Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca |fevereiro a maio
Você está em: Início > Cursos/CE > MIEEC > Informação para Candidatos
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores

Dados Gerais

Código Oficial: 9367
Sigla: MIEEC
Descrição: O ensino da Engenharia Eletrotécnica e de Computadores na FEUP estrutura-se a partir do MIEEC. O programa combina características de formação de base e de especialização, que são bem conhecidas nos Cursos de Licenciatura e Mestrado que a FEUP há muito oferece, nomeadamente o Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, o Mestrado em Redes e Serviços de telecomunicações, e Sistemas Multimédia.
O Curso assenta numa área de formação comum que dá origem a três percursos formativos distintos (majors) (majors): • Automação • Energia • Telecomunicações, Eletrónica e Computadores

Diplomas

  • Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores - Automação (300 Créditos ECTS)
  • Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores - Telecomunicações, Eletrónica e Computadores (300 Créditos ECTS)
  • Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores - Energia (300 Créditos ECTS)
  • Licenciatura em Ciências de Engenharia - orientação em Engenharia Electrotécnica e de Computadores (180 Créditos ECTS)

Concursos Locais

Prazos de Candidaturas e Vagas

Edição Concursos por Regime Regime Vagas Prazos
Mudanças de Curso e Transferências Mudanças de Curso e Transferências 32 2011-04-26 a 2011-06-06
Mudanças de Curso e Transferências 22
Reingresso Reingresso - 2011-04-26 a 2011-06-06

Unidades Curriculares

Álgebra

EEC0004 - ECTS É objectivo desta unidade curricular (UC) fornecer conceitos fundamentais de Álgebra Linear, que são de importância vital para a formação dos alunos no mestrado integrado de Engenharia Electrotécnica e de Computadores.
O desenvolvimento dos conteúdos é centrado na noção de espaço vectorial e no estudo de sistemas de equações lineares. Neste contexto, são introduzidas as importantes competências relativas às técnicas de representação e manipulação matricial.
Pretende-se, pois, que os alunos desenvolvam capacidades de manipulação algébrica e de abstracção e raciocínio matemático e, ainda, a capacidade de aplicação de conceitos e técnicas matriciais na resolução de problemas práticos.

Análise Matemática 1

EEC0003 - ECTS Pretende-se que os estudantes
1) consolidem os conhecimentos e técnicas básicas já seus conhecidos da análise real para a resolução de problemas práticos,
2) desenvolvam as capacidades necessárias de manipulação dos conceitos apresentados,
3) desenvolvam raciocínio independente e analítico,
4) desenvolvam capacidade de aplicação de conceitos matemáticos novos na resolução de problemas práticos,
5) desenvolvam capacidade de apresentar os seus raciocínios e soluções de uma forma clara e precisa.
Perante um problema dado o estudante deverá saber identificar técnicas de cálculo diferencial e integral em R que poderão ser utilizadas para a sua resolução. Aplicar correctamente essas técnicas

CDIO:1.1, 1.2, 2.2, 2.3, 2.4, 3.2

Laboratório de Sistemas Digitais

EEC0006 - ECTS A unidade curricular tem três objetivos fundamentais: 1) explicar os fundamentos teóricos e aspetos práticos da análise e síntese de sistemas digitais (combinacionais e sequenciais); 2) proporcionar uma introdução ao projeto de sistemas digitais utilizando linguagens de descrição de hardware e ferramentas computacionais para especificação, simulação e síntese, e 3) introduzir os conceitos fundamentais associados à organização interna e funcionamento de microprocessadores e à sua programação em linguagem assembly.

Após ter concluído com sucesso a unidade curricular de Laboratórios de Sistemas Digitais, um estudante deverá ser capaz de:
• Usar diferentes bases (decimal, binária, octal e hexadecimal) para a representação e manipulação de números inteiros (positivos ou negativos) e fracionários e realizar operações aritméticas simples (em especial a adição e subtração) nessas bases.
• A partir de descrições informais de funções combinacionais, obter representações formais (tabelas de verdade, expressões lógicas, circuitos lógicos) e efetuar transformações que permitam reduzir a sua complexidade e simplificar os circuitos que as implementam.
• Analisar e projetar circuitos simples com blocos digitais combinacionais básicos, tais como portas lógicas, multiplexadores, descodificadores, somadores e comparadores.
• Compreender o funcionamento de dispositivos digitais bi-estáveis (flip-flops) e a sua utilização na realização de circuitos sequenciais síncronos.
• A partir de descrições informais do funcionamento pretendido, obter representações formais de máquinas de estado finitos (FSM), tais como tabelas de estados e diagramas de transição de estados.
• Analisar e projetar circuitos sequenciais simples baseados em flip-flops, registos, contadores e registos de deslocamento.
• Compreender a organização e o funcionamento do percurso de dados de um microprocessador simples (ALU, registos, multiplexadores e barramentos) e da sua unidade de controlo (descodificação de instruções e sequenciação).
• Desenvolver e analisar programas simples em linguagem assembly envolvendo operações aritméticas e lógicas, testes e saltos.
• Identificar os constituintes fundamentais de um sistema baseado num microprocessador e compreender as formas básicas de comunicação com periféricos.
• Interpretar e descrever a estrutura de um sistema digital usando uma linguagem de descrição de hardware (Verilog) tirando partido dos conceitos de modularidade e hierarquia.
• Utilizar ferramentas de software de captura esquemática, simulação e síntese (Xilinx ISE e ModelSim) para a implementação de circuitos digitais em lógica programável (FPGAs).
• Identificar as características principais das tecnologias mais comuns de realização física de circuitos integrados digitais.

Nas aulas da unidade curricular será dada atenção particular à expressão correta em português falado e escrito, bem como ao desenvolvimento de aptidões pessoais, profissionais e interpessoais (trabalho em grupo e comunicação).

Programação 1

EEC0005 - ECTS Adquirir os conhecimentos essenciais de programação, usando como linguagem de suporte a linguagem C. No final desta unidade curricular os alunos devem ser capazes de:
- Conceber programas de computador simples, para aplicações genéricas de consola.
- Concretizar tais programas em código-fonte da linguagem de programação C e em programas executáveis em ambientes de consola.

Projeto FEUP

FEUP002 - ECTS OBJETIVOS
• Receber e integrar no ambiente FEUP os alunos recém chegados
• Dar a conhecer os principais serviços disponíveis
• Dar formação inicial nas áreas conhecidas como “Soft Skills” e alertar para a sua importância ao longo da carreira em engenharia (soft skills: trabalho em equipa, comunicação, etc.)
• Discutir cientificamente um tema / resolver um projeto de dificuldade limitada

RESULTADOS ESPERADOS
• RES_1 Conhecer a FEUP e utilizar os serviços comuns mais CICA, SICC, SERAC e SDI.
• RES_2 Demonstrar capacidades de comunicação (relatório, apresentação oral e poster).
• RES_3 Demonstrar capacidades de pesquisa, organização e síntese de informação
• RES_4 Demonstrar capacidades de trabalho em grupo: integrar a equipa; de se sujeitar à apreciação dos pares; de flexibilidade no relacionamento interpessoal; capacidade de interiorizar e respeitar as regras do grupo.
• RES_5 Demonstrar que os objetivos específicos do Tema/Projeto foram satisfeitos.

Nota: consultar mais abaixo a forma como cada um destes resultados é avaliado

Análise Matemática 2

EEC0007 - ECTS Objetivos:
desenvolver técnicas de cálculo diferencial e integral em Rn

Competências:
pretende-se que os alunos desenvolvam capacidade de manipulação dos conceitos apresentados na UC e desenvolvam o raciocínio independente e criativo.

Resultados de aprendizagem:
1) Aplicar corretamente técnicas matemáticas incluídas no programa da UC.
2) Selecionar ferramentas matemáticas apropriadas para a resolução de problemas propostos.
3) Expor com clareza raciocínios e técnicas envolvidas na resolução dos problemas.
4) Analisar e criticar resultados obtidos na resolução dos problemas.

CDIO: 1.1, 2.4

Atividades Educacionais:
1) Nas aulas, participação ativa na discussão dos tópicos abordados, respondendo aos desafios levantados e questionando os processos seguidos na formulação e resolução de problemas.
2) Resolução individual de exercícios propostos. Neste trabalho individual o aluno deve identificar os conceitos matemáticos envolvidos, deve estudar material de apoio respeitante a essa matéria e tentar depois aplicar o que aprendeu na resolução dos exercícios. Este processo pode envolver mais do que uma iteração.
3) Resolução de testes de auto avaliação.

Circuitos

EEC0010 - ECTS O objetivo principal da unidade curricular de Circuitos é fornecer aos alunos formação básica em análise de circuitos elétricos lineares. Os alunos devem também adquirir a capacidade de aplicar as leis básicas da teoria da eletricidade a circuitos de corrente contínua e de corrente alternada, em regime transitório e permanente sinusoidal.
Para o efeito os alunos devem adquirir as competências e demonstrar a incorporação dos resultados de aprendizagem seguintes:
1.Descrever e explicar os conceitos, características e propriedades das grandezas elétricas fundamentais (carga, tensão, corrente), e dos dispositivos passivos e ativos em modelos de circuitos elétricos (resistência, capacidade, indutância, fontes de tensão e corrente, constantes e controladas).
2.Identificar e distinguir as leis básicas aplicáveis a circuitos elétricos, bem como os métodos de análise e de simplificação de circuitos que usam essas leis.
3.Equacionar, explicar, resolver circuitos elétricos em corrente contínua e em regime comutado (transitório e permanente).
4.Descrever e explicar os conceitos de fasor e de impedância/admitância, e aplicá-los na análise de circuitos em regime permanente sinusoidal.
5.Identificar, caracterizar e operar com as noções de potência em geral, e de potência complexa, aparente, ativa e reativa.
6.Adquirir e desenvolver capacidades de montagem, teste e medida de circuitos elétricos em situações laboratoriais reais, bem como de descrição e análise dos resultados.

Física

EEC0008 - ECTS a) Apresentar uma discussão detalhada dos conceitos básicos da Mecânica Clássica e da Termodinâmica, com ênfase nos aspetos essenciais, procurando desenvolver a intuição e a capacidade de pensar em termos físicos ;
b) Introduzir as ferramentas matemáticas necessárias sempre com motivação física;
c) Desenvolver a capacidade de aplicar a matemática a problemas do mundo real da física e da engenharia;
d) Incluir exemplos de aplicação não triviais para ilustrar o alcance dos resultados obtidos e fazendo referência, sempre que possível, a tópicos de interesse atual

CDIO: 1.1, 1.2, 2.2, 2.4, 3.1

Os estudantes que tiverem aproveitamento à unidade curricular de Física do MIEEC deverão ser capazes de:

- Explicar conceitos e fenómenos físicos básicos de 2 áreas distintas da Física: Mecãnica Clássica e Termodinâmica, usando o vocabulário apropriado.

- Usar as leis que regem os fenómenos básicos dessas 2 áreas para calcular grandezas físicas relevantes.

- Mostrar como os conceitos referidos explicam fenómenos observados no dia-a-dia, e como se aplicam a problemas da engenharia.

- Trabalhar em grupo, na resolução de problemas .

Programação 2

EEC0009 - ECTS No final da unidade curricular os alunos devem:
- conseguir desenvolver programas em C, envolvendo a selecção e adaptação de estruturas de dados e algoritmos;
- saber aplicar metodologias e técnicas para desenvolvimento de aplicações;
- conhecer estruturas de dados lineares, árvores binárias e tabelas de dispersão;
- ter conhecimentos fundamentais de algoritmia;
- conhecer e saber aplicar algoritmos de procura e ordenação.

Competências Pessoais e Interpessoais

EEC0015 - ECTS ● Identificar/adquirir os conhecimentos essenciais para saber como maximizar progressivamente as condições de êxito do desempenho pessoal e interpessoal.
● Aplicar técnicas de desenvolvimento pessoal, utilizar estratégias de interacção em grupo e gerir diversos recursos comunicacionais para atingir uma progressiva eficiência nos processos de trabalho a implementar e uma elevada eficácia nos resultados a produzir em cada organização.
● Ter consciência das competências complementares (soft skills) a dominar e das mudanças evolutivas a desenvolver no seu perfil individual de forma a melhorar continuamente a futura actividade profissional em engenharia electrotécnica e de computadores.

Electromagnetismo

EEC0012 - ECTS São objetivos desta unidade curricular que os estudantes:
- adquiram conhecimentos fundamentais de eletromagnetismo, ciência base da engenharia eletrotécnica.
- desenvolvam o raciocínio e adquiram competências na resolução autónoma e crítica de problemas.
- adquiram uma disciplina de trabalho continuado ao longo do semestre.
- tenham uma atitude respeitadora de valores éticos, tais como o respeito mútuo e a honestidade.

No final desta unidade curricular, o estudante deve ser capaz de:
- usar correctamente as leis que regem os fenómenos eletromagnéticos.
- descrever o Eletromagnetismo como uma teoria unificadora dos vários fenómenos eletromagnéticos observados na Natureza e utilizados nas tecnologias.
- usar vocabulário técnico apropriado para explicar os conceitos e os fenómenos eletromagnéticos.
- descrever aplicações práticas de Eletromagnetismo, tais como, condensadores, resistências, bobinas, motores elétricos, geradores elétricos, transformadores elétricos e circuitos magnéticos.
- ter uma atitude critica perante os resultados finais obtidos, recorrendo à análise dimensional (análise de unidades), a estimativas das ordens de grandeza esperadas, ao estudo da interdependência entre as grandezas envolvidas e ao estudo do comportamento da solução em casos-limite.

Métodos Numéricos

EEC0016 - ECTS Dotar os alunos da capacidade de aplicar criteriosamente técnicas numéricas para a resolução de problemas de engenharia, o que exige:
- compreender os fundamentos dos métodos
- saber aplicar os métodos, recorrendo a:
- programação
- calculadoras
- aplicações computacionais

Probabilidades e Estatística

EEC0011 - ECTS Garantir que os aluno adquirem uma base sólida de conhecimentos básicos de Probabilidades e Estatística que constituem uma ferramenta indispensável à tomada de decisão em situações de incerteza, presente em muitas áreas no domínio da Engenharia. Pretende-se também que os alunos adquiram uma capacidade de comunicação rigorosa quando abordam temas que envolvam conceitos de Probabilidades e Estatística. Outro objectivo da disciplina, prende-se com o desenvolvimento de uma atitude crítica na análise de problemas de Engenharia e na capacidade de aplicação dos conceitos apreendidos na resolução de problemas práticos. A apreensão adequada dos conceitos fundamentais que se pretende garantir, deverá também possibilitar e facilitar aos alunos uma aprendizagem futura de conceitos mais avançados que surjam no seu percurso de formação académica e/ou profissional.

Teoria do Sinal

EEC0013 - ECTS 1. Descrever e explicar os conceitos, características, propriedades e operações essenciais dos sinais e dos sistemas;

2. Identificar e distinguir sinais e sistemas contínuos/discretos;

3. Definir, explicar, operar e resolver sistemas lineares e invariantes (SLIT), contínuos e discretos, no domínio dos tempos e no domínio das frequências (Fourier);

4. Interpretar e calcular transformadas de Laplace e Z, e relacioná-las com SLIT;

5. Decompor sinais e sistemas e ilustrá-lo graficamente;

6. Analisar SLIT, representados no tempo e na frequência.

Electrónica 1

EEC0014 - ECTS Os principais objectivos da disciplina são dotar os alunos de conhecimentos sólidos (CDIO 1.1 a 1.3) relativos a:
• Aplicação das leis e princípios fundamentais da teoria dos circuitos (Kirchhoff, sobreposição, Thévenin, Norton, Miller e absorção) e domínio claro das noções de fonte independente, resistência equivalente e fonte controlada.
• Funcionamento de circuitos simples RC, circuitos passa baixo e passa alto, cálculo de constantes de tempo, e resposta a ondas sinusoidais e a ondas quadradas.
• Utilização de modelos de amplificadores lineares e associados cálculos de ganho de tensão e corrente, resistência de entrada e de saída.
• Princípios de funcionamento da junção p-n e dos díodos de junção e de transístores bipolares e de efeito de campo.
• Circuitos rectificadores simples.
• Polarização de dispositivos electrónicos e funcionamento para pequenos sinais; aproximação linear e modelos equivalentes para pequenos sinais.
• Compreensão da separação do funcionamento AC e DC dos circuitos. Decomposição dos circuitos em modelo para polarização e modelo para sinal.
• Configurações Fonte (ou Emissor) Comum, Dreno (Colector) Comum e Porta (Base) Comum.
• Circuitos simples de amplificadores com mais do que um transístor.


E, também, desenvolver aptidões pessoais e profissionais nomeadamente no tocante ao raciocínio em engenharia e resolução de problemas (CDIO 2.1, nas vertentes 2.1.1 a 2.1.4) e ser capaz de levar a cabo experimentação (CDIO 2.2) e desenvolver pensamento sistémico (CDIO 2.3)

Informação e Comunicação

EEC0137 - ECTS Constitui objectivo desta Unidade Curricular (UC) os estudantes adquiram conhecimentos técnicos sobre sistemas de comunicação usados na transmissão de informação, compreendendo as complexidades dos processos subjacentes, os quais colocam grandes desafios tecnológicos e operacionais.

Competências não-técnicas: trabalho em grupo; comunicação.

Resultados da aprendizagem (não-técnicos): os estudantes deverão ser capazes de colaborar e planear trabalho em grupo, para permitir a obtenção dos dados necessários à produção dos relatórios sucintos referentes a cada experiência laboratorial.

Competências técnicas: adquirir formação básica no domínio da transmissão de informação em sistemas de comunicação, permitindo-lhes analisar as tecnologias utilizadas e as limitações que impõem na informação a transmitir.

