Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Projecto da Casa da U. Porto
Você está em: Início > EIC0084
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Laboratório de Aplicações com Interface Gráfica

Código: EIC0084     Sigla: LAIG

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Interacção e Multimédia

Ocorrência: 2011/2012 - 1S

Ativa? Sim
Página Web: http://www.fe.up.pt/~aas/pub/Aulas/LAIG/
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia Informática
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEEC 5 Plano de estudos de Transição a partir de 2010/11 4 - 7 70 189
5
Plano de estudos oficial 4 - 7 70 189
5
MIEIC 112 Plano de estudos a partir de 2009/10 3 - 7 70 189

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
António Augusto de Sousa Regente

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Práticas: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
António Augusto de Sousa 2,00
Práticas Totais 6 18,00
Alexandre Miguel Barbosa Valle de Carvalho 6,00
Jorge Manuel Gomes Barbosa 6,00
Rui Pedro Amaral Rodrigues 6,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Esta unidade curricular tem por objectivo principal desenvolver um conjunto de competências práticas, algumas já tratadas em unidades curriculares anteriores num contexto mais teórico. Foca-se em trabalhos práticos de desenvolvimento, tendencialmente multidisciplinares, nomeadamente nas áreas de Computação Gráfica e Interfaces, de Programação em Lógica e de Sistemas Operativos.

No fim da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- Projectar aplicações e respectivas estruturas, adequadas à utilização em tecnologia de síntese deimagem,
- Conceber, desenvolver e avaliar aplicações com interface gráfica 3D recorrendo a uma tecnologia adequada de síntese de imagem,
- Integrar código desenvolvido em ambientes e linguagens de natureza diferente, utilizando tecnologias de comunicação.

Pretende-se dotar os alunos de capacidade de exploração adequada ao desenvolvimento de software, nomeadamente na criação de ambientes 3D (representação poligonal, iluminação e interacção) e na utilização dos serviços oferecidos por um sistema operativo, com ênfase especial em comunicações e sincronização.

Programa

Síntese de imagem:
Modelo de iluminação de Phong, Rendering de superfícies poligonais, Mapeamento de texturas

Interface Pessoa-Máquina:
Funcionalidade e usabilidade
Gestão de eventos e interacção com utilizador
Construção de interfaces GUI

Sistemas Operativos:
Comunicações
Sincronização

Bibliografia Obrigatória

Foley, James D. 070; Introduction to computer graphics. ISBN: 0-201-60921-5

Observações Bibliográficas

Manuais da tecnologia gráfica utilizada são disponibilizados no site da organização respectiva e pelo docente.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas teóricas: Revisão, baseada em acetatos e exposição no quadro, dos temas relevantes para a elaboração dos trabalhos, com especial incidência em detalhes de implementação dos mesmos. Apresentação das principais características das tecnologias a utilizar (OpenGL, Sockets...).

Aulas práticas: Desenvolvimento de 3 projectos de software versando os temas referidos no programa da disciplina, em grupos de 2 alunos.

Software

OpenGL

Palavras Chave

Ciências Tecnológicas > Tecnologia > Técnicas gráficas > Computação gráfica
Ciências Tecnológicas > Tecnologia > Tecnologia de interface > Realidade virtual

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Descrição Tipo Tempo (Horas) Peso (%) Data Conclusão
Participação presencial (estimativa) Participação presencial 70,00
Trabalho prático extra-aulas Trabalho escrito 56,00
Avaliação Exame 8,00
Total: - 0,00

Componentes de Ocupação

Descrição Tipo Tempo (Horas) Data Conclusão
Estudo Teórico e de Manuais Estudo autónomo 42
Estudo para avaliações Estudo autónomo 12
Total: 54,00

Obtenção de frequência

Não exceder o número limite de faltas e participar activamente na elaboração dos três trabalhos que devem ser submetidos para avaliação. Os trabalhadores estudantes e equivalentes dispensados das aulas devem, com periodicidade a combinar com os docentes, apresentar a evolução dos seus trabalhos, assim como devem fazer a apresentação destes, simultaneamente com os alunos ordinários, e realizar as provas práticas de avaliação individual previstas.

Fórmula de cálculo da classificação final

Av. Contínua 30% (avaliação efectuada durante as aulas práticas pelos docentes)
Av. Trabalhos 70% (critérios a definir nos próprios trabalhos)

Cálculo:
CF = 30% AC + 70% AT
AT = 30% T1 + 30% T2 + 40% T3
T1 = 50% C1 + 50% AI1
T2 = 50% C2 + 50% AI2
T3 = C3

Legenda:
CF: Classificação Final
AC: Avaliação Contínua/Frequência nas aulas
AT: Classificação obtida em Trabalhos
T1: Classificação global obtida pelo aluno no trabalho 1
T2: Classificação global obtida pelo aluno no trabalho 2
T3: Classificação global obtida pelo aluno no trabalho 3
C1: Classificação atribuída ao trabalho 1
C2: Classificação atribuída ao trabalho 2
C3: Classificação atribuída ao trabalho 3
AI1: Avaliação individual do aluno sobre trabalho 1 (prova prática)
AI2: Avaliação individual do aluno sobre trabalho 2 (prova prática)
AI3: (não prevista)

Provas e trabalhos especiais

Trabalho 1
Data de entrega: 09/10/2011
Avaliação em aulas práticas: semana de 10/10 a 14/10
Prova de avaliação individual: 19/10, 14:30-18:30, salas a anunciar

Trabalho 2
Data de entrega: 13/11/2011
Avaliação em aulas práticas: (não aplicável)
Prova de avaliação individual: 16/11, 14:30-18:30, salas a anunciar

Trabalho 3
Data de entrega: 16/12/2011
Avaliação em aulas práticas: semana de 02/01/2012 a 06/01/2012
Prova de avaliação individual: (não aplicável)

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Para Trabalhadores estudantes e equivalentes, a avaliação contínua AC na fórmula de Cálculo da Classificação Final poderá ser não considerada, com o consequente aumento da avaliação de trabalhos AT para 100%, devendo os mesmos respeitar o disposto anteriormente no campo "Obtenção de Frequência". Os dirigentes associativos estão sujeitos às regras normais de avaliação.

Melhoria de classificação

Realização de trabalhos alternativos na época seguinte da disciplina.

Observações

Os trabalhos 1 e 3 são avaliados na aula prática calendarizada para o efeito, incluindo discussão dos autores com os docentes.

Pré-requisito: é aconselhável a frequência nas disciplinas de CGRA, AEDA e CAAL do 2º Ano, e SOPE do 3º Ano.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-03-20 às 10:05:28 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais