Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
Formação regular da Biblioteca |fevereiro a maio
Você está em: Início > Cursos/CE > Mestrado > MEB > Informação para Candidatos
Autenticação




Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Mestrado em Engenharia Biomédica

Dados Gerais

Código Oficial: 9568
Sigla: MEB

Diplomas

  • Mestrado em Engenharia Biomédica (120 Créditos ECTS)
  • Curso de Mestrado em Engenharia Biomédica (60 Créditos ECTS)

Unidades Curriculares

Biónica e Robótica Médica

EBE0191 - ECTS

Habilitar os estudantes com conhecimentos e competências nas áreas da biónica e da robótica e da sua aplicação a várias subáreas da Bioengenharia.

Diagnóstico Assistido por Computador

EBE0149 - ECTS

O diagnóstico assistido por computador pode ser definido como sendo a opinião emitida por um radiologista, que é assistido por um sistema computacional de análise de imagem médica, que emite uma segunda opinião. Esta unidade curricular tem como objectivo dotar os alunos com conhecimentos e capacidades para desenvolver metodologias de realce de imagem, análise e classificação de imagem, úteis em ambientes de diagnóstico assistido por computador.

Engenharia da Reabilitação

EBE0060 - ECTS

Estudar de forma integrada as deficiências, as incapacidades e as limitações destas decorrentes bem como as tecnologias e soluções destinadas a facilitar a sua eliminação e a inserção social da pessoa com deficiência. Aprender a combinar as tecnologias em projectos. Aprender a avaliar as soluções de reabilitação e acessibilidade.

Engenharia de Sistemas de Informação

EBE0061 - ECTS

Esta unidade curricular tem como principal objetivo fornecer o conhecimento e a prática para o planeamento e desenho de um sistema de informação, principalmente na sua vertente de representação e organização da informação. A compreensão e utilização eficiente do modelo relacional de dados e a sua implementação num sistema de gestão de bases de dados fazem também parte dos objetivos.
Outro objetivo é o conhecimento e a prática da construção de uma interface adequada capaz de facilitar e dar suporte aos processos de negócio subjacentes ao sistema de informação. Essa interface deverá permitir executar o fluxo de um processo de negócio através das operações normais de pesquisa, atualização, criação e eliminação de dados do sistema.

Interfaces em Sistemas Biológicos

EBE0142 - ECTS

Objectivos – O principal objectivo desta unidade curricular é dotar os alunos com as ferramentas necessárias para compreender os vários tipos de interacção que existem entre as células e tecidos, assim como o seu ambiente natural e artificial. A interface entre células e matriz extra-celular e entre células e matriz extra-celular com dispositivos médicos são exemplos importantes de interfaces biológicas.
A topografia, assim como a composição química e as propriedades mecânicas das superfícies, têm uma influência decisiva no comportamento dos vários tipos de células, nas quais se incluem as células estaminais. Este aspecto tem uma grande importância na aplicação de biomateriais, onde se incluem biosensores, vários tipos de implantes (ortopédicos, dentais, cardiovasculares, etc.) e terapias regenerativas. Assim, um dos objectivos desta unidade curricular é explicar como é que a adesão, a proliferação e a diferenciação celulares podem ser afectadas pelas propriedades acima referidas.
O tipo, a densidade da superfície, a conformação e a renovação de proteínas adsorvidas numa superfície desempenham um papel bastante importante no seu comportamento. Por isso, a interface proteína-biomaterial tem que ser compreendida e observada detalhadamente. A físico-química destas interfaces, onde a água assume um papel importante, é abordada.
As modificações radicais no comportamento da interface sólido-líquido e da interface biomaterial-célula podem ser introduzidas através da manipulação de superfícies e materiais à nanoescala. São dados, também, exemplos de nanotecnologias que se aplicam à modificação das características das interfaces biológicas (por exemplo: hidrofobicidade, inibição ou promoção da adesão celular e proliferação celular).
É necessária uma caracterização das superfícies e das suas interacções com ambientes biológicos (incluindo fluidos, células e tecidos), sendo estes de grande importância para os processos anteriormente referidos. Para isso, são necessárias ferramentas especiais para a observação e quantificação das mudanças que acontecem na interface entre o material e o seu bioambiente. São abordadas algumas das ferramentas utilizadas, assim como os princípios físicos e químicos.
Outros dos pontos também abordados nesta unidade curricular são a microscopia de força atómica (inclui microscópio de força por reconhecimento molecular), assim como a elipsometria, o potencial zeta, a determinação dos ângulos de contacto e da energia interfacial, a análise da superfície (por exemplo, por espectroscopia de foto-electrões de raios X) e a microbalança de cristal quartzo.