Resultados da aprendizagem: Os estudantes deverão ser capazes de recordar, reconhecer e compreender termos, conceitos, princípios básicos, métodos e sistemas elementares de comunicação de informação, conduzindo, por sua vez, à aquisição da capacidade de analisar e avaliar soluções tecnológicas, arquitectónicas e serviços a suportar, dotando-os assim dos conhecimentos técnicos básicos para lidarem com redes de comunicação na sua futura vida profissional. Para os estudantes que venham a optar pela área de formação (“major”) de Telecomunicações, Electrónica e Computadores, esta UC abrirá caminho para perceberem tópicos avançados neste domínio, tópicos esses a serem introduzidos e aprofundados em unidades de anos posteriores

Sistemas e Automação

EEC0136 - ECTS OBJETIVOS
- Conhecer os principais domínios de aplicação dos sistemas de automação
- Compreender os sistemas de automação a eventos discretos
- Conhecer os métodos de apoio à conceção destes sistemas
- Conhecer as tecnologias da automação
- Saber desenvolver sistemas de automação de complexidade média

RESULTADOS
O estudante, no final da Unidade Curricular, deve ser capaz de:
- Interpretar e construir modelos baseados em Máquinas de Estado, Grafcet e Redes de Petri para modelar sistemas de automação.
- Ser capaz de implementar Máquinas de Estados e Grafcets em Microcontroladores e Autómatos Programáveis
- Utilizar Grafcet/ST para controlo de sistemas automáticos de complexidade média
- Compreender um caderno de encargos e projetar um sistema de controlo automático, orientado a eventos, para problemas de complexidade média

Sistemas Eléctricos de Energia

EEC0072 - ECTS Os objectivos a atingir são os seguintes:
1. Aquisição e demonstração de conhecimentos relativos à constituição e funcionamento das centrais de produção eléctrica e dos sistemas de transporte e de distribuição de electricidade (competências CDIO 1.2, 2.1, 2.3);
2. Descrever e aplicar os modelos de linhas de transmissão e calcular de forma simplificada o trânsito de potências em redes emalhadas (competências CDIO 1.2, 2.1, 2.3);
3. Conhecer os sistemas tarifários e de incentivos aplicáveis à promoção da utilização racional de energia (competências CDIO 1.2, 2.1, 2.3);
4. desenvolvimento de capacidades de trabalho autónomo e de pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4);
5. demonstração de capacidade de integração e de realização de trabalhos em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto (competências CDIO 2.4);

Teoria do Controlo

EEC0068 - ECTS Objectivos:
Integrar conhecimentos já adquiridos, nomeadamente nas disciplinas de Teoria dos Circuitos e de Teoria do Sinal, na perspectiva mais abrangente da Teoria do Controlo e num contexto motivador das aplicações em Engenharia. Assim pretende-se que no final da disciplina o aluno seja capaz de:
1- Determinar as equações representativas de sistemas elementares das várias áreas da engenharia e a partir das mesmas, com as ferramentas matemáticas estudadas, identificar o tipo de resposta, quer temporal, quer em frequência, que lhe está associada.
2- Entender as noções associadas à realimentação e analisar, com as ferramentas matemáticas estudadas, o comportamento, no domínio dos tempos e das frequências, de sistemas realimentados.
3- Projectar e calibrar controladores.

Computadores


EEC0138 - ECTS
Esta unidade curricular introduz os princípios de funcionamento de um computador moderno e a sua arquitetura geral, com especial ênfase na contribuição de cada subsistema para o desempenho global. Para além desta vertente de “Arquitetura de Computadores”, onde será dado um especial destaque à arquitetura MIPS, esta unidade curricular visa também dotar os estudantes de competências para projetar e manusear sistemas embutidos baseados em microprocessadores em geral, e no microcontrolador PIC32 em particular.

Após completar esta unidade curricular, os estudantes deverão ser capazes de:
- identificar e descrever os principais subsistemas de um computador pessoal: unidade de processamento, memória e periféricos;
- explicar e avaliar o desempenho de computadores em cenários simples envolvendo a equação fundamental do desempenho e a lei de Amdahl;
- classificar e caracterizar os tipos de instruções de uma unidade de processamento;
- explicar os princípio básicos da codificação de instruções e identificar o seu impacto sobre o desempenho;
- escrever programas simples em linguagem "assembly" envolvendo operações aritméticas e booleanas, testes e saltos;
- descrever o funcionamento de uma unidade de processamento uniciclo;
- especificar extensões simples da unidade de processamento;
- descrever e explicar o conceito de "pipeline" e o seu impacto no desempenho;
- descrever o funcionamento de uma unidade de processamento em "pipeline";
- aplicar os conhecimentos de máquinas de estados à análise da unidade de controlo de uma unidade de processamento em "pipeline";
- identificar os conflitos de dados e de controlo que podem surgir numa unidade de processamento em "pipeline";
- calcular o impacto dos conflitos de "pipeline" no desempenho para cenários simples;
- distinguir entre memórias estáticas e dinâmicas, e identificar as respetivas áreas de utilização;
- explicar o princípio de funcionamento dos dois tipos de memórias;
- identificar os vários níveis da hierarquia de memória de um computador pessoal;
- explicar o princípio de funcionamento da memória "cache";
- descrever a organização de uma memória "cache" (associatividade) e o tratamento de falhas de acesso.
- avaliar numericamente a influência da hierarquia de memória sobre o desempenho;

Adicionalmente os estudantes deverão ser capazes de:
- projetar, montar e testar um microcomputador simples (CPU+Mem+I/O);
- recordar as características dos principais tipos de periféricos e interfaces (formas de interligação e barramentos de comunicação) em microcontroladores em geral e do PIC32 em particular;
- escrever código em linguagem assembly e em C para o microprocessador PIC32;
- usar o IDE MPLAB da Microchip para escrita e debug de programas;
- desenvolver pequenos sistemas, incluindo a identificação dos periféricos necessários, a sua interligação ao microcontrolador através das interfaces e barramentos mais apropriados, e a escrita do código que satisfaça os requisitos funcionais apresentados.
- descrever na forma dum relatório, o trabalho prático desenvolvido.

Electrónica 2


EEC0027 - ECTS
Um primeiro objectivo da disciplina, na continuação de Electrónica I em que um vasto leque de matérias foi coberto de modo relativamente superficial, é o estudo aprofundado de amplificadores de sinal multi-andar de banda larga, quer com tecnologia bipolar quer com tecnologia MOSFET e com vista à análise e projecto de circuitos discretos e integrados. São tratadas em detalhe, nomeadamente, as questões do funcionamento na frequência e são abordadas os problemas associados ao ruído em circuitos electrónicos. A realimentação, suas características e problemas, análise das questões de estabilidade e compensação são também aprofundadas. O domínio dos circuitos lineares é ainda completado com o estudo de osciladores sinusoidais, princípio de funcionamento, configurações, estabilidade, etc.
Na sequência deste estudo e passando a uma introdução à electrónica dos circuitos digitais, os alunos estudam os multivibradores (astáveis, monoestáveis e biestáveis—neste caso, com particular ênfase em comparadores e na configuração de “Schmitt-trigger”). Esta formação ampla é adequada para o prosseguimento de estudos quer no âmbito dos circuitos lineares e VLSI analógico e digital, quer com vista às aplicações em telecomunicações.

Ondas Electromagnéticas


EEC0021 - ECTS
Os principais objectivos da disciplina são dotar os alunos de conhecimentos técnicos (CDIO 1.1 a 1.3) relativos a:
• Fenómenos ondulatórios em linhas de transmissão
• Fenómenos transitórios em linhas de transmissão
• Propagação de ondas electromagnéticas planas em meios sem e com perdas
• Polarização de ondas electromagnéticas
• Energia transportada por uma onda
• Incidência de ondas em diferentes meios e com diferentes ângulos
• Propagação guiada de ondas electromagnéticas
• Radiação de ondas electromagnéticas
• Princípios de funcionamento de antenas

Inclui-se também nesta disciplina o desenvolvimento de aptidões pessoais e profissionais no que diz respeito ao raciocínio em engenharia (CDIO 2.1).

Sistemas e Controlo


EEC0025 - ECTS
Aquisição da capacidade de: analisar sistemas realimentados com elementos não lineares, sistemas e sinais em tempo discreto e sistemas com representações em espaço de estados; projectar controladores por realimentação de estado, observadores e controladores conjugados com observadores. Aquisição de formação de base relativa a processos estocásticos, bem como sobre a resposta de sistemas lineares a entradas aleatórias.

Economia e Gestão


EEC0019 - ECTS
Após a aprovação nesta unidade curricular, os estudantes deverão ser capazes de:
1-a) Recordar a lógica da importância das interacções empresariais e sociais dos sistemas de engenharia, e da necessidade de abordagens sistémicas e interdisciplinares para lidar com esses sistemas.
1-b) Identificar essas interacções e a sua importância em diversos domínios de aplicação da engenharia.

2-a) Recordar os princípios fundamentais do valor temporal do dinheiro, a estrutura das principais ferramentas de análise financeira, e a lógica da sua articulação para permitir a análise financeira de projectos de investimento.
2-b) Analisar activos financeiros e documentos financeiros simples.
2-c) Desenvolver projecções financeiras e analisar projectos de investimento simples com rigor.

3-a) Recordar as definições das principais visões sobre estratégia empresarial, e os conceitos e estrutura das ferramentas de análise utilizadas em cada uma dessas visões.
3-b) Utilizar esses conceitos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
3-c) Analisar a criação de valor em projectos de base tecnológica, utilizando essas ferramentas.

4-a) Recordar as definições, categorizações, critérios de avaliação e elementos de sucesso de oportunidades e empreendedorismo, bem como os argumentos que justificam a respectiva importância social e económica.
4-b) Recordar os principais blocos constituintes dos conceitos de produto e negócio de base tecnológica, e os factores que podem condicionar o acesso de um inovador aos retornos gerados pela sua inovação.
4-c) Utilizar estes enquadramentos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
4-d) Utilizar estes enquadramentos para analisar a capacidade de criação, entrega e apropriação de valor, em projectos de base tecnológica.

5-a) Recordar as definições das principais visões sobre as operações, os seus principais objectivos, e a lógica dos compromissos entre estes, num contexto de cadeia de abastecimento.
5-b) Utilizar estes conhecimentos para formular e analisar de modo genérico estratégias de operações em cadeias simples.
5-c) Recordar as definições dos principais componentes do pensamento sistémico.
5-d) Reconhecer esses componentes em sistemas de base tecnológica.

No final da unidade curricular devem ser capazes de, de forma simples e introdutória, analisar ou desenvolver um projecto de engenharia para além da tecnologia, com uma visão mais abrangente, tendo em consideração múltiplos aspectos de interacção empresarial e social, em particular ao longo de perspectivas financeira, estratégica, de inovação, e de operações.


Electrónica 3


EEC0028 - ECTS
Esta unidade curricular tem como objectivo introduzir os alunos no domínio do projecto, simulação e análise dos circuitos/funções analógicos e mistos(A/D) principais, seguindo uma abordagem que inclui o uso de ferramentas de CAD e simulação e a experimentação laboratorial. São objecto de estudo as funções analógicas de amostragem, filtragem, oscilação controlada, PLL, conversão analógica/digital e digital/analógica. Serão ainda abordados as portas lógicas simples, o ruído em circuitos analógicos e a introdução aos processos de fabrico de circuitos integrados em tecnologia MOS.

Fundamentos de Telecomunicações 1


EEC0022 - ECTS
É objectivo desta unidade curricular que os alunos adquiram adequados conhecimentos técnicos dos aspectos fundamentais das comunicações analógicas e digitais e ao mesmo tempo desenvolvam as suas próprias aptidões pessoais e profissionais. Nesse sentido as aulas, de dois tipos (teóricas e práticas), estão estruturadas segundo duas vertentes:
1) Aquisição de conhecimentos técnicos
Nas aulas teóricas os alunos são expostos a conceitos que lhes permitirão adquirir formação básica no domínio da transmissão de informação em canais de comunicação, nomeadamente ganharem familiaridade com modulações analógicas e digitais, transmissão digital em banda-base e os efeitos do ruído na comunicação, permitindo-lhes assim conceber as soluções de comunicação mais adequadas e antecipar problemas como a interferência intersimbólica, a atenuação, a distorção ou a probabilidade de erro elevada. Esta familiaridade pretendida é catalisada quer nas aulas teórico-práticas (através da resolução de exercícios típicos de aplicação) quer nas aulas práticas de laboratório (onde, numa abordagem “hands-on”, os alunos terão ocasião de eles próprios aplicarem e usarem o que entretanto aprenderam).
As competências técnicas adquiridas complementam-se com a vertente seguinte:
2) Desenvolvimento de aptidões pessoais e profissionais
A resolução de problemas-tipo e a experimentação laboratorial nas aulas práticas contribuem claramente para o “raciocínio em engenharia e resolução de problemas” e “experimentação e descoberta do conhecimento”, aptidões prescritas para esta unidade curricular.

Processamento Digital de Sinal


EEC0026 - ECTS
Esta unidade curricular visa motivar os estudantes para o domínio de conceitos básicos, técnicas e ferramentas de análise e projecto no âmbito do Processamento Digital de Sinal (PDS). A frequência bem sucedida desta unidade curricular permitirá aos estudantes dominar o processo de amostragem e reconstrução de sinal e inferir as suas implicações quando aplicado a sinais reais; conceber, projectar e testar filtros digitais FIR e IIR mediante objectivos especificados de operação e condicionamento de sinal, dominar a DFT, suas propriedades circulares e alternativas de implementação rápida (FFT) de modo a concretizar as suas potencialidades de aplicação nomeadamente na filtragem FIR rápida, em estudos de correlação e na análise espectral de sinal. Pretende-se ainda complementar esta formação base com conhecimentos de processamento de sinal multicadência.

Sistemas Operativos


EEC0139 - ECTS
Os alunos que concluam com sucesso esta disciplina deverão ser capazes de:
- descrever as funções e a estrutura de um sistema operativo, e identificar as suas abstracções principais;
- identificar os componentes essenciais de um sistema operativo e descrever a sua funcionalidade;
- descrever as estruturas de dados e os algoritmos principais usados por cada um destes componentes, e explicar as vantagens e as desvantagens desses algoritmos;
- descrever a forma como esses componentes interagem entre si e identificar aqueles que intervêm na prestação dos serviços mais comuns dum SO;
- desenvolver programas que utilizem a API de um sistema operativo concreto (Linux);
- desenvolver “device drivers” muito simples para o sistema operativo Linux;
- explicar os problemas que podem surgir quando da execução concorrente de processos concorrentes e como evitá-los;
- identificar "race-conditions" em programas concorrentes e eliminá-las recorrendo aos mecanismos de sincronização adequados;
- desenvolver programas concorrentes sem "race-conditions".

Engenharia de RF e Microondas


EEC0036 - ECTS
Fornecer os conceitos fundamentais de engenharia de rádio-frequência com vista à análise, projecto e caracterização de circuitos de microondas (filtros e amplificadores)
proporcionando aos alunos a aplicação prática destes conceitos através do contacto com um laboratório de electrónica e a possibilidade de realizarem protótipos laboratoriais e projectos de electrónica de RF em condições de autonomia.

Fundamentos de Telecomunicações 2


EEC0023 - ECTS
É objectivo desta unidade curricular que os alunos adquiram adequados conhecimentos técnicos de alguns aspectos fundamentais das comunicações digitais e ao mesmo tempo desenvolvam as suas próprias aptidões pessoais, interpessoais e profissionais. Nesse sentido as aulas, de três tipos (teóricas, teórico-práticas e práticas), estão estruturadas de acordo com os grupos 1, 2 e 3 das aptidões CDIO segundo as vertentes seguintes (indicando-se entre parêntesis os subgrupos envolvidos):
1) Aquisição de conhecimentos técnicos
Nas aulas teóricas os alunos são expostos a conceitos que lhes permitirão adquirir formação básica no domínio da transmissão digital de informação em canais de comunicação, nomeadamente ganharem familiaridade com as principais técnicas de sincronização e com os princípios fundamentais do Espalhamento Espectral. Essa formação básica permitirá aos alunos conceber as soluções de recuperação de sincronização mais adequadas e antecipar problemas como interferências intencionais e não-intencionais (1.3). Esta familiaridade pretendida é catalisada nas aulas teórico-práticas (através da resolução de exercícios de aplicação) e nas aulas práticas de laboratório (onde, numa abordagem “hands-on”, os alunos terão ocasião de eles próprios aplicarem e usarem o que entretanto aprenderam).
As competências técnicas adquiridas complementam-se com as duas vertentes seguintes:
2) Desenvolvimento de aptidões pessoais e profissionais
A resolução de problemas nas aulas teórico-práticas e a experimentação laboratorial nas aulas práticas contribuem obvia e claramente para o “raciocínio em engenharia e resolução de problemas” (2.1), a “experimentação e descoberta do conhecimento” (2.2), o "pensamento sistémico" (2.3) e o desenvolvimento de "capacidades e atitudes profissionais" (2.5), aptidões prescritas para esta unidade curricular.
3) Aptidões interpessoais (trabalho em grupo (3.1) e comunicação (3.2))
As aulas teórico-práticas e as aulas de laboratório são um ambiente propício para o desenvolvimento deste grupo de aptidões.

Laboratório de Aplicações com Interface Gráfica


EIC0084 - ECTS
Esta unidade curricular tem por objectivo principal desenvolver um conjunto de competências práticas, algumas já tratadas em unidades curriculares anteriores num contexto mais teórico. Foca-se em trabalhos práticos de desenvolvimento, tendencialmente multidisciplinares, nomeadamente nas áreas de Computação Gráfica e Interfaces, de Programação em Lógica e de Sistemas Operativos.

No fim da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- Projectar aplicações e respectivas estruturas, adequadas à utilização em tecnologia de síntese deimagem,
- Conceber, desenvolver e avaliar aplicações com interface gráfica 3D recorrendo a uma tecnologia adequada de síntese de imagem,
- Integrar código desenvolvido em ambientes e linguagens de natureza diferente, utilizando tecnologias de comunicação.

