 56 162

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Teórico-Práticas: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
André Monteiro de Oliveira Restivo 2,00
Teórico-Práticas Totais 6 12,00
João Miguel Rocha da Silva 2,00
André Monteiro de Oliveira Restivo 2,00
Filipe Alexandre Pais de Figueiredo Correia 4,00
Inês Coimbra Morgado 4,00
Mais informaçõesA ficha foi alterada no dia 2016-09-21.

Campos alterados: Objetivos, Resultados de aprendizagem e competências, Métodos de ensino e atividades de aprendizagem, Componentes de Avaliação e Ocupação, Provas e trabalhos especiais, Programa, Fórmula de cálculo da classificação final

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Pretende-se, nesta disciplina, que os alunos desenvolvam competências nas linguagens e tecnologias WEB mais significativas, no contexto tecnológico atual, ou que foram determinantes no processo evolutivo da WEB. 

Resultados de aprendizagem e competências

Pretende-se que os estudantes que obtenham aprovação à disciplina, consigam:
1-Reconhecer os vários tipos de pedidos e respostas definidos pelo HTTP 1.1
2-Implementar, numa linguagem scriptica, um cliente HTTP simples.
3-Identificar e selecionar as linguagens e tecnologias mais apropriadas para o desenvolvimento de aplicações WEB.
4-Ter um bom domínio das linguagens de definição de páginas web e de folhas de estilo.
5-Desenvolver, em Javascript, aplicações WEB.
6-Integrar no HTML, através da interface DOM, os conteúdos,em XML ou JSON, das respostas assíncronas recebidas pelo método HTTPRequest
7-Desenvolver scripts, de servidor, para processarem pedidos e gerarem respostas, através da interface CGI.
8-Descrever um conjunto de informação num documento XML válido segundo uma DTD ou um XML Schema.
9-Criar uma DTD, ou um XML Schema, para descrever uma linguagem de anotação para um determinado domínio utilização.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Para frequentar esta UC os alunos deverão ter obtido aprovação nas UC's de Fundamentos da Programação e Programação 

Programa

Protocolo HTTP
Anotação de Documentos
Folhas de Estilos
Aplicações WEB
Documentos semi-estruturados
O Modelo de Objetos de um Documento
Linguagens de programação para processamento de dados do lado do servidor.
Interfaces de comunicação entre o servidor e o cliente
Definição de tipos e estruturas de dados

Bibliografia Obrigatória

Elizabeth Castro, Bruce Hyslop; HTML5 & CSS3: Visual QuickStart Guide (Visual QuickStart Guides), Peachpit Press, 2011. ISBN: 0-321-71961-1
David Flanagan; JavaScript: The Definitive Guide, O'Reilly Media, 2011. ISBN: 0-596-80552-7
Anders Moller and Michael I. Schwartzbach; An introduction to XML and web technologies. ISBN: 0-321-26966-7

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Nas aulas teóricas são expostos  os conceitos com recurso a exemplos práticos sempre que necessário.

Nas aulas práticas são propostos exercícios práticos, para serem resolvidos pelos estudantes, em complemento aos conceitos apresentados previamente nas aulas teóricas. Adicionalmente os alunos terãon de desenvolver um projecto onde apliquem os conceitos apresentados nas aulas.

Palavras Chave

Ciências Tecnológicas > Tecnologia > Tecnologia da internet
Ciências Tecnológicas > Tecnologia > Tecnologia da informação

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 50,00
Trabalho laboratorial 50,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 30,00
Frequência das aulas 56,00
Trabalho laboratorial 82,00
Total: 168,00

Obtenção de frequência

Realização de um trabalho prático durante o semestre e uma prova final escrita.

Fórmula de cálculo da classificação final

Nota mínima de 8 valores no Trabalho e Exame

Nota Final = 0.5 * Trabalho + 0.5 * Exame

Note-se que para a obtenção da nota mínima não são considerados arredondamentos. Ou seja, a nota mínima do exame é 40%. Ex: 7,95 < 8 => logo reprova.

Provas e trabalhos especiais

Haverá lugar à realização de um trabalho prático, realizado parcialmente nas aulas teórico-práticas, com entrega e apresentação na última semana de aulas.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Os trabalhadores estudantes deverão fazer a apresentação dos trabalhos na mesma semana das datas fixadas para a entrega dos mesmos. A entrega dos trabalhos deverá ser feita impreterivelmente nos mesmos prazos dos alunos normais. Em datas, previamente acordadas com o docente, deverão os alunos neste regime fazerem sessões intermédias de apresentação do progresso do trabalho.

Melhoria de classificação

A componente de exame pode ser melhorada com a realização de nova prova. A componente dos trabalhos não é passível de melhoria no mesmo ano letivo, podendo, porém, ser melhorada na edição seguinte da unidade curricular.

Observações

Para frequentar esta UC os alunos deverão ter obtido aprovação nas UC's de Fundamentos da Programação e Programação 

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-04-18 às 23:59:31 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais