Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início >

Marta Cunha

Innovation Manager na Sonae


Terminou o curso de Gestão na FEP em 1999. 16 anos depois ocupa uma posição de destaque no grupo Sonae, o maior empregador privado em Portugal. A passagem por uma das melhores Escolas do país nas áreas da Economia e da Gestão foi fundamental para atingir este patamar?

Com toda a certeza. A Faculdade de Economia da Universidade do Porto e uma Faculdade com um elevado nível de exigência e que motiva os seus alunos a superarem-se dia apos dia. A acrescer e uma Faculdade com um elevado nivel de associativismo o que permite colocar em pratica os conceitos aprendidos, bem como o desenvolvimento de soft skills, tao necessárias ao sucesso em qualquer setor de atividade.

A Sonae está atualmente presente em 66 países. Considera que a internacionalização deverá ser cada vez mais uma exigência também para as Universidades?

Exatamente. Vivemos num mundo cada vez mais global, pelo que a abertura das Universidades ao exterior deixara de ser algo desejável para passar a ser algo indispensável. A partilha de experiências, o contacto com alunos e professores de outras geografias, bem como diferentes abordagens e metodologias e essencial para a construção de uma proposta de valor completa e diferenciadora.

A relação das escolas com o mundo real do trabalho é decisiva para o sucesso profissional?

Acredito que sim. Universidades e empresas têm obviamente papéis diferentes na sociedade e devem manter-se fieis a sua missão. Na perseguição dos seus objetivos há pontos de interesse comum. Por um lado as Universidades podem beneficiar de desafios reais aos quais poderão aplicar o seu conhecimento, e criar novo conhecimento. Por seu lado, o mundo empresarial poderá beneficiar da utilização deste conhecimento, evoluindo para além do estado da arte.

Sente que as empresas procuram cada vez mais mão-de-obra qualificada, não apenas em matéria de conhecimentos teóricos, mas empreendedora, criativa e orientada para a inovação e resolução de casos?

Sem dúvida. Os desafios que as empresas enfrentam são e serão cada vez maiores. Tao relevante quanto deter um determinado conhecimento técnico e importante que os colaboradores sejam dotados de competências que lhes permitam agir perante situações novas, que saibam definir corretamente os desafios e bem como fazer uso de metodologias especificas para a resolução de problemas.

Nesse sentido, e tendo em conta que a maioria dos cursos, de acordo com Bolonha, é de três anos, os estudantes devem apostar nos estudos pós-graduados?

Essa é uma questão que não deve ser vista de forma generalizada.
Cada estudante devera avaliar o seu caso específico de forma a decidir qual o melhor caminho. Não acredito que haja uma receita única.

No seu caso, por exemplo, porque sentiu necessidade de fazer um MBA?

Estava afastada do mundo académico há alguns anos pelo que senti a necessidade de atualizar os meus conhecimentos nesta área. Ao longo da minha carreira tenho tido o privilégio de ter formação especializada e focada nas várias funções que desempenhei. Neste momento era chegada a altura de ter uma formação mais completa e aprofundada que me permita manter preparada para diferentes desafios que possam surgir.

Que importância teve para si receber o prémio de melhor aluna de MBA do mundo?

Foi um momento de enorme orgulho e de esforço reconhecido.
Foi também um sentimento de dever cumprido perante a Porto Business School dada a enorme responsabilidade de a representar a nível internacional.

Perfil


Marta Cunha licenciou-se em Gestão na FEP, em 1999.
O seu percurso profissional tem sido desenvolvido no grupo Sonae, onde ingressou, em 2000, como Gestora de Preço, cargo que ocupou até 2003. Nesse ano e até 2005 a sua carreira passou pela gestão comercial de têxteis cozinha/ sala. Em 2005 passou a gestora comercial de mesa e em 2009 a gestora comercial de livraria. Em 2010, antes de ocupar o seu cargo atual, foi nomeada Diretora de Aprovisionamento. É desde 2011 Innovation Manager na Sonae. Este ano tornou-se ainda mentora do Programa BIPS – Business Ignition Program, o Curso de Empreendedorismo da U.Porto, que vai já na quinta edição.
Marta Cunha conquistou o prémio de Aluna do Ano 2014 de MBA, atribuído pela AMBA, associação com sede em Londres que distingue anualmente os melhores alunos de MBA na categoria Student of the Year. Marta Cunha foi aluna na edição 2013/2014 do MBA Executivo da Porto Business School.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Economia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2016-09-09 I  Página gerada em: 2021-07-31 às 16:40:12 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais
SAMA2