Pretende-se dotar os alunos de capacidade de exploração adequada ao desenvolvimento de software, nomeadamente na criação de ambientes 3D (representação poligonal, iluminação e interacção) e na utilização dos serviços oferecidos por um sistema operativo, com ênfase especial em comunicações e sincronização.

Laboratório de Programação


EEC0030 - ECTS
Esta unidade curricular tem por objetivo:
* Promover a aquisição de conceitos, métodos e técnicas de Engenharia de Software e dotar os estudantes da capacidade de os aplicar na conceção e desenvolvimento de sistemas de software.
* Dotar os estudantes de conhecimentos práticos na utilização de ferramentas de desenvolvimento de software adequadas à metodologia a usar e que permitam o acompanhamento do desenvolvimento do produto durante todo o seu ciclo de vida, incluindo a depuração, teste e documentação.

No final desta disciplina o estudante deverá ser capaz de:
* Selecionar os requisitos de Sistema de Software
* Elaborar um Documento de Requisitos
* Realizar um protótipo de interface com o utilizador
* Elaborar um Documento de Projeto de Alto Nível
* Realizar um Protótipo Vertical
* Elaborar um Documento de Projeto Detalhado
* Elaborar um Manual de Ajuda ao Utilizador
* Elaborar um Manual de Instalação
* Aplicar UML na descrição do Modelo de Casos de Utilização
* Aplicar UML na descrição do Modelo de Objetos do Domínio
* Aplicar UML na descrição do Modelo de Arquitetura
* Aplicar UML na descrição do Modelo de Comportamento
* Codificar classes em Java usando as APIs standard
* Realizar versões de componentes de software
* Documentar o código utilizando Javadoc
* Testar o código utilizando Junit
* Utilizar uma ferramenta de elaboração colaborativa de documentação
* Utilizar um IDE na manutenção do software
* Utilizar um sistema de controlo de versões

Métodos Formais em Engenharia de Software


EIC0039 - ECTS
1-CONHECIMENTOS ÚTEIS
Conhecimentos de engenharia de software (nomeadamente, processos de desenvolvimento e modelação de software) e conhecimentos de teoria de computação.
2-OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Desenvolver as capacidades de abstração de forma a descrever o que o sistema deve fazer e não a maneira de o fazer. Estar familiarizados com os métodos formais e forma como eles podem contribuir para aumentar a qualidade dos sistemas de software.
3-CONHECIMENTO PRÉVIO
É útil frequência anterior em Engenharia de software, Teoria de computação e Conceção e análise de algoritmos.
4-DISTRIBUIÇÂO PERCENTUAL
Componente científica = 75%
Componente tecnológica = 25%
5-RESULTADO DA APRENDIZAGEM
No final da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- aplicar métodos formais de especificação (baseado em modelos; baseado em propriedades; baseado em comportamento) e verificação ("Model-checking", provas formais e teste) no desenvolvimento de sistemas de software.
- identificar os métodos formais existentes e saber quando devem ser aplicados e quais são mais adequados em cada caso.

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Programação em Lógica


EIC0026 - ECTS
1- INTRODUÇÃO
O paradigma da Programação em Lógica apresenta uma abordagem declarativa e baseada em processos formais de raciocínio à programação, mais apropriada para a resolução de alguns tipos de problemas. A programação em lógica com restrições permite abordar problemas de satisfação de restrições e de optimização, modelando-os de uma forma directa e elegante.

2 - OBJECTIVOS ESPECÍFICOS
Adquirir familiaridade com os paradigmas da Programação em Lógica e da Programação com Restrições. Desenvolver as capacidades de raciocínio abstracto e de representação de problemas de forma declarativa.
A Unidade Curricular centra-se no paradigma da programação baseada em lógica de primeira ordem. A componente prática baseia-se na utilização da linguagem de programação Prolog. Adicionalmente, é também abordada a programação em lógica com restrições, com ilustração de diversas aplicações práticas.

3 - CONHECIMENTO PRÉVIO
Embora a Unidade Curricular não tenha pré-requisitos especiais, conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares de Fundamentos de Programação, Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados, e Concepção e Análise de Algoritmos, são muito úteis para a Unidade Curricular de Programação em Lógica.

4 - DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL
Componente científica: 50%
Componente tecnológica: 50%

5 - RESULTADOS DA APRENDIZAGEM
No final da Unidade Curricular, os estudantes deverão ter competências para:
- Reconhecer as categorias de problemas em que a Programação em Lógica (e com Restrições) é particularmente adequada.
- Aplicar as técnicas de programação em Prolog e em programação lógica com restrições.
- Construir aplicações completas em Prolog com eventual ligação a outras linguagens.
Os estudantes deverão também ter apreendido competências de programação requeridas nos trabalhos das unidades curriculares da área da Inteligência Artificial.

Projeto de Sistemas Digitais


EEC0055 - ECTS
Fornecer aos alunos conhecimentos sobre aspectos tecnológicos e metodológicos do processo de projecto de sistemas digitais complexos, tendo em vista a sua realização em tecnologias microelectrónicas, com ênfase na implementação em sistemas digitais reconfiguráveis (FGPGAs)

Após a conclusão com sucesso desta unidade curricular, os alunos deverão ser capazes de:
- Identificar as tarefas principais que integram o fluxo de projecto industrial de sistemas digitais para diferentes tecnologias microelectrónicas (ASICs ou FPGAs).
- Dominar o processo de modelação de sistemas electrónicos digitais com linguagens de descrição de hardware digital (Verilog), nas perspectivas de simulação/verificação e de síntese automática ao nível RTL.
- Planear o processo de verificação para um sistema digital tendo por base ferramentas de simulação lógica e desenvolver plataformas de verificação (“testbenches”).
- Construir circuitos sequenciais síncronos com um ou mais domínios de relógio e saber caracterizar as restrições temporais associadas ao projecto e implementação desse tipo de sistemas digitais, em particular no que se refere ao projecto de redes de distribuição de sinais de relógio.
- Avaliar comparativamente diferentes implementações de circuitos aritméticos para as operações elementares e implementar circuitos aritméticos dedicados sob restrições de área e desempenho dadas.
- Saber aplicar os processos e as tarefas para a integração de componentes pré-construídos (“IP cores”), concretizando num ambiente de projecto para dispositivos FPGA.
- Identificar os processos básicos associados ao consumo de energia em circuitos microelectrónicos digitais (em tecnologia CMOS) e aplicar os princípios elementares para o projecto de circuitos digitais de baixo consumo de energia.
- Identificar metodologias de projecto de sistemas integrados combinando software executado em CPUs convencionais com unidades dedicadas de processamento e interface.
- Desenvolver aptidões pessoais, profissionais e inter-pessoais (trabalho em grupo e comunicação escrita e oral) com a realização dos trabalhos laboratoriais em grupo e elaboração dos respectivos relatórios.

Redes de Computadores


EEC0033 - ECTS
O programa da disciplina e a organização das aulas (teóricas e laboratoriais) têm como objectivo permitir aos alunos o desenvolvimento, de forma articulada, de um conjunto de aptidões de carácter técnico, pessoais e profissionais, inter-pessoais, e de concepção, projecto e implementação de sistemas. Estes vários aspectos estão mapeados, de forma equilibrada, no processo de avaliação.

Descrevem-se a seguir os principais objectivos a atingir, organizados por tipo de aptidão a desenvolver.

1. Aquisição de conhecimentos técnicos

A componente teórica da disciplina tem como principal objectivo que os alunos adquiram formação básica no domínio das Redes de Comunicação de Dados, que inclui os princípios e conceitos arquitectónicos essenciais, as tecnologias e soluções mais usadas e as principais normas em vigor em LANs (Local Area Networks) e WANs (Wide Area Networks).

Estes conhecimentos constituem a base para a aquisição de outras competências referidas nos pontos seguintes.

2. Aplicação de conhecimentos (concepção, projecto e implementação de sistemas)

A componente laboratorial (experimental) da disciplina consiste na realização de dois trabalhos laboratoriais e tem como objectivo principal a aplicação prática e a análise crítica dos conhecimentos teóricos.
O primeiro trabalho consiste na concepção, desenvolvimento e teste de um protocolo de ligação de dados para comunicação entre dois computadores através duma ligação série.
O segundo trabalho consiste na criação, teste e verificação de cenários reais de comunicação em ambiente LAN, com recurso a equipamentos de rede (comutadores e routers) e computadores pessoais, que devem ser configurados de acordo com especificações definidas em cada caso.

A realização destes trabalhos permite igualmente o desenvolvimento de outras aptidões pessoais, profissionais e inter-pessoais.

3. Desenvolvimento de aptidões pessoais e profissionais

A componente teórica da disciplina inclui a abordagem de problemas numa perspectiva sistémica, evidenciando a interacção entre os componentes que constituem um sistema de comunicação ou uma rede complexa.

Para além disso, é igualmente orientada para o desenvolvimento da capacidade de análise e resolução de problemas, essencialmente focados na avaliação de desempenho de redes, com base em modelos analíticos, tendo como objectivo a identificação de parâmetros críticos de desempenho e critérios para o respectivo dimensionamento.

A componente laboratorial da disciplina permite desenvolver a capacidade de experimentação, aplicação e verificação de conhecimentos, bem como a sua integração a nível de sistema, salientando-se a utilização, no segundo trabalho, de equipamentos idênticos àqueles com que poderão ter de lidar profissionalmente, em particular enquanto engenheiros com especialização na área de Redes e Serviços de Comunicações.

4. Desenvolvimento de aptidões inter-pessoais (trabalho em grupo e comunicação)

Os trabalhos laboratoriais são realizados em grupo e desenvolvem-se ao longo de várias semanas, o que requer capacidade de planeamento e coordenação de tarefas por parte dos elementos de cada grupo e entre grupos (no primeiro trabalho e em algumas fases do segundo trabalho).

Para além disso, os trabalhos laboratoriais são objecto duma apresentação e demonstração por parte de cada grupo, complementados com a respectiva documentação através dum relatório técnico. Todos estes componentes são considerados na avaliação e classificação dos trabalhos.

Em resumo, as componentes de avaliação estão relacionadas com as aptidões identificadas do seguinte modo:
- Exame – Aquisição de conhecimentos teóricos.
- Trabalhos laboratoriais: Aplicação de conhecimentos e desenvolvimento de aptidões profissionais (criação de cenários reais de comunicação, experimentação e verificação de resultados), desenvolvimento de aptidões inter-pessoais (trabalho em grupo, planeamento e coordenação de tarefas).

Sistemas de Informação e Bases de Dados


EEC0044 - ECTS
Pretende-se dotar os alunos da capacidade de projetar e desenvolver Sistemas de Informação acessíveis através da Web e suportados por Sistemas de Gestão de Bases de Dados.

Ao completar esta unidade curricular, o aluno deve ser capaz de:
- Identificar os requisitos de um sistema de informação
- Desenhar o esquema conceptual de uma base de dados usando o modelo entidade-associação
- Transformar um esquema entidade-associação para o modelo relacional
- Usar álgebra relacional para formular perguntas a uma base de dados relacional
- Criar e explorar a base de dados usando o Sistema de Gestão de Bases de Dados PostgreSQL
- Elaborar interrogações à base de dados em SQL
- Desenhar a interface com o utilizador em XHTML
- Utilizar a linguagem de scripting PHP e algumas das suas bibliotecas para construir a interface com o utilizador e a Lógica de Negócio da aplicação Web
- Definir estilos de apresentação através da utilização de CSS

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Sistemas Distribuídos


EEC0049 - ECTS
No final desta unidade curricular os estudantes deverão ter adquirido as competências necessárias à programação de aplicações distribuídas de pequena e média dimensão, sabendo seleccionar e utilizar as tecnologias de software adequadas, desde linguagens de programção para ambientes distribuídos até camadas de middleware com modelos de cooperação específicos. Deverão ainda ser capazes de concretizar mecanismos simples de tolerância a falhas baseados em redundância espacial.

Teoria da Computação


EIC0022 - ECTS
Ao completar a disciplina, espera-se que os estudantes sejam capazes de:

- Nomear as contribuições significativas para a teoria da computação e os seus protagonistas;

- Identificar problemas tratáveis com autómatos finitos e exprimi-los com notação rigorosa;

- Comparar os autómatos finitos deterministas, não deterministas e as expressões regulares no reconhecimento das linguagens regulares;

-Aplicar as propriedades das linguagens regulares em provas;

- Identificar problemas que se podem tratar com gramáticas sem contexto e usar notação rigorosa para os descrever;

- Comparar as gramáticas sem contexto e os autómatos de pilha no reconhecimento das linguagens sem contexto;

- Exprimir problemas de computação com recurso ao modelo da máquina de Turing;

- Relacionar os modelos de computação estudados com as suas aplicações na teoria da computabilidade e da complexidade.

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Antenas e Propagação


EEC0042 - ECTS
Dar aos alunos formação sobre os princípios fundamentais da radiação eletromagnética necessários à compreensão das antenas. Serão abordados os princípios básicos de antenas, seus parâmetros característicos mais importantes com particular referência a antenas filiformes e agrupamentos de antenas.
Na parte final do curso abordar-se-à a propagação de ondas no espaço livre entre antenas.
Durante o semestre será utilizado um programa de simulação de antenas e serão efetuadas medidas de antenas na câmara anecoica.

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Comunicações Móveis


EEC0043 - ECTS
Comunicações Móveis é uma Unidade Curricular (UC) de redes de comunicação. No final desta UC aluno deverá ser capaz de:
1. Descrever e discutir as técnicas usadas para transmissão de dados sobre uma ligação sem fios;
2. Descrever e discutir as técnicas usadas no projecto de redes de comunicação feitas sobre ligações sem fios;
3. Descrever e discutir as técnicas usadas para gerir a mobilidade de terminais móveis;
4. Descrever e discutir as técnicas usadas no projecto de comunicações móveis seguras;
5. Descrever e comparar as redes de comunicações móveis mais utilizadas relativamente às técnicas estudadas e arquitetura.
6. Configurar e avaliar o funcionamento/desempenho de protótipos das técnicas estudadas;
7. Discutir cenários de evolução das comunicações móveis;
8. Especificar um pequeno sub-sistema de comunicações móveis que satisfaça um conjunto de requisitos associáveis às técnicas estudadas.

Comunicações Óticas


EEC0038 - ECTS
Fornecer os conceitos genéricos de sistemas de comunicação óptica e projecto de sistemas digitais e analógicos por fibra óptica, dando elementos para compreensão dos processos de funcionamento das fibras, dos dispositivos activos e passivos mais relevantes, proporcionando aos alunos a aplicação prática destes conceitos através da realização de trabalhos laboratoriais.

Investigação Operacional


EEC0127 - ECTS
Apresentar a Investigação Operacional (IO), como a ciência aplicada para melhores decisões.
Motivar os alunos para a relevância da aplicação da IO.
Facilitar aos alunos competências diversas para:
- identificar e caracterizar problemas de decisão, de optimização e, em geral, de gestão associados a situações do mundo real;
- representar através de diferentes formas, como modelos matemáticos, gráficos e de simulação os problemas identificados;
- compreender e aplicar algoritmos para resolver alguns tipos de problemas importantes;
- analisar criticamente as soluções obtidas.

Planeamento e Gestão de Redes


EEC0045 - ECTS
Como objectivo desta unidade curricular os estudantes deverão adquirir competências no planeamento e gestão integrada de infra-estruturas de rede, sistemas e serviços.

O resultado da aprendizagem deverá permitir aos estudantes ter competência nos procedimentos de gestão de uma infra-estrutura de rede, sistemas e serviços de comunicações:
- Especificar, como adquirir e avaliar os requisitos para o planeamento e desenho da infra-estrutura
- Planear e desenhar a infra-estrutura
- Fazer escolha criteriosa de equipamentos e sistemas de suporte, em função dos requisitos específicados
- Especificar áreas funcionais de gestão
- Seleccionar plataformas e ferramentas de gestão adequadas

Processamento e Codificação de Informação Multimédia


EEC0051 - ECTS
Familiarizar e dotar os estudantes de competências de aplicação relacionadas com a geração, percepção e possibilidades de representação, processamento e codificação de sinais multimédia, com particular ênfase para os sinais de vídeo, imagem, áudio e na fala, e para com as normas internacionais mais relevantes.

Projeto de Circuitos VLSI


EEC0056 - ECTS
ENQUADRAMENTO

A integração em larga escala (VLSI) de sistemas digitais constitui um dos pilares dos fundamentos tecnológicos que permitem o crescimento económico do qual as sociedades atuais dependem. Os circuitos VLSI têm um papel vital em áreas como telecomunicações, tecnologias da informação, cuidados de saúde, segurança e muitos outros.

OBJETIVOS

Esta unidade curricular permite aos estudante adquirirem conhecimentos básicos sobre os aspetos tecnológicos dos circuitos integrados, bem como o domínio das técnicas de projecto correspondentes, por forma a que sejam capazes de conceber e realizar circuitos integrados digitais em tecnologia CMOS. Os estudantes adquirem experiência prática com o fluxo de projeto e as ferramentas de CAD usadas no desenvolvimento de sistemas integrados complexos.

CONHECIMENTOS PRÉVIOS

EEC0028: operação dos transístores MOS.
EEC0006: portas lógicas; sistemas digitais combinatórios e sequenciais.

DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL

Componente científica: 60%
Componente tecnológica: 40%

RESULTADOS DA APRENDIZAGEM

Após completar esta unidade curricular, os estudantes serão capazes de:

- descrever e explicar o fluxo de projeto para circuitos integrados digitais (da descrição em HDL até à validação "Post-layout") [conhecimento & compreensão];
- identificar e caraterizar as principais alternativas tecnológicas de implementação de ASIC/SOC [conhecimento & compreensão];
- aplicar modelo de 1ª ordem do transístor MOS na análise e projeto de circuitos digitais [análise de engenharia & projeto];
- explicar e aplicar modelos das interligações [conhecimento & compreensão, análise de engenharia & projeto];
- utilizar o simulador SPICE para analisar e projetar portas lógicas [análise de engenharia & projeto];
- explicar e avaliar o comportamento elétrico e temporal das principais famílias lógicas CMOS [análise de engenharia];
- projetar células lógicas (standard cells) incluindo simulação, "layout" e simulação "post-layout" [projeto de engenharia];
- utilizar um fluxo de projeto comercial para sintetizar um circuito digital a partir de uma descrição em Verilog [projeto de engenharia];
- explicar e aplicar o método do "esforço lógico" para dimensionamento de portas lógicas [conhecimento & compreensão, análise de engenharia, projeto de engenharia];
- identificar e explicar os princípios básicos do projeto de circuitos digitais de baixa potência [conhecimento & compreensão].