Reparação e Regeneração de Tecidos

EBE0185 - ECTS

Nesta disciplina serão apresentadas as principais estratégias actualmente em desenvolvimento ou já em fase de ensaios clínicos ou comercialização, visando promover a regeneração e a restauração da função dos tecidos. Será abordada uma vasta gama de aplicações, desde a regeneração da pele, dos sistemas musculo-esquelético e cardiovascular, bem como áreas emergentes tais como a regeneração do sistema nervoso.

Seminários em Engenharia Biomédica

MEB0022 - ECTS O principal objectivo desta unidade curricular centram-se na passagem de conhecimentos e experiências na área da Eng. Biomédica através dum conjunto de palestras apresentadas por distintos membros da comunidade académica e empresarial.

Simulação Biomecânica

EBE0178 - ECTS

A unidade curricular de Simulação Biomecânica visa dotar os estudantes de conhecimentos na área dos métodos numéricos para aplicação na simulação associada à biomecânica com especia enfâse no Método dos Elementos Finitos.

Espera-se que, no final do período lectivo, os estudantes tenham adquirido conhecimentos que lhes permitam a utilização de ferramentas tendo em vista a construção de modelos (discretização, imposição de condições de contorno e propriedades de material) e a correta interpretação de resultados, pelo que devem ganhar competências ao nível elementar, tais como, a formulação de um elemento finito (estabelecimento da matriz de rigidez, cálculo do campo de deformações de de tensões).

Imagiologia Médica

EBE0193 - ECTS

O objectivo da unidade curricular é a aquisição dos conhecimentos básicos de Física relevantes para actividades de operação, manutenção ou investigação envolvendo equipamentos médicos usados em Imagiologia Médica. Os conhecimentos incluem os princípios físicos de base e os aspectos básicos da engenharia dos equipamentos.

Instrumentação Biomédica

EBE0179 - ECTS

Esta unidade curricular tem por objectivo primordial desenvolver competências na medição de grandezas e sinais de interesse biomédico e na concepção e projeto de instrumentação e dispositivos médicos, através da aplicação e integração de conhecimentos multidisciplinares da engenharia e das ciências biomédicas.

Modelação em Engenharia Biomédica

EBE0148 - ECTS

A área de modelação e simulação tem ganho terreno rapidamente como uma alternativa às metodologias mais comuns na investigação médica, nomeadamente, nos estudos clínicos e na experimentação animal. De igual modo, a simulação como modalidade de treino médico, está a tornar-se suficientemente realista para representar uma alternativa ao treino em pacientes reais e em animais. A modelação 3D é também uma ferramenta fundamental para o fabrico de próteses e implantes personalizados, recorrendo às tecnologias de prototipagem rápida. O objectivo global da disciplina é o de introduzir os conceitos fundamentais de simulação e modelação, nestas duas áreas específicas da Bioengenharia, conforme se apresenta na Parte I e II do programa abaixo indicado. Os alunos têm oportunidade de trabalhar individualmente e em equipa, de promoverem as suas competências orais e escritas e de análise crítica sobre os assuntos abordados na aula.

Telemedicina e e-Saúde

EBE0194 - ECTS

O objectivo da presente cadeira é a introdução e transmissão de conhecimentos na área da telemedicina e e-saúde. 

Trabalhos Práticos

MEB0024 - ECTS

O principal objetivo desta unidade curricular é permitir aos alunos adquirirem competências práticas  e aprenderem técnicas laboratoriais que sejam relevantes para o desenvolvimento posterior do trabalho de dissertação.

Dissertação

MEB0027 - ECTS

Nesta unidade curricular o estudante deve realizar trabalho individual de investigação e desenvolvimento tendo em vista a realização de uma dissertação de natureza científica sobre um tema na área da Engenharia Biomédica. Partindo do conhecimento do estado da arte, obtido em unidades curriculares anteriores, o estudante deve selecionar e desenvolver metodologias adequadas à resolução dos problemas propostos, e obter resultados cuja análise crítica permita extrair conclusões, constituindo um avanço efetivo no conhecimento no tema da dissertação.

Preparação da Dissertação

MEB0026 - ECTS

Nesta unidade curricular o estudante deve realizar uma revisão da literatura com o objetivo de adquirir informação atualizada acerca do estado da arte na área do tema da dissertação.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2019-05-23 às 02:43:42 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais