Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início >


Nelson Machado

Administrador do Millennium BCP. Licenciado em 1982

Fale-nos um pouco sobre o Nelson?

Quando tinha sensivelmente 15 anos não sabia bem qual o rumo que a minha vida deveria seguir. Era um aluno razoável. No liceu não fui um aluno muito brilhante mas fi-lo com alguma facilidade. Depois surgiu-me uma dúvida enorme: haveria de seguir engenharia ou economia? Fiz, então, testes psicotécnicos que concluíram que tinha aptidão para uma ou outra área. Portanto, fiquei na mesma. Foi a primeira grande decisão da minha vida. Decidi-me por economia. Entrei na faculdade em final de 1977, momento em que a FEP tinha passado por um novo plano de curso e, por isso, o ano começou tarde (em final de Novembro). Fiquei de alguma forma deslumbrado. Era um mundo novo: a faculdade, a dimensão... E eu sentia-me muito bem naquele mundo novo.

Lembra-se de alguns colegas da faculdade que são, agora, figuras públicas?

Lembro-me, por exemplo, do Rui Pedras. Mas há vários. Naquela altura, no Porto, os dois grandes pólos de atracção dos estudantes de economia da FEP era o Banco Português do Atlântico e a Comissão de Coordenação da Região Norte. Houve, portanto, muitos colegas que foram para o Atlântico e muitos deles ainda lá estão.

O que a FEP fez por si?

Já no tempo em que fui lá estudante, a FEP era uma escola muito boa. Recordo com carinho, ainda hoje, os bons professores que tive. No entanto, recordo-me de um ambiente de estudo mais rebelde. Muitas das paixões que haviam no Mundo ainda existiam e os temas de economia tocavam-nas todas. Arranjei dois grupos de amigos curiosos. Num deles, o nosso ponto comum era o amor pelo futebol. A FEP, naquela altura, tinha bons relvados, os quais ulilizavamos para jogar futebol e não para parque de estacionamento. Poucos tínhamos carro. Portanto, os excelentes relvados eram, também, bons campos de futebol. Fizemos bastantes jogos Entrevista a Nelson Machado Administrador do Millennium BCP. Licenciado em 1982 naqueles relvados. Criamos uma equipa que nos acompanhou durante cerca de doze anos a jogar níveis altos de futebol de salão. Aliás, ainda actualmente, alguns de nós, nos encontramos uma vez por semana para jogar. Curiosamente, o outro grupo de amigos era constituído por pessoas muito mais à esquerda que eu, em termos de posicionamento ideológico. Julgo que era o único daquele grupo, na altura, com um rótulo de direita. Existia, portanto, muita emoção e muitas convicções ideológicas mas, de facto, na faculdade existiam amizades e grupos de colegas que eram transversais a todas essas sensações. E muitos desses colegas acompanharam-me ao longo de toda a faculdade. Há uma pessoa que me marcou imenso, com quem sempre gostei de discutir sobre a vida e sobre economia, que foi o professor Daniel Bessa. Há também muitas outras pessoas que me recordo e que me marcaram como professores.

Que conselhos dá à nova geração?

Uma das grandes características que vai determinar os vencedores e os menos bem sucedidos no Mundo em que estamos não é tanto a inteligência, as notas que tiram ou a capacidade de trabalho, embora tudo isso seja muito importante. É, no meu entender, a capacidade de se adaptarem à mudança. Porque há coisas que ninguém sabe como é que vai ser. E, nesse sentido, creio que a FEP, pelo menos no tempo que lá andei, tinha essa grande virtude. Não era uma faculdade tão técnica como algumas e ensinava-nos, acima de tudo, a estarmos atentos ao que se passa no Mundo. Ao ensinar-nos isso preparava-nos para a mudança. Essa é uma das marcas mais importantes que a FEP me deixou: ser capaz de perceber que o Mundo está a mudar e sermos capazes de fazer parte dessa mudança, não sendo arrastados por ela. É precisamente esse o conselho que dou à nova geração.

Entrevista realizada por Prof. Pedro Quelhas Brito
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Economia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2016-09-09 I  Página gerada em: 2021-07-31 às 17:58:45 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais
SAMA2