Competências transferíveis: Todas as atividades de projeto são realizadas em grupo. Os projetos de maior dimensão requerem a gestão cuidadosa do processo de desenvolvimento.

Sistemas de Telecomunicações


EEC0032 - ECTS
O objetivo da disciplina é desenvolver nos alunos o conhecimento e compreensão de tecnologias, arquiteturas e serviços das redes de comunicações eletrónicas de acesso fixo (par de cobre, cabo e fibra ótica), procurando complementar e aplicar os conhecimentos adquiridos em anteriores UC de iniciação às telecomunicações e de comunicação de dados.

Esta UC irá proporcionar aos estudantes a capacidade para analisar e compreender o funcionamento das redes atuais e perspetivar a sua evolução. Além disso, apresenta-se uma visão integrada e global das redes de comunicações eletrónicas que permitirá aos estudantes um melhor desempenho em estudos posteriores e na sua vida profissional, em que seja necessário abordar áreas específicas de telecomunicações, intervindo quer do lado da oferta, quer do lado da procura de redes e serviços de comunicação.

Sistemas Embarcados


EEC0150 - ECTS
Dotar os alunos com capacidade de desenvolver equipamentos de controlo embebidos com requisitos de tempo-real, utilizando, se necessário, a sistemas operativos de tempo-real.

Sistemas Multimédia


EEC0050 - ECTS
a) apresentar os conceitos, os serviços e as aplicações multimédia e hipermédia;
b) apresentar as técnicas de codificação e representação da informação multimédia;
c) introduzir as ferramentas de desenvolvimento de aplicações;
d) desenvolver aplicações.

Dissertação


EEC0020 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação à resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso.
Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Laboratório de Aplicações com Interface Gráfica


EIC0084 - ECTS
Esta unidade curricular tem por objectivo principal desenvolver um conjunto de competências práticas, algumas já tratadas em unidades curriculares anteriores num contexto mais teórico. Foca-se em trabalhos práticos de desenvolvimento, tendencialmente multidisciplinares, nomeadamente nas áreas de Computação Gráfica e Interfaces, de Programação em Lógica e de Sistemas Operativos.

No fim da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- Projectar aplicações e respectivas estruturas, adequadas à utilização em tecnologia de síntese deimagem,
- Conceber, desenvolver e avaliar aplicações com interface gráfica 3D recorrendo a uma tecnologia adequada de síntese de imagem,
- Integrar código desenvolvido em ambientes e linguagens de natureza diferente, utilizando tecnologias de comunicação.

Pretende-se dotar os alunos de capacidade de exploração adequada ao desenvolvimento de software, nomeadamente na criação de ambientes 3D (representação poligonal, iluminação e interacção) e na utilização dos serviços oferecidos por um sistema operativo, com ênfase especial em comunicações e sincronização.

Laboratório Multimédia


EEC0052 - ECTS
Os objectivos de aprendizagem desta disciplina incluem o desenvolvimento das seguintes atitudes profissionais, competências e capacidades:
a) autonomia e iniciativa na aquisição e integração de conhecimentos na área das tecnologias multimédia,
b) competências de gestão de projectos multidisciplinares e de trabalho em equipa,
c) capacidade de projectar e implementar sistemas e aplicações multimédia e de inovar na concepção de novos produtos com base em tecnologias emergentes,
d) capacidade de estruturar e produzir conteúdos multimédia com eficácia comunicacional e adequados ao público-alvo.

Microeletrónica Analógica


EEC0153 - ECTS
Analogue Microelectronics aims empowering students with the abilities and competences to design analogue and mixed-signal circuits in MOS sub-micron technologies. Following the study of the fundamental physics and manufacturing process principles, the simulation and modelling of active and passive components is discussed taking into consideration their implementation in silicon substrates and signals’ amplitude and frequency operating conditions. Afterwards, one proceeds with the design simulation and layout of different analogue and mixed-signal functional modules using dedicated CAD tools.

Preparação da Dissertação


EEC0035 - ECTS
De acordo com o atual Plano de Estudos do MIEEC, a unidade curricular de PDI abrange os alunos inscritos nas duas áreas de formação (majors) de Automação e de Telecomunicações, Electrónica e Computadores. Pretende-se que os alunos, no contexto de um tema de dissertação proposto, e em colaboração estreita com um orientador designado, façam uma revisão da literatura e o levantamento do estado da arte, caracterizem detalhadamente o(s) problema(s) a tratar e estabeleçam um plano de trabalho com as tarefas do projeto a desenvolver posteriormente na unidade curricular de Dissertação, explicitando os respetivos objetivos, faseamento, metodologia de abordagem, tecnologias e ferramentas a usar, etc.

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Programação em Lógica


EIC0026 - ECTS
1- INTRODUÇÃO
O paradigma da Programação em Lógica apresenta uma abordagem declarativa e baseada em processos formais de raciocínio à programação, mais apropriada para a resolução de alguns tipos de problemas. A programação em lógica com restrições permite abordar problemas de satisfação de restrições e de optimização, modelando-os de uma forma directa e elegante.

2 - OBJECTIVOS ESPECÍFICOS
Adquirir familiaridade com os paradigmas da Programação em Lógica e da Programação com Restrições. Desenvolver as capacidades de raciocínio abstracto e de representação de problemas de forma declarativa.
A Unidade Curricular centra-se no paradigma da programação baseada em lógica de primeira ordem. A componente prática baseia-se na utilização da linguagem de programação Prolog. Adicionalmente, é também abordada a programação em lógica com restrições, com ilustração de diversas aplicações práticas.

3 - CONHECIMENTO PRÉVIO
Embora a Unidade Curricular não tenha pré-requisitos especiais, conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares de Fundamentos de Programação, Programação, Algoritmos e Estruturas de Dados, e Concepção e Análise de Algoritmos, são muito úteis para a Unidade Curricular de Programação em Lógica.

4 - DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL
Componente científica: 50%
Componente tecnológica: 50%

5 - RESULTADOS DA APRENDIZAGEM
No final da Unidade Curricular, os estudantes deverão ter competências para:
- Reconhecer as categorias de problemas em que a Programação em Lógica (e com Restrições) é particularmente adequada.
- Aplicar as técnicas de programação em Prolog e em programação lógica com restrições.
- Construir aplicações completas em Prolog com eventual ligação a outras linguagens.
Os estudantes deverão também ter apreendido competências de programação requeridas nos trabalhos das unidades curriculares da área da Inteligência Artificial.

Projeto de Sistemas de Telecomunicações


EEC0154 - ECTS
Estudo das tecnologias e metodologias relevantes para o projecto de sistemas de telecomunicações específicos, nomeadamente ópticos, sistemas de acesso sem fios, sistemas de satélite, sistemas de radar e suas aplicações. Apresentação dos principais termos, conceitos, princípios básicos e modelos arquitectónicos com vista ao projecto e implementação dos sistemas.

Segurança em Sistemas e Redes


EEC0047 - ECTS
The students are expected to develop:

- a thorough understanding of a) key cryptographic results and principles, and b) practical cryptography;

- a familiarity with the basic security mechanisms of systems and networks and their use;

- the capacity of abstracting and understanding the models and components needed for the design of security protocols;

- an understanding of different attacks against information systems and relevant metrics for analyzing security in those systems;

- the capacity to apply cryptography and security concepts for solving complex security engineering problems.

Serviços de Comunicações


EEC0048 - ECTS
This course covers topics in advanced networking, namely congestion control, quality of service, multimedia networking, peer-to-peer networks, and communication services, like email, web and cloud. The goal is to give students deeper understanding of networking by covering concepts, principles, protocols and services that are not covered in basic computer networking courses. Typical network services, such as email, web, voice over IP or video on demand, are covered focusing on their design principles and evolution.

The student should acquire theoretical and practical knowledge in the fields of communication services, multimedia services and de-centralised services running on top of TCP/IP infrastructure. The course will also cover models for quality of service (QoS) support as well as mechanisms for its implementation in IP networks.

The student should be able to analise requirements of communication services, recognise trade-offs (theoretical and practical) and propose appropriate solutions in terms of protocols and network connectivity. The student should also understand ethical, legal and economical issues related to the availability and deployment of communication services.

Sistemas de Engenharia - Telecomunicações, Electrónica e Computadores


EEC0140 - ECTS
O objetivo desta disciplina é proporcionar a todos os alunos uma oportunidade de desenvolvimento e integração de um sistema complexo que utilize diferentes tecnologias, até agora estudadas de forma separada, para a realização de uma função concreta. A realização desta disciplina confere aos alunos competências para:
• utilizar metodologias de especificação e desenvolvimento de sistemas a partir do conhecimento da função a desempenhar
• avaliar a oferta de produtos existentes para idêntica função e introduzir elementos inovadores que permitam diferenciação
• planear e desenvolver tarefas, avaliar soluções alternativas, definir soluções para a integração de sistemas procurando uma solução inovadora, adequada e capaz de satisfazer as especificações do problema
• participar em trabalho de equipa
• autoavaliar a sua contribuição no trabalho em equipa.

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Sistemas Distribuídos


EEC0049 - ECTS
No final desta unidade curricular os estudantes deverão ter adquirido as competências necessárias à programação de aplicações distribuídas de pequena e média dimensão, sabendo seleccionar e utilizar as tecnologias de software adequadas, desde linguagens de programção para ambientes distribuídos até camadas de middleware com modelos de cooperação específicos. Deverão ainda ser capazes de concretizar mecanismos simples de tolerância a falhas baseados em redundância espacial.

Sistemas Eletrónicos


EEC0152 - ECTS
Objetivos: Conferir aos estudantes as competências necessárias para desenvolverem sistemas eletrónicos de média complexidade baseados em componentes de catálogo e em tecnologias normalizadas de comunicação e teste.

Competências não técnicas: Trabalho em grupo; Comunicação; Fluência em inglês.
Resultados da aprendizagem (não técnicos): Os estudantes deverão ser capazes de colaborar no desenvolvimento de projetos técnicos e na produção de documentação (apresentações e/ou relatórios técnicos) em inglês.

Competências técnicas: Conceção e desenho de sistemas; Projeto; Implementação.
Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 1: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever a arquitetura interna e a organização de memória dos microcontroladores de 8 bits da família 8051; b) Listar e explicar as instruções e modos de endereçamento; c) Escrever programas em assembly de pequena / média complexidade; d) Desenvolver e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051. Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 2: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever o protocolo e o funcionamento do barramento I2C; b) Explicar o funcionamento de alguns dispositivos I2C específicos, e.g. relógios de tempo real e expansores de entradas / saídas; c) Projetar um pequeno sistema I2C; d) Implementar e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051 e no barramento I2C. Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 3: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever o protocolo e o funcionamento do barramento de teste IEEE 1149.1; b) Explicar como detetar faltas estruturais (curto-circuitos e circuitos abertos) em cartas de circuito impresso; c) Implementar e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051 e no barramento de teste 1149.1.

Televisão Digital e Novos Serviços


EEC0053 - ECTS
Aquisição de conhecimentos gerais sobre a difusão de televisão digital, em particular a difusão digital terrestre; sobre os componentes, intervenientes e tecnologias usadas, de um sistema de televisão, desde a produção até à casa do assinante. Conceitos fundamentais de video e audio digitais. Detalhe das tecnologias digitais com compressão utilizadas actualmente em televisão. Redes de distribuição e difusão de televisão. Tecnologias em produção de televisão. Conceitos de TV interactiva e HDTV.

Teoria da Computação


EIC0022 - ECTS
Ao completar a disciplina, espera-se que os estudantes sejam capazes de:

- Nomear as contribuições significativas para a teoria da computação e os seus protagonistas;

- Identificar problemas tratáveis com autómatos finitos e exprimi-los com notação rigorosa;

- Comparar os autómatos finitos deterministas, não deterministas e as expressões regulares no reconhecimento das linguagens regulares;

-Aplicar as propriedades das linguagens regulares em provas;

- Identificar problemas que se podem tratar com gramáticas sem contexto e usar notação rigorosa para os descrever;

- Comparar as gramáticas sem contexto e os autómatos de pilha no reconhecimento das linguagens sem contexto;

- Exprimir problemas de computação com recurso ao modelo da máquina de Turing;

- Relacionar os modelos de computação estudados com as suas aplicações na teoria da computabilidade e da complexidade.

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Dissertação


EEC0020 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação na resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso. Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Métodos Formais em Engenharia de Software


EIC0039 - ECTS

Automação


EEC0143 - ECTS
- Conhecer as características e os requisitos dos sistemas de automação específicos dos diferentes tipos de indústrias;
- Desenvolver sistemas de controlo com base em plataformas e linguagens normalizadas para sistemas de automação;
- Conhecer e desenvolver sistemas de supervisão e monitorização para sistemas de automação;
- Conhecer tecnologias complementares utilizadas nos sistemas de automação: controladores de processos e sistemas de identificação.

Eletrónica Aplicada


EEC0142 - ECTS
A Unidade Curricular de Electrónica Aplicada pretende introduzir os alunos no processamento de sinais, do mundo que nos rodeia, e que necessitam, hoje em dia, de serem tratados com sistemas de electrónica quer analógicos quer digitais.

Assim, há toda uma cadeia dedicada a processar analogicamente o sinal (adaptação de amplitude, adaptação de impedância, mudança de nível DC, filtragem, eliminação do ruído, conversão tensão/corrente e vice-versa, compressão, expansão, operações matemáticas, multiplexação, andares de saída de amplificação de potência, etc. ...) e a convertê-lo digitalmente ( ADCs, DACs, SHs, etc...).

Deste modo, a Unidade Curricular propõe uma aproximação que começa por rever a classificação dos sinais analógicos, continua com a apresentação das operações lineares e não lineares, mais comummente utilizadas, e respectiva análise e quantificação dos erros introduzidos, segue apresentando as questões relativas a andares de saída de potência e termina com o interface entre o mundo analógico e o digital introduzindo as famílias lógicas e a conversão A/D e D/A.

Competências a adquirir na Unidade Curricular :
No final da Unidade Curricular o Aluno deve ser capaz de:
1. Identificar, aplicar e projectar métodos de aquisição e processamento de sinal.
2. Analisar a influência do ruído no desempenho de um sistema de instrumentação.
3. Identificar e aplicar métodos e técnicas de amostragem nos domínios do tempo e da frequência.
4. Identificar, aplicar e projectar filtros analógicos.
5. Projectar sistemas de processamento e aquisição analógico digital para as grandezas físicas mais comuns (temperatura, luz, pressão, tensão, força, pH, som, distância, aceleração...).
6. Identificar e analisar interfaces entre as varias famílias lógicas.
7. Identificar e analisar andares amplificadores de potência.

Medição, Sensores e Instrumentação


EEC0070 - ECTS
Perante um problema de medição de uma grandeza eléctrica ou não eléctrica o estudante deverá ser capaz de seleccionar, definir e avaliar o método de medição, os componentes, programas e equipamentos mais adequados, bem como projectar a respectiva cadeia de medição ou sistema de instrumentação.

Competências
No percurso para alcançar este objectivo principal os alunos vão adquirir as seguintes competências:

Competências técnicas específicas:
• Aplicar métodos de avaliação da qualidade de medição.
• Aplicar os métodos de medição de grandezas eléctricas.
• Interpretar as especificações dos transdutores de grandezas não-eléctricas mais importantes.
• Saber interpretar e aplicar as especificações dos componentes principais da cadeia de medição, em particular os circuitos de condicionamento e de conversão analógico-digital.
• Projectar cadeias de medição para aplicações específicas.
• Aplicar intrumentos e sistemas de instrumentação em problemas de medição ou aquisição de dados.
Outras competências:
• Para o trabalho experimental através da realização de trabalhos laboratoriais e de um projecto.
• Para o trabalho em grupo.
• Para a comunicação escrita, oral e multi-média.
Pretende-se ainda que a actividade desenvolvida pelos alunos no âmbito da disciplina promova o conhecimento da actividade profissional e empresarial em Engenharia Electrotécnica na área da Medição, Sensores e Instrumentação.

Química, Materiais e Processos


EEC0141 - ECTS
Os alunos deverão ganhar consciência da relação entre processamento, estrutura, propriedades e desempenho dos materiais e aplicar este conhecimento às respetivas aplicações. Deverão dominar os procedimentos de avaliação de algumas propriedades de materiais e saber selecionar as mais relevantes para alguns casos específicos de aplicação.
Os alunos terão ocasião de trabalhar individualmente e em equipa, promover as suas competências de comunicação escrita e oral, bem como de análise crítica de opiniões expressas na turma.

Sistemas Baseados em Microprocessadores


EEC0081 - ECTS
Esta disciplina tem como objectivo dotar os alunos de competências para projectar e manusear sistemas baseados em microprocessadores e microcontroladores, na perspectiva dos sistemas embutidos. As competências a desenvolver são as seguintes:
1. Saber projectar, montar e testar um microcomputador simples (CPU+MEM+I/O);
2. Saber desenvolver e depurar código em linguagem assembly e em C;

Controlo Digital


EEC0078 - ECTS
Análise e projecto de sistemas dinâmicos lineares de controlo em tempo contínuo e amostrados.
Proficiencia de utilização de ferramentas computacionais de apoio à análise de sistemas de controlo e ao projecto de controladores.

Economia e Gestão


EEC0019 - ECTS
Após a aprovação nesta unidade curricular, os estudantes deverão ser capazes de:
1-a) Recordar a lógica da importância das interacções empresariais e sociais dos sistemas de engenharia, e da necessidade de abordagens sistémicas e interdisciplinares para lidar com esses sistemas.
1-b) Identificar essas interacções e a sua importância em diversos domínios de aplicação da engenharia.

2-a) Recordar os princípios fundamentais do valor temporal do dinheiro, a estrutura das principais ferramentas de análise financeira, e a lógica da sua articulação para permitir a análise financeira de projectos de investimento.
2-b) Analisar activos financeiros e documentos financeiros simples.
2-c) Desenvolver projecções financeiras e analisar projectos de investimento simples com rigor.

3-a) Recordar as definições das principais visões sobre estratégia empresarial, e os conceitos e estrutura das ferramentas de análise utilizadas em cada uma dessas visões.
3-b) Utilizar esses conceitos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
3-c) Analisar a criação de valor em projectos de base tecnológica, utilizando essas ferramentas.

4-a) Recordar as definições, categorizações, critérios de avaliação e elementos de sucesso de oportunidades e empreendedorismo, bem como os argumentos que justificam a respectiva importância social e económica.
4-b) Recordar os principais blocos constituintes dos conceitos de produto e negócio de base tecnológica, e os factores que podem condicionar o acesso de um inovador aos retornos gerados pela sua inovação.
4-c) Utilizar estes enquadramentos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
4-d) Utilizar estes enquadramentos para analisar a capacidade de criação, entrega e apropriação de valor, em projectos de base tecnológica.

5-a) Recordar as definições das principais visões sobre as operações, os seus principais objectivos, e a lógica dos compromissos entre estes, num contexto de cadeia de abastecimento.
5-b) Utilizar estes conhecimentos para formular e analisar de modo genérico estratégias de operações em cadeias simples.
5-c) Recordar as definições dos principais componentes do pensamento sistémico.
5-d) Reconhecer esses componentes em sistemas de base tecnológica.

No final da unidade curricular devem ser capazes de, de forma simples e introdutória, analisar ou desenvolver um projecto de engenharia para além da tecnologia, com uma visão mais abrangente, tendo em consideração múltiplos aspectos de interacção empresarial e social, em particular ao longo de perspectivas financeira, estratégica, de inovação, e de operações.


Eletrónica Industrial


EEC0069 - ECTS
A Unidade Curricular Electrónica Industrial propõe-se dar formação aos estudantes na análise e simulação dos principais dispositivos semicondutores, conversores electrónicos de potência e interface para a rede eléctrica através:
I- Da análise de sistemas electrónicos de conversão estática de energia.
II- Do projecto de pequenos sistemas, equacionando a interface para a rede eléctrica e a sua adequação a diferentes tipos de carga.
III- Da utilização de ferramentas computacionais de projecto.

No final da Unidade Curricular o Estudante deve ser capaz de:
1. Descrever o papel da Electrónica Industrial e da Instrumentação associada como tecnologia indispensável em várias aplicações domésticas, industriais, nos sistemas eléctricos de energia, nos transportes, etc.
2. Identificar a célula de comutação como o bloco básico associado à conversão/processamento da energia.
3. Aplicar os princípios de Modulação de Largura de Impulso para sintetizar a saída pretendida.
4. Identificar os semicondutores adequados às células de comutação, dos vários sistemas de conversão, e analizar os correspondentes circuitos de comando e protecção (térmica e eléctrica).
5. Utilizar ferramentas de simulação como ajuda ao dimensionamento dos conversores e interfaces.
6. Explicar e aplicar os conceitos da conversão CC/CC, CC/CA, CA/CC e CA/CA em regime estacionário.
7. Analisar topologias básicas de conversão CC/CC, CC/CA, CA/CC e CA/CA.
9. Explicar e aplicar a problemática da interface de fontes renováveis com a rede de alimentação.

Instalações Elétricas


EEC0074 - ECTS
•Conhecimento e compreensão do enquadramento das instalações elétricas de baixa e média tensão no Sistema Elétrico Nacional. [Competências CDIO 1.2, 2.3]
•Conhecimento das características e princípios de funcionamento da aparelhagem elétrica de baixa tensão. Desenvolvimento das capacidades de reconhecimento e de seleção da mesma. [Competências CDIO 1.2, 2.3]
•Aquisição de agilidade na interpretação e reprodução de esquemas elétricos de instalações simples de baixa e média tensão. [Competências CDIO 2.1, 2.3]
•Demonstração de conhecimentos básicos de regras e regulamentos de segurança em vigor. [Competências CDIO 1.2]
•Demonstração da capacidade de dimensionamento de instalações elétricas simples. [Competências CDIO 1.2, 2.1, 2.3]





Sistemas de Informação


EEC0076 - ECTS
Objectivos
- Saber analisar, conceber, implementar e documentar sistemas de informação de complexidade moderada utilizando o modelo Sistemas de Gestão de Bases de Dados relacionais;
- Saber utilizar a linguagem de manipulação e interrogação de dados SQL em situações de complexidade moderada;
- Explicar as funções principais e a estrutura de um sistema operativo.

Competências:
- Projectar e implementar um sistema de informação utilizando PostgreSQL;
- Conhecer e utilizar SQL em pesquisas de complexidade moderada;
- Entender os princípios básicos que regem um sistema operativo;
- Projectar e implementar programas multi-thread de complexidade moderada em C/C++ incluindo acesso a bases de dados relacionais.

Gestão de Operações


EEC0084 - ECTS
Pretende-se nesta disciplina proporcionar uma visão integrada, essencialmente qualitativa, da gestão das operações nas organizações, nomeadamente quanto a conceitos, técnicas e estratégias geralmente utilizadas. Assim, pretende-se que o aluno consiga:
- Descrever e explicar os diferentes tipos de organização industrial e de serviços;
- Enumerar e explicar as principais abordagens, métodos e ferramentas no âmbito da gestão de operações (engenharia de produto, processo, produção e logística intra e inter empresarial;
- Definir e especificar requisitos no contexto dos SI e no âmbito da gestão de operações;
- Avaliar e aplicar as soluções e ferramentas informáticas de suporte no âmbito da GO.

Informática Industrial


EEC0144 - ECTS
A disciplina tem por objectivo desenvolver as seguintes competências:
- Ser capaz de analisar, estruturar, conceber, implementar e documentar sistemas de controlo industriais de média complexidade, com recurso a ferramentas de modelação (UML) e a linguagens de programação utilizadas em ambiente industrial (definidas nas normas IEC 61131-3 e IEC 61499).
- Ser capaz de analisar, estruturar, conceber, e documentar um sistema de informação industrial que siga a norma ISA95.


Investigação Operacional


EEC0017 - ECTS
Dotar os alunos com competências para:
- identificar e abordar de forma hábil e estruturada problemas de decisão;
- construir modelos de problemas de decisão;
- usar métodos quantitativos na obtenção de soluções para os modelos construídos, como suporte para decisões fundamentadas;
- usar folhas de cálculo para análise e obtenção de soluções para os modelos construídos;
- começar a usar a informação extraída dos modelos para induzir e motivar mudanças organizacionais.


Máquinas Eléctricas


EEC0073 - ECTS
A unidade curricular tem por objetivo dotar o estudante dos conhecimentos essenciais sobre máquinas elétricas, com destaque especial para transformadores e motores elétricos. O ênfase será colocado na classificação, caracterização construtiva, princípio de funcionamento, modelização e características de funcionamento em regime estacionário, ensaio e regras gerais de seleção, instalação, utilização e manutenção, enquanto sistemas autónomos e enquanto elementos de sistemas mais complexos.

A aprovação nesta unidade curricular pressupõe que o estudante:
1. Adquira conhecimentos técnicos sobre classificação, constituição e fenómenos que participam no funcionamento das máquinas elétricas no geral e dos transformadores e motores elétricos em particular, incluindo as regras gerais para sua seleção, instalação, utilização e manutenção, e que mostre ser capaz de utilizar tais conhecimentos na formulação, resolução e discussão de problemas relativos às mesmas e à sua inserção nos Sistemas Elétricos de Energia (aptidões CDIO 1.2 e 2.1). Estas competências serão alcançadas através dos períodos de contacto (sessões teóricas dedicadas à explanação dos temas centrais dos conteúdos curriculares e seu debate, e sessões teórico-práticas vocacionadas para a análise e resolução de variados problemas de natureza teórico-prática). A sua aferição será feita através das provas de avaliação previstas no âmbito da unidade curricular.
2. Adquira competências ao nível da prática de ensaio de máquinas elétricas e de pesquisa experimental sobre as características de funcionamento de transformadores e motores elétricos, através da atividade laboratorial prevista na unidade curricular (aptidão CDIO 2.2). A sua aferição será realizada através do acompanhamento dos estudantes durante a realização de trabalhos laboratoriais concretos e pela apreciação de relatórios escritos elaborados pelos estudantes sobre os mesmos.
3. Desenvolva capacidades e atitudes profissionais, quer ao nível da responsabilidade pessoal (realização de estudo autónomo e preparação de trabalho para as sessões presenciais), quer ao nível da responsabilidade coletiva (no âmbito da sua participação em grupos de trabalho, nas sessões teórico-práticas e de laboratório). Neste contexto, o estudante será chamado a assumir uma atitude ativa, perante os docentes e perante os outros estudantes, na pesquisa de informação de base, no planeamento, na preparação e na execução de trabalho diverso (ensaios laboratoriais ou resolução de problemas de índole teórico-prática, nomeadamente), bem como uma conduta adequada em laboratório, respeitando normas de segurança, regras de utilização de equipamentos e procedimentos de ensaio (aptidão CDIO 2.5). A aferição destas competências far-se-á através do acompanhamento do estudante durante as sessões presenciais e através das provas de avaliação previstas.
4. Demonstre capacidades comunicacionais, seja por via oral, respondendo a questões que lhe sejam colocadas durante as sessões presenciais, seja por via escrita, através de relatórios escritos que lhe serão solicitados e das várias provas de avaliação previstas (aptidão CDIO 3.2).

Métodos Formais em Engenharia de Software


EIC0039 - ECTS
1-CONHECIMENTOS ÚTEIS
Conhecimentos de engenharia de software (nomeadamente, processos de desenvolvimento e modelação de software) e conhecimentos de teoria de computação.
2-OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Desenvolver as capacidades de abstração de forma a descrever o que o sistema deve fazer e não a maneira de o fazer. Estar familiarizados com os métodos formais e forma como eles podem contribuir para aumentar a qualidade dos sistemas de software.
3-CONHECIMENTO PRÉVIO
É útil frequência anterior em Engenharia de software, Teoria de computação e Conceção e análise de algoritmos.
4-DISTRIBUIÇÂO PERCENTUAL
Componente científica = 75%
Componente tecnológica = 25%
5-RESULTADO DA APRENDIZAGEM
No final da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- aplicar métodos formais de especificação (baseado em modelos; baseado em propriedades; baseado em comportamento) e verificação ("Model-checking", provas formais e teste) no desenvolvimento de sistemas de software.
- identificar os métodos formais existentes e saber quando devem ser aplicados e quais são mais adequados em cada caso.

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Projeto de Sistemas Digitais


EEC0055 - ECTS
Fornecer aos alunos conhecimentos sobre aspectos tecnológicos e metodológicos do processo de projecto de sistemas digitais complexos, tendo em vista a sua realização em tecnologias microelectrónicas, com ênfase na implementação em sistemas digitais reconfiguráveis (FGPGAs)

Após a conclusão com sucesso desta unidade curricular, os alunos deverão ser capazes de:
- Identificar as tarefas principais que integram o fluxo de projecto industrial de sistemas digitais para diferentes tecnologias microelectrónicas (ASICs ou FPGAs).
- Dominar o processo de modelação de sistemas electrónicos digitais com linguagens de descrição de hardware digital (Verilog), nas perspectivas de simulação/verificação e de síntese automática ao nível RTL.
- Planear o processo de verificação para um sistema digital tendo por base ferramentas de simulação lógica e desenvolver plataformas de verificação (“testbenches”).
- Construir circuitos sequenciais síncronos com um ou mais domínios de relógio e saber caracterizar as restrições temporais associadas ao projecto e implementação desse tipo de sistemas digitais, em particular no que se refere ao projecto de redes de distribuição de sinais de relógio.
- Avaliar comparativamente diferentes implementações de circuitos aritméticos para as operações elementares e implementar circuitos aritméticos dedicados sob restrições de área e desempenho dadas.
- Saber aplicar os processos e as tarefas para a integração de componentes pré-construídos (“IP cores”), concretizando num ambiente de projecto para dispositivos FPGA.
- Identificar os processos básicos associados ao consumo de energia em circuitos microelectrónicos digitais (em tecnologia CMOS) e aplicar os princípios elementares para o projecto de circuitos digitais de baixo consumo de energia.
- Identificar metodologias de projecto de sistemas integrados combinando software executado em CPUs convencionais com unidades dedicadas de processamento e interface.
- Desenvolver aptidões pessoais, profissionais e inter-pessoais (trabalho em grupo e comunicação escrita e oral) com a realização dos trabalhos laboratoriais em grupo e elaboração dos respectivos relatórios.

Sistemas Baseados em Visão


EEC0100 - ECTS
Os objectivos a atingir na disciplina são:
1. Aquisição de conhecimentos relativos a sistemas de visão automática, quer em termos dos modelos que constituem cada um dos componentes da sua estrutura modular, quer em termos das tecnologias usadas na sua implementação (competências CDIO 1.3, 1.4, 2.1, 2.3).
2. Demonstração de aptidões para a concepção, projecto e implementação de sistemas de visão automática (competências CDIO 4.2, 4.3, 4.4, 4.5).
3. Desenvolvimento de capacidades de organização e realização de trabalho autónomo e pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4, 2.5, 3.3).
4. Demonstração de competências de integração e realização de trabalho em equipa (competências CDIO 2.5, 3.1).
5. Desenvolvimento e demonstração de capacidades para a elaboração de relatórios escritos e realização de comunicações orais (competências CDIO 3.2).

Sistemas de Eletrónica


EEC0097 - ECTS
A Unidade Curricular (UC) é orientada ao projeto e centrada no estudo de métodos e arquiteturas para conceção de sistemas de engenharia baseados em eletrónica de potência.
A UC pretende dotar o estudante de competências que lhe permitam:
1. Analisar e avaliar criticamente as soluções tecnológicas existentes e os desenvolvimentos atuais no domínio dos sistemas de eletrónica, ao nível das topologias, dos métodos de controlo (hardware e software) e das caraterísticas de funcionamento
2. Projetar e integrar subsistemas eletrónicos, analógicos e digitais, de sinal e de potência, considerando, nomeadamente:
i) os níveis de energia envolvidos nos diferentes subsistemas, e
ii) o desempenho dos sistemas de controlo
3. Incorporar no projeto conceitos de compatibilidade eletromagnética
4. Satisfazer diretivas europeias no domínio dos sistemas de eletrónica

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Acionamento e Movimentação


EEC0147 - ECTS
Os objectivos da UC são dotar os alunos com competências de :
- Compreender as principais abordagens ao nível do controlo de movimento e de accionamento (CDIO: 1.3; 2.1; 2.2; 2.3);
- Identificar, para uma determinada aplicação, a melhor estratégia de controlo de movimento (CDIO: 1.3; 2.1; 2.2; 2.3);
- Especificar os requisitos de um sistema de accionamento em malha fechada, com um ou mais eixos, baseado em motor CC ou CA (CDIO: 1.3; 2.1; 2.2; 2.3);
- Equacionar estruturas, métodos de controlo e critérios de selecção dos sistemas estudados na disciplina, considerando a interacção entre os diversos subsistemas e os compromissos a estabelecer no balanceamento da solução (CDIO: 3.1; 3.2; 3.3; 4.3; 4.4; 4.5);
- Utilizar conhecimentos das tecnologias da área para trabalhar com máquinas eléctricas e plataformas de controlo modernas, e ser capaz de utilizar o conhecimento na concepção de soluções para novos problemas (CDIO: 3.1; 3.2; 3.3; 4.3; 4.4; 4.5);
- Desenvolver modelos para simulação de sistemas de controlo de movimento (CDIO: 1.3; 2.1; 2.2; 2.3);
- Projectar accionamentos electromecânicos, nomeadamente identificando e formulando os principais problemas de um accionamento, modelizando-o e recomendando soluções (CDIO: 3.1; 3.2; 3.3; 4.3; 4.4; 4.5);
- Trabalhar em equipa (CDIO: 3.1);
- Elaborar relatórios técnicos (CDIO: 3.2);
- Realizar apresentações orais de trabalho próprio (CDIO: 3.3).

No final da UC, como resultados de aprendizagem os estudantes devem saber:
- Analisar os requisitos de um sistema de accionamento em malha fechada, com um ou mais eixos, baseado em motor CC ou CA;
- Analisar as principais funções e arquitecturas para este tipo de sistema;
- Especificar as caraterísticas técnicas deste tipo de sistema;
- Projetar sistema de accionamento em malha fechada, enquadrando estruturas e métodos de controlo e critérios de selecção dos sistemas estudados na disciplina, e considerando a interacção entre os diversos subsistemas e os compromissos a estabelecer no balanceamento da solução bem como as diversas fases do ciclo de vida do sistema;
- Desenvolver modelos para análise de comportamento por simulação de sistemas de controlo de accionamento e movimentação , em particular pesquisando literatura relevante, formulando hipóteses e testando soluções;
- Utilizar um ambiente de simulação computacional como ferramenta de análise;
- Participar com trabalho próprio num projeto desenvolvido em equipa de engenharia simultânea;
- Estruturar e elaborar relatórios técnicos;
- Preparar e auto avaliaro conteúdo de uma apresentação oral.

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Aquisição e Processamento de Sinal


EEC0149 - ECTS
Esta unidade curricular visa dotar os estudantes com os conhecimentos necessários para o domínio de conceitos básicos, métodos, técnicas e ferramentas para a identificação, análise e projecto de sistemas:
- de aquisição de sinais do domínio contínuo para o domínio digital,
- de processamento de sinais no domínio digital e
- da transposição dos sinais resultado para o domínio contínuo ou outros domínios de acordo com a aplicação em causa.

Após a conclusão com sucesso da unidade curricular o estudante é capaz de:
Identificar, analisar e projectar os blocos: de condicionamento de sinal dos sensores, de conversão analógica-digital, de processamento digital de sinal e de conversão digital-analógica, seleccionando a tecnologia mais adequada à aplicação em causa.
Compreender a representação matemática de sinais nos domínios contínuo, discreto e digital assim como a sua relação.
Compreender a representação matemática de sinais no domínio do tempo e da frequência assim como a sua relação.
Compreender a amostragem e reconstrução de sinais, nomeadamente as suas implicações e condições em que devem ser efectuadas.
Compreender o significado e usar as transformadas de fourier e Z.
Analisar filtros digitais e projecta-los mediante objectivos especificados.
Aplicar as técnicas de processamento digital de sinal em controlo de sistemas.

Arquiteturas de Computação Industrial


EEC0145 - ECTS
- Conhecer as arquitecturas de comunicação dos sistemas de automação industriais.
- Perante um sistema de automação industrial em concreto: saber avaliar e identificar os requisitos de comunicações, e saber seleccionar as tecnologias mais adequadas.
- Desenvolver aplicações com suporte em redes industriais

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Projeto de Circuitos VLSI


EEC0056 - ECTS
ENQUADRAMENTO

A integração em larga escala (VLSI) de sistemas digitais constitui um dos pilares dos fundamentos tecnológicos que permitem o crescimento económico do qual as sociedades atuais dependem. Os circuitos VLSI têm um papel vital em áreas como telecomunicações, tecnologias da informação, cuidados de saúde, segurança e muitos outros.

OBJETIVOS

Esta unidade curricular permite aos estudante adquirirem conhecimentos básicos sobre os aspetos tecnológicos dos circuitos integrados, bem como o domínio das técnicas de projecto correspondentes, por forma a que sejam capazes de conceber e realizar circuitos integrados digitais em tecnologia CMOS. Os estudantes adquirem experiência prática com o fluxo de projeto e as ferramentas de CAD usadas no desenvolvimento de sistemas integrados complexos.

CONHECIMENTOS PRÉVIOS

EEC0028: operação dos transístores MOS.
EEC0006: portas lógicas; sistemas digitais combinatórios e sequenciais.

DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL

Componente científica: 60%
Componente tecnológica: 40%

RESULTADOS DA APRENDIZAGEM

Após completar esta unidade curricular, os estudantes serão capazes de:

- descrever e explicar o fluxo de projeto para circuitos integrados digitais (da descrição em HDL até à validação "Post-layout") [conhecimento & compreensão];
- identificar e caraterizar as principais alternativas tecnológicas de implementação de ASIC/SOC [conhecimento & compreensão];
- aplicar modelo de 1ª ordem do transístor MOS na análise e projeto de circuitos digitais [análise de engenharia & projeto];
- explicar e aplicar modelos das interligações [conhecimento & compreensão, análise de engenharia & projeto];
- utilizar o simulador SPICE para analisar e projetar portas lógicas [análise de engenharia & projeto];
- explicar e avaliar o comportamento elétrico e temporal das principais famílias lógicas CMOS [análise de engenharia];
- projetar células lógicas (standard cells) incluindo simulação, "layout" e simulação "post-layout" [projeto de engenharia];
- utilizar um fluxo de projeto comercial para sintetizar um circuito digital a partir de uma descrição em Verilog [projeto de engenharia];
- explicar e aplicar o método do "esforço lógico" para dimensionamento de portas lógicas [conhecimento & compreensão, análise de engenharia, projeto de engenharia];
- identificar e explicar os princípios básicos do projeto de circuitos digitais de baixa potência [conhecimento & compreensão].

Competências transferíveis: Todas as atividades de projeto são realizadas em grupo. Os projetos de maior dimensão requerem a gestão cuidadosa do processo de desenvolvimento.

Robótica Industrial


EEC0093 - ECTS
* Compreender o funcionamento e utilização de sistemas robóticos.
* Dominar os aspectos tecnológicos envolvidos na concepção, nas características de funcionamento, na programação e nas aplicações industriais.

Sistemas Baseados em Inteligência Computacional


EEC0083 - ECTS
A unidade curricular pretende fornecer conhecimentos, métodos e tecnologias que permitam:
- descrever as propriedades de controladores baseados em lógica difusa e em redes neuronais;
- formular hipóteses de soluções para um problema de engenharia e pesquisar soluções concretas para essas hipóteses;
- identificar, analisar e modelizar problemas considerando aspectos de incerteza quantitative e qualitativa;
- analisar, projectar, modelizar e simular sistemas de controlo baseados em lógica difusa e em redes neuronais para processos industriais, com características de não linearidade e de incerteza;
- analisar compromissos a estabelecer na proposta de soluções;
- analisar criticamente o funcionamento de sistemas de engenharia contendo subsistemas baseados em lógica difusa e/ou redes neuronais;
- descrever, analisar, projectar, modelar e simular sistemas de supervisão, de detecção de falhas ou de diagnóstico, baseados em sistemas difusos e neuro-difusos;
- implementar, em HW e SW, subsistemas baseados em lógica difusa e em redes neuronais;
- avaliar a aplicabilidade de sistemas de controlo e de análise de dados baseados em inteligência computacional em sistemas de engenharia;
- trabalhar em grupo e efectuar relatórios técnicos.

Sistemas de Apoio a Decisão


EEC0086 - ECTS
Serão complementados e aprofundados conhecimentos e prática em métodos diversos de Apoio à Decisão, quer de natureza quantitativa (no seguimento da Investigação Operacional) quer de natureza qualitativa.

Serão apresentados e praticados métodos de Análise e de Estruturação de problemas bem como de meios gráficos e visuais para lidar com situações complexas de decisão.

Serão estudadas a filosofia geral, a estrutura e os componentes de um Sistema de Apoio à Decisão (SAD), bem como metodologias e técnicas que permitam aos alunos projetar e implementar SAD. Serão apresentados e discutidos exemplos de SAD, dando-se especial relevo aos aspectos relacionados com as interfaces com os utilizadores e com os Sistemas de Simulação Visual Interativa.

Será feito um enquadramento de vários tópicos de Teoria da Decisão e realizada uma introdução a abordagens Multi-critério.

Os alunos terão oportunidade de aprofundar as aptidões inter-pessoais, nomeadamente de trabalho em grupo e de comunicação.

Por outro lado, será complementada a formação em Optimização, através do envolvimento com modelos e aplicações de Optimização Combinatória, e de técnicas heurísticas genéricas para resolver problemas de interesse em variadíssimas aplicações.

Sistemas de Qualidade e Fiabilidade


EEC0090 - ECTS
Com o conhecimento veiculado espera-se que o aluno consiga:
- Identificar e Descrever as diferentes vertentes da qualidade, desde o controlo e a melhoria dos processos individuais, até à garantia da qualidade dos produtos e serviços, e à qualidade total das organizações;
- Aplicar as principais técnicas de análise e modelação de processos de negócio;
- Listar e Descrever os principais requisitos definidos nos referenciais normativos da família ISO 9000.
- Estruturar um Sistema de Gestão da Qualidade em conformidade com os referenciais normativos da família ISO 9000;
- Enumerar, Descrever e Aplicar as principais ‘ferramentas’ na área da Qualidade

Sistemas Embarcados


EEC0150 - ECTS
Dotar os alunos com capacidade de desenvolver equipamentos de controlo embebidos com requisitos de tempo-real, utilizando, se necessário, a sistemas operativos de tempo-real.

Dissertação


EEC0020 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação à resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso.
Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Eletrónica Automóvel


EEC0096 - ECTS
A UC de Electrónica Automóvel pretende introduzir a actividade normativa do sector, descrever os requisitos operativos dos diversos sistemas que integram o automóvel e projectar e analisar os diversos subsistemas do veículo ao nível da iluminação, instrumentação de sistemas críticos, instrumentação e actuação de conforto, cadeia cinemática, controlo de movimento e transmissão de dados.

Competências a adquirir na Disciplina:
No final da Disciplina o Aluno deve ser capaz de:
Descrever, explicar, identificar, aplicar e analisar os sistemas electrónicos associados ao automóvel, nomeadamente no que respeita aos sistemas de injecção, ignição, abertura e fecho de válvulas, alternador, bateria e motor de arranque, iluminação, diagnóstico, controlo automático de velocidade, controlo anti bloqueio e anti escorregamento, controlo de tracção e suspensão electrónica.
Descrever, explicar, identificar aplicar e analisar os sistemas associados aos veículos eléctricos híbridos e puramente eléctricos.
Utilizar ferramentas de simulação para a análise e projecto destes sistemas.
Utilizar e aplicar os conceitos aprendidos em situações reais.

Identificação e Estimação


EEC0101 - ECTS
- Adquirir bases teóricas que permitam compreender os problemas de estimação e identificação assim como os métodos que, hoje em dia, constituem o "state of the art" nesta área.
- Conhecer as diferentes abordagens ao problema da identificação de sistemas com ênfase nos métodos no subespaço de estados ("subspace methods").

Conformidade com CDIO

Métodos Formais em Engenharia de Software


EIC0039 - ECTS
1-CONHECIMENTOS ÚTEIS
Conhecimentos de engenharia de software (nomeadamente, processos de desenvolvimento e modelação de software) e conhecimentos de teoria de computação.
2-OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Desenvolver as capacidades de abstração de forma a descrever o que o sistema deve fazer e não a maneira de o fazer. Estar familiarizados com os métodos formais e forma como eles podem contribuir para aumentar a qualidade dos sistemas de software.
3-CONHECIMENTO PRÉVIO
É útil frequência anterior em Engenharia de software, Teoria de computação e Conceção e análise de algoritmos.
4-DISTRIBUIÇÂO PERCENTUAL
Componente científica = 75%
Componente tecnológica = 25%
5-RESULTADO DA APRENDIZAGEM
No final da unidade curricular os estudantes devem ser capazes de:
- aplicar métodos formais de especificação (baseado em modelos; baseado em propriedades; baseado em comportamento) e verificação ("Model-checking", provas formais e teste) no desenvolvimento de sistemas de software.
- identificar os métodos formais existentes e saber quando devem ser aplicados e quais são mais adequados em cada caso.

Modelos e Processos de Negócios


EEC0089 - ECTS
Através do conhecimento veiculado, pretende-se que, no final da disciplina, o aluno seja capaz de:
a - descrever e explicar o contexto que sustenta o desenvolvimento de novos modelos e processos de negócio suportados por tecnologias de informação e comunicação.
b - Explicar as vantagens da gestão das organizações orientada aos processos e descrever os principais referenciais normativos e modelos de referência
c - Identificar e desenhar os processos de uma organização, a partir do modelo de negócio dessa organização.
d - Enumerar, explicar e aplicar as principais metodologias, técnicas e ferramentas de suporte à modelação e análise dos processos numa organização.
e – Especificar sistemas de informação de suporte à execução e gestão de processos de negócio a partir dos respectivos modelos.

Preparação da Dissertação


EEC0035 - ECTS
De acordo com o atual Plano de Estudos do MIEEC, a unidade curricular de PDI abrange os alunos inscritos nas duas áreas de formação (majors) de Automação e de Telecomunicações, Electrónica e Computadores. Pretende-se que os alunos, no contexto de um tema de dissertação proposto, e em colaboração estreita com um orientador designado, façam uma revisão da literatura e o levantamento do estado da arte, caracterizem detalhadamente o(s) problema(s) a tratar e estabeleçam um plano de trabalho com as tarefas do projeto a desenvolver posteriormente na unidade curricular de Dissertação, explicitando os respetivos objetivos, faseamento, metodologia de abordagem, tecnologias e ferramentas a usar, etc.

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Sistemas de Energia Renovável


EEC0148 - ECTS
Explicar os princípios de funcionamento das principais fontes de energia renovável e identificar as principais topologias de conversão das diferentes energias primárias em energia eléctrica.
Explicar e saber aplicar os métodos fundamentais de controlo da potência produzida.
Analisar e comparar diferentes topologias de condicionamento de fontes de energia renovável.
Identificar, aplicar e verificar os aspectos normativos fundamentais da interface de energias renováveis para a rede eléctrica.
Projectar e integrar os diferentes subsistemas, electrónicos e de controlo, da cadeia de conversão de energia.

Sistemas de Engenharia - Automação e Instrumentação


EEC0146 - ECTS
O objectivo desta disciplina é proporcionar a todos os alunos uma oportunidade de projecto e desenvolvimento e integração de um sistema complexo que utilize diferentes tecnologias, até agora estudadas de forma isolada ao longo do curso.
A frequência desta unidade curricular confere aos alunos competências para:
• utilizar metodologias de especificação e desenvolvimento de sistemas a partir da análise de requisitos para o sistema;
• avaliar a oferta de produtos existentes para idêntica função e introduzir elementos inovadores que permitam diferenciação;
• planear e desenvolver tarefas, avaliar soluções alternativas, definir soluções para a integração de sistemas procurando uma solução inovadora, adequada e capaz de satisfazer as especificações do sistema;
• Utilizar princípios e conceitos de Engineering Systems;
• Enumerar, explicar e aplicar as principais técnicas de modelização e de análise de sistemas;
• Explicar e aplicar o processo de 'Systems Engineering';
• Explicar e aplicar os princípios, conceitos e técnicas no âmbito da Gestão de Projectos;
• Organizar o trabalho em equipas de projecto de média dimensão.

Sistemas de Informação Empresariais


EEC0088 - ECTS
A disciplina tem por objectivo central preparar os alunos para desenvolver Sistemas de Informação baseados na Web usando PHP, XHTML e CSS juntamente com bases de dados relacionais.

Como objectivos complementares, a disciplina contribuirá para consolidar conhecimentos de carácter metodológico relativos à análise e especificação de sistemas, à gestão de projectos apresentados noutras disciplinas, e aprofundar o conhecimento sobre os processos de negócio das empresas industriais tais como a gestão da produção, a gestão da qualidade, a logística e a manutenção.

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Sistemas Distribuídos


EEC0049 - ECTS
No final desta unidade curricular os estudantes deverão ter adquirido as competências necessárias à programação de aplicações distribuídas de pequena e média dimensão, sabendo seleccionar e utilizar as tecnologias de software adequadas, desde linguagens de programção para ambientes distribuídos até camadas de middleware com modelos de cooperação específicos. Deverão ainda ser capazes de concretizar mecanismos simples de tolerância a falhas baseados em redundância espacial.

Sistemas Eletrónicos


EEC0152 - ECTS
Objetivos: Conferir aos estudantes as competências necessárias para desenvolverem sistemas eletrónicos de média complexidade baseados em componentes de catálogo e em tecnologias normalizadas de comunicação e teste.

Competências não técnicas: Trabalho em grupo; Comunicação; Fluência em inglês.
Resultados da aprendizagem (não técnicos): Os estudantes deverão ser capazes de colaborar no desenvolvimento de projetos técnicos e na produção de documentação (apresentações e/ou relatórios técnicos) em inglês.

Competências técnicas: Conceção e desenho de sistemas; Projeto; Implementação.
Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 1: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever a arquitetura interna e a organização de memória dos microcontroladores de 8 bits da família 8051; b) Listar e explicar as instruções e modos de endereçamento; c) Escrever programas em assembly de pequena / média complexidade; d) Desenvolver e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051. Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 2: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever o protocolo e o funcionamento do barramento I2C; b) Explicar o funcionamento de alguns dispositivos I2C específicos, e.g. relógios de tempo real e expansores de entradas / saídas; c) Projetar um pequeno sistema I2C; d) Implementar e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051 e no barramento I2C. Resultados da aprendizagem (técnicos) previstos para a parte 3: No final desta parte, os estudantes deverão ser capazes de: a) Descrever o protocolo e o funcionamento do barramento de teste IEEE 1149.1; b) Explicar como detetar faltas estruturais (curto-circuitos e circuitos abertos) em cartas de circuito impresso; c) Implementar e experimentar um pequeno sistema baseado no microcontrolador 8051 e no barramento de teste 1149.1.

Sistemas Robóticos Autónomos


EEC0102 - ECTS
* Projecto e concepção de Robots Móveis e sua aplicação nas mais diversas situações na industria, nos serviços, em laboratórios, etc.

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Dissertação


EEC0020 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação na resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso. Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Eletrónica Industrial


EEC0069 - ECTS
A Unidade Curricular Electrónica Industrial propõe-se dar formação aos estudantes na análise e simulação dos principais dispositivos semicondutores, conversores electrónicos de potência e interface para a rede eléctrica através:
I- Da análise de sistemas electrónicos de conversão estática de energia.
II- Do projecto de pequenos sistemas, equacionando a interface para a rede eléctrica e a sua adequação a diferentes tipos de carga.
III- Da utilização de ferramentas computacionais de projecto.

No final da Unidade Curricular o Estudante deve ser capaz de:
1. Descrever o papel da Electrónica Industrial e da Instrumentação associada como tecnologia indispensável em várias aplicações domésticas, industriais, nos sistemas eléctricos de energia, nos transportes, etc.
2. Identificar a célula de comutação como o bloco básico associado à conversão/processamento da energia.
3. Aplicar os princípios de Modulação de Largura de Impulso para sintetizar a saída pretendida.
4. Identificar os semicondutores adequados às células de comutação, dos vários sistemas de conversão, e analizar os correspondentes circuitos de comando e protecção (térmica e eléctrica).
5. Utilizar ferramentas de simulação como ajuda ao dimensionamento dos conversores e interfaces.
6. Explicar e aplicar os conceitos da conversão CC/CC, CC/CA, CA/CC e CA/CA em regime estacionário.
7. Analisar topologias básicas de conversão CC/CC, CC/CA, CA/CC e CA/CA.
9. Explicar e aplicar a problemática da interface de fontes renováveis com a rede de alimentação.

Instalações Elétricas


EEC0074 - ECTS
•Conhecimento e compreensão do enquadramento das instalações elétricas de baixa e média tensão no Sistema Elétrico Nacional. [Competências CDIO 1.2, 2.3]

•Conhecimento das características e princípios de funcionamento da aparelhagem elétrica de baixa tensão. Desenvolvimento das capacidades de reconhecimento e de seleção da mesma. [Competências CDIO 1.2, 2.3]

•Aquisição de agilidade na interpretação e reprodução de esquemas elétricos de instalações simples de baixa e média tensão. [Competências CDIO 2.1, 2.3]

•Demonstração de conhecimentos básicos de regras e regulamentos de segurança em vigor. [Competências CDIO 1.2]

•Demonstração da capacidade de dimensionamento de instalações elétricas simples. [Competências CDIO 1.2, 2.1, 2.3]




Investigação Operacional


EEC0017 - ECTS
Dotar os alunos com competências para:
- identificar e abordar de forma hábil e estruturada problemas de decisão;
- construir modelos de problemas de decisão;
- usar métodos quantitativos na obtenção de soluções para os modelos construídos, como suporte para decisões fundamentadas;
- usar folhas de cálculo para análise e obtenção de soluções para os modelos construídos;
- começar a usar a informação extraída dos modelos para induzir e motivar mudanças organizacionais.


Medição, Sensores e Instrumentação


EEC0070 - ECTS
Perante um problema de medição de uma grandeza eléctrica ou não eléctrica o estudante deverá ser capaz de seleccionar, definir e avaliar o método de medição, os componentes, programas e equipamentos mais adequados, bem como projectar a respectiva cadeia de medição ou sistema de instrumentação.

Competências
No percurso para alcançar este objectivo principal os alunos vão adquirir as seguintes competências:

Competências técnicas específicas:
• Aplicar métodos de avaliação da qualidade de medição.
• Aplicar os métodos de medição de grandezas eléctricas.
• Interpretar as especificações dos transdutores de grandezas não-eléctricas mais importantes.
• Saber interpretar e aplicar as especificações dos componentes principais da cadeia de medição, em particular os circuitos de condicionamento e de conversão analógico-digital.
• Projectar cadeias de medição para aplicações específicas.
• Aplicar intrumentos e sistemas de instrumentação em problemas de medição ou aquisição de dados.
Outras competências:
• Para o trabalho experimental através da realização de trabalhos laboratoriais e de um projecto.
• Para o trabalho em grupo.
• Para a comunicação escrita, oral e multi-média.
Pretende-se ainda que a actividade desenvolvida pelos alunos no âmbito da disciplina promova o conhecimento da actividade profissional e empresarial em Engenharia Electrotécnica na área da Medição, Sensores e Instrumentação.

Química, Materiais e Processos


EEC0141 - ECTS
Os alunos deverão ganhar consciência da relação entre processamento, estrutura, propriedades e desempenho dos materiais e aplicar este conhecimento às respetivas aplicações. Deverão dominar os procedimentos de avaliação de algumas propriedades de materiais e saber selecionar as mais relevantes para alguns casos específicos de aplicação.
Os alunos terão ocasião de trabalhar individualmente e em equipa, promover as suas competências de comunicação escrita e oral, bem como de análise crítica de opiniões expressas na turma.

Economia e Gestão


EEC0019 - ECTS
Após a aprovação nesta unidade curricular, os estudantes deverão ser capazes de:
1-a) Recordar a lógica da importância das interacções empresariais e sociais dos sistemas de engenharia, e da necessidade de abordagens sistémicas e interdisciplinares para lidar com esses sistemas.
1-b) Identificar essas interacções e a sua importância em diversos domínios de aplicação da engenharia.

2-a) Recordar os princípios fundamentais do valor temporal do dinheiro, a estrutura das principais ferramentas de análise financeira, e a lógica da sua articulação para permitir a análise financeira de projectos de investimento.
2-b) Analisar activos financeiros e documentos financeiros simples.
2-c) Desenvolver projecções financeiras e analisar projectos de investimento simples com rigor.

3-a) Recordar as definições das principais visões sobre estratégia empresarial, e os conceitos e estrutura das ferramentas de análise utilizadas em cada uma dessas visões.
3-b) Utilizar esses conceitos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
3-c) Analisar a criação de valor em projectos de base tecnológica, utilizando essas ferramentas.

4-a) Recordar as definições, categorizações, critérios de avaliação e elementos de sucesso de oportunidades e empreendedorismo, bem como os argumentos que justificam a respectiva importância social e económica.
4-b) Recordar os principais blocos constituintes dos conceitos de produto e negócio de base tecnológica, e os factores que podem condicionar o acesso de um inovador aos retornos gerados pela sua inovação.
4-c) Utilizar estes enquadramentos de raiz na ideação de projectos de base tecnológica.
4-d) Utilizar estes enquadramentos para analisar a capacidade de criação, entrega e apropriação de valor, em projectos de base tecnológica.

5-a) Recordar as definições das principais visões sobre as operações, os seus principais objectivos, e a lógica dos compromissos entre estes, num contexto de cadeia de abastecimento.
5-b) Utilizar estes conhecimentos para formular e analisar de modo genérico estratégias de operações em cadeias simples.
5-c) Recordar as definições dos principais componentes do pensamento sistémico.
5-d) Reconhecer esses componentes em sistemas de base tecnológica.

No final da unidade curricular devem ser capazes de, de forma simples e introdutória, analisar ou desenvolver um projecto de engenharia para além da tecnologia, com uma visão mais abrangente, tendo em consideração múltiplos aspectos de interacção empresarial e social, em particular ao longo de perspectivas financeira, estratégica, de inovação, e de operações.


Máquinas Eléctricas


EEC0073 - ECTS
A unidade curricular tem por objetivo dotar o estudante dos conhecimentos essenciais sobre máquinas elétricas, com destaque especial para transformadores elétricos e motores de indução. São debatidos aspetos transversais a máquinas elétricas e noções fundamentais sobre outras máquinas. O ênfase será colocado na classificação, caraterização construtiva, princípio de funcionamento, modelos e caraterísticas de funcionamento em regime estacionário, ensaio e regras gerais de seleção, instalação, utilização e manutenção, enquanto sistemas autónomos e enquanto elementos de sistemas mais complexos.

A aprovação nesta unidade curricular pressupõe que o estudante:
1. Adquira conhecimentos técnicos sobre classificação, constituição e fenómenos que participam no funcionamento das máquinas elétricas no geral e dos transformadores elétricos e motores de indução em particular, incluindo as regras gerais para sua seleção, instalação, utilização e manutenção, e que mostre ser capaz de utilizar tais conhecimentos na formulação, resolução e discussão de problemas relativos às mesmas e à sua inserção nos Sistemas Eléctricos de Energia (aptidões CDIO 1.2 e 2.1). Estas competências serão alcançadas através dos períodos de contacto (sessões teóricas dedicadas à explanação dos temas centrais dos conteúdos curriculares e seu debate, e sessões teórico-práticas vocacionadas para a análise e resolução de variados problemas de natureza teórico-prática). A sua aferição será feita através das provas de avaliação previstas no âmbito da unidade curricular.
2. Adquira competências ao nível da prática de ensaio de máquinas elétricas e de pesquisa experimental sobre as caraterísticas de funcionamento de transformadores elétricos e motores de indução, através da atividade laboratorial prevista na unidade curricular (aptidão CDIO 2.2). A sua aferição será realizada através do acompanhamento dos estudantes durante a realização de trabalhos laboratoriais concretos e pela apreciação de relatórios escritos elaborados pelos estudantes sobre os mesmos trabalhos.
3. Desenvolva capacidades e atitudes profissionais, quer ao nível da responsabilidade pessoal (realização de estudo autónomo e preparação de trabalho para as sessões presenciais), quer ao nível da responsabilidade coletiva (no âmbito da sua participação em grupos de trabalho, nas sessões teórico-práticas e de laboratório). Neste contexto, o estudante será chamado a assumir uma atitude ativa, perante os docentes e perante os outros estudantes, na pesquisa de informação de base, no planeamento, na preparação e na execução de trabalho diverso (ensaios laboratoriais ou resolução de problemas de índole teórico-prática, nomeadamente), bem como uma conduta adequada em laboratório, respeitando normas de segurança, regras de utilização de equipamentos e procedimentos de ensaio (aptidão CDIO 2.5). A aferição destas competências far-se-á através do acompanhamento do estudante durante as sessões presenciais e através das provas de avaliação previstas.
4. Demonstre capacidades comunicacionais, seja por via oral, respondendo a questões que lhe sejam colocadas durante as sessões presenciais, seja por via escrita, através de relatórios escritos que lhe serão solicitados e das várias provas de avaliação previstas (aptidão CDIO 3.2).

Redes de Transporte e Distribuição


EEC0104 - ECTS
1-Aquisição de competências no domínio do planeamento, projecto e exploração de Redes de Transporte e Distribuição de Energia Eléctrica;
2- Aquisição de conhecimentos sólidos relativos aos equipamentos e às técnicas utilizadas no projecto e na exploração de linhas aéreas e subterrâneas de transmissão e distribuição de energia;
3 - Aquisição de conhecimentos na área da análise da fiabilidade de sistemas de distribuição, radiais e em anel, com e sem produção distribuída; aprendizagem de ferramentas que lhes permitam fazer estudos de análise custo beneficio;
4 - Aquisição de competências para o planeamento de injecção de energia reactiva em redes de distribuição
(Competências CDIO- Conceiving — Designing — Implementing — Operating-1.3,2.1,2.3,3.3 e 4.3)

Regimes Estacionários do SEE


EEC0105 - ECTS
1- Aquisição de conhecimentos que permitam dominar o suporte matemático do cálculo de trânsito de potências e curto-circuitos e efectuar a sua programação simples.
2 - Aquisição de conhecimentos que permitam preparar dados, utilizar programas de cálculo, analisar resultados e tirar conclusões técnicas sobre transito de potências e curto-circuitos em SEE.
(Competências CDIO- Conceiving — Designing — Implementing — Operating-1.3,2.1,2.3,3.3 e 4.3)

Sistemas de Informação


EEC0076 - ECTS
Objectivos
- Saber analisar, conceber, implementar e documentar sistemas de informação de complexidade moderada utilizando o modelo Sistemas de Gestão de Bases de Dados relacionais;
- Saber utilizar a linguagem de manipulação e interrogação de dados SQL em situações de complexidade moderada;
- Explicar as funções principais e a estrutura de um sistema operativo.

Competências:
- Projectar e implementar um sistema de informação utilizando PostgreSQL;
- Conhecer e utilizar SQL em pesquisas de complexidade moderada;
- Entender os princípios básicos que regem um sistema operativo;
- Projectar e implementar programas multi-thread de complexidade moderada em C/C++ incluindo acesso a bases de dados relacionais.

Centrais e Subestações


EEC0108 - ECTS
1 - Aquisição e demonstração de conhecimento dos processos e sistemas de conversão e transformação de energia (centrais convencionais e subestações) e compreender os regimes de exploração do sistema produtor.
2 - Aquisição e demonstração de conhecimento das bases de cálculo e projecto dos elementos e sub-sistemas principais de centrais e subestações.
3- Aquisição e demonstração de conhecimento das técnicas de avaliação da fiabilidade e da qualidade de serviço em centrais e subestações, bem como das técnicas de análise da fiabilidade associada a equipamentos de reserva.
(Competências CDIO- Conceiving — Designing — Implementing — Operating-1.2,1.4,2.3,2.5,3.2,3.3,4.2,4.3,4.4 e 4.6)

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Projeto de Licenciamento de Instalações de Utilização


EEC0126 - ECTS
•Demonstrar conhecimentos das regras e regulamentos aplicáveis ao projeto, instalação e exploração de instalações elétricas de baixa tensão. [Competências CDIO 1.3, 2.2]
•Demonstrar conhecimentos das regras e regulamentos aplicáveis ao projeto, instalação e conservação das instalações ITED. [Competências CDIO 1.3, 2.2]
•Desenvolver aptidões técnico-profissionais, colocando os alunos perante uma hipotética situação de exercício real da profissão de projetista, na área das instalações elétricas de edifícios. [Competências CDIO 2.1, 2.3, 2.5, 3.3, 4.1, 4.2, 4.3, 4.4]
•Integrar-se de forma eficiente no trabalho em equipa. [Competências CDIO 3.1]
•Dominar o AutoCAD, enquanto ferramenta essencial para a elaboração das peças desenhadas. [Competências CDIO 3.2]
•Conhecer (Funções, Características, Gamas) os equipamentos usados em instalações elétricas, bem como alguns equipamentos usados para a Verificação e Ensaio das mesmas. [Competências CDIO 1.3]

Regimes Transitórios do SEE


EEC0106 - ECTS
1- Aquisição e demonstração de conhecimento avançado dos fenómenos transitórios e do comportamento dinâmico de equipamentos e sistemas eléctricos.
2- Aquisição e demonstração de conhecimento das metodologias para a resolução dos principais problemas associados aos fenómenos transitórios em sistemas eléctricos.
3- Aquisição e demonstração de conhecimento dos métodos de resolução adequados dos problemas postos pelos fenómenos transitórios em SEE.
(Competências CDIO- Conceiving — Designing — Implementing — Operating-1.3,2.1,2.3,3.3 e 4.3)

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Sistemas Electromecânicos


EEC0109 - ECTS
A unidade curricular de Sistemas Electromecânicos, através dos principais métodos de aplicação das máquinas eléctricas em sistemas eléctricos de energia, tem como objectivos de formação (CDIO):
1.2; 1.3 — conhecimentos nucleares e avançados de Engenharia
2.3 — pensamento sistémico
3.1 — trabalho eficiente em grupo
4.3; 4.4; 4.5; 4.6 — engenharia de sistemas: concepção; projecto, implementação; operação

Supervisão e Controlo do SEE


EEC0107 - ECTS
Os objectivos a atingir são os seguintes:

1 -Explicar a constituição e funcionamento dos sistemas de supervisão e controlo de sistemas de energia eléctrica e similares e descrever as suas funcionalidades principais;
2- Compreender os princípios da estimação de estado e resolver problemas;
3- Compreender o problema do despacho óptimo económico e o problema do controlo automático de geração numa área de controlo;
4- Compreender os mecanismos de controlo de frequência e tensão no SEE;
5 -Conhecer o princípio de funcionamento e os objectivos dos dispositivos FACTS.
6 -Conhecer e explicar o funcionamento de sistemas electrónicos de controlo de equipamentos e redes eléctricas.
7 - Conhecer as arquitecturas de funcionamento das microredes (integrando microgeração).


Competências e Resultados de aprendizagem:
1. aquisição e demonstração de conhecimentos avançados relativos à constituição e funcionamento dos sistemas de supervisão e controlo de sistemas de energia eléctrica e similares (competências CDIO 1.2, 1.3, 1.4, 2.1, 2.3);
2. demonstração de capacidade para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados obtidos em tabalhos práticos (competências CDIO 1.2, 1.3, 2.1, 2.3);
3. desenvolvimento de capacidades de trabalho autónomo e de pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4 e 3.3);
4. demonstração de capacidade de integração e de ralização de trabalhos em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto (competências CDIO 2.4 e 3.1);
5. desenvolvimento e demonstração de capacidades relativas à elaboração de relatórios escritos;
6. demonstração de compreensão dos contextos externo, empresarial e comercial em que se movimenta actualmente o sector eléctrico (competências CDIO 4.1, 4.2);
7. demonstração de capacidades relativas à fixação de objectivos à realização de projecto e à gestão de projectos (competências CDIO 4.3, 4.4 e 4.6).

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Análise de Sistemas e Gestão de Projetos


EEC0018 - ECTS
O objectivo desta disciplina é proporcionar a todos os alunos uma oportunidade de projecto e desenvolvimento e integração de um sistema complexo que utilize diferentes tecnologias, até agora estudadas de forma isolada ao longo do curso.
A frequência desta unidade curricular confere aos alunos competências para:
• utilizar metodologias de especificação e desenvolvimento de sistemas a partir da análise de requisitos para o sistema;
• avaliar a oferta de produtos existentes para idêntica função e introduzir elementos inovadores que permitam diferenciação;
• planear e desenvolver tarefas, avaliar soluções alternativas, definir soluções para a integração de sistemas procurando uma solução inovadora, adequada e capaz de satisfazer as especificações do sistema;
• Utilizar princípios e conceitos de Engineering Systems;
• Enumerar, explicar e aplicar as principais técnicas de modelização e de análise de sistemas;
• Explicar e aplicar o processo de 'Systems Engineering';
• Explicar e aplicar os princípios, conceitos e técnicas no âmbito da Gestão de Projectos;
• Organizar o trabalho em equipas de projecto de média dimensão.

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Decisão, Optimização e Inteligência Computacional


EEC0112 - ECTS
Formulação de problemas de decisão para análise multicritério. Aplicação de metodologias de ajuda à decisão. (CDIO 1.3, 2.3)
Formulação de representações da incerteza com conjuntos difusos. Aplicação de métodos baseados em representação difusa. (CDIO 1.3, 2.1, 2.3, 4.3, 4.4)
Aplicação de métodos de otimização não linear. Compreensão dos fundamentos das meta-heurísticas e implementação de algoritmos para resolver problemas. (CDIO 1.3, 2.1, 2.3, 4.3, 4.4)
Compreensão dos conceitos de computação neuronal e sua aplicação a diversos tipos de problemas. (CDIO 1.3, 2.1, 2.3, 4.3, 4.4)
Desenvolvimento da capacidade trabalho autónomo (CDIO 2.5) e em grupo (CDIO 3.1, 3.2, 3.3)

Mercados e Qualidade


EEC0110 - ECTS
Os objectivos a atingir são os seguintes:
1. aquisição e demonstração de conhecimentos relativos à estruturação do sector eléctrico em termos de mercados de electricidade quer em termos de modelos teóricos quer em termos de aplicações computacionais bem como conhecimentos relativos a qualidade de serviço no sector eléctrico (competências CDIO 1.1, 1.4, 2.1, 2.3);
2. demonstração de capacidade para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados obtidos em tabalhos práticos (competências CDIO 2.1, 2.3);
3. desenvolvimento de capacidades de trabalho autónomo e de pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4, 2.5 e 3.3);
4. demonstração de capacidade de integração e de ralização de trabalhos em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto (competências CDIO 2.4, 2.5 e 3.1);
5. desenvolvimento e demonstração de capacidades relativas à elaboração de relatórios escritos e de preparação e realização de exposições orais (competência CDIO 3.2);
6. demonstração de compreensão dos contextos externo, empresarial e comercial em que se movimenta actualmente o sector eléctrico (competências CDIO 4.1, 4.2);
7. demonstração de capacidades relativas à fixação de objectivos e gestão de projectos (competências CDIO 4.3 e 4.6).

Projecto de Licenciamento


EEC0111 - ECTS
•Adotar uma abordagem sistemática aos problemas com base em conhecimento técnico-científico geral e aplicado. [Competências CDIO 1.3, 2.1, 2.3, 4.3, 4.4]
•Demonstrar conhecimentos das regras e regulamentos aplicáveis ao projeto de sistemas de distribuição de energia elétrica em MT e BT. [Competências CDIO 1.3, 2.2]
•Desenvolver aptidões técnico-profissionais, colocando os alunos perante uma hipotética situação de exercício real da profissão de projetista de infraestruturas elétricas. [Competências CDIO 2.1, 2.3, 2.5, 3.3, 4.1, 4.2, 4.3, 4.4]
•Integrar-se de forma eficiente no trabalho em equipa. [Competências CDIO 3.1]
•Dominar o AutoCAD, enquanto ferramenta essencial para a elaboração das peças desenhadas. [Competências CDIO 3.2]
•Conhecer os equipamentos (Funções, Características, Gamas) e materiais usados em redes de distribuição BT e MT. [Competências CDIO 1.3]





Técnicas de Alta Tensão


EEC0134 - ECTS
1- Transmitir conhecimentos e desenvolver potencialidades e capacidades no domínio dos Sistemas de Alta Tensão (competências CDIO 1.3);

2 - Preparar os estudantes para a correcta operação de Sistemas de Alta Tensão e realização de estudos e ensaios em Laboratórios de Alta Tensão (competências CDIO 2.1, 2.2, 2,3, 3.1, 4.1, );

3- Desenvolvimento e elaboração de projectos de Coordenação de Isolamentos em SEE (competências CDIO 4.3, 4.5);.

4 - Sensibilizar os estudantes para a necessidade de simulação numérica e para os testes laboratoriais (competências CDIO 3.3, 4.2, 4.5);.

Tração Eléctrica


EEC0135 - ECTS
A unidade curricular de Tracção Eléctrica, através dos métodos próprios da aplicação da energia eléctrica em tracção, com principal ênfase na utilização contemporânea de máquinas eléctricas e nas implicações ambientais da tracção eléctrica no âmbito de um desenvolvimento sustentado tem como objectivos de formação (CDIO):
1.2; 1.3 conhecimentos nucleares e avançados de Engenharia
2.3; 2.4 pensamento sistémico; capacidades e atitudes pessoais
2.5.4 conhecer o mundo da profissão
3.1 trabalho em grupo
4.2; 4.4; 4.5; 4.6 contexto de serviço: projecto, implementação; operação

Acionamentos Eletromagnéticos


EEC0125 - ECTS
1. Aquisição e demonstração de conhecimentos técnicos sobre a constituição física e a teoria de funcionamento (consolidação), selecção, montagem, teste e exploração de sistemas de energia e máquinas eléctricas empregues em accionamentos electromagnéticos.
2. Demonstração de capacidade de identificação, formulação e concepção prática de soluções para o teste e modelização de sistemas eléctricos e máquinas eléctricas, bem como de verificação e validação das mesmas.
3. Demonstração de capacidade para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados experimentais alcançados, à luz dos conhecimentos teóricos pertinentes.
4. Demonstração de capacidade de integração efectiva em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto.
5. Demonstração de capacidades de comunicação, na apresentação de resultados alcançados perante terceiros (por via escrita e oral).



Conceção e Projeto


EEC0123 - ECTS
É objectivo da unidade Curricular de Concepção e Projecto a elaboração completa de dois projectos, sendo um de uma Linha de 60 kV e o outro de uma Subestação de Distribuição 60/15 kV. Pretende-se que os alunos sejam capazes de elaborar de forma completa o projecto de licenciamento para estes dois tipos de instalações eléctricas.

Dinâmica e Estabilidade de Sistemas


EEC0115 - ECTS
1- CONTEXTO
A avaliação de segurança dinâmica consiste numa tarefa crucial para se obter um correto planeamento e operação de sistemas elétricos. Desta forma, ter competências para efetuar esta tarefa é de grande importância para os engenheiros que pretendam planear/operar sistemas elétricos.

2- OBJETIVOS
Ser capaz de perceber e modelizar o comportamento dinâmico de sistemas elétricos de energia. Compreender os diversos fenómenos dinâmicos que podem ocorrer num sistema elétrico, resultantes da ocorrência de perturbações, que possam levar à perda de seguras do sistema. Estar familiarizado com as metodologias e ferramentas existentes para estudar e resolver estes problemas.

3 – CONHECIMENTOS ANTERIORES
Unidades curriculares que abordem conhecimentos básicos sobre a operação, análise em regime permanente e transitória de sistemas elétricos de energia.

4- RESULTADOS DE APRENDIZAGEM
- Ser capaz de compreender os diversos fenómenos dinâmicos que podem ocorrer num sistema elétrico, que resultam da ocorrência de perturbações, que possam levar à perda de seguras do sistema.
- Ser capaz de dominar a modelização da rede, de cargas, de geradores síncronos convencionais e respetivos sistemas de excitação e de regulação de reserva primária de frequência (para turbinas a vapor e hídricas) e de sistemas de regulação de reserva secundária de frequência-potência, usualmente utilizada para efetuar estudos de análise transitória e dinâmica de SEE.
- Ser capaz de usar software de simulação dinâmica para efetuar estudos sobre o comportamento transitório e dinâmico de sistemas elétricos.
- Compreender a ação dos sistemas de regulação de reserva primária, secundária e terciária de frequência-potência, em sistemas elétricos interligados.
- Saber caracterizar a natureza dos modos de oscilação que podem ocorrer num sistema elétrico, recorrendo a análise modal.
- Estar familiarizado com os procedimentos de dimensionamento de estabilizadores (“Power System Stabilizers”) para amortecer modos de oscilação eletromecânicos.
- Ter conhecimento e compreender as metodologias necessárias para obter ferramentas de avaliação de segurança dinâmica de sistemas elétricos, recorrendo a técnicas de aprendizagem automática.

Dissertação


EEC0156 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação à resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso.
Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Economia dos Mercados


EEC0119 - ECTS
Pretende-se que os alunos adquiram um conjunto de competências avançadas relativas ao funcionamento dos mercados de energia.

Energia Eólica e Solar


EEC0120 - ECTS
Conhecer as diversas tecnologia de sistemas fotovoltaicos bem como os princípios físicos e tecnológicos do seu funcionamento. Conhecer os materiais usados e técnicas usadas no fabrico de sistemas FV. Conhecer em detalhe a engenharia eléctrica de sistemas FV e seus componentes. Estas ao corrente das aplicações e da actualidade do mercado e perspectivas de evolução dos sistemas FV. Dominar os procedimentos de cálculo de geometria solar e radiação no plano dos painéis. Dominar os procedimentos de dimensionamento de sistemas FV e seus componentes. Saber calcular o ponto de operação de um sistema FV.

Disponibilizar conhecimento e informação que permitam compreender a especificidade da exploração da energia eólica para a produção de electricidade, envolvendo o projecto de parques eólicos e seus equipamentos. Identificar os impactos decorrentes da integração da produção de electricidade de base eólica nos sistemas eléctricos relativamente à sua exploração e planeamento.

Fiabilidade e Planeamento


EEC0116 - ECTS
Espera-se que os alunos adquiram as seguintes competências:
Compreender e explicar os problemas de fiabilidade de sistemas de produção-transporte e dominar as principais técnicas de avaliação (CDIO 1.3, 1.4, 2.1, 2.3). Aplicar métodos de simulação a esses problemas (CDIO 2.1, 2.4, 2.5, 3.2, 3.3).
Conhecer e aplicar metodologias de planeamento de sistemas, nomeadamente em ambiente de risco e incerteza (CDIO 2.5, 4.1, 4.2, 4.3, 4.4, 4.6). Analisar o impacto das alterações estruturais do sector eléctrico no planeamento (CDIO 2.5, 4.1, 4.2).

Gestão da Energia


EEC0122 - ECTS
A disciplina visa dotar os alunos dos conceitos de Conservação da Energia e da Utilização Racional com especial incidência no caso da Energia Eléctrica, numa perspectiva de conhecimento de tecnologias disponíveis e de análise técnico-económica da viabilidade das acções, bem como do presente enquadramento legal em Portugal e na União Europeia.

Luminotecnia e Instalações Industriais


EEC0124 - ECTS
Proporcionar as bases teóricas e práticas de Luminotécnicas e de instalações industriais que permitam a realização de projectos de electricidade na área de instalações eléctricas industriais.
Os alunos deverão atingir as competências adequadas para esse efeito, com um domínio adequado dos equipamentos, do cálculo Luminotécnico e das formas de gestão de uma instalação de uma instalação de iluminação, tendo em atenção a eficiência energética e das bases fundamentais para a realização de projecto de electricidade de uma instalação industrial.
Os resultados obtidos serão aferidos através de:
-teste teórico;
-da resolução de problemas nas aulas práticas (esquemas unifilares de circuitos e dos quadros eléctricos, apresentação dos cálculos efectuados e a indicação das características principais dos materiais utilizados);

Operação do Sistema de Energia


EEC0114 - ECTS
Espera-se que os alunos adquiram as seguintes competências:
Dominar os aspetos fundamentais da exploração de sistemas interligados (CDIO 4.3, 4.4, 4.6). Enquadrar e formular os diversos problemas associados à gestão técnico-económica eficiente do Sistema Elétrico de Energia (CDIO 1.3, 1.4, 2.3, 2.5, 4.3, 4.4, 4.6). Conhecer e aplicar metodologias de otimização e utilizar ferramentas computacionais para apoio à operação de redes de transporte e de distribuição (CDIO 2.1, 2.3, 3.2, 3.3).

Processamento de Sinais Fisiológicos


EBE0052 - ECTS
Pretende-se que os estudantes se familiarizem com a natureza e diversidade dos sinais fisiológicos (e.g. EMG, EEG, ECG), que adquirem os fundamentos teóricos na área do processamento digital de sinal e os valorizem em competências de projeto, nomeadamente em relação aos processos de aquisição de sinal fisiológico, condicionamento, filtragem, análise e representação da informação relevante associada. A frequência bem sucedida nesta unidade curricular permitirá aos estudantes a utilização esclarecida de técnicas e tecnologias de processamento de sinal fisiológico, potenciando não só a sua aplicação a objetivos de diagnóstico, terapia ou reabilitação, mas fomentando também o aprofundamento das competências de investigação e inovação nestas áreas.

Produção Dispersa


EEC0121 - ECTS
O objetivo da disciplina é criar nos alunos competência que permitam:
1. Aquisição e demonstração de conhecimentos avançados relativos à análise de sistemas de produção dispersa. Ser capaz de utilizar os conhecimentos adquiridos na conceção de soluções para os problemas encontrados. (competências CDIO 1.3, 1.4, 2.1,2.4);

2. Demonstração de capacidades para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados obtidos em trabalhos práticos (Competências 1.3,2.1,2.3);

3. Demonstração da capacidade de integração e da realização de trabalhos de equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto. Pesquisa de bibliografia e apresentação dos trabalhos (competências CDIO 3.1, 3.2, 3.3)

4. Demonstração de compreensão dos contextos externos, empresarial e comercial em que se movimenta o sector da produção dispersa (Competências CDIO 4.1 e 4.2)

5. Adquirir a perceção das necessidades de fixar objetivos e necessidades num projeto de Produção dispersa. Definir as fases do projeto e operação do mesmo (competências CDIO 4.3, 4.4 e 4.6)

Regulação e Mercados


EEC0117 - ECTS
Os objectivos a atingir são os seguintes:
1. aquisição e demonstração de conhecimentos avançados relativos à estruturação do sector eléctrico em termos de mercados de electricidade quer em termos de modelos teóricos quer em termos de aplicações computacionais (competências CDIO 1.3, 1.4, 2.1, 2.3);
2. demonstração de capacidade para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados obtidos em trabalhos práticos (competências CDIO 1.3, 2.1, 2.3);
3. desenvolvimento de capacidades de trabalho autónomo e de pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4, 2.5 e 3.3);
4. demonstração de capacidade de integração e de realização de trabalhos em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto (competências CDIO 2.4, 2.5 e 3.1);
5. desenvolvimento e demonstração de capacidades relativas à elaboração de relatórios escritos e de preparação e realização de exposições orais (competência CDIO 3.2);
6. demonstração de compreensão dos contextos externo, empresarial e comercial em que se movimenta actualmente o sector eléctrico (competências CDIO 4.1, 4.2);
7. demonstração de capacidades relativas à fixação de objectivos e gestão de projectos (competências CDIO 4.3 e 4.6).

Sistemas de Propulsão e Suspensão Automóvel


EM0081 - ECTS
a) Objectivos específicos:
Esta disciplina pretende proporcionar ao aluno uma formação básica no campo da Engenharia Automóvel principalmente ao nível dos sistemas de propulsão, transmissão e suspensão automóvel. Um dos principais objectivos da disciplina centra-se na preparação dos discentes, tendo em vista a sua habilitação para a vida profissional, nomeadamente a sua capacidade de seleccionar e interpretar a informação relevante através da realização de trabalhos de pesquisa bibliográfica e a sua capacidade de comunicação através da apresentação dos referidos trabalhos.


b) Resultados esperados
O programa da disciplina está estruturado de modo a capacitar o aluno à integração de conhecimentos teóricos/práticos relacionados directamente com a Engenharia Automóvel.
No final do período lectivo pretende-se que o aluno tenha adquirido os conhecimentos básicos sobre os motores mais utilizados nos veículos automóveis actuais, seja capaz de desmontar, analisar e montar sistemas de transmissão automóvel. Saiba de forma genérica a capacidades dos sistemas de diagnóstico existem no mercado.


Sistemas de Proteção


EEC0113 - ECTS
Os objectivos a atingir são os seguintes:
1. aquisição e demonstração de conhecimentos avançados relativos à constituição e funcionamento dos sistemas protecção de sistemas de energia eléctrica e similares (competências CDIO 1.2, 1.3, 1.4, 2.1, 2.3);
2. demonstração de capacidade para o tratamento, a validação e a interpretação dos resultados obtidos em tabalhos práticos nomeadamente na parametrização e programação de relés digitais(competências CDIO 1.2, 1.3, 2.1, 2.3);
3. desenvolvimento de capacidades de trabalho autónomo e de pesquisa bibliográfica (competências CDIO 2.4 e 3.3);
4. demonstração de capacidade de integração e de ralização de trabalhos em equipa e de planeamento e desenvolvimento de trabalho conjunto (competências CDIO 2.4 e 3.1);
5. desenvolvimento e demonstração de capacidades relativas à elaboração de relatórios escritos;
6. demonstração de compreensão dos contextos externo, empresarial e comercial em que se movimenta actualmente o sector eléctrico (competências CDIO 4.1, 4.2);
7. demonstração de capacidades relativas à fixação de objectivos à realização de projecto e à gestão de projectos (competências CDIO 4.3, 4.4 e 4.6).

Técnicas para Previsão


EEC0118 - ECTS
Conhecer as diversas técnicas de previsão e especificidade da aplicação de técnicas de previsão a consumos de electricidade, preços de mercados de electricidade e produção de electricidade.

Análise de Imagem Biomédica


EBE0056 - ECTS
Desenvolver conhecimentos e capacidades em: conceitos e metodologias do processamento digital de imagem; princípios, conceitos e métodos da física e tecnologias de imagem usados em Biologia e em Medicina; exposição dos estudantes a diversas formas de Processamento e Análise de Imagens em Biologia e Medicina (PAI-EBM).
São criadas as seguintes competências:
- aquisição de conhecimentos em PAI-EBM
. análise de problemas de PAI-EBM
. projecto em PAI-EBM
. apresentação oral e escrita

Biomecânica do Corpo Humano


EBE0143 - ECTS
Objectivos: Dar a conhecer e desenvolver o interesse pela Biomecâncica do Corpo Humano, procurando estudar e investigar o funcionamento, em termos mecânicos, dos diferentes órgãos e tecidos biológicos que a natureza apresenta


Dissertação


EEC0156 - ECTS
Na unidade curricular Dissertação prevê-se a realização de trabalho individual de investigação e desenvolvimento conducente à elaboração de uma dissertação de natureza científica sobre um tema da área de conhecimento do curso, ou visando a integração e aplicação na resolução de problemas complexos de engenharia de conhecimentos, competências e atitudes adquiridos ao longo do curso. Pode ser um trabalho de investigação ou de desenvolvimento tecnológico e aplicação, envolvendo meios experimentais e/ou de simulação, que promova o desenvolvimento de capacidades de iniciativa, de decisão, de inovação, de pensamento criativo e crítico.

Deve envolver a análise de situações novas, a recolha de informação pertinente, o desenvolvimento e seleção ou conceção das metodologias de abordagem e dos instrumentos de resolução do problema proposto, a sua resolução, o exercício de síntese e elaboração de conclusões, e a preparação de uma dissertação pertinente sujeita a apresentação pública e discussão dos resultados.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2019-02-16 às 11:56:38 